História Sadness and Happiness - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 12
Palavras 1.644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei, mas voltei.

Boa leitura!

Capítulo 5 - Why this feeling?


Anteriormente...

A culpa passou a ser minha apartir do momento em que deixei vc ir ao banheiro sozinha, mesmo sabendo que estávamos correndo perigo eu deixei vc sozinha, porque sou um idiota que não sabe cuidar da garota que gos... - sou interrompido por um breve selar que S/N me dá.

Já chega! Tá legal? A culpa foi dos dois, pois eu poderia muito bem ir ao banheiro do quarto. E sobre esse selinho... Foi só para vc se calar - falou saindo da sala.

Eu fiquei surpreso? Fiquei. Envergonhado? Fiquei. Gostei? Sim, por mais que seja só um selinho eu gostei e muito. Enfim... Eu não esperava isso de Kim S/N.

Capítulo atual...

Jungkook ON

Uma semana se passou, S/N ainda continua no hospital fazendo tratamento e exames, recebi alta dois dias depois da visita da S/N, e fiquei triste por ela ainda estar aqui. Fui para Seul e depois de três dias voltei a Busan para ficar com S/N no hospital, visito ela sempre pela manhã ou pela noite, sua aparência está melhor mesmo com ela chorando muitas vezes no quarto. Os modelos de roupa a maioria foi feito por ela, são lindos e caíria bem em qualquer pessoa, ela fez um modelo de roupa especialmente para mim, achei estranho mas resolvi ignorar. Depois daquele selinho que ela me deu, ficou um clima estranho entre agente, mas concertarei isso. São exatamente 08:00 horas da manhã, e eu mais uma vez estou a caminho do quarto dela, mas antes preciso ir a cantina do hospital pegar a comida dela.

Bom dia! - fala uma voz feminina que não me é estranha.

Bom dia! - falo pegando uma bandeja, depois de colocar o que S/N iria comer na bandeja, caminho até o quarto, vejo uma enfermeira olhando o soro de S/N e logo em seguida vejo ela acordando.

Você acordou, toma aqui sua comida - falo e ela se ajeita na cama pegando a bandeja.

Olá! Bom, vim aqui avisar que ela receberá alta hoje a tarde, pois ela ainda tem que receber o resultado dos exames - fala tirando a máscara do rosto.

Bubbie! O que faz aqui? - falei olhando para ela incrédulo.

Jungkookie! - fala me abraçando.

Quanto tempo, você trabalha aqui? Mas por que veio para Busan? Nos Estados Unidos não tinha emprego? - perguntei me separando do abraço.

Tinha sim, mas preferi ficar mais perto do meu best - falou sorrindo.

Muito interessante sua história, mas agora vc estar em horário de trabalho - falou a S/N olhando o relógio.

Quem ela é Jungkookie? - perguntou me olhando.

Linda, não precisa ser professora de matemática para saber que isso não é da sua conta, agora vaza! - falou a S/N.

Não sou cano!

Mas serve para ir pro lixo, ah! Não! O esgoto é melhor, não acha? - falou em um tom de deboche.

Aish! Aqui meu número, depois mande uma mensagem, tchau! - falou saindo da sala.

JÁ VAI TARDE - gritou a S/N.

S/N! Dá pra parar? Por favor! - perguntei e ela fez uma careta.

(...)

Jungkook-ah! - me chamou mas eu a ignorei.

Jungkook-shi!

JEON JUNGKOOK!

AIGOO! O QUE É? - olhei para ela.

Quero água! - bufei indo pegar água pra ela.

Toma logo! - falei e ela cuspiu água em mim. - YA! POR QUE FEZ ISSO? - perguntei.

Queria molhar vc - falou tomando a água.

Tuh tá um caso sério S/N - falei e vi ela arrancar o soro. - Cê tá louca? Esse soro faz bem pra vc S/N - falei e ela sentou na cadeira de rodas.

Estou cansada de tomar ele, estou indo ao banheiro - falou saindo.

Aqui tem um, e... Por que está indo de cadeira de rodas se vc sabe andar? - perguntei e ela me olhou.

Não enche Jungkook - falou saindo do quarto.

(...)

Estava no quarto quando a porta se abre, penso ser S/N mas quando olho vejo que é Bubbie.

O que está fazendo aqui? - pergunto e ela senta no meu colo.

Vim entregar os exames e te ver, por que? Não pode? - pergunta.

Você está em horário de trabalho - falei e ela começou a beijar meu rosto até chegar em minha boca.

2 minutos depois

S/N entra no quarto e ver nós dois se beijando, ela vem até agente e pega na orelha de Bubbie arrastando ela para fora do quarto.

Lugar de vadia é no puteiro - fala.

Me solta sua nojenta - fala a Bubbie.

Vou te mostrar a nojenta agora - fala saindo do quarto e eu corro atrás para impedir que ela faça alguma besteira.

S/N! S/N! Para com isso! - falo e ela anda até a saída do hospital.

Tá vendo aquela pouça de lama Bubbie? - fala.

Não sou cega!

Pois bem, você fica bem nela - fala jogando ela na pouça de lama.

S/N! Entre agora! Vc já passou dos limites - gritei.

Vai querer mandar em mim agora? Pois bem, não irá funcionar Jungkook, vai lá defender a donzela que está em perigo - falou entrando.

S/N! Vai ficar com rai...

Não dirija a palavra a mim, entendeu?

S/N, vc está passando dos limi...

Idaí? Ninguém irá se importar Jungkook - falou entrando.

Aish! Você está bem Bubbie? - falei indo até ela.

Essa garota vai me pagar!

Vai se limpar, depois nos falamos - falei entrando.

