1. Spirit Fanfics >
  2. Saint Seiya A Luxúria de Sendai >
  3. Engodo Prazeroso

História Saint Seiya A Luxúria de Sendai - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


Hello!!!

Muito bem, é o seguinte..... Hoje sei que os Virginianos(as) vão SURTAR comigo e com o Milo por causa do Shaka.....
Nos perdoem, foi necessário.......


Não foi bem o que pediram, mas espero que isso as contente por enquanto: SraMu, e Cmmartins ........ Não surtem comigo! Por favor, não quero apanhar!!!! KKKKKKKKKK

ThammyValentine não surte comigo por causa do Camus.......

Que MEDO!!!!!! Postei e sai correndo com o Milo! .........................
💖💖💖💖😘😘😘😘🦂🦂🦂

Capítulo 29 - Engodo Prazeroso


Fanfic / Fanfiction Saint Seiya A Luxúria de Sendai - Capítulo 29 - Engodo Prazeroso

 

Chega o sábado. Milo foi aos treinos normalmente. Durante todo o dia recebeu olhares de Shaina, sobre os quais não conseguia interpretar as intenções, já que ela tinha a máscara. Ele matutou o dia todo sobre o que faria.

 

Então no final do dia e dos treinos, ao escurecer, Milo vai à casa de Aquário, iria falar com Camus, talvez o amigo o socorresse, era o que ele pensava.

 

Milo havia tomado banho, se perfumado e já se arrumado, estava com sua roupa preta e camisa vermelha, e levava sua armadura nas costas, na caixa dourada, para chamar menos atenção. Chegando lá, ele entra na casa de Aquário, e Camus já estava na sala, com roupa casual, havia acabado de tomar banho, e estava tomando um chá.

 

Milo:

-E aí Camyu! Iniciando bem o final de semana né….. -Sorri sem jeito.

 

Camus ergue uma sobrancelha:

-Pelo jeito como você veio aqui, e pela cara que está fazendo, você quer me dizer algo. Então fale logo, não fique de rodeios…. -Já desconfia.

 

Milo:

-Ehh….. -Ele se senta no outro sofá, de frente para o amigo. Então toma ar, faz uma expressão mais séria e continua:

-Camyu, Sendai me chamou para ir vê-la hoje a noite….

 

Camus:

-Sim…. -Já estava analisando.

 

Milo:

-Só que acontece que eu não poderei ir, pois já tenho outro compromisso…. -Milo olha para os lados, disfarçando.

 

Camus:

-Sei….

 

Milo:

-Um compromisso que não posso te contar o que é… Para não meter você também em confusão...

 

Camus:

-Aham….E?….

 

Milo:

-E eu vim pedir para que você vá ver a Sendai no meu lugar… -Abre um sorrisão.

 

Camus perde a compostura, quase se engasga e cospe o chá que bebia de volta na xícara:

-COF! COF! Blagh..….Endoidou?…..Claro que não irei… -Olha surpreso para Milo.

 

Milo:

-Ah por favor, quebra essa Camyu!!…

 

Camus:

-Com que cara eu vou aparecer por lá se ela tá esperando você? E o que eu diria pra ela?…

 

Milo:

-Vai por mim, não precisa dizer nada, só chega abraça e beija ela, deixa o resto acontecer…. Ela não vai te afastar….

 

Camus:

-E eu lá tenho perfil pra fazer isso?! …. Não, nem pensar!… desculpe Milo, mas não poderei te ajudar dessa vez…..

 

Milo:

-Ta bom, tá bom! Não tá mais aqui quem falou…. Perdeu uma noite boa… você que sabe… fica ai sozinho então...

 

Milo respira fundo, um pouco decepcionado. Ele se levanta do sofá e vai saindo da casa. Camus o segue até a porta:

-Milo, vê lá o que tu vai fazer… Acho que é melhor você ir ao templo da deusa! Não se complique ainda mais!

 

Milo não responde, acena, mesmo de costas para o amigo, e continua caminhando:

-Como imaginei, o plano A não deu certo. Vamos para o plano B. -Pensa sorrateiro.

 

Depois de uns minutos, ele chega na casa de Virgem, e como a porta estava aberta, Milo olha para os lados, não vê ninguém, ele dá de ombros, levanta o beiço fechando os olhos, e entra, procurando Shaka.

-Lamento Shaka… odeio ter que fazer isso… mas você é o único que acreditaria em mim agora…. Tão inocente….. Mas será por uma boa causa… evitar mortos e feridos…. E a missão, não é tão ruim assim né… vamos combinar… -Milo viaja em seus próprios pensamentos.

