História Saga Espada do Triunfo Profano - Capítulo 17


Escrita por:

Visualizações 13
Palavras 1.179
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 17 - Sinfonias de um Herói: Parte 9 - Shiva vs Elrer


Fanfic / Fanfiction Saga Espada do Triunfo Profano - Capítulo 17 - Sinfonias de um Herói: Parte 9 - Shiva vs Elrer

"Quando corpus morietur fac ut animae donetur" (Quando o corpo morrer fazei com que minha alma seja levada)

"Um contra ataque válido para parar essa maldita ilusão... e este será apenas um trágico... um trágico prelúdio... para um anunciado... massacre!"

Fuoco, pianto, sangue, cancro, morte (Fogo, lágrimas, sangue, câncer morte)

Nera dentro me (Escuridão dentro de mim)

Sacra lotta dura cruda (Luta cruel e dura)

Diideali senza eta' (De ideais sem idade)

Quando corpus morietur fac ut animae donetur (Quando o corpo morrer fazei com que minha alma seja levada)

Confronto épico de imortais. Demônios, anjos e homens. Fogo chovendo do céu. Caos atacando do inferno.

Enquanto Shiva ria, se alimentando da dor de Elrer, ele ouve uma voz.

-Uma batalha muito difícil para ser enfrentada por um homem. Uma luta para quem possui a magia da Terra. Um sacrifício necessário para impedir um novo inferno... e uma arma mística... a magia proibida!

Era simplesmente Elrer falando com Shiva.

No mesmo instante Shiva parou de rir e congelou.

-Impossível... –dizia Shiva tremendo de medo.

E o inevitável acontece: Elrer aparece atrás de Shiva dizendo:

-Non ho paura di te! (Não tenho medo de você!)

E sem dar tempo para Shiva pensar, Elrer logo o acerta com uma voadora. Isso irrita Shiva e que parte para cima de Elrer com uma voadora, e Elrer faz o mesmo.

Elrer o agarra mas leva uma cotovelada no rosto. Isso desperta a fúria do seu alter-ego, mas ele não sai. O que acontece agora é do Elrer ficar com os olhos vermelhos e com seu corpo flamenjando em chamas.

Elrer se levanta e voa até Shiva e no ar, eles começam a lutar. Shiva acerta um chute na barriga de Elrer, ele tenta dar um soco, mas o guerreiro do fogo desvia e acerta um soco no rosto de Shiva. Shiva, logo depois, consegue acertar dois chutes em Elrer, que retribui com dois socos. Logo após, um empurra o outro, de distanciando.

Eles avançam novamente, e dessa vez, Shiva leva vantagem, dando vários chutes e socos em Elrer, que quase cai no chão. Elrer se irrita mais ainda, fazendo seu corpo emanar mais fogo ainda, e fazer Shiva se questionar sobre esse calor que estava sentindo.

-Shiva: Não pense...que uma coisa dessas... VAI ME DERROTAR!!!!!!!!

Shiva lança uma enorme bola de energia contra Elrer, que a segura apenas com uma mão... e a explode fazendo Shiva ficar boquiaberto.

-Elrer: E agora, vamos acabar logo com isso!

Numa velocidade incrível, Elrer acerta dois socos e um chute em Shiva, o fazendo cair no chão.

-Elrer: Ha! Foi mal aí. Você estava com a guarda aberta. Anda! Pode vir "senhor deus". Já cansei desse seu papo furado. Anda logo e tente me derrotar!

Shiva se levanta.

-Shiva: Eu não vou ouvir suas suplicas, HUMANO!

Shiva dá um soco e Elrer desvia dele. Shiva acerta outro soco mas Elrer defende. Eles começam a trocar socos e chutes numa velocidade tão rápida que não podia ser acompanhada pelos olhos humanos.

Elrer dá um chute e Elrer dá um soco. Shiva dá uma sequência de chutes, mas Elrer desvia. Ele acerta um soco no estômago de Shiva, pegando seu rosto logo em seguida e o esmagando no chão.

-Elrer: Qual é o problema? É só esse o poder de um deus!?

-Shiva: NÃO SEJA PETULANTE!!!

Shiva então causa uma explosão através de seu corpo, mas não o mata. A explosão joga Elrer para longe.

