História Sacra Terra - Interativa - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Interativa, Lgbt, Vagas Abertas
Visualizações 58
Palavras 1.232
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, LGBT, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


HEY GENTE!

Prometi que iriamos voltar com a fanfic e eu voltei!!!!!!!

Claro que eu remodelei o plot todo pra dar aquela melhorada básica e talz, espero que vocês gostem!!!

O link para o jornal está nas notas finais!

Capítulo 1 - Prólogo


“Gladys eu estou com medo.” A enfermeira loira afirmou com a voz trêmula, voltando à ajeitar alguns fios soltos de seu coque exemplar “O solstício é hoje e a cidade já está cheia destas pessoas insanas, além do mais, Jules me disse que a doutora Avidus irá envocar o demônio!”

“Já deveria saber que Jules não é tão confiável assim, Mary” Gladys afirma com impaciência, observando o garoto agonizando na cadeira de lobotomia “Muito me surpreende que continue andando com este gigolô, principalmente depois daquele escândalo com a senhorita Hartnell”

Mary corou ao extremo, alisando as rugas que estavam se formando em seu vestido extremamente branco “Não seja cruel, Gladys” a mocinha afirmou, seus olhos azuis estavam arregalados e Gladys não conseguiu deixar de compará-la com uma corça.

“Mesmo que a doutora Avidus nunca tenha feito este ritual, este carnaval peculiar sempre acontece e confio que ela tenha conhecimento o suficiente” Gladys afirmou com a voz reprovadora “Se acalme, mulher, tudo vai dar certo”

Porém as palavras de calma não ajudaram em nada, porque Mary Rudd continuava tremendo da cabeça aos pés enquanto observava a vida se esvaindo do corpo do garoto de cabelos castanhos.

---

Benedict encarou a cidade que ficava cada vez mais pequena no horizonte. Elizabeth tremia ao seu lado, com as mãos firmes em volta da barriga redonda, mas a mulher parecia se acalmar enquanto Sacra Terra se distanciava.

“Nós vamos ficar bem, querida.” O homem afirmou com a voz carinhosa.

“Eu espero que sim, Ben.” A mulher afirmou, olhando para trás com receio, os braços curvando protetoramente em volta da barriga “Eu espero que sim.”

---

O círculo de pedra havia sido entalhado com cuidado extremo no chão da igreja, o sol de sete pontas e as linhas que formavam o círculo e os símbolos brilhavam em um tom de luz azul clara enquanto a igreja ia se enchendo aos poucos com as testemunhas do ritual. As risadas altas e caóticas pareciam retumbar pelas paredes da igreja enquanto o espaço ia se enchendo, pecadores e insanos, todos ali presos em um lugar que deveria ser sagrado, e agora estava abrigado um ritual demoníaco.

Charles estendeu o saco de veludo negro contendo as runas para Avidus com um sorriso dolorido no rosto “Não pode negar que Benedict fez um ótimo trabalho, Avidus” o homem sussurrou para a mulher, encarando as pessoas em volta enquanto uma careta tomava conta do rosto enrugado de Avidus.

“Infelizmente eu preciso concordar.” Avidus afirmou com a voz calma, os lábios se torcendo em um sorriso estranho enquanto ela colocava as mãos dentro do saco para agarrar uma das runas “E aquele imbecil ainda tentou me impedir, como se ele não soubesse que Jules iria encontrar as runas.”

A mulher se abaixou e começou a arrumar as runas em seus devidos lugares no círculo, o som das risadas começou a se extinguir enquanto as pessoas na igreja começavam à entoar o “canto de purificação”. Avidus sorria satisfeita enquanto ajeitava as runas, sem notar que uma parte essencial estava faltando ela apenas encaixou a última runa.

De uma em uma, todas as linhas do círculo simbólico começaram à se iluminar em uma sombra azul clara enquanto os cânticos iam ficando cada vez mais altos, as vozes de Avidus e Charles se juntando enquanto os tons graves ecoavam nas paredes de pedra maltratadas na igreja. As luzes do círculo começaram à ficar cada vez mais fortes até que o chão se abriu em um tremor, e desta rachadura começaram a sair os espíritos, liderados pelos sete líderes principais, os sete pecados capitais.

