1. Spirit Fanfics >
  2. Roqueiros - As Notas Do Amor >
  3. Questions And Answers...

História Roqueiros - As Notas Do Amor - Capítulo 18


Escrita por:


Capítulo 18 - Questions And Answers...


Fanfic / Fanfiction Roqueiros - As Notas Do Amor - Capítulo 18 - Questions And Answers...

SHOWNU

Eu precisava falar com Kihyun. Tinha perguntas para fazer, mas Changkyun disse que ele já havia ido dormir, pois sairia amanhã bem cedo.

Ele anda tendo insônia ultimamente por conta da situação com Hosoek, e eu tenho certeza de que também tenho uma porcentagem dessa cota. Saber que ele conseguiu dormir cedo e que provavelmente terá uma noite completa de sono, é o suficiente para me fazer colocar todas as perguntas no fundo de minha mente e esperar até amanhã.

Na sala de estar, Jooheon e Hoseok estavam jogando video game, por isso eu me jogo no sofá oposto, pretendendo lhes fazer companhia. 

Quando a partida termina, Jooheon se levanta para pegar mais alguns aperitivos e cerveja na cozinha. Hoseok estava bebendo Daniel's e a cada dose que ele sorvia, eu podia ver seu corpo se tornar mais mole.

— Chega Seok! - Levantei do sofá em que estava, tomando a garrafa para longe dele. — Você já bebeu demais hoje.

— Eu ...

— Não tente contra argumentar comigo,  pois você até mesmo perdeu no vídeo game para o Jooheon. - Digo estendendo minha mão para ele. — Vamos, eu vou te ajudar a chegar até o seu quarto. 

Ajudo Hoseok a caminhar pelo corredor. Em seu quarto, ele apenas se livrou de sua calça jeans antes de se jogar na cama, porém eu não poderia deixa-lo dormir sem antes o questionar.

— Você esteve sóbrio por dois dias, mas voltou a beber hoje Seok. O que aconteceu?

— Jooheon voltou a aparecer em meus sonhos. - Ele sorriu sem humor. — Os gritos dele são perturbadores demais...

— Seokie...

— Agora não Hyung... - Os olhos de Hosoek estavam prestes a fechar quando ele completou a frase. — Eu bebi demais hoje e amanhã eu com certeza não me lembrarei de nada, mas ... Obrigado por cuidar de mim.

Observo um Hosoek adormecido por algum tempo antes de sair do quarto e voltar para a sala. Jooheon está sentado no sofá em que estava dividindo com seu irmão, enquanto bebe sua cerveja em silêncio.

— Sabe Hyung... Eu estive pensando em algo. - Apesar da longa pausa que ele fez, eu permaneço em silêncio aguardando-o dar continuidade a conversa. — O que exatamente vocês pensam quando me vêem acompanhar Hoseok para as festas ou até mesmo quando eu não o impeço de beber uma garrafa inteira de Daniel's?

Apesar da expressão neutra de Jooheon, eu sei que seus sentimentos se encontram em total divergência.

— Se eu não te conhecesse, confesso que seria muito fácil te julgar, mas eu te conheço o suficiente para saber que você não gosta de estar fazendo isso. - Jooheon me olha e eu pude ver seus olhos umidecer. — Tanto eu quanto Kihyun e Changkyun, sabemos que você apenas o acompanha a fim de garantir que ele chegue bem em casa. Sabemos também que você não pode força-lo a parar de beber, porque essa iniciativa tem que vir dele.

Uma lágrima escapa dos olhos de Jooheon, mas ele apenas a limpa. 

— Ei Jooh... Preste atenção no que eu vou dizer agora, sim!? - Ele apenas acena. — Ninguém aqui tem culpa pelo que Hoseok está passando... Se nem ele tem, quem dirá nós? A nossa única opção e função agora, é servir de amparo para todas as vezes em que ele vir a cair.

— Você tem razão Hyung...

— Não é que eu tenho razão Jooh, eu apenas estou te mostrando um fato. - Me levanto do sofá apenas para me sentar ao seu lado. — Agora vê se para de pensar em coisas erradas e coloca um filme para a gente assistir.

Jooheon sorri, fazendo com que suas covinhas apareçam, enquanto seus olhos se tornam pequenas fendas.

— Outra coisa Hyung... - Jooheon hesita por alguns segundos, mas logo volta a falar. — Ele desembarcou hoje a noite em Seoul.

Encaro-o por alguns segundos, começando a sentir meu sangue correr de maneira apressada por minhas veias, aumentando minha frequência cardíaca. Eu sabia que havia uma possibilidade dele voltar por esses dias e era isso que eu estava indo confirmar com Kihyun, mas Jooheon conseguiu me antecipar a resposta e com isso, aumentar tanto meu nervosismo quanto a minha expectativa.

Um silêncio ensurdecedor recai sobre a sala, obrigando Jooheon a colocar um filme para rodar. Eu não sei se ele manteve-se em contato com todos durante esse mês, mas ainda assim ele não respondeu sequer uma de minhas mensagens. Eu sei que não posso exigir qualquer coisa, mas ainda assim é dolorido... E se eu não estiver enganado, essa dor não é nada comparada a dor que as minhas palavras causaram a Yugyeom.

— Você deveria ir vê-lo assim que possível. - A voz de Jooheon corta toda a minha linha de lamentáveis pensamentos. — Porém eu recomendo que você o faça um pouco mais pra frente... Você sabe né!? Dar o tempo para um espaço primeiro e depois procurar conversar.

— Você acha que ele vai aceitar falar comigo depois do que eu fiz?

— Yugyeom é tão apaixonado por você, quanto você é por ele. - Jooheon deu de ombros. — Eu tenho certeza de que você irá arrumar um jeito muito especial de fazê-lo te perdoar.

Apesar de me sentir frustrados, as palavras de Jooheon realmente me servem de incentivo. Darei a Yugyeom um tempo antes de ir procurá-lo. Eu só espero que ele aceite me ouvir e me perdoe.

Enquanto Jooheon se mantinha inerte, com sua atenção totalmente focada no filme, eu apenas me levantei e segui pelo corredor, indo direto para o meu quarto. Já era tarde e eu só fazia pensar em Yugyeom e no momento em que eu o encontraria. 

[•••]

Eu adormeci em algum momento, porém saltei da cama quando ouvi os gritos de Hoseok. Correndo as cegas pelo corredor escuro, eu avisto a porta de seu quarto aberta, mas assim que eu me aproximo, seus gritos já haviam cessado. Kihyun estava sentado no chão, ao lado da cama de Hoseok, acariciando seus fios descoloridos. 

Quando ele me vê, sorri em minha direção enquanto eu ajeito o edredom sobre o corpo de Hoseok.

— Acho que já passou da hora dele ver um especialista.

— Isso deve partir dele Ki.

— Eu sei, mas eu realmente estou preocupado sabe!? - Kihyun observa o semblante franzido de Hoseok. — Não aguento mais vê-lo assim.

— Ele precisa encontrar um motivo para voltar Kiki... - Sussuro em meio ao quarto silencioso. — Eu acho que ele precisa encontrar alguém pra vida dele. 

— Você pode até ter razão Hyung, mas o que mais me preocupa, é como ele vai levar as coisas até que isso aconteça.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...