História Saka Yarouze? - Inazuma Eleven Alternativo - Capítulo 17


Escrita por:

Visualizações 10
Palavras 1.725
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Ficção, Fluffy, LGBT, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiii gente bonita! Como estão?
Espero que gostem desse novo capitulo, estou tentando não me desviar muito do anime!
Boa leitura <3

Capítulo 17 - O Motivo de Goenji e Miyuki!


No dia seguinte, Endo voltava do colégio quando viu Goenji do outro lado da rua, não aguentou a curiosidade e o seguiu sem que ele percebesse, e no fim percebeu que o mesmo estava indo para o hospital. Esperou que ele entrasse, e foi atrás, procurando a sala, estava perdido ali, quando de repente Goenji abre uma das portas e da de cara com ele.

-O que faz aqui? – Pergunta Goenji surpreso por ver o moreno naquele lugar.

-Ah... é que... eu... – Endo não conseguia arrumar uma desculpa rapidamente e para seu olhar sobre a menina adormecida. Goenji fecha a porta e se coloca frente a ele.

-O que você esta fazendo aqui? – Pergunta ele novamente sério.

-Ah... bom, é que eu vi você entrando no hospital... ai eu pensei “ Será que ele se machucou, ou ficou doente?” eu imaginei que por essa razão tinha deixado o futebol! – Endo se explica meio sem jeito.

-Hm... – Goenji desvia o olhar incomodado.

-Escuta Goenji, eu entendo a sua convicção de não voltar a ajudar o nosso time, e eu não vim aqui com a intenção de convidar você! – Diz Endo se explicando. – Eu só estava preocupado, eu não quero que fique chateado, eu não sei o que dizer cara... desculpa Goenji! – Diz Endo o olhando mas logo se curva. – Sinto muito! – Goenji não fala nada e apenas observas as ações de Endo. O moreno levanta a cabeça e olha o nome do quarto. – Quem é que ta internada ai? – Pergunta Endo curioso.

-Minha irmã menor! – Diz Goenji triste.

-O que? Você tem uma irmã menor? – Pergunta Endo surpreso.

-Sabe... as vezes eu não sei o que fazer, Endo! – Diz ele abrindo a porta. – Anda, entra! – Diz ele o olhando.

-Ah... claro Goenji! – Diz Endo entrando, e percebe a menina adormecida.

-O nome dela é Yuuka, a coitadinha da minha irmã ta em coma! – Diz Goenji a olhando triste.

-Ah é?... – Pergunta Endo surpreso.

-Eu vou contar tudo o que aconteceu, senão você não vai embora daqui né? – Pergunta Goenji o olhando.

Com calma Goenji explicou com detalhes o que aconteceu com sua irmã, e em como ela estava ansiosa para ver a final do torneio passado, na qual ele e Miyuki, que estavam em Kidokawa Seijuu, jogariam juntos contra o Instituto Imperial, mas descobriram o que aconteceu minutos antes da partida o que foi um grande choque para ambos, abandonaram a partida sem pensar e foram diretamente para o hospital.

-E foi por isso que parou de jogar? – Pergunta Endo.

-Viemos correndo para esse hospital, sabíamos porque meu pai trabalha aqui! Depois disso me mudaram de escola... – Diz Goenji passando a mão no rosto frustrado. – Se eu não fosse jogar futebol, Yuuka jamais teria sofrido esse acidente, e enquanto minha irmã estiver nessa cama de hospital, não posso me dar ao luxo de jogar futebol de novo! – Diz Goenji apertando os punhos.

-Mas... e a Onigawara?... Ela ficou sozinha no time da Kidokawa? – Pergunta Endo o olhando preocupado e triste.

-Não, Miyuki também não esta mais em Kidokawa, mas... foi por essa razão também que ela parou de jogar futebol, ela também se sente culpada pelo que aconteceu com a Yuuka! – Explica Goenji suspirando.

