1. Spirit Fanfics >
  2. Sakura: a Flor de Cerejeira >
  3. Possibilidade

História Sakura: a Flor de Cerejeira - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Gente obrigada pelos comentários e não consegui esperar, precisava postar esse capítulo logo.

Boa leitura!

Capítulo 6 - Possibilidade


Sakura estava voltando para casa, afinal seus pais estavam preparando um jantar com seus amigos mais íntimos: Naruto, Ino, Tsunade, Shizune e Kakashi. Seus pais haviam percebido as trocas de olhares entre Kakashi e Sakura, e apesar do prateado ter 12 anos a mais que a rosada, eles iriam aceitar o relacionamento, desde que ela não saísse machucada.

A noite estava agradável, muitas risadas e conversas, estavam já na sobremesa e escutavam um loiro querendo roubar brigadeiros da mesa, sendo este o único alimento não tradicional presente na festa.

_ Sakura, poderia falar com você? - pergunta Kakashi baixo.

_ Claro! Vamos no quintal, lá teremos privacidade - diz Sakura indo para fora.

_ Esse jardim é lindo! - Elogia Kakashi - Sakura, como vou dizer isso...sei que combinamos apenas nos curtir, nada de compromissos, mas eu me apaixonei por você, você me daria a honra de namorar comigo?

Sakura arregala os olhos, sabia que os momentos com Kakashi já não eram apenas noites de aventuras, tinha se tornado íntimo, sentimental, ela estava se sentindo assim.

_ Eu aceito! Sinto o mesmo por você Kakashi - diz Sakura abaixando sua máscara e dando um selinho nele.

Kakashi aprofunda o beijo calmo, cheio de carinhos e significados, se separando apenas pela falta de ar e aproveitando o momento para puxar uma caixinha com duas alianças de prata, colocando em seu dedo.

_ Ela é linda! - diz Sakura com um sorriso bobo.

_ Não mais que você! - responde Kakashi observando Sakura envergonhada - quero pedir autorização aos seus pais, não pretendo esconder nosso relacionamento, sei que já fomos sensei e aluna, mas isso mudou. Não existem restrições, a não ser morais, coisa que não me importa.

_ Para um leitor ávido de Icha Icha que não se importa em ler em público, imagino que isso de fato não te incomoda - diz Sakura com um sorriso - Mas, eu também não me importo com o que vão falar, já foi o tempo em que dava ouvidos a comentários maldosos, hoje eles não mais me afetam.

_ É bom saber que não se importa, fico feliz com isso - responde Kakashi - Você só lê Icha Icha escondido?

_ O quê? - diz Sakura sendo pega desprevenida quanto ao último comentário.

_ Se tinha dúvidas, agora elas viraram certezas, você já leu Icha Icha - fala Kakashi rindo.

_ Ok, eu li com Ino, e ficamos curiosas a respeito de algumas coisas, então as experimentamos - responde Sakura.

_ Experimentaram? - questiona Kakashi confuso - Você era virgem Sakura.

_ Sim, experimentamos. Kakashi, o fato de você ter rompido meu hímem não quer dizer que eu era virgem, eu e Ino tínhamos uma amizade colorida, assim como eu e você - responde Sakura segura - Isso é um problema para você?

_ Uau! Não esperava por essa, mas, não, não é um problema - responde Kakashi - Como ficará sua situação com Ino?

_ Normal, ela continuará sendo minha amiga, a diferença é que só você terá privilégios - diz Sakura com um sorriso ladino.

_ Ah, Sakura não me provoque, sou capaz de te sequestrar agora mesmo e te fazer minha para sempre - fala Kakashi com uma voz rouca.

_ Kakashi-sensei, Sakura venham antes que eu mate o Naruto por roubar brigadeiros - chama Ino.

_ Não morre mais - diz Sakura - JÁ VAMOS, PORCA!

Kakashi e Sakura voltam para a sala de jantar, onde estavam os doces e todos os convidados.

_ Obrigada por compartilharem esse dia maravilhoso comigo, agradeço aos meus pais e meus amigos por sempre estarem ao meu lado - diz Sakura.

Após alguns aplausos, Kakashi se aproxima de Mebuki e Kizashi para pedir a mão de Sakura em namoro, o que foi dado de bom grado, apenas com algumas ameaças em caso de fazê-la chorar ou sofrer.

----

_ Testa, o que você e o Kakashi gostosão estavam fazendo no jardim? - pergunta Ino.

_ Ele me pediu em namoro, Porca e obviamente eu aceitei - diz Sakura mostrando a aliança - contei para ele sobre nossa amizade colorida.

