1. Spirit Fanfics >
  2. Roz X Ezequiel >
  3. Cry Baby

História Roz X Ezequiel - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpem a demora e se ficou pequeno, minha criatividade tá um lixo ;-;

Capítulo 6 - Cry Baby


Fanfic / Fanfiction Roz X Ezequiel - Capítulo 6 - Cry Baby

-Narrador P.O.V-

 

Aquele beijo durou tempo suficiente para ambas roupas caírem ao encontro do chão,  agora esquecidas por aqueles corpos que buscavam incansavelmente uma forma perfeita de se unirem. Roz gemia ofegante a cada toque que Ezequiel dava em seu pequeno e macio corpo.

 

-E-Eze~~-gemeu outra vez o nome do anjo corado fofamente com os olhos semi-cerrados. O mais velho sorriu malicioso beijando mais uma vez os lábios ofegantes do demônio.

[...]

O quarto parecia mais quente, mais tentador. As investidas fortes e certeiras estavam levando o nosso demônio rosado a loucura já era inútil agarrar os lençóis, ele queria sempre mais. Mais e mais.

Ezequiel estava amando vê-lo daquela forma.

 

Ofegante 

Corado

E Sexy 

 

-R-Roz~ E-Eu to...-tentou dizer mas fora interrompido por um barulho irritante de algo martelando sua cabeça profundamente. 

Tentou abrir os olhos mas apenas enxergava escuridão, se virou vendo o relógio digital em tons avermelhados à mostra 03:22 A.M. 

 

Apenas um sonho

 

Virou-se novamente vendo Roz deitado ao seu lado encolhido possivelmente adormecido. E não tentando matá-lo. 

 

Uma coisa boa pelo menos.

 

Ezequiel se levantou calçando suas pantufas em forma de ovelha indo até a cozinha tateando a parede atrás dos insistente interruptores. A casa silenciosa dava a impressão de estarmos em um filme de terror, logo ele sentiu algo o encostar por trás.

 

-AHHH!!-gritou batendo no que diabos seria aquilo logo vendo uma silhueta mais baixa e um "porra" no escuro. Roz.

 

-O que pensa que estava fazendo?!-perguntou ainda estressado ao menor que revirou os olhos massageando sua bochecha levemente dolorida do soco.

 

-Vim ver onde você estava, te chamei no quarto e você não respondeu-explicou com certa raiva, possivelmente pelo soco. O anjo bufou e logo virou de costas continuando seu caminho ignorando o baixinho.

 

-Ou! Não me deixa aqui!-Roz gritou correndo até o mais velho se mantendo a certa distância.

 

-Agora eu vou dar uma de babá, ótimo-reclamou ao chegar na cozinha ligando o interruptor cinzento. Caminhou até a pia vasculhando sua caixinha de chás nas prateleiras internas.

 

-Algum problema?-o demônio perguntou sarcasticamente se sentado na bancada olhando para o anjo com seu típico sorriso.

 

-Você! Você é o único problema inútil que eu tenho que me preocupar. Acha mesmo que eu queria estar aqui com você? Que eu queria te buscar no inferno só pra saber que eu talvez esteja...gostando de você?!-respondeu com raiva corando fortemente, Ezequiel olhou pro demônio que estava com uma expressão triste? Roz estava realmente triste? 

 

E então ele sorriu, sorriu naquele típico jeito mas tudo se complementou após as lágrimas pesadas percorrerem sua face manchando seu olhos e fazendo o coração do nosso querido anjo amolecer mais uma vez.


Notas Finais


Se tiverem ideia de algo que possa acontecer nesta fanfiction comentem! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...