-Ela conhecia a Yuuka? – Pergunta Endo o olhando.

-Sim! – Goenji o olha. – Yuuka a via como uma irmã mais velha... mas infelizmente depois do que aconteceu... fizemos um juramento de que não voltaríamos a jogar novamente até que Yuuka acordasse! – Diz Goenji suspirando, mas logo olha sorrindo frustrado para Endo. – Apesar de que... quebramos nossa promessa na última partida! Nossos corpos se movimentaram sozinhos, e a Miyuki depois de um tempo passou a não ser tão amigável quando se tratava do Instituto Imperial, e mesmo não pertencendo a escola, resolveu quebrar a promessa comigo! – Diz Goenji sorrindo levemente.

-Obrigado por me contar, eu sei que é difícil... eu não devia ter insistido tanto pra vocês jogarem... me desculpa! – Diz Endo triste. – E... quando eu encontrar a Onigawara eu pedirei desculpas, e espero que ela não fique brava comigo, principalmente por eu não ter visto que ela era uma garota! – Diz Endo sorrindo sem jeito frustrado.

-Não tem problema, ela entende que você não reparou, e também ela vive com aquela touca... e as vezes é difícil perceber de primeira! – Diz Goenji sorrindo sem jeito.

-Ah... que bom... e pode ficar tranquilo que eu não vou contar pra ninguém! Tchau! – Diz ele se dirigindo para a porta.

-E... o que aconteceu com seu time? – Pergunta Goenji abaixando o olhar.

-Ah! Logo a gente vai ter outro jogo treino! – Diz ele abrindo a porta. – Ah e valeu pelo gol que vocês marcaram no último jogo, todo mundo ta treinando com muita garra! – Diz Endo sorrindo. – Tchau! – Diz Endo saindo ainda meio pasmo pelas informações.

Em outro lugar...

Kido andava pelos corredores do último andar do Instituto, até que ao olhar para a janela avistou Miyuki do lado de fora da janela, por um momento levou um pequeno susto e se aproximou da janela, ela estava encostada na parede em cima de uma mureta, estava de capuz mas a brisa levantava um pouco o tecido dando possibilidade de ver seus olhos, estava com um palito de Pocky da boca enquanto olhava para a cidade. Nem parecia com medo de cair daquela altura que surpreende Kido ainda mais.

-O que você esta fazendo aqui? – Pergunta Kido com tédio, nem sabia porque insistia em perguntar em vista que silêncio sempre tinha sido a resposta até então. Miyuki o olha pelo canto de olho mas logo volta a olhar para a cidade enquanto comia o doce. Kido a observou por alguns segundos, apesar de estar ciente das habilidades, não entendia uma coisa. – Você e o Goenji são bons atacantes, por que deixaram o futebol? – Pergunta Kido curioso.

Miyuki ficou imóvel por alguns segundos se lembrando do trágico acidente que aconteceu a sua amiga, o olhou com um certo desprezo, e logo vê um sorriso cínico de Kido se formar em seu rosto.

-Ao me fazer essa pergunta, mostra o qual hipócrita vocês são! – Miyuki foi ríspida nas palavras saíram como a era glacial, enquanto seu rosto mostrava indiferença para a existência do capitão. Kido a olhou surpreso não esperava que ela o respondesse, e principalmente que o ofendesse assim tão de cara.

-O que disse? – Pergunta ele ainda incrédulo, Miyuki continuou a comer seu doce, apesar de achar aquele lugar o pior do mundo, a vista era bonita. – Quero que repense suas palavras antes de ofender meu time! – Diz Kido bravo, principalmente pela indiferença da garota.

-Então acho que devia rever suas ações antes de me fazer exigências! – Diz Miyuki dando de ombros, e voltando a se calar, por mais que Kido voltasse as perguntas iniciais de quando a cercava, o silêncio continuava sendo resposta.

