História Saisons - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Kai, Lay, Lu Han, Sehun
Tags Hunhan, Sekai, Sesoo, Sexing
Visualizações 63
Palavras 481
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabs, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Yaoi (Gay)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Berro que eu esqueci de postar
Culpem o lol

Capítulo 5 - La fin


Fanfic / Fanfiction Saisons - Capítulo 5 - La fin

"Não sou mais primavera"


Foi a última coisa que escrevi, a cor viva da última flor que tinha em mim agora estava estampada na parede do nosso refúgio.

Eu sempre amei o meu calor, as minhas flores, a paz e o sossego do vento calmo e refrescante que tinha em mim. Eu nunca estava ansioso, nunca estava descontrolado, nunca estava irado


Talvez fosse por isso que eu me apaixonei pela nevasca.


Eu te chamava de inverno, por que era a única coisa que eu conseguia associar. Tão traiçoeiro e frio, sem deixar uma palavra errada ou certa escapar, os olhos congelados, como que mortos em cima das minhas flores.


Foi a primeira vez que eu senti tanto frio, mas eu não conseguia me importar.


Você disse que só precisava de mim para se aquecer, que depois de ver meu calor percebeu que estava congelado em si mesmo e não queria voltar aquilo. Tinha passado por outras estações, mas a única que o fez se encontrar de novo foi a minha.

Eu tentei tanto te trazer para mim, te levar para meu jardim, te ensinar como semear as flores. Plantei no seu terreno frio e nevado e vi as plantas crescerem finas e delicadas, tombando a qualquer vendo mais intenso.

E você sempre tinha o vento intenso. Uma nevasca repentina. Um acidente programado.


Você era um tornado e eu apesar a flor arrancada na grama.

E quem diria que eu me apaixonei por algo assim.

Talvez fosse pela inconstância, a novidade. Era tão excitante e eu não podia controlar.


6 dias na semana você nevava em mim e eu semeava em você.

1 dia na semana íamos pedir perdão e prometíamos nunca mais nos ver, mas nunca conseguíamos cumprir a promessa.


Eu não sei o que aconteceu, realmente. Talvez o castigo tenha finalmente caído sobre mim.

Eu vi suas flores finalmente nascendo, seu solo era puro ao final das contas e, depois de anos, eu vi como crescia em você todo o meu trabalho, as cores laranja, roxo, amarelo, rosa.

Mas quando eu percebi meu próprio jardim só havia cinza, branco e azul. Eu não me importei por que achei que era só as sementes que tinha jogado, mas até mesmo o meu sol me deixou para trás, sempre escondido atrás de nuvens até me abandonar permanentemente, me jogando na noite eterna.


E eu não aguentei o frio. Era congelante e minhas flores nunca me ensinaram que eu precisava de casacos. Eu sequer conhecia aquela sensação dentro de mim.


Então me desculpe, Oh. Me desculpe por ser subido naquela privada e deixado aquela corda grossa e rude se apertar no fino e delicado caule, antes verde, depois branco - por causa do frio - e agora roxo e quebrado.



Eu acabei me perdendo. Não encontrava mais minha primavera.

Eu só via o inverno e eu não sabia viver dentro dele. Foi intenso demais.


Notas Finais


O que acharam?
Espero que tenham gostado. Eu acabei criando um amor por essa fic

Eu tinha que att Originals, também só percebi agora kahskh
Para quem quiser, é uma long fic que eu estou escrevendo e, aparentemente, é Lay centric, mas nunca se pode acreditar muito na única linha que eu mostro. Ainda mais por eu ser tão indecisa como sou

ENFIM. Link aqui: https://spiritfanfics.com/historia/originals-9833378


Até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...