 

De repente, Milo sente uma pancada na cabeça -TUC!- e uma estatueta pequena de Buda cai no chão. Milo leva as mãos à cabeça com expressão de dor:

-AIAI!! Shaka por que fez isso? Me atirar isso aí na cabeça?!

 

Shaka:

-Isso são modos de entrar na casa de alguém? Primeiro se anuncie, eu iria até você.

 

Shaka termina de falar, e então caminha e volta ao seu local de meditação e fica em posição de lótus, ele tinha uma roupa indiana branca.

 

Milo revira os olhos, então entra em ação, fica sério e meio animado:

-De qualquer forma, eu vim aqui lhe trazer um recado de Athena.

 

Shaka abre os olhos e engole em seco:

-A é?… Qual???

 

Milo sorri muito safado, já percebendo que Shaka o faria:

-Ah, ela me disse que quer te ver hoje a noite…. Eu até insisti para ficar com ela, mas ela me mandou te chamar….

 

Shaka:

-Verdade Milo? Tem certeza?

 

Ele pergunta, já se desconcentrando todo da meditação e vem até próximo a Milo, um tanto ansioso.

 

Milo:

-É verdade sim…. Sabe como é né… tem que ser quem ela escolhe e pronto… Espero que você não a decepcione….

 

Shaka:

-Aaahhh que coisa! Eu morro de vergonha! …. Tenho mesmo que ir?... -Ele abraça Milo por trás, encostando a cabeça nele, e cora, muito envergonhado quando diz isso ao amigo.

 

Milo faz um olhar estranho:

-Eu se fosse você, iria lá e aproveitava bem a noite com ela. Já que ela te quer…. Fala a verdade, faz uns dias já, você deve tá bem a fim né? Heheheheheheh

 

Shaka se assusta, ele se vira corado:

-Bom…. Não posso mentir…. De fato…

 

Milo:

-Bem, então já que está tudo resolvido eu to saindo fora…. Tenha uma ótima noite!… Ah e Shaka…

 

Shaka havia retornado a posição de lótus, e olha para Milo.

 

Milo:

-Se eu fosse você ia bem depilado naquele local.… as mulheres amam!

 

Milo pisca para ele e sai sorridente. Shaka fica vermelhão, se perguntando em pensamentos onde deveria se depilar.

 

Milo deixa sua armadura na casa de Escorpião e segue para a casa de Shaina pensando:

-Ah me perdoa Shaka…. Me perdoa…..Não tive escolha… Espero que não me mate se chegar a descobrir…. Mas aposto que Sendai não te falará nada, ela vai é aproveitar com você, se a conheço bem..…..

 

-----------------------------------------------

 

Shaka se prepara, toma banho e vergonhoso resolve esquecer a ideia de se depilar. Ele veste sua armadura de Virgem e ruma para o templo de Athena.

 

No templo, Sendai estava ansiosa esperando por Milo. Ela ajeitou seu quarto com luz de velas, um ótimo vinho e colocou uma lingerie provocante, vermelha, mas por cima seu vestido branco de Athena.

 

Quando anunciaram que um cavaleiro dourado chegara, ela mandou que dissessem a ele para subir até a suíte.

 

Quando a porta abriu, Sendai viu que era Shaka, ela fez um olhar bem curioso, não entendendo nada. Então se aproximou dele bebendo vinho. Shaka se prostrou:

-Boa noite Athena, eis me aqui.

 

Sendai logo percebe que ele estava ali como se tivesse realmente sido chamado.

-AHHHHHHH esse Milo ME PAGA!!!!!! Grrrrr..-Ela pensa, já entendendo e descobrindo o que houve.

 

Sendai não demonstra nada de sua fúria, mas tinha vontade de esmagar a casa de Escorpião naquele instante. Porém ela suspira, se acalma e olha para Shaka.

 

Aquele loirinho estava tão lindo e meigo em sua frente. Sendai dá de ombros e pensa:

-Humpf! ….Sorte a minha!

 

Ela põe a mão no rostinho do rapaz, e o faz se levantar:

-Boa noite meu querido! Que bom que veio! -Sorri.

 

Shaka a olha e cora, Sendai admira o belo rosto dele, seus olhos azuis que, desta vez, estavam abertos. Ela estava muito próxima a ele, Shaka podia sentir seu perfume, ele olha para os lados, tenta se conter, mas em seguida, Shaka mesmo a abraça, encostando-a nele. Sendai arregala os olhos, piscando rapidamente, de tão surpresa, então Shaka, a olhando com seus olhos entreabertos, pega no rosto dela e a puxa para um beijo.

