1. Spirit Fanfics >
  2. Rosas do meu jardim. >
  3. Rosas. (Capítulo único)

História Rosas do meu jardim. - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Rosas. (Capítulo único)


Fanfic / Fanfiction Rosas do meu jardim. - Capítulo 1 - Rosas. (Capítulo único)

 

 

Rosas do meu jardim.

Capitulo único.

Era uma noite de tempestade em Willow Creek, Timothy se encontrava com uma pessoa, cujo ele mais amava e admirava. E o pequeno Tim, tinha certeza de que ela, nunca o trairia.

- Por que as pessoas preferem julgar os outros sem explicação nenhuma? – Disse, enquanto fitava as gotas que escorriam pela janela.

- É mais fácil assim, as pessoas julgam para se sentirem bem consigo mesma, mas no fundo, sabem que somos todos iguais.

Timothy ainda muito frustrado respondeu:

- Eu não aceito isso, eu já por tantos altos e baixos, que as vezes... Eu caio e tenho medo de subir. – Os olhos do garoto logo se encheram de lágrima. – Brincar de viver não é legal, é cansativo, eu não sei se aguentarei por muito tempo.

- Você não pode desistir pequeno, Tim. – Sorriu. – Seja feliz, esqueça a tristeza, sorria para o mundo e mude ele.

Timothy então, encarou o tal, enquanto as lágrimas escorriam pelas suas bochechas coradas.

- Mas não tem como esquecer a tristeza... Se não formos tristes, como saberemos que estamos felizes? Ou alegres? – Disse confuso. – Eu tento mudar o mundo, mas meus pensamentos não são o suficiente.

- Pequeno, Tim... Você não pode escrever sua vida com palavras e pensamentos. – Explicou seu reflexo. – Você escreve com ações. O que você pensa não é tão importante. Só é importante o que você faz.

- O que eu faço então? Eu quero concertar meus erros, eu quero falar para as pessoas que eu às amo, eu quero me sentir amado... Eu quero amar alguém e sentir que recíproco. – Disse o pequeno garoto, enquanto rodeava sobre seu quarto.

- A vida é curta demais para ser gasta fomentando animosidade ou remoendo erros. Às vezes, é preciso deixar as pessoas amarem você, não obrigá-las.

Timothy então se jogou sobre a sua enorme cama e deu um longo suspiro, enxugando suas lágrimas.

- Eu queria ser igual a você, queria pensar da mesma forma que você, mas também criar os meus próprios pensamentos.

- Haha. – Riu. – Você não pode ser eu. Timothy, eu sou o seu reflexo.

O garoto surpreso se levantou de cama, e caminhou até o seu espelho. Aquela tinha sido a primeira vez, que o pequeno Tim, observou seu belo sorriso e seus olhos brilhantes.

 

 

Brenda Seixas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...