1. Spirit Fanfics >
  2. Roubando a inocência. Pt 2 >
  3. Seguindo em frente?

História Roubando a inocência. Pt 2 - Capítulo 9


Escrita por: yoongiutted2

Capítulo 9 - Seguindo em frente?


Sn

Jimin ficou surpreso ao me ver entrar na loja, veio direto ao meu encontro.

Jimin - Sn? Eu pensei que não viria hoje. Está se sentindo bem? Pode ter o dia de folga se quiser.

Sn- Obrigada Jimin, mas eu prefiro trabalhar. Ocupar minha cabeça será bem melhor do que ficar em casa chorando.

Jimin - Ah Sn, eu sinto tanto. Gosto muito de você. Eu sabia que aquele bárbaro do Yoongi ia acabar te machucando.

Sn - Bom Jimin, o Yoongi pode sim ser muito carinhoso. Basta ele querer. 

Ele apenas dá de ombros.

Jimin - Sn, como sabe meu casamento está chegando e graças à você, Yuju conseguiu finalmente terminar os preparativos.

Sn - Sim, sobre isso eu gostaria de te fazer um pedido.

Jimin - Claro, o que quiser. É só pedir.

Sn - Escolha outra madrinha pro meu lugar. 

Ele me olha incrédulo, como se processasse a informação que acabara de receber.

Jimin - Não! Definitivamente não!  Você foi minha primeira escolha. Não haviam outras opções.  Assim que surgiu o assunto padrinhos eu pensei, Sn com certeza.

Sn - Mas Jimin...

Jimin - Sn? É por causa do Yoongi não é?? 

Sn - Não, claro que não. Eu...não tenho vestido e...

Jimin - Você pode escolher qualquer um da loja, já te falei isso.

Sn - Tá! É por causa do Yoongi. 

Jimin -  Para Sn. Você é uma mulher adulta e ele é o pai dos seus filhos, por favor aja como uma mulher madura.

Era muito fácil para ele falar sobre maturidade, não era ele quem havia tomado um pé na bunda sem mais nem menos.

Sn - Jimiiiiiiinnnn, por favoooooooor.

Jimin - Esquece Sn, não tem condições de eu arrumar outra madrinha à essa altura. E mesmo que houvesse eu não quero trocar. E outra, quero você belíssima sorrindo ao lado do Yoongi no altar heim.

Cruzo os braços e faço um beicinho que o faz gargalhar.

Suga

Saí do trabalho e fui levar Seokjin em casa, ele havia me pedido uma carona. Logo após fui encontrar Jungkook em um barzinho.

Suga- E aí? Como vão as coisas?

Me sento no balcão ao seu lado.

Jungkook- Vou indo, e você como está?

Suga- Se disser que estou bem, é mentira.

Jungkook- Sente falta da Sn não é? Acaba com isso, volta logo pra casa.

Suga- Eu não posso. Não por enquanto.

Jungkook- Por enquanto? O que quer dizer isso? 

Suga- É uma história complicada.

Dou um gole na cerveja e Jungkook faz o mesmo.

Jungkook- Hoseok tem dormido lá.

Suga- Lá onde??

Meu ton sai um pouco mais alto do que eu esperava. 

Jungkook- Na sua casa, digo...na casa da Sn...ah, você entendeu! Mas não se preocupe Yuri me garantiu que ele só está ajudando Sn com Min-ji,  todos sabemos bem que ele tem um don pra lidar com ela. Até melhor que você e Sn.

Suga- Isso é verdade. Eu fico feliz que ele possa apoiar Sn, logo ele que não tem preocupações com nada, é livre. Podia estar por aí curtindo a vida, mas está lá cuidando da minha filha.

Jungkook- Você parece esquecer que somos uma família. Vamos sempre apoiar as decisões um do outro. Mesmo que não entendamos seus motivos.

Suga- Tá.  Chega desse papo meloso.

Jungkook- Me diz aí,  onde está morando?

Suga- Aqui perto,  quer ir até lá?

Ele assente e nós deixamos o bar. 

Não demorou até que chegamos ao meu apartamento. 

Estávamos parados frente à minha porta quando a vizinha sai do elevador carregando uma sacola de compras.

Saori- Yoongi?

Ela caminha em minha direção.

Suga- Oi Saori.

Saori- Eu queria agradecer mais uma vez pela ajuda do outro dia.

Suga- Ah, não foi nada.

Jungkook fez questão de se apresentar.

Jungkook- Oi, eu sou Jungkook. Mas  pode me chamar de kookie.

Ele estende a mão na direção dela que o cumprimenta simpática., eu apenas reviro os olhos.

Saori- Eu sou Saori Kido, é um prazer.

Jungkook- O prazer é todo meu.

Ele lança um de seus sorrisos cativantes.

Suga- Bom já estão devidamente apresentados. Vamos "kookie"?

Ele desfaz o sorriso enquanto eu rio.

Já dentro do apartamento ele se acomoda em uma poltrona enquanto eu recolho as roupas espalhadas em cima do sofá. 

Jungkook- É solteira sua vizinha?

Suga- Acho que é sim, só vi ela e a filha até agora. 

Jungkook- Mãe solteira então? Interessante.

Suga- Você é um homem casado agora Jk.