_ O quê? E como ele reagiu? - questiona Ino.

_ Reagiu bem, não esperava nada diferente dele - informa Sakura - porém, nossa amizade colorida e com privilégios, acabará, você sabe o que penso sobre traição e não me sentiria bem com isso.

_ Eu entendo, bom Shikamaru, aquele preguiçoso, também me pediu isso. - Responde Ino.

_ Sabia que vocês estavam juntos! - diz Sakura - Só não entendi por quê tanto mistério.

_ Está bem no início e não estamos prontos para assumir um relacionamento, ainda mais depois da morte do Asuma-sensei - diz Ino um pouco triste - Mas, mudando de assunto, você leu a carta de sua mãe? Estou me corroendo de curiosidade.

_ Eu li, ela não fala muito sobre meu pai, diz que ela era um ninja de Konoha pertencente a um clã importante, ele era muito bonito, a ensinou a ler com Icha Icha, que apesar de saber da minha existência, ele amava outra mulher e não poderia ficar conosco. Minha mãe sofreu muito, ficou com depressão profunda e Konoha não oferece tratamento adequado para isso. - diz Sakura triste - Vou procurar um meio de ajudar pessoas que estão nas mesmas condições que minha mãe, aliás você me lembrou que preciso procurar uma senhora que foi internada no sanatório, ela teve contato com minha mãe durante o pré-natal, quem sabe descubro algo a mais. Minha mãe me amou muito, disso eu tenho certeza.

_ Nossa Sakura, é muita informação. - diz Ino um pouco tonta - Fico feliz por você saber que era amada por sua mãe. Se quiser posso te ajudar com esse projeto e te ajudo a conversar com esta senhora. Quanto ao seu pai, quem saiu perdendo foi ele.

_ Obrigada Ino! - diz a rosada dando um abraço nela.

_ Sakura, estou pensando sobre as informações que você me deu sobre seu pai, e só consigo pensar em uma única pessoa que se encaixa nesse perfil - diz Ino.

_ Quem você acha que é Porca? - pergunta Sakura animada.

_ Espero estar errada Sakura, mas seria o Kakashi - responde Ino receosa, vendo a animação de sua amiga virar desespero.

_ Não Ino! Não pode ser, ele já teria falado, sobre minha mãe, ele não permitiria chegar perto dele, não dessa forma. - fala Sakura nervosa com a possibilidade de estar cometendo incesto, mas vendo que tudo levava a crer que Kakashi poderia ser seu pai.

_ Mas, ele sabe que você é filha da Hana ou pensa que é filha do Kizashi? - questiona Ino.

_ Ele não sabe que eu sou sobrinha do Kizashi - diz Sakura cada vez mais desesperada.

_ Ele pode imaginar que vocês são parecidas, mas que não teria o risco de você ser filha dele, ele sabe que ela veio para cá? - questiona Ino.

_ Meu Deus, não pode ser, não pode ser… que tipo de pessoa que eu sou? Eu posso estar namorando meu pai, Ino. - diz Sakura chorando.

_ Calma, sugiro que converse com ele, vá encontrá-lo agora, eu faço o relatório dessa cirurgia - diz Ino dando um copo de água para a amiga.

Mas antes de sair da sala, um Anbu bateu em sua janela e mandou ir para a torre Kage com urgência. Ao chegar lá avistou o time Kakashi completo e o time Kurenai, tentou se mostrar calma e não transparecer que estava desesperada, mas seu semblante e seus olhos vermelhos e inchados a denunciavam, causando preocupação no prateado que tentou se aproximar da rosada e ela se afastou um pouco, deixando-o sem entender o que aconteceu.

_ Acredito que todos estejam aqui, recebemos a notícia que Orochimaru foi morto por Sasuke Uchiha, vocês irão buscá-lo, partirão em meia hora - disse Tsunade  - alguma dúvida? O capitão desse time é o Kakashi, se arrumem.

Ao saírem da sala, Kakashi se aproxima da rosada e tenta conversar com ela, o que foi quase impossível por causa do Naruto, que estava apressando todo mundo para sair nesta missão sem atrasos.

_ Sakura, aconteceu alguma coisa? - Diz Kakashi após se desvencilhar do restante da equipe.

_ Kakashi - diz Sakura o abraçando e permitindo as lágrimas caírem - Você conheceu Hana Haruno?

Neste momento, Kakashi ficou pálido e mudo, apenas encarando a rosada.

 


Notas Finais


Obrigada por lerem!

Vou tentar postar o próximo capítulo logo, mas não prometo, por causa do trabalho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...