O princípio do ritual devia ser simples, as pessoas se juntavam entoando o canto de purificação e quando o portal se abrisse, os pecados seriam confessados e absorvidos pelos demônios, que então voltariam para a dimensão inferior. Bom, isto se o ritual fosse feito da maneira correta.

Avidus, como a principal oradora, deu um passo a frente, um sorriso orgulhoso tomava conta de seus lábios e ela abriu a boca pronta pra falar. E então as luzes do circulo se tornaram vermelhas e com um grito tão agudo e tão cheio de morte quanto o de uma banshee, o Caos explodiu.

Os demônios se libertaram do círculo com risadas e gritos tão insanos que a maioria das pessoas sãs foram levadas imediatamente à loucura. Os vidros da igreja quebraram, os vitrais com a história sagrada de Jesus estavam em pedaços e as estátuas de anjo tinham suas asas explodidas ou arrancadas. Charles soltava gritos desesperados ao ver a destruição causada em seu maior orgulho, e esta foi a sua sina.

Orgulho andou diretamente até o homem e enlaçou suas mãos grandes em volta do pescoço grosso de Charles, o levantando do chão enquanto o sufocava lentamente, enquanto tomava o controle do seu corpo.

Coisas parecidas foram acontecendo no meio da confusão. Jules, o jardineiro e gigôlo nas horas vagas foi possuído pela luxúria. Um dos advogados do hospital, um homem extremamente gordo e egoísta, foi possuído por gula. O tesoureiro do hospital, um homem cruel e “pão duro” foi possuído pela avareza. Um médico medíocre, a causa da morte de diversos pacientes, foi possuído pela preguiça. Um segurança do hospital, um alcoolatra brutal e selvagem, foi possuído pela raiva.

Tudo isso acontecendo e Avidus continuava parada, seu coração tomado pelo ódio insistia em vacilar enquanto observava o caos que havia se formado no hospital, até que sentiu um toque frio em seu rosto, as mãos sufocantes de inveja seguravam suas bochechas.

E dentro dos olhos vazios daquele demônio, Avidus viu tudo. Viu o baile da escola, onde Maria havia sido eleita rainha em seu lugar, viu Charles tomando a vaga que deveria ser sua, viu a família feliz construindo o hospital, tendo um sucesso que deveria ser seu, e viu a si mesma, sempre em segundo plano, até que conseguiu se vingar.

“No princípio de tudo haviam duas irmãs, a inveja e a raiva, e das duas, nasceu a humanidade” a voz de Inveja ecoou, como mil agulhas perfurando os ouvidos de Avidus, antes do demônio quebrar seu pescoço com as mãos e possuir sua alma.

Quando os espíritos malignos e os demônios ficaram satisfeitos o suficiente com o caos causado, os sete ordenaram a marcha, ordenaram seguir em frente, ordenaram salvas a humanidade, mas há sempre um contra-peso existente.

“Você passou dos limites, Avidus” a voz melodiosa do anjo que um dia havia sido uma garotinha soou como música para os fantasmas e os desesperados, mas para os demônios a voz não passava de um soco no estômago “Embora meus superiores não possam mais interferir na desordem que você causou em Sacra Terra, isso não passa daqui, e aqui ficarão trancafiados até que exista um descendente do mago forte o suficiente para vltar aqui e usar as runas do jeito certo, aprisionando todos vocês de onde nunca deveriam ter saído”

Inveja soltou um grito odioso, cheio de amargor, enquanto batia com as mãos na barreira espiritual que agora os aprisionava para a eternidade.

“Nós iremos destruir o descendente, nós triunfaremos” os sete entoaram em coro e Angel balançou a cabeça em negação.

“Hoje, o mal venceu a batalha, amanhã, o bem vencerá a guerra” foram as últimas palavras da figura angelical antes de desaparecer em um brilho ofuscante, deixando para trás sete pecados irritados e a esperança para as almas condenadas ao sofrimento.

 


Notas Finais


Então gente foi isso!!!! Espero que tenham gostado e por favor não se esqueçam de deixar sua opinião nos comentários assim como reservar a sua aparência!!!

LINK DO JORNAL! POR FAVOR NÃO IGNOREM NENHUM DOS TÓPICOS, COISAS IMPORTANTES ESTÃO LÁ!
http://fics.me/8750924


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...