História Ruthless - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Capitão América, Guardiões da Galáxia, Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Homem-Formiga, Thor
Personagens Anthony "Tony" Stark, Peter Parker (Homem-Aranha), Scott Lang (Homem-Formiga), Steve Rogers, Thor
Tags Mysterio X Spiderman, Starker, Stony, Thorquill
Visualizações 25
Palavras 2.500
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Slash, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eai galeraaa, como estão?
Voltei com mais um capitulo de Ruthless, e posso dizer que as coisas agora vão ficar mais "dark"
Enquanto escrevo eu fico com uma coisa na cabeça de que a fanfic nao esta "terror o suficiente", mas também quero mostrar o lado adolescente deles e nao só focar na matança.
Agora a fanfic tem uma capa aaaaaaa <3 um amigo meu, Denes, fez um trabalho otimo com a capa. OBRIGADO ÍCONE

É isto, espero que gostem '3'

Capítulo 3 - Suddenly Last Season


    Passava-se das três da tarde e a sessão de filmes de Steve Rogers ainda estava de pé. Os garotos não demoraram a chegar depois que Tony apareceu. Quill tinha pegado algumas bebidas e Scott tinha preparado dois baldes de pipoca, que se esvaziaram com 40 minutos.

   Optaram por não ver nada do gênero de terror por conta do que estava acontecendo, afinal o proposito da reunião era deixar os garotos mais calmos, não colocar mais paranoia na cabeça deles. Então assistindo a Clueless, um filme de patricinhas dos anos 90.

- Okay eu tenho que dizer – Thor bebeu um pouco de refrigerante e continuou – Steve daria uma ótima Cher Horowitz – disse fazendo Steve respirar fundo – Estou falando serio!, os dois são loirinhos e patricinhas do bem – gargalhou arrancando uma risada de Scott – ate consigo imaginar ele no uniforme amarelo.

- Certo, eu tenho um papel para você também – ficou de joelhos na poltrona virou-se para trás – você seria uma ótima Tai Frasier – deu uma pausa – é falso igual ela – disse jogando uma caixinha de suco em Thor. 

   Thor colocou as mãos na frente de seu rosto tentando se defender e falhou já que a caixinha bateu na sua cabeça.

 - Ah!... você não fez isso– cerrou os olhos para Steve parecendo incrédulo.

    Pegou uma pipoca que estava na poltrona e jogou em Steve, que se abaixou e esquivou-se.

- Crianças parem com isso – Quill tentava dar uma ordem. Mas como de costume ninguém levou a serio. Os garotos costumavam a fazer piadinhas sobre como ele não tinha moral nenhuma quando o assunto era dar ordens.

- Ou vai fazer oque Quillzinho? – Thor apertou a bochecha do garoto que estava sentado do lado dele. O fazendo dar um tapa na mão do mesmo.

- Você esta sem limites Thor Odinson – catou uma pipoca perdida e jogou no rosto do loiro.

  Certamente iriam ter que limpar o auditório depois. A quantidade de pipoca que havia caído nas poltronas já podia ser considerável grande para o diretor dar uma bronca pela bagunça.

- Certo, crianças, agora parem com isso – Tony engrossou sua voz chamando a atenção dos garotos, logo depois dando um olhar repreendedor para eles.

 

  Os meninos ficaram em silencio e endireitaram sua postura na poltrona. Porem uma explosão de risos de Peter Parker fez com que os garotos voltassem a ficar agitados e jogassem pipocas uns nos outros.

 O clima havia se tornado extremamente agradável naquela tarde. E todos os garotos presentes no momento desejavam que ele durasse o máximo que pudesse.

 

◈ ━━━━━━━━ ● ━━━━━━━━ ◈

 

  O final do dia já havia chegado. E depois da sessão de filmes, que curiosamente só teve um filme passado, Peter e os garotos agora ajudavam a limpar o local.

 Varria o chão do local quando se lembrou do que havia dito mais cedo com Tony. Agora era a hora perfeita para fazer o convite para os garotos.

- Sabe – limpou a garganta chamando a atenção dos garotos, que pararam oque estavam fazendo para prestar atenção – acho que seria legal se amanha todo mundo almoçasse junto... sabe, faz tempo que a gente não faz isso – ficou um pouco envergonhado quanto sentiu todos os olhos em si, mas tentou ignorar esse sentimento.

