História Saikaro real?! Talvez... - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Matheus Neves "Pk Regular Game", Rodrigo "Saiko" Ximenes
Personagens Rodrigo "Saiko" Ximenes
Tags Meia Um, Meiak, Saikaro, Saiko, Sycaro, Yaoi, Ycaro, Ycro, Ykaro
Visualizações 102
Palavras 528
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


-u-

Capítulo 27 - Ciúmes e amor não correspondido.


Fanfic / Fanfiction Saikaro real?! Talvez... - Capítulo 27 - Ciúmes e amor não correspondido.

Ponto de vista do Saiko:

Hoje, Ykaro estava na minha casa,uns dias depois da festa do pijamaa.Tempo depois,começamos a discutir.

- Eu vou embora -- Fala Ykaro olhando pro seu relógio de pulso do Ben 10.

- Vai não! Fica aqui mais um pouquinho. -- Falo implorando.

- Não posso. -- Fala ele com uma expressão triste.

- Tá,vai lá então com o "Calanguinho". -- Falo brincando,mas com cara de bravo.

- Saiko,para. -- Ele fala sério.

- Desculpa,desculpa...Eu não sou perfeito pra você -- Falo brincando novamente.

- Saiko,PARA! -- Ele grita.

- Tá vendo? você gosta mais dele! -- Falo um pouco alto.

- SAIKO! Isso não tem nada haver, eu não gosto dele. -- Ele fala com raiva. 

- Ah, não! Gosta não,como se eu não tivesse visto você olhando pro calango,com um brilho nos olhos! -- Falo um pouco mais exaltado.

- Saiko -- Ele começa a chorar. -- É disso que eu não gosto em você! Você não pensa em como me machuca.Achei que teria entendido quando disse que não gostava dele,nessa história aqui... VOCÊ É O VERDADEIRO BURRO! -- Sua tristeza se transforma em ódio.


Ele vai embora o mais rápido possível, fechando a porta na minha cara.Nessa hora, percebi que minhas brincadeiras tinham machucado alguém,e não qualquer alguém, era alguém que amo.Eu me encostei na parede,chorando,devagarinho deslizando e m direção ao, chão,que mais tarde,naquela posição,encolhi as pernas,pus as mãos na cabeça e comecei a chorar desesperado.Pensava: "Parabéns Saiko, você fez merda novamente!"


Ponto de vista do Guaxinim:

Essa noite, não tinha muita coisa em casa, então e Calango saímos para comprar comida,no mercadinho mais próximo.Chegamos pegamos qualquer coisa que tinha nas prateleiras,miojo acho.Fomos ao caixa e pagamos a certa quantia.Enquanto caminhávamos em direção a nossa casa,passamos em frente ao parque de nossa infância, onde sempre brincávamos,eu Calango,Pk.Ainda me lembro bem do dia em que o "novo menino" do bairro, veio brincar conosco.Era um dia ensolarado e quente,quando um menino que nunca vimos pergunta se pode brincar conosco.Lembro de respondermos que sim,lembro também de que Pk não parava de olhar pra ele.Apartir daí, éramos quatro,todos os dias saímos para brincar nesse mesmo parque.Quando mais velhos eu e os outros, tínhamos a idéia de viajar e ir morar em Uberlândia.Porém, Meia um não poderia ir,sua mãe não deixava,queria que ele continuasse estudando aqui.Pk ia,mas após saber que Meia um desistiu ficou também,com uma desculpa de que "pensou melhor e,achou que não seria uma boa idéia".Enfim,eu e eles nos sentamos nos balanços que aquele parque tinha.Ficamos relembrando aqueles velhos tempos,uma vontade de dizer do que sentia me veio a cabeça,mas descartei essa idéia e joguei no fundo de meus pensamentos.Enquantos conversávamos, ficávamos nos encarando,com um olhar como se desejássemos alguma coisa.O clima cada vez ficava mais tempo,as vezes dava uma olhada nos lábios de calango e começava a suar.Chegamos a um ponto em que estávamos tão perto que começamos a chegar muito perto e por pouco quase nos beijamos,mas eu recebi uma mensagem da minha operadora de celular,TIM.Depois dessa vergonha, voltamos para casa.Eu queria que tivesse acontecido,queria que tivéssemos nos beijado,mas...Sinto que nossos sentimentos são paralelos,que são completamente diferentes,que ele não sente o mesmo por mim,queria ter a espectativa de que esse sentimento é mútuo...



Continua...

LEIA AS NOTAS FINAIS!!!!


Notas Finais


Desenho da capa feito pela não tão maravilhosa : Sami arts.
Caraí tá sad né?
Meu Twitter: @QueroMorrerAgr_
(Tenho curious cat)
Meu discord: @MeninaDepressiva#5726
Twitter dela: @samiarts16
(Não tem curious cat)
Discord dela: @Sucurizinha#3633
(Não me pergunte pq "sucurizinha")


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...