1. Spirit Fanfics >
  2. Roqueiros - As Notas Do Amor >
  3. Hours On End

História Roqueiros - As Notas Do Amor - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Hours On End


Fanfic / Fanfiction Roqueiros - As Notas Do Amor - Capítulo 4 - Hours On End

Eu acordei em um maldito sobressalto após ser tirado do meu sono devido a um alto estrondo de algum objeto se quebrando. Com o coração batendo tão forte quanto os latejos em minha cabeça, eu corro em direção ao local da casa no qual eu deduzi ter vindo o barulho.

Quando chego a cozinha, Kihyun está abaixado catando os cacos de vidro do objeto que fora quebrado.

— Não os pegue com as mãos, você pode se cortar. - Me encaminhando até o armário de utensílios de limpeza, pego a pá de lixo e a vassoura. — Deixe que eu vou limpar.

— Você não precisa fazer isso Hyung, me dê que eu mesmo o faço. 

— Deixa disso Kihyun, não quero que você se machuque. 

— Tudo bem então. - Kihyun sorri para mim ao se por de pé. — Você conseguiu dormir ? 

— Digamos que... As horas da madrugada foram a minha melhor companhia até o nascer do sol. - Digo dando um sorriso fraco em sua direção, mas não adianta, Kihyun já se mostra preocupado. — Não me olhe assim Kiki, o sono apenas não veio devido as diversas coisas que não paravam de dançar em minha mente. 

— É só que... isso é estranho sabe!? Eu nunca te vi assim, você parece nunca perder o controle das situações. - Kihyun volta a sua atividade de por a mesa do café e eu o ajudo assim que termino de varrer os cacos. — Mas pelo visto não é sempre que podemos manter o controle. Há momentos dos quais nós conseguimos controlar, mas também tem aqueles em que somos nós a ser controlados.

Me servindo com um copo de suco e frutas picadas, eu ocupo o assento ao lado de Kihyun fazendo-lhe companhia durante o café.

— Não fique preocupado com os meus problemas Kiki, logo eles serão devidamente resolvidos. - Digo olhando em seus olhos para tentar assegurar-lhe das minhas palavras, mesmo eu não tendo total certeza. — Agora se me der licença, eu vou me retirar para tomar um banho e me arrumar já que em questão de... Uma hora e meia, os meninos e eu temos que encontrar com Jungwoo no estúdio.

— V-você nem sequer tocou no seu café... - Kihyun diz movendo seu olhar do café intocado para mim. — Eu realmente estou preocupado agora.

A expressão de Kihyun é realmente hilária e eu não posso parar a minha risada.

— Eu estou com uma puta ressaca agora Kiki, então com certeza qualquer coisa que eu for comer, não terá um gosto agradável. - Digo seguindo em direção a sala. — Se tem uma coisa que eu me recuso a fazer é estragar o meu ótimo paladar para comida.

— Tudo bem, eu não irei te forçar a comer, não sou de torturar pessoas sem um bom motivo. 

— Obrigado Kiki. - Quando estou em uma distância segura, volto minha atenção para ele. — Aliás, teria como você acordar o Hoseok? É que você sabe, ele só levanta rápido quando é você a ir chamá-lo.

— Foda-se você Hyunwoo! 

Kihyun grita da cozinha mas eu já cortei o corredor em direção ao meu quarto. Hoje o dia com certeza será cheio, espero que o banho ao menos me ajude a relaxar, eu realmente preciso de total concentração hoje.

[•••]

Minha cabeça está trabalhando a mil desde que pisamos no estúdio hoje. Jungwoo nos encheu a paciência  dizendo que devemos terminar Mini álbum em no máximo 2 meses para que possamos iniciar a nova turnê pela Ásia, sendo assim os meninos e eu passamos o dia inteiro trabalhando na composição das duas faixas que faltavam.

— Eu odeio fazer as coisas sob pressão, sinto como se elas não ficassem devidamente boas. - Hoseok está irritado e isso é algo difícil de acontecer já que nem mesmo suas constantes ressacas lhe proporcionam tal mau humor como o que ele está hoje. — Porque ele ainda é nosso empresário? O Kiki faz 90% do serviço dele.

— Apesar dele ser um idiota que só visa crescer as custas dos outros, ele é o melhor empresário por ter diversos contatos. Até mesmo nos estrangeiros. - Jooheon responde a pergunta do seu irmão ao se levantar para embalar os pratos de sua bateria junto das suas banquetas favoritas. — Sei que no final da turnê estaremos acabados, mas vai valer a pena. Além de estarmos realizando um sonho, creio eu que estaremos dando a milhares de pessoas motivos para sorrir.

— Okay... O Jooheon sendo todo sentimentalista assim está me assustando. - Diz Changkyun logo tendo que desviar do caderno de notas que o Lee mais novo lançou em sua direção. — Meu Deus, eu só estou brincando.

— Chega de brincadeiras os dois, terminem logo de arrumar suas coisas. - Hoseok se levanta guardando sua guitarra dentro do capa. — Eu só quero chegar em casa o mais rápido possível e comer o Yukgaejang que o Kiki disse que faria para o jantar.

— Como você sabe que vai ter Yukgaejang para o jantar? - Agora foi a vez de Changkyun perguntar ao se ocupar em guardar seu violão e pela sua expressão eu posso ver que ele está chateado. — Ele nem sequer respondeu a mensagem que eu mandei a duas horas atrás.

— E eu por acaso disse que fui informado por mensagem? - Hoseok pergunta a Changkyun que logo responde a ele com um sinal negativo. — Quando ele foi me acordar hoje cedo, ele disse que se eu me levantasse naquele instante, teríamos Yukgaejang no jantar.

— Porque ele não usa esse método de suborno com a gente? - Jooheon pergunta com indignação. 

— Você falando assim nem parece que ele usa pizza para subornar você. - Digo ao me virar para trancar o estúdio. — Quem vai voltar dirigindo? 

— Maldita hora em que não aceitamos quando o Kiki ofereceu contratar um motorista temporário até o nosso voltar das férias. - Changkyun reclama pegando as chaves de minha mão antes de entrar no carro. 

— Pare de reclamar e comece a dirigir. - Jooheon que nunca perde a oportunidade, logo rebate Changkyun. — Não é como se essa charanga velha fosse fazer isso sozinho.

— Vai mesmo ficar ofendendo o meu carro? Eu vou jogar você no meio da estrada com ele em movimento.

— Ok senhor Changkyun esquentadinho! Não está mais aqui quem falou. 

Quando os dois mais novos param de discutir, Changkyun dá partida no carro e eu me sinto aliviado com a ideia de logo chegar em casa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...