   Eles pareceram pensar um pouco. Thor fez um biquinho e Scott tinha uma expressão pensativa. Tony olhava os garotos como se também esperasse uma resposta.

- Por mim tudo bem – respondeu Steve – tem razão, faz tempo que não almoçamos juntos – disse colocando as mãos na cintura.

- Eu topo também! – Thor disse empolgado – A única pessoa do nosso grupo que eu tenho passado mais tempo é o Tony – fez uma cara de nojo, provocando o rapaz.

- Não vai dizer que não gosta da minha presença cachos dourados – Tony provocou.

- Por favor, não comecem – Scott interrompeu – eu nem preciso dizer que estou dentro também – sorriu para Peter.

- Ouvi dizer que a comida amanhã é macarrão com almondegas – Quill parecia sonhar com o prato – vou ir sem duvidas.

   Peter se sentia orgulhoso. Seu coração estava aquecido em ver seus amigos voltando a ficar juntos. Se lembra de passar o ensino fundamental inteiro se sentindo sozinho. As outras crianças costumavam a fazer piadas sobre o garoto ser órfão, oque fazia ele se sentir péssimo.

   Mas agora com o primeiro ano do ensino médio tudo parecia diferente. As pessoas não eram tão cruéis como no fundamental, pelo menos na Academia Rogers. E tinha feito amigos com os quais queria compartilhar momentos marcantes e levar para vida toda.

- Tudo certo então, amanha vamos recomeçar a semana como fazíamos nos velhos tempos – terminou de falar e foi cortado pelas saídas de áudio que estavam espalhadas pela escola. Um breve ruído pode ser escutado.

 

   “Alunos da Academia Rogers, venho informar que o prédio dos dormitórios acaba de ser liberado pela pericia. O local já esta limpo e livre de vestígios da ultima noite. Por favor, tenham paciência para passar pela situação que estamos. Isso é tudo, boa noite”

 

 Houve um breve silencio no auditório, e Peter podia sentir que esse silencio aconteceu na academia toda. Naquelas ultimas horas haviam esquecido oque havia acontecido.

- Bom, acho que seria bom irmos para nossos dormitórios agora – Steve pareceu ficar cansado por um minuto.

- Sim, meu corpo esta implorando por um banho quente – Quill terminou de jogar o resto da bagunça na lata de lixo.

- Acho que não tem problema se deixarmos os materiais de limpeza em um canto – Steve deixou sua vassoura encostada na parede, tendo o ato repetido pelos outros garotos.

 Todos os garotos dividiam seus quartos com outras pessoas de fora do grupo. Exceto Peter e Scott. Secretamente, Peter se sentia sortudo por dividir o quarto com um amigo e não com um estranho. A maioria das vezes os colegas de quarto da instituição apenas aprendiam a conviver juntos no quarto, mas não chegavam a se tornar amigos.

- Vamos Parker? – Scott se virou de costas, fazendo Peter sorrir de canto. Costumava fazer isso quase todo tempo, as vezes ate mesmo nas trocas de aulas.

- Sim, senhor – disse subindo nas costas de Lang e abraçando o mesmo para não perder o equilíbrio e cair.

- Nos vemos amanhã! – Scott falou com os garotos, se despedindo.

- Boa noite meninos – Peter acenou para os garotos, tendo o gesto retribuído.

   Começaram a caminhar deixando os garotos no auditório. Peter amava andar nas costas de Scott. No começo estranhou um pouco por achar que era pesado demais para ser carregado, mas Scott insistia na ideia e acabou aceitando. Não tinha nada a perder no final das contas...

    Peter não sabia ao certo oque sentia por Scott. Logico que considerava o garoto um grande amigo, mas também se perguntava as vezes se não havia algo a mais. Imaginou-se tendo um romance com Lang e gostou da ideia, porem podia perder a amizade que os dois tinham se algo desse errado. Ou pior, Scott poderia não sentir o mesmo pelo garoto.

- Algum problema Peter? – perguntou Scott percebendo o silencio do garoto.