Shiva avança para cima de Elrer e um soca a mão do outro, disputando força. Até Elrer acerta um soco poderoso no estômago de Shiva e o fazer sentir muita dor...o irritando mais ainda.

-Shiva: Gggghhh... humanum terreri, sentiunt potestatem irae meae! (Humano petulante, sinta o poder da da minha ira!)

Shiva começava a crescer, chegando até os 10 metros de altura. Mas isso não o intimidou.

-Shiva: Tudo cairá aos meus pés!

-Elrer: Só por cima do meu cadáver!

Porém, aquilo só vez o corpo de Shiva ficar mais lento. A ira estava o corrompendo e aquela luta começara a sair do controle. Até que Shiva decide atacar, mas seus golpes estavam lentos. Elrer avança para cima com golpes muito rápidos.

-Elrer: O que foi? Esse corpo cheio de raiva não consegue acompanhar meus movimentos!?

Elrer dá dois pontapés no Shiva fazendo-o se arrebentar numa rocha. Elrer aproveita o momento para lançar um ataque devastador contra Shiva. Ele uma onde de chamas com suas mãos. Parecia ser o fim, mas Shiva sai ileso.

-Shiva: Veja! Eu sou um deus!

Então Elrer voa se aproximando rapidamente de Shiva.

-Elrer: Agora diga adeus!

Ele agarra Shiva e o lança longe...assim quebrando a ilusão. E eles aparecem dentro da torre. As luzes se acendem e quando Elrer iria dar o golpe final...

-Shiva: (Tossidos) Espere, espere...!

Quando o capuz cai da cabeça de Shiva, é revelado que era apenas um ancião.

-Elrer: Você é a porcaria de um velho!? –pergunta Elrer indignado.

-Shiva: Peço perdão pela aflição... ninguém nunca havia da minha ilusão- das minhas ilusões. Eu perdi o controle. Por favor... não me mate...

O ancião implorava para que Elrer não o matasse. Elrer volta ao seu estado normal e poupa a vida de Shiva.

-Elrer: Como você veio parar aqui?

-Shiva: Eu era um dos deuses mais poderosos que existem. Mas que foi banido dos céus ao tentar me voltar contra Yaushalam, que é o criador de tudo. Tentei usar das ilusões, mas não serviu de nada.

-Elrer: (Então o que o Hobbit havia dito era verdade.–pensa Elrer.

-Como faço para chegar até a Espada do Triunfo Profano?

-Shiva: Você terá de ir até a o Oceano de Liasa, e depois para a Montanha dos Vales Encantados. Mas antes terá de ir até Bilnala, O Reino do Ninho do Dragão. E tome muito cuidado, jovem guerreiro, Bilnala abriga um imenso dragão de 90 metros conhecido como Thamond. Até mesmo o demônio Mefistófeles tem medo dele. É quase impossível matá-lo. Bilnala é o acesso para a Montanha dos Vales Encantados.

-Elrer: Muito obrigado, ancião. Irei imediatamente até Bilnala.

-Shiva: Mas antes que possa ir, você precisará de um transporte. Lá fora, o cavalo Pegasus o espera. Corra pois o tempo é curto!

-Elrer: Muito obrigado ancião! Irei agora para Bilnala.

Os portões se abrem e ele sai. Mas ao sair, ele vê uma cena que não seria possível esquecer...

Abatidos como animais, seus amigos jazem diante dele. Elrer viu seus amigos mortos e ensanguentados.

-Mas o que houve aqui? –perguntava Elrer confuso e assustado.

O único sobrevivente havia sido Artin. Ele havia escapado com alguns arranhões.

-Artin: Meu rei! Um enorme dragão nos atacou! Tentamos lutar contra ele para nos defendermos... porém Godre, Iler, Reyny, Wisyn e meu irmão Arryn foram mortos! –diz Artin DESESPERADO.

-Elrer: Não te preocupas, meu irmão. Volte para Caford e reúna os soldados de lá e vá até o Império Sagrado dos Linyamens e busque por ajuda. Eu vou até o Oceano de Liasa.

-Artin: Tome cuidado, meu rei.

-Elrer: Vá, meu irmão! Eu ficarei bem!

Enquanto Artin ia embora, Elrer monta no Pegasus e começa a voar até o Oceano de Liasa, para encontrar as quatro chaves do paraíso.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...