História Ruínas da Magia - Lágrimas dos Condenados - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Criaturas, Luta, Magia, Mentiras, Romance, Romance Gay, Sobrevivencia, Suspense, Traição, Yaoi
Visualizações 18
Palavras 841
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Essa é Cindy.
Ela é mais do que parece cuidado
Kkk

Capítulo 3 - Missão?! O que pode dar errado?


Fanfic / Fanfiction Ruínas da Magia - Lágrimas dos Condenados - Capítulo 3 - Missão?! O que pode dar errado?

Ela fica na minha frente eu tento tira-la mas ela não deixa.

Esqueceu gênio ela é uma caçadora e você é apenas um nerd/humano/fracassado e realmente espera ser capaz de lutar contra demônios. Sério?

É claro que não ne Téo.

Finalmente surgem 3 pessoas de preto. E tenho que admitir os dois caras eram bonitos e a garota uma gata.

O que eu não gostei foi um dos caras com uma pinta de gala metido a besta sorrir para Amanda e pior ela ficar vermelha.

Amanda: Jesse...pessoal...

Ela corre E abraça O tal de Jesse e a garota. Já o outro garoto parasse não estar tão feliz assim. E se afasta. Com um arco em sua mão.

Garoto: Que tal parar de enrolar e o que um mundano* faz aqui?!

*(Eu não queria usar essa palavra mas não encontrei nenhuma palavra que soe tão desrespeitosa e ofensiva...nem trouxa chega perto)

Sou eu ou eu acho que isso sou muito ofensivo.

Théo: Não precisa ser tão agressivo cara...

Ele para a minha frente e seus olhos castanhos intensos são frios.

Garoto: Não tanto quanto eu poderia.

Isso não parece bom..

O encaro

Qual o problema desse cara.

Amanda entra na frente e o encara.

Amanda: Edward deixa ele em paz. Sei que você não é exatamente meu fã. Mas..ele é meu amigo.

Jesse: Amigo...

Realmente não gostei desse cara.

Garota: Oi. Fofinho. Ninguém aqui me apresentou. Sou Cindy e você?

Ela falou sorrindo de um jeito estranho.

Théo: Théo...prazer.

Cindy: Sempre.

Engulo em seco. Isso foi exatamente o que eu achei que foi...não pode ser..

Ela sorrir daquele jeito estranho de novo.

Edward: Cindy já chega.

Diz sério.

Cindy: Não seja tão sério. Gatinho. Da rugas.

Amanda tosse.

Tentando chamar atenção.

Jesse: É perigoso Amanda ter um mund... Humano aqui. Principalmente agora.

Humano ... sei...

E por que é perigoso.

Amanda: Alguém ligou para ele usando minha voz e deu o endereço de onde eu estava. No mesmo instante que eu iria sair de lá. Ele chegou.

Edward começa a andar pela sala e sorrir

Um sorriso sem humor.

Théo: Sei bem que não sou útil ... sou apenas um humano... E se quiserem vou embora.

Amanda: Não é verdade.

Sorriu triste para ela é seguro sua mão. Vejo Jesse se enrijece.

Suspiro.

Théo: Não vou ser um peso para você Amanda.

Digo de uma vez.

Pena que ela não percebeu que haviam muitos mais significados do que ela podia ver.

Edward: Merda. Ele não pode ir. Quem ligou para ele pode ter sido um oráculo ou um vidente quem sabe...sendo controlado por um demônio.

Cindy senta de pernas cruzadas e pega em um bolso uma embalagem bem barulhenta e jogo 3 balas que após várias mastigadas se revelaram serem chiclete. Após ela fazer uma bola e ela estourar.

Todos param e olham para ela. Que parece não se importar. E essa é uma grande caçadora....

Jesse dar vários passos a frente e segura os ombros de Amanda.

Tenho que me controlar para não gritar e xingar.

Jesse: Então não temos escolhas. Vamos ter que completar a missão...com ele.

Théo: Nossa me senti tão querido é importante agora.

Edward suspira e começa a verificar seu arco. E senta em uma cadeira de frente para a entrada

Edward: Já que são tão próximos por que não o atualiza sobre a missã...

Cindy levanta em um pulo interrompendo Edward.

Cindy: Eu atualizo ele... Sobre tudo. E vocês atualização Amanda.

Isso foi...estranho.

Você acha?

Amanda, Jesse e Edward saíram da “base” e foram conversa do lado de fora.

Cindy me atualizou de forma...bem rápida.

Cindy: É o seguinte fofinho.

Ela diz sentado ao meu lado no sofá. E põem a mão no meu joelho.

Dizer que eu fiquei tenso é o mínimo.

Engulo em seco.

E ela estica as mãos passando pelo meu maxilar.

Cindy: Bem... Estávamos reunindo a informações com uma certa pessoa. Mas essa pessoa nos levou a uma armadilha cheia de vampiros. No fim descobrimos sobre os Inquisidores...

Hum?

Théo: Inquisidores...

Cindy: Depois descobrimos sobre os mutantes e as experiências. E agora sobre os sequestros.

Ela se aperta sobre mim e sem nenhum esforço posso ver várias tatuagens espalhados por sua pele ...muito exposta.

Théo: Mutantes, experiências? O que?

Não tô entendendo porra nenhuma.

Cindy: Basicamente um maluco, pirado das ideias. está sequestrando e usando magia e ciência para mistura seres mágicos. Loco né. E além disso. Aplicando amplificadores em humanos. Que sinceramente não entendo porra nenhuma. Mas continuando...Essa coisa os torna muito mais fortes e rápidos. Porém eles também deixam o humano piradinhos das ideias.

Ok

Isso não soa lá muito bom. E me soa como uma guerra...o que realmente é péssimo.

Após ser bullynado por Cindy.

Ela me contou que a missão é achar o laboratório que eles sabem onde está. E descobrir o máximo possível sobre o quem está por trás disso. E se possível destruir o lugar.

Bem...sabe quando você vai enfrentar um chefão no Dark Souls e ate seu cu tranca. É tipo isso. Só que pior...


Notas Finais


E então o que estão achando?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...