Jungkook- Mas você não. 

Suga- Não viaja. Eu amo Sn.

Jungkook- Então porque não está com ela?? Fica confundindo a gente.

Suga- Porque eu não posso. 

Digo me sentando no sofá de couro desgastado.

Jungkook-  E porque não? O que tá acontecendo? Me conta, somos irmãos se lembra disso?

Suga- Hatake.

Jungkook se levanta dando um pulo do sofá e socando o ar. 

Jungkook- Eu sabia!! Sabia que tinha o dedo desse filho da... o que ele quer agora??

Suga- A polícia está investigando os Min. Ele quer que eu o livre, como eu não estou sendo investigado, posso circular livremente sem que esteja sendo vigiado.

Jungkook- Não! Nem pensar!! Não vou permitir que você se envolva novamente nisso tudo.

Me levanto e vou até a janela afim de não encara-lo.

Suga-  Eu já aceitei.

Jungkook- O que?? Como assim?? Já se esqueceu que ficou preso por 2 anos??

Suga- Eu não tenho escolha.

Jungkook- Claro que tem. É só dizer não. 

Suga- Não posso...Sn...

Jungkook- O que tem?

Suga- Ele ameaçou Sn. A tentativa de sequestro dela, foi ele. Para me mostrar do que ele é capaz. Por isso me separei, para deixá-la em segurança até que eu possa acabar com ele.

Jungkook- Mas...quem garante que ela está mesmo segura?? Não seria melhor que você contasse a ela??

Suga- Não!! Ela não pode saber ninguém pode. E não se preocupe, Hatake só vai mexer com ela se ele achar que ela significa algo pra mim. 

Jungkook- Ela...acha que você não à ama mais.

Suga- É claro que eu à amo. Tudo isso é por ela. Só espero que tudo acabe logo para eu poder abraça-la novamente. 

Jungkook- Entendi. Pode contar comigo Suga. 

Suga- Não Jk, dessa vez eu prefiro fazer tudo sozinho. Se der merda, então dará só pra mim.

Manhã seguinte...loja do Jimin.

Sn

Cheguei antes do Jimin na loja, fui direto ao escritório. Alguns minutos depois Yuju entra.

Yuju- Oi Sn que bom que está aqui.

Sn- Bom dia. O Jimin não vem hoje?

Yuju- Sim, sim. Ele está lá em baixo no salão,  chegaram algumas peças novas ele está conferindo.  Aproveitei pra vir falar com você à sós.

Fechei o livro de registros que estava conferindo e lhe dei atenção. 

Yuju- Quero fazer minha despedida de solteira naquela boate, sabe...onde conheci o Jimin. O que você acha?

Sn- Acho legal, o ambiente lá e bom. E é muito animado também. Falou com ele?

Yuju- Não.  Eu disse que iríamos à um barzinho calmo no centro. Tive medo dele rejeitar a idéia. 

Sn- Tem certeza que é uma boa começar mentindo? Jimin é compreensivo, não acho que ele se importaria.

Yuju- Pois eu acho que se importaria sim. Ele é compreensivo quando se trata do relacionamento dos outros.

Sn- Bom você quem sabe. Só não esquece de avisar Yuri antecipadamente para ela se organizar com as crianças. 

Jimin entra no escritório bufando.

Yuju- O que foi meu amor?

Jimin- Eu fui bem claro quando pedi que entregassem 80% de ternos slim e 20% de ternos de modelo americano. E me entregaram o oposto disso.

Sn- Calma, podemos fazer a troca em...10 dias?

Jimin- Meu casamento é em 5 dias Sn. Como eu vou viajar em paz sabendo que quando voltar vou ter dezena de ternos fora de linha encalhados na minha loja??

Sn- Calma Jimim, eu vou estar aqui. Eu resolvo tudo pra você. 

Jimin- Tem certeza Sn?? Não quero sobrecarregar ainda mais você.  

Sn- Não se preocupe. Eu dou conta. Pode curtir sua viagem em paz.

Ele e Yuju dão pulinhos de alegria.

Dois dias depois....

Suga havia saído cedo do trabalho e passado em casa para pegar os filhos ,Sn passaria no apartamento dele à noite assim que saísse da loja.

Apartamento do Suga...

Eu já havia desistido de tentar organizar aquele apartamento. Min-ji e Ho-sook brincavam no quarto quando a campainha toca.

Me surpreendi ao abrir e dar de cara com Saori e a filha, as crianças correm até a porta imaginando ser a mãe. 

Saori- Yoongi, desculpa incomodar mas eu posso usar seu telefone? É bem rapidinho.

Suga-  Claro.

Dou passagem e as duas entram. Min-ji olhava curiosa a coleguinha que parecia ter a mesma idade que ela.

Min-ji- Qual seu nome?

Suhan- Eu me chamo Suham, e você?

Min-ji- Eu sou Min-jirae. Quer brincar?

A menina faz que sim com a cabeça e Min-ji à leva para o quarto.

Saori- Suhan volte já aqui!!

Suga- Deixe-a brincar. Não tem problema. Aqui está o telefone.

Saori- Obrigada. E me desculpe mais uma vez por incomodar. 

Suga- Fique à vontade.

Me afasto para não incomoda-la.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...