História Saga - Love Yourself ( Oneshots) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Sonyeondan, Bts, Love Myself
Visualizações 75
Palavras 741
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Saga

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom dia, boa tarde e boa noite♥

Este não existia, é a atualização ♥ Terá dele e do JK hoje , enjoy ♥

p.s¹: assim como todas as histórias, elas são fictícias, e toda agenda e evento é fictício! Sendo apenas baseada nos vídeos lançados no inicio, com o tema #Love_youserlf.

Capítulo 6 - Love Yourself - Jung Hoseok


Fanfic / Fanfiction Saga - Love Yourself ( Oneshots) - Capítulo 6 - Love Yourself - Jung Hoseok

Faz vinte minutos que minha irmã está falando que deveria ter trocado de roupa, hoje ela irá encontrar o Mochi, faz dias que eles não se veem, estávamos em turnê, e depois que voltamos o tempo dela se dividiu entre mim e seu trabalho, seu sorriso enorme é tão parecido com o meu, seguro em sua mão, ela me abraça.

- Oppa, estou nervosa. – Ela ri infantil, seguro sua bochecha e aperto, recebo um sermão sobre estragar sua maquiagem.

Ela é um dos motivos de eu prosseguir,  depois que nossa mãe nos deixou, eu quase desisti de tentar ser um idol, mas ela não permitiu, fez de tudo para conseguir um colégio em tempo integral, tudo para que pudesse ficar na mesma cidade que eu, nossa família não se importou muito com nossas escolhas, sinceramente acho que adoraram o fato de não terem que cuidar de mais duas bocas, eu me dividia entre os ensaios de trainee e ir visita-la, quando finalmente debutei, foi como tirar um enorme peso das costas, me esforcei, assim como todo o grupo, para que conseguíssemos dar as nossas algo melhor, e hoje, estamos aqui, saindo de nosso apartamento, onde ela irá encontrar seu namorado, que é um dos meus melhores amigos.

- Vocês tinham que marcar fora?  Moramos no mesmo prédio! – Ela me belisca.

- Hobi! Não acabe com o romance. – Ofereço o braço para ela quando vamos atravessar a rua. Ela enlaça o seu e sorri, imediatamente uma imagem de nós dois quando crianças me vem à mente, quando fui busca-la na escola e descobri que alguns garotos mexiam com ela, foi a primeira vez que me enfiei em uma briga, quando voltamos embora ela simplesmente sorriu, disse que não precisava de pais, se tinha a mim, chorei a noite toda naquele dia.

- Eu sou o mais romântico, mas eu queria ficar em casa, por que tenho que vir?

Faço caretas e ela começa a gargalhar, estamos nos aproximando do restaurante, e ela está falando do quanto sentiu saudades, e de como o dia foi longo, que achou que não conseguiria vir, ver ela tão feliz me anima, houveram dias em sua adolescência que foram terríveis, ela se trancava e não queria sair, o pessoal do colégio vivia me ligando para ir busca-la, ver se ela se animava, perdeu muito peso, estava sob remédios fortes, hoje, não vejo nem sombra daquela menina de olhos fundos, e braços tão finos que parecia que iriam quebrar se eu a abraçasse.

- Está me olhando estranho de novo.

- Desculpe, é que você é bem feia.

- Sou idêntica a você, então você também é feio.

- Nesse caso, você é a mais linda garota de Seul. – Ela revira os olhos.

- Você não merece todo meu esforço.

Estou para perguntar sobre o que ela está falando, mas a porta que dá acesso ao restaurante é aberta, e lá estão todos, os meninos, pd-nim, Sejin hyung, ela se junta ao coro de Feliz Aniversário, uma enorme faixa com “ É o dia da nossa esperança” está sendo levantada pelos maknaes, e eu já estou em lágrimas, recebo os cumprimentos, os presentes, não consigo parar de sorrir, estamos comendo e conversando, e paro para reparar em cada pessoa ali, cada pessoa que entrou em minha vida por destino, e ficou por escolha própria, ao meu lado, está o casal que mais amo, o pequeno com cabelos loiros agora, me olha e sorri, pisco para ele.

- Quero fazer um brinde! – Me levanto e todos me encaram, sabem que apesar do meu jeito divertido, sou tímido quando se trata de discursos. – Quero agradecer pela linda surpresa, e pelos belos presentes, mas quero agradecer principalmente por cada um de vocês, por estarem comigo, por muito tempo eu tive família como um número, dois. – Olho para minha irmã que assim como eu já está chorando. – Mas agora tenho tantos números, que não posso usar os dedos para conta-los, obrigado por ficarem, e por acolherem o dois, e multiplica-los por tantos. A esperança só existe quando alguém acredita nela, e se estou aqui, é porque cada um de vocês acreditou e acredita em mim, então eu estarei bem enquanto vocês acreditarem em mim, e eu amo você, é isso.

Todos batem palmas, e posso ver que até mesmo Yoongi tem lágrimas nos olhos, sorrio e ele faz careta, todos e cada de um modo, mas formando um só, família. Minha família. 


Notas Finais


VAI VOTAR NO MAMA! ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...