História S a d F a l l s - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Personagens Originais, Soos Ramirez, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines, Waddles, Wendy Corduroy
Visualizações 10
Palavras 616
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Comédia, Ecchi, LGBT, Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente vou colocar uma capa bem generica por enquanto mas daqui a pouco sai umas fanarts minha para as capas

Capítulo 1 - O convite


Fanfic / Fanfiction S a d F a l l s - Capítulo 1 - O convite

                           (Mabel on)

Ja faz 7 meses,na minha cabeça eu ja superei, mas só de pensar que não vou mas ouvir a voz dele nunca mais, eu ja caio em choro,maldido 9 de abril, maldito triangulo dos infernos .

                      (Quebra no tempo)

-mabeelllllllll-gritou uma amiga minha assim que o sinal bateu eu me viro e ela esta me abraça forte, acho que eu precisava disso.

-oque foi maya ? - pergunto a ela, maya era minha melhor amiga, ela era um pouquinho mas alta que eu, com cabelos rosas (que eu que pintei ) e olhos castanhos claros .

-nada só queria te abraçar - disse ela .

-oque foi ? - falei olhando para ela com cara de brava .

-olha sei que tem sido dificil pra vc depois do ..... de tudo isso ter aconteci-.

-para por favor- a interrompi .

-eu estou bem eu juro então por favor não precisa tentar ajudar - falei calma tentando ao maximo nao ser rude com maya pois sei que ela só estava querendo me ajudar


                   ( FLASHBACK ON )
 (D)-corre mabel eu o seguro -.

(M)-naaaaaoooooo-.

                   ( FLASHBACK OFF )

 Quando retomo minha consciência vejo que estou na sala com maya me abraçando e os poucos alunos que ainda estavam na sala perto de mim preocupados

maya estava chorando e quando percebo tambem estava

-mabel esta tudo bem - falou maya soluçando

-me descupem gente - disse eu, todos pareciam entender minha situação

Aos poucos as pessoas iam saindo da sala e me confortando com palavras (algo que eu realmente estava precisando)

Então sinto uma mão no meu ombro e eu olho para tras, era julia , eu e ela nunca nos demos muito bem
Nunca soube o porque seila acho que o santo nao batia mas ela estava la me reconfortando, ela me abraçou e disse

-mabel sei que nunca nos demos muito bem, mas acho que vc  precisa se divertir,se animar e tauzs , olha eu ja perdi pessoas muito importantes pra mim e o que me ajudou a seguir em frente foram as minhas amigas e toda a diversao que elas me proporcionaram - ela realmente não estava dizendo aquilo da boca pra fora -

-olha hoje a noite eu e as meninas vamos fazer uma noite do pijama e queriamos que vc e a maya fossem tambem, vai ser divertido, vai ter umas comidas, filmes romanticos - ela deu uma risada na ultima parte como se lembraçe de uma lembrança boa -

-julia eu nao sei oq dizer- falei, mas antes que eu pudesse dizer mais alguma coisa maya disse animada-

-claro que vamos ,não é mabel -disse olhando pra mim com uma cara de cachorrinho que quer algo -

- sim claro faz tempo que não saio pra me divertir - disse animada -

-ebaaaaaa- falou julia- passo nas suas casas 19:00 horas heim, só me passem o endereço por favor -

- a claro - falei

Passei o endereço para ela e disse que maya ja ia estar la em casa, então julia veio e me abraçou dizendo

-vc é amada escutou, todos nos te amamos  e tudo vai dar certo - enquanto ela falava isso eu percebi que uma lagrima caia do canto da bochecha dela -

Então nos despedimos julia e as outras foram para suas casa e eu e a maya fomos caminhando pra minha casa
 
Minha casa ficava a mais ou menos 1 km de distância da escola nos fizemos o caminho de sempre

Eu e maya moravamos na mesma rua a uns 150 metros uma casa da outra, quando chegamos uma coisa senti uma coisa ruim no peito

Acho que era saudades

Saudades de Dipper ...


Notas Finais


Obrigado por terem lido minha fanfic.

Essa semana ja tem mais dois caps

Os proximos caps serão mais longos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...