-Não pense que isso vai ficar assim! – Diz Kido saindo andando a deixando sozinha, Miyuki solta a respiração irritada, não acreditava que ele havia feito aquela pergunta, como se não soubesse de nada. Apertou o colar que havia ganhado de Yuuka como um amuleto, fortemente, aquilo era doloroso de lembrar, nem mesmo seus ninjutsus fizeram efeito sobre o coma de Yuuka, apesar de ser poderosa, havia coisas que era incapacitada de fazer, havia doenças que não conseguia curar.

No dia seguinte o time estava treinando perto da ponte, Someoka conversava com Endo sobre como estava frustrado por não seguir ser como o Goenji, mas Endo o convenceu de que ele não era para copiar o loiro e sim jogar no seu próprio estilo, percebendo isso Someoka se anima. E então o time volta a treinar em seu ritmo normal, sem agressividade. Ao longe Goenji observava o treino, quando um carro preto se aproxima, ele olha sério para o carro e o vidro abaixa revelando ser Natsume.

-Oi, muito prazer Goenji, meu nome é Natsume Raimon! – Diz Natsume sorrindo.

-Oi Natsume! – Diz Goenji sério.

-Esse aqui não é o caminho pra sua casa! – Diz Natsume sorrindo convicta. – Desculpe a intromissão, mas investiguei sobre você e também sobre o que aconteceu com sua irmã! – Diz Natsume o olhando, Goenji fica bravo e se vira para ir embora. – Não pensa em fazer nada? A minha intuição diz que você quer jogar com esse time, por isso você sempre pega esse caminho! – Diz Natsume emburrada.

-Não pensou que eu poderia encontrar com alguém todos os dias nesse caminho? – Pergunta Goenji bravo com um tom sarcástico.

-Esta se referindo a Onigawara? Sei que ela não mora por ai também! Mas engraçado você menciona-la, apesar de ter achado informações sobre ela, algumas são confidenciais do governo... – Diz Natsume o olhando séria estreitando os olhos causando um pequeno susto em Goenji.

-Não se intrometa na vida dela! – Diz Goenji bravo.

-Vocês dois são próximos, não sei que tipo de relacionamento vocês dois possuem, mas, caso ela queira entrar para o colégio, a vaga dela esta garantida! – Diz Natsume sorrindo, e Goenji a olha por cima do ombro bravo.

-Não enche! – Diz ele sério se virando para sair.

-Acha mesmo que largando o futebol vai ajudar na recuperação da sua irmã? Desculpe mas esta cometendo um grave erro, não só você mas a Onigawara também, vocês dois jogaram com brilho nos olhos a última partida! – Diz Natsume e Goenji para a ouvindo. – Lembre-se de quem era a pessoa que mais gostava de ver vocês jogarem futebol! – Diz Natsume e Goenji arregala os olhos lembrando de Yuuka, em como ela torcia por eles nas partidas.

-Yuuka... – Goenji toca o amuleto por cima da roupa. – Yuuka... é a pessoa que mais torcia por nós! – Diz o loiro sem lembrar.

-Vocês dois deveriam repensar sobre isso! A Onigawara pode não estar na escola e no time, mas se quiser, a leve para treinar com você! – Diz Natsume e Goenji a olha por cima do ombro surpreso. – Nós já podemos ir! – Diz Natsume subindo o vidro e o carro da a partida indo embora. Goenji olhou para o time mais uma vez, respirou fundo e por fim tomou sua decisão, pegou o celular e começou a digitar.

“Preciso falar com você...” – Apertou em enviar e mandou a mensagem para Miyuki, e então desceu para falar com o time.

-Olha é o Goenji! – Diz Endo vendo o loiro se aproximar.

-Olha Endo, eu to no time! Conta comigo! – Diz Goenji e todos comemoram menos Someoka.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! <3
Desculpem qualquer erro!
BJS <3 até o próximo! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...