- Ah, não é nada – disse voltando sua atenção para o momento – ...você gosta de alguém – perguntou por impulso – quero dizer... já gostou? – tentou contornar a situação. Estava se xingando mentalmente por ter sido impulsivo.

 Scott soltou uma risada deixando Peter mais sem graça ainda. Queria se jogar das costas do garoto e ficar o resto da noite ali no chão.

- Por que isso tão de repente? – indagou Lang. Peter podia jurar que tinha feito uma careta como sempre fazia quando pensava – de qualquer jeito... eu acho que gosto de alguém – mudou o tom de voz, algo mais suave, e continuou caminhando deixando aquilo no ar.

   Peter ficou em silencio também, fazendo questão de afastar aqueles pensamentos que estava tendo com Scott. Não queria dar outra mancada, além de pensar que era uma coisa boba para ficar pensando. Vivia julgando os adolescentes apaixonados dos filmes...só que se esquecia de que também era um.

◈ ━━━━━━━━ ● ━━━━━━━━ ◈

 

   O dia estava passando rápido naquela Quarta – Feira. A atmosfera na escola ainda estava estranha, mas menos pesada do que ontem.

    Peter Quill esperava os amigos na mesa do almoço. O garoto usava seu uniforme da Academia Rogers com bermudas e polainas, a qual não podia deixar de olhar de vez em quando.

    Não negava que amava os anos 80. Seja quando se tratava de moda ou musica sempre se empolgava. Inclusive tinha feito as polainas voltarem a ser tendência na academia, fazendo ate mesmo Steve usar. Sentia-se orgulhoso em ditar uma moda, mesmo nunca tendo contado isso para ninguém.

- Oi Quill – Peter chegou e se sentou ao lado do garoto com sua bandeja de comida – Achei que eu ia ser o primeiro a aparecer – deu uma risadinha e logo depois Scott sentou do seu lado.

 Tony e Steve chegaram também depois de uns minutos. E por fim Thor apareceu. O loiro usava um coque para prender o cabelo, provavelmente o garoto estava fazendo alguma atividade física.

- Onde estava? – indagou Quill olhando o garoto.

- Eu peguei o caminho mais longo para o refeitório. Precisava dar uma corridinha depois de comer as besteiras de ontem – disse fazendo todos na mesa darem uma risada de deboche.

- Serio? – Tony parecia incrédulo – Devia parar com os suplementos, estão te deixando fraco de cabeça.

- É bom saber que relaxa tanto assim – Thor colocou as mãos atrás da cabeça – menos competição para posição de quarterback – tinha um sorriso convencido no rosto.

- Vai sonhando Odinson – Tony comeu uma almondega e ficou equilibrando a cadeira.

  Quill olhou para Thor e riu do jeito competitivo dele. Diferente de Tony, o garoto só mostrava quem realmente era quando estava em campo. Na sala se misturava entre os outros alunos. Não se mostrava interessado nos livros.

 Os garotos ficaram conversando o almoço todo. Steve contava de alguns planos da academia que havia escutado em uma das reuniões que ia. Em um desses eventos não pode deixar de tocar no assunto do memorial dos dois garotos, que aconteceria no final daquela semana.

  As investigações ainda deviam  estar acontecendo. E os interrogatórios começariam naquela tarde. Quill  estava meio incomodado com a ideia, mas era oque tinha que ser feito.

 O som do sinal ecoou pelo refeitório, indicando que o almoço tinha acabado. Os meninos se levantaram não muito animados pelo interrogatório que se aproximava.

- Vamos passar por isso juntos – soltou Steve – eu sei que é uma situação chata, mas temos uns aos outros – sorriu e chamou os amigos para um abraço coletivo.

- Só um minuto – disse Scott saindo do abraço e pegando o celular, vendo que uma notificação de mensagem tinha chegado – Ai não, hoje tem aula de Biologia e eu esqueci meu livro no quarto.

- Não pode sentar com alguém que tenha trago? – indagou Thor.

- Não, é um trabalho. Meu professor é um pé no saco – suspirou e continuou – ele vai me matar se eu chegar muito atrasado. Tchau garotos – saiu correndo em direção aos prédios dos dormitórios.

   Quill pensou na próxima aula que iria ter. Química com o Sr.Banner. Queria sair correndo igual Scott também.

