História Rumors - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto, The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Itachi Uchiha, Madara Uchiha, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Visualizações 35
Palavras 945
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção Científica, Mistério, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Vou catucar seu boga.




- Turutu ta. Turutu ta.- Brincava com o lápis, batendo levemente sobre a janela lado de minha cama.

Eu estava entediada.

Suspirei e fui em direção ao banheiro, me despindo e entrando de baixo do box, com a água super gelada. 

Isso estranhamente me acalmava.

Fiquei ali alguns minutoa até que sai, me enrolando na toalha e indo em direção a minha mala.

Me agachei e foi nesse segundo que eu ouvi minha porta sendo aberta.

- Finalmente achei meu....!wow.- Reconheci ser homem.

Virei a cabeça e me deparei com um Sasuke 2.0 .

Alto de cabelos pretos longos, presos em um rabo de cavalo baixo. Os olhos também ônix me encaravam de cima abaixo.

O analisei de cima abaixo.

Me levantei pouco me importando se a toalha marcava meu corpo .

- E você é..? - Perguntei arqueando uma sobrancelha. 

Ele pareceu se tocar. 

- Itachi. Prazer .

- É claro. Agora saia do meu quarto.

- Não rosada, parece que houve um engano . Esse quarto é meu.

- A única coisa que não vai ser um engano é o soco que eu vou dar se você não sair do meu quarto. Agora.

Um sorriso brincou em seus lábios. 

- E o que vai acontecer se eu não sair?

Apareci a sua frente lhe dando um chute na barriga. 

Minhas feições eram entediadas. 

- Eu avisei, puto mimado.- Fechei minha porta com um pouco de força e agora garantindo que estava trancada.

Caminhei cantarolando até a mala novamente. 

Mexi um pouco achei o que eu queria. Olhei para a janela para ver o tempo .

- É.  Da pra usar .

Puxei uma calça swag caramelo e uma regata branca . Vesti e calçei um All Star preto .

Me olhei frente ao espelho.

A regata era colada, e minha bunda ficava marcada devido a ser grande. Minha tatuagens apareciam ainda sim . Olhei meus cabelos. Os amarrei em um coque frouxo, mas algumas mechas insistiam em cair.

Olhei meu celular .

É.  Já me atrasei e que diferença faz agora?

Dei de ombros.  Fiz uma simples make e depois passei meu perfume de cerejas. Peguei minha bolsa a apoiando em apenas um ombro.

Peguei meu celular já com os foninhos e coloquei minha playlist, e já colocando o celular no bolso da calça. 

Sai do quarto e vejo que Temari e Elizabeth conversavam ao lado da minha porta.

Elizabeth usava um vestido um palmo acima do joelho na cor azul, com detalhes em dourado. Seus cabelos, pretos em um rabo de cavalo deixando sus franja solta .

Já Temari, uma calça jeans escura  cintura alta, uma camisa de mangas compridas preta, deixando sua barriga a mostra, e uma blusa amarrada na cintura. Seus cabelos estavam presos em dias tranças embutidas.

- Até parece que estão arrumadas.- Fechei a porta e elas notaram minha presença. 

- Que demora mulher ! Tem algum iludido dentro desse quarto ? - Temari debochou e começamos a andar entre os corredores .

- Eu não sou uma pedofola que ataca os coleguinhas.

- Sei ...

- Que pena. Ficamos em salas diferentes. - Elizabeth comentou.- Bom, quase. Temari está na sala A-3 com Hinata, enquanto eu e você estamos na A-1...

- Não é tão ruim. Assim teremos mais ângulos para descobrir os policiais que estão infiltrados aqui..

- Ora ora...se Não são as novatas piriguetes ...

Estranho .

Parece que eu acabei de ouvir a voz de alguma kenga .

Continuei a cantar baixinho a música que tocava em meu ouvido quando parei quando senti um peso em meu ombro .

- Está me ignorando, Bitch!?

Me virei com os olhos sombrios.

- Repete, cabelo da menstruação.- era uma garota ruiva com um grupo de meninas .

Isso foi o suficiente para chamar a atenção dos alunos e logo formar uma rodinha .

- Acho melhor escutar bem dessa vez, chiclete. Essa escola, não é como os puteiros que você frequentou, para você e suas cadelinhas andarem do jeito que quiserem pelos corredores. Olhe só para vocês! São três delinquentes!

- Engraçado, por que realmente isso não é um puteiro. Está mais para uma fronteira de amizade entre animais.  Aonde galinhas e piranhas convivem no mesmo ambiente.

- Como é!?

- Está surda ?

- Eu não ouvi isso !

- E eu gaguejei ? Ponha-se no lugar bitch - falei debochada - Quem é você para nos julgar. Primeiro aprenda que; galinha não voa, então não tenta parecer um anjo. 

Ela corou de raiva.

Os alunos riram.

- Você irá pagar por isso .

- No crédito ou débito? Não! Já sei! Eu vou pagar deixando a marca dos meus cinco dedos na tua cara se você ousar SONHAR em me machucar. Agora saia da minha frente, embuste.

Ela deu um passo a frente e levantou a mão, Temari ja estava pronta para dar-lhe uma bicuda quando alguém segura sua mão.

- O que está fazendo, Karin ?- Era um homem alto, de cabelos pretos soltos e longos, arrepiados. Os olhos também ônix, mais profundos que os de Sasuke ou do tarado que invadiu meu quarto.

Seu olhar sério parou por um momento em mim, e logo se voltou para Karin.

- Madara-kun ! Eu só vim dar boa vindas a elas !

- Quanta gentileza.- Madara falou irônico.

- Tsc. Eu tenho aula e estou a atrasada, tchau.- Falei passando pelo grupo de Karin, junto de Temari que tinha um sorriso psicopata e Elizabeth que as olhava de cima abaixo.

Quando novamente senti meu braço ser agarrado. Senti uma respiração quente em meu ouvido.

- Sakura, não é? Me encontre ao lado da quadra, no Jardim.- Uma voz máscula sussurou, deixando um pequeno beijo no lóbulo da minha orelha.

Senti me soltar e quando virei encontrei Madara, piscando um olho.

Uau.

Se eu vou ?

É claro. 

Eu não vou perder a chance de enlaçar um boy desses .

Vi Temari me cutucar.

- Traduzindo: vou catucar seu boga. 

Rimos e fomos caminhando até nossas salas.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...