 

Sendai se derrete toda com o beijo gentil dele, era muito suave e carinhoso, e ela percebeu que ele estava muito a fim dela, o achou fofo demais, e começou a corresponder a ele fogosa, o abraçando, acariciando aqueles cabelos loiros macios, sedosos e cheirosos.

 

Ao terminarem o beijo provocante, Sendai se lembra de algo, e fala baixinho:

-Shaka meu amor…. Eu não quero que se sinta compelido a nada ok?…. Só fique, se você realmente quiser…..

 

Ela se vira de costas para ele, estava com uma certa vergonha ao dizer isso, e lembrar do que já havia feito para ele. Pensava que seria provável que Shaka sairia dali assim que pudesse, após ela dizer isso, e suspirou já lamentando.

 

Shaka a olhava, surpreso com o que ela disse, ele cogitou a possibilidade de ir de volta para a casa de Virgem e evitar quaisquer envolvimentos…. Mas ele estava já ofegante, já estava excitado, sentia seu membro pulsar, e a queria.

 

Sendai se surpreende muito quando ele a agarra por trás, a carrega e a deita de barriga para baixo na cama, Shaka se deita por cima dela, e ela percebe que ele havia retirado a parte de seu peitoral da armadura, para não machucá-la, ele estava vestido só com as partes dos braços e pernas da armadura dourada, por não ter tido tempo hábil para retirar.

 

Shaka ergue o cabelo dela e beija sua nuca, apalpa seus seios, depois fala em seu ouvido:

-Athena….. Se permitir….Eu quero ficar….

 

Sendai vira seu rosto para ele, ela sorri um sorriso muito honesto de felicidade, e uma pequena lágrima escorre de seu olho azul-marinho. Eles se beijam. E enquanto isso, Shaka levanta o vestido branco dela, apalpa seu bumbum o erguendo, delirando de prazer com a visão, ele então retira a minúscula calcinha vermelha dela, percebe sua vagina já molhada e excitada, e a penetra naquela posição mesmo.

 

Os dois se entregam completamente ao prazer, soltando gemidos suaves de amor. Shaka apalpa o bumbum dela e se concentra nas estocadas.

-Ahhh…. Estou fazendo isso de novo! … não pude me conter….. Novamente fui rendido aos prazeres do corpo feminino…. Que Buda me perdoe….. -Ele pensa envergonhado, mas continua.

 

Sendai olhava para os espelhos estratégicos em seu quarto, e olhava para trás quando conseguia. Admirava o corpo lindo de Shaka, vestido apenas com as partes douradas de armadura em suas pernas e braços. Ele estava de olhos fechados, com o rosto ruborizado, concentrado, e suava um pouco, enquanto a estocava firmemente.

 

Sendai não aguentou mais e gozou nele, soltando um gemido longo. Shaka percebe, aumenta a velocidade ao seu bel prazer, e finalmente chega ao seu clímax, saindo dela antes de se derramar. Ele contém seu gemido, e se deita na cama ao lado dela, respira rapidamente, buscando fôlego, e coloca um braço por cima de seu rosto, envergonhado. Sendai o abraça e eles acabam tirando um cochilo.

 

Após um tempo, Shaka acorda, ele logo aperta os olhos quando sente um prazer imenso, e ao olhar por cima de seu abdômen, percebe que Sendai o estava chupando intensamente, e ele estava totalmente viril. Não acreditando naquilo ele pensa consigo mesmo:

-O quê?… eu tava dormindo, como que pode?…. Eu… ahhhhg…..

 

Ela continua muito habilidosa, as vezes parava de chupá-lo e lambia seu peito. Assim ela continuou, se deliciando com o corpo do cavaleiro, até que o levou ao segundo orgasmo, dentro de sua boca, Sendai engoliu a maior parte e deu mais umas chupadas nele. Shaka cobria seu rosto com as duas mãos, nem acreditando naquilo.

 

Sendai puxou a coberta, retirou com carinho as demais partes da armadura dele, deu mais um beijo em Shaka, e se aninhou com ele para dormir. Ele não demora a pegar no sono, com ela acariciando seu rosto, tirando sua franjinha loira da frente, para o observar bem.

 

-Milo você me paga! Acha que pode me enganar e fugir de mim??…. -Sendai pensa antes de dormir….Mas estava super contente com Shaka, adormeceu com um sorriso estampado na cara.

 

 

 


Notas Finais


Nem foi tão ruim assim né Shaka..... Vamos combinar....... ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...