- Bom, acho que é melhor irmos também – disse chamando a atenção dos garotos. Era do segundo ano também, porem de uma turma diferente de Lang.

   Os garotos apenas concordaram e seguiram seus rumos. O almoço ate que tinha sido agradável. Realmente, tinham que voltar a fazer aquilo, pensou Quill consigo mesmo enquanto andava pelos corredores a caminho da sala de aula.

 

◈ ━━━━━━━━ ● ━━━━━━━━ ◈

 

   Thor estava na mesma sala que Tony e Steve. Sentava perto da janela, que dava a visão do prédio dos dormitórios do outro lado do campus. Havia dez minutos que a aula tinha começado e ela não estava nada interessante na opinião do loiro.

   Pegou seu celular e começou a navegar pelas redes sociais de forma discreta na esperança do tempo passar mais rápido, ate que recebeu uma mensagem de um numero desconhecido.

   Fez uma careta, seria aquela alguma brincadeira de Tony?. Apertou no ícone da mensagem e abriu a mesma, sentindo-se extremamente incomodado ao ler oque estava escrito.

“O show vai começar, aprecie o espetáculo em sua poltrona”

 

 Logo depois de uns segundos escutou alguns celulares vibrando e fazendo sons de notificações.

- Achei que tinha sido claro sobre desligar o celular na sala de aula – o professor tinha um tom impaciente na voz.

   Olhou para Tony e Steve que também estavam com uma expressão confusa e engoliu seco. Aquilo tinha que ser alguma brincadeira sem graça de alguém de novo.

   Olhando pela janela, passou os olhos pelo campus e não viu nada. Esperou ver alguém atrás de uma arvore com o celular na mão, mas não o viu. Analisou o prédio dos dormitórios e olhava de janela em janela, ate ver Scott Lang em seu quarto, se preparando para sair, mas sendo surpreendido por alguém anônimo.

   Levantou-se em um impulso e abriu a janela com toda força, fazendo um barulho alto e  chamando a atenção de todos os meninos da classe. Assim que perceberam correram para janela também e não demorou muito para os gritos começarem.

   Scott era jogado de um lado para o outro como um boneco de pano. Estava tentando lutar, mas perdia para a pessoa que parecia ser extremamente forte.

- SCOTT! – Steve gritou em agonia vendo o garoto ser esfaqueado varias vezes. O assassino fazia questão de fazer isso em frente à janela de vidro.

   Thor saiu correndo da sala e colocou em pratica toda sua habilidade em corrida para chegar do outro lado do campus o mais rápido possível. Precisava chegar. Precisava salvar Scott.

   Gritou em desespero enquanto corria. Sentia que seu coração ia explodir. Correu ate a porta que dava acesso aos dormitórios e entrou pelo corredor onde os dois garotos haviam sido encontrados mortos. Estava quase lá.

   Correu ate o quarto de Lang que ficava no primeiro andar na esperança de encontrar o assassino lá e dar uma surra nele. Mas ao chegar perto de sua porta, a encontrou aberta e um completo silencio.  Os gritos do outro lado do campus estavam abafados.

    Engoliu seco e caminhou ate a frente da mesma, encarando o quarto revirado e o seu amigo atravessado pela janela de vidro. Fechou os olhos com força e colocou a mão na boca, caindo de joelhos. Suas pernas perderam a força ao ver aquela cena. O sangue de Scott estava espalhado pelas paredes e alguns moveis, eram visíveis as marcas de luta que tinham no seu corpo.

   Arrastou-se para fora do quarto e se pôs a chorar de forma nervosa. Não acreditava que aquilo estava acontecendo. Seu amigo estava morto e não pode fazer nada.

   Agora estava mais que claro que havia um assassino a solto na Academia, e que enquanto os garotos continuassem ali não iriam ficar seguros. Levantou a cabeça e gemeu em agonia, era como se estivesse preso em um pesadelo, onde sua tendência era piorar cada vez mais.

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Certo, não me matem...
Eu me inspirei em uma cena de panico 4 para escrever a ultima cena. É um dos meus filmes favoritos da franquia
Desculpem qualquer erro T-T

Espero que tenham gostado, ate o proximo capituloo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...