1. Spirit Fanfics >
  2. Saint Seiya Ômega: A espada sagrada >
  3. Capítulo II: Começo

História Saint Seiya Ômega: A espada sagrada - Capítulo 2


Escrita por: Tylleryang

Capítulo 2 - Capítulo II: Começo


Fanfic / Fanfiction Saint Seiya Ômega: A espada sagrada - Capítulo 2 - Capítulo II: Começo

Depois que Shura foi levado por seu novo mestre ao santuário, seu inferno começou. Aquele velho não estava brincando quando disse que ele poderia morrer durante o treinamento.

Cada treinamento ficava cada vez mais difícil quando seu corpo se acostumava com o treinamento anterior. Muitas vezes seus ossos quebraram, seus órgãos internos quase explodiram, quase caiu para a morte treinando a beira de penhascos, vulcões cheios de lava, no fundo do mar, no céu e debaixo da terra.

Mas Shura nunca reclamou nada das dificuldades. Como ele percebeu que seu corpo parecia ficar forte indefinidamente cada vez que superava seus limites. Seu cosmo também começou a se comprimir e esquentar cada vez mais com o treinamento e os ensinamentos do mestre.

Mesmo que Shura percebesse a loucura do velho enquanto ele o treinava, Shura também admirava a quantidade de conhecimento que ele possuía, e tirando ele ser sádico o treinando fisicamente, Shura admitiu que o velho era um excelente professor.

Shura foi ensinado do zero todas as matérias humanas mortais, ao lado do seu treinamento de cavaleiro. De não saber nada exceto o conhecimento de sua vida anterior, o velho o ensinou a ler a língua desse mundo que era um pouco diferente do que ele lembrava, e quando cinco anos se passaram, e ele completou 10 anos, Shura tinha conhecimento o suficiente para entrar numa universidade se quisesse. Graças a seu mestre ter alguns contatos, mesmo que Shura nunca tivesse pisado na escola, ele tinha seus diplomas de todas as séries até o ensino médio, e poderia entrar na universidade quando quisesse.

O quarto de seu mestre era uma enorme biblioteca cheia de livros até o teto. Nesses cinco anos de treinamento, conforme Shura crescia num jovem grande e robusto, seu alivo do cansaço era ler cada livro do mestre. Depois de implorar quando tinha seis anos, Shura convenceu o mestre a deixá-lo ler todos os seus livros.

No momento, Shura estava sentado na escadaria da frente da casa de capricórnio, aproveitando a brisa na sombra lendo um livro sobre astronomia concentrado tão intensamente, que nem sentiu a presença de alguém que o deu um susto ao chamá-lo.

- Shura, lendo de novo? Você realmente é igual ao seu mestre não é? [Um homem grande com uma expressão séria com olhos verdes bondosos e honrados, vestindo uma armadura de ouro falou suavemente. Ao lado do homem, um garoto de cabelo verde água, olhos verdes mar, observava o garoto se assustar deixando o livro quase cair.]

- Ah, senhor Micenas. Alteza. Sim, acho que peguei a mania do mestre de querer saber mais sobre o mundo. Hehe. [Shura disse com um sorriso ao falar educamente com o cavaleiro de ouro de leão, e o príncipe Eden a sua frente.]

- Pirralho, falando mal de mim de novo pra Micenas? [Ionia falou aparecendo de repente assustando seu discípulo.]

- Quando eu disse isso mestre? Você deve estar ouvindo coisas. [Shura disse enquanto desviava o olhar inocentemente, fazendo ambos os adultos sorrirem.]

- Faça companhia ao príncipe, Shura. Eu preciso conversar com Micenas. [Ionia disse ao seu amado pupilo, que assentiu e observou os dois homens entrarem.]

Shura então ficou na situação constrangedora de ficar em silêncio observando Eden que o observava de volta.

- Er... Alteza... [Shura tentou começar a puxar assunto, quando foi interrompido.]

- Éden. [O garoto semideus falou de repente.]

- Hã? [Shura perguntou confuso.]

- Me chame de Eden. Somos amigos por tanto tempo, e eu já disse que quando estamos sozinhos pode me chamar pelo nome, Shura. Ou você não me considera seu amigo? [Éden perguntou emburrado, pois tinha se acostumado com a única presença jovem de sua idade nesse lugar chato.]

- Claro que você é meu amigo Éden. Força do hábito. Afinal, se eu chamo você casualmente, o mestre me dá uma surra. Vamos treinar um pouco? [Shura perguntou agora a vontade com o garoto a sua frente com um sorriso, que o fez sorrir também e ambos foram para o campo de treinamento atrás da casa onde Shura treinava desde os cinco anos.]

Desde a primeira vez que viu o sucessor a cavaleiro de ouro, Éden finalmente sentiu como era respirar aliviado a liberdade de todas as regras que sua mãe ordenava a ele quando o preparava para ser o novo rei de marte.

Além de ser treinado pelo seu mestre, Éden gostava de passar mais tempo com Shura, mesmo que quando treinassem, ele nunca conseguisse ganhar, pois Shura era muito forte e hábil.

No futuro, essas lembranças despreocupadas e felizes, seriam um consolo para toda a tragédia que viria em cima dele no futuro. Mas no momento Éden apenas ficava feliz de trocar golpes com seu melhor amigo.

Marte propriamente sabia da amizade de seu filho, e o garoto de Ionia que o sucederia, mas não teve problema com isso, pois viu a mente da criança, e sabia da crença do garoto que apenas os fortes poderiam guiar o mundo para a paz. Portanto Marte esperava curioso quão poderoso o garoto se tornaria depois do treinamento sádico de Ionia, já que era o discípulo do velho que conseguiu resistir por mais tempo.

Cinco anos depois.

Assim como Shura esperava, seus tempos pacíficos tinham acabado. Aos treze anos, Shura conseguiu o feito de explodir seu universo interior, recriando o big bang, pu em outras palavras, Shura despertou o sétimo sentido, o cosmo de um cavaleiro de ouro.

Com os ensinamentos de seu mestre, Shura seguiu o treinamento para aprender o golpe supremo da espada sagrada Excalibur. Shura sofreu muito treinando todos os anos, mas conseguiu transformar seu corpo inteiro em algo tão duro e afiado como aço. Seus braços, suas pernas, eram suas espadas inquebráveis. Sua cabeça e seu tronco eram uma armadura de carne tão dura quanto o aço, ganhando uma defesa assombrosa.

Pelos dois anos seguintes, Ionia ensinou a Shura a estabilizar o seu cosmo permanentemente no sétimo sentido, e Shura aos 15 anos dominava completamente a essência do cosmo, terminando seu treinamento como um cavaleiro de ouro. Agora, ele só tinha que esperar seu mestre se aposentar, e ele seria o novo cavaleiro de ouro de capricórnio.

Mas Shura não teve que esperar muito, pois chegou a época em que os cavaleiros de bronze invadiram as 12 casas, e do quarto do mestre que já o tinha avisado para não sair da barreira, Shura viu o protagonista Kouga de pégaso envolto do cosmo das trevas matar seu mestre, e seguir em frente.

Shura apenas suspirou, e se acalmou, pois sabia que lutar contra o protagonista era estúpido. Enquanto Shura deitava em cima dos livros, a joia dourada da armadura de ouro voou até sua mão e ele a pegou, sentindo seu cosmo ressoar com a armadura, e ela o aceitar como seu novo cavaleiro.

Shura apenas usou seu cosmo para sustentar a barreira quando o santuário começou a ameaçar a cair dos céus enquanto a luta em Marte chegava ao final.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...