Jungkookie você estar com rai...

Agora não Lia!

Você nunca me chamou assim, você está com raiva - falou vindo até mim.

Depois a gente conversa - falei indo atrás da S/N.

(...)

Entro no quarto e vejo S/N na janela.

Sai daí S/N - falei.

Não me dirija uma palavra.

Isso é ciúmes?

Ciúmes? De você? Me polpe Jungkook - falou deitando na cama.

O que você sente por mim? - perguntei e ela engoliu seco me olhando.

Nada!

Se não fosse nada não teria me dado um selinho, não teria feito um modelo de roupa especialmente pra mim, não teria deixado eu te ajudar, não teria brigado com a Bubbie. Pra você isso é nada S/N? Me responde, pra você... Isso é nada? - falei chacoalhando ela.

Me solta! - falou me empurrando pra cima do sofá. - EU SINTO ALGO POR VOCÊ SIM, E SABE O QUE É? - nego - É ÓDIO JUNGKOOK! ÓDIO! POIS VOCÊ ME FAZ SOFRER MAIS DO QUE EU JÁ SOFRI, SEU SORRISO TIRA TODA A MINHA CONCENTRAÇÃO, SUA VOZ ME FAZ ARREPIAR INTEIRA, O SEU TOQUE ME CAUSA UMA ONDA DE CHOQUE INEXPLICÁVEL, E NÃO VAMOS FALAR DO SEU CHEIRO PORQUE VOCÊ SABE MUITO BEM QUE TUDO EM VOCÊ MEXE COMIGO, enfim... Eu não consigo destinguir o que sinto por você, talvez eu esteja apaixonada, e talvez seja por isso que eu esteja com ódio, porque o amor não existe... Mas vc sim - fala enxugando suas lágrimas e abrindo a porta para sair.

Não adianta odiar, pois o ódio é uma mistura de decepção e amor - falei e ela saiu do quarto.

Jungkook Off

S/N ON

Jungkook entra no quarto e me ver na janela.

Sai daí S/N - falou o Jungkook após entrar no quarto.

Não me dirija uma palavra - falei ainda olhando para a janela.

Isso é ciúmes? - pergunta.

Ciúmes? De você? Me polpe Jungkook - falei deitando na cama.

O que você sente por mim? - perguntou e eu engoli seco.

Nada!

Se não fosse nada não teria me dado um selinho, não teria feito um modelo de roupa especialmente pra mim, não teria deixado eu te ajudar, não teria brigado com a Bubbie. Pra você isso é nada S/N? Me responde, pra você... Isso é nada? - falou me chacoalhando.

Me solta! - falei empurrando ele pra cima do sofá. - EU SINTO ALGO POR VOCÊ SIM, E SABE O QUE É? - negou - É ÓDIO JUNGKOOK! ÓDIO! POIS VOCÊ ME FAZ SOFRER MAIS DO QUE EU JÁ SOFRI, SEU SORRISO TIRA TODA A MINHA CONCENTRAÇÃO, SUA VOZ ME FAZ ARREPIAR INTEIRA, O SEU TOQUE ME CAUSA UMA ONDA DE CHOQUE INEXPLICÁVEL, E NÃO VAMOS FALAR DO SEU CHEIRO PORQUE VOCÊ SABE MUITO BEM QUE TUDO EM VOCÊ MEXE COMIGO, enfim... Eu não consigo destinguir o que sinto por você, talvez eu esteja apaixonada, e talvez seja por isso que eu esteja com ódio, porque o amor não existe... Mas vc sim - falei enxugando minhas lágrimas e abrindo a porta para sair.

Não adianta odiar, pois o ódio é uma mistura de decepção e amor - falou e eu saí do quarto.

Aish! Por que esse sentimento? Eu nunca senti isso por ninguém, e por que estou sentindo por ele? Nem quando eu namorava o JB era assim, mas Jungkook é diferente, ele é carinhoso, amoroso, cuidadoso, alegre. Já o JB era bruto, ignorante, descuidado, fechado e até hoje não mudou nada. Aigoo! Estou completamente confusa em relação ao que estou sentindo, sinto também que daqui para frente acontecerá algo, e eu só quero pedir a Deus que me ajude.

S/N! - Jungkook me chama.

O que você quer? - pergunto parando de andar.

Eu quero fazer isso - me beija, demoro para corresponder um pouco, mas quando percebo o que está acontecendo eu aprofundo mais o beijo, é um beijo calmo e cheio de um sentimento que não consigo explicar, um beijo delicioso e caloroso, mas também cheio de carinho, como sempre, Jungkook sempre com sua delicadeza, ele me puxa mais pra ele colocando nossos corpos, entrelaço meus braços em seu pescoço e paro o beijo por falta de ar, nos olhamos e mais uma vez nos beijamos.

Jungkook! - falo me separando dele. - Posso te fazer um pedido? - assente. - Me esquece! - falo e ele me olha.

Eu não posso fazer isso - fala colando nossas testas.

Vai ser melhor, só assim ninguém sofre - falo e ele suspira.

Não te prometo nada, agora vai arrumar suas coisas, temos que ir embora - fala e eu assinto voltando pro quarto.

(...)

Tá pronta? - assinto. - então vamos - fala e eu pego meu celular junto com meus fones.

Podemos passar em algum restaurante? Estou com fome - falo e ele assente. - Jungkook - sussurro.

Hum? - responde no mesmo tom.

Apartir de hoje, só se falaremos se for preciso, ok? - assentiu e entramos no seu carro.

Continua...


Notas Finais


2bj. VAI DAR NAMORO ISSO...

Saí correndo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...