1. Spirit Fanfics >
  2. Salvation >
  3. Seria?

História Salvation - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Oi meus anjos, como vocês estão?
Logo logo esta chegando às partes softs dos taekook, porém não vai ser nada fácil para eles... então fiquem com mais um capítulo de Salvation.

Capítulo 9 - Seria?




Dia 32, era essa a conta que o Kim fazia em sua mente. Desde a briga que havia tido com o Jeon, ele fazia questão de ignorar o mesmo, evitava o caminho que sabia que o deus passaria. E quando a noite chegava e se encontrava sozinho, ele chorava.


[...]


- Aí meus Zeus Taehyung! - falou Namjoon que tentava explica as mesmas coisas pela vigésima vez - Você pode prestar atenção?


- Aishhh, eu to tentando okay? - falou o menor se levantando.


- Taehyung, todos já perceberam!


- Perceberam o que?


- Você não é nada discreto criança!


- Criança... - falou com um tom de deboche - Todos aqui me vêem apenas como uma criança?


- Não exatamente, a maioria tem medo! Então certamente não é como uma criança.


- Eu estou cansado Namjoon, pode deixar a aula para depois? - perguntou o menor manhoso, queria apenas deitar e dormir, coisa que ele estava fazendo muito nas últimas semanas e sempre tinha pesadelos. 


Era o mesmo pesadelo de sempre.


Ele estava caído perto do mar e logo chegava alguém e o pegava pelos cabelos, o forçando a encarar e falava apenas uma frase antes de Taehyung acordar.


"A morte é apenas mais um caminho e você precisa se purificar."


- Tudo bem Taehyung... Só se cuida! - Namjoon sabia bem o que estava acontecendo, isso era um dos benefícios de ser o deus da sabedoria.


[...] 


Taehyung passou o dia todo dormindo. Foi um sono bom, tirando as vezes que acordou por causa de alguns pesadelos.


Taehyung resolveu ir treinar, já que estava querendo ficar sozinho e todos os lugares estavam cheios, menos a arena. O Kim entrou na arena e foi logo em direção das adagas, pegando uma e posicionando perfeitamente em sua mão esquerda. Havia um boneco de treino bem posicionado no centro da arena também.


O Kim foi em sua direção e logo começou a transferir uns golpe que o Jackson havia o ensinado. Passou algumas horas ali, até ouvir alguns passos em sua direção e não fez questão de virar.


- Você está indo bem! - falou o Jeon ainda atrás do Kim.


- Uhm... - mormurou o Kim que continuava batendo no boneco a sua frente e sem fazer questão de virar - O que faz aqui?


- Vim ver como você está - falou agora indo para frente do Kim, porém, o rapaz não virou seus olhos para o mesmo nenhum segundo - E...


- E?


- Eu preciso da sua ajuda... No caso, a Wanji precisa.


- Não posso ajudar!


- Como não?


- Eu vou voltar para casa Jeon! - falou agora pela primeira vez voltando seus olhos para o deus.


- Você não pode.


- Por que não posso? Eu não faço nada aqui, eu preciso retomar minha vida!


- Porque se você for, pode acontecer algo ruim e não somente a você Taehyung!


- Mas eu não ligo, eu só preciso sair daqui! - falou com raiva.


- Todos já sabiam disso TAEHYUNG... - falou rebatendo - Todos sabiam que você não liga para ninguém. 


A forma como seu nome foi pronunciado deu um nó em sua garganta.


- Você não tem o direito de falar isso Jungkook...


- Não tenho? Me diz o que você fez por alguém esse tempo todo? Você pensou em alguém além de você? - perguntou se aproximando - ME DIZ KIM? Você jura que não foi um completo egoísta?


- EU NÃO PERMITO QUE VOCÊ FALE ISSO.


- POR QUE? VOCÊ SABE QUE É A VERDADE... Você não aguenta a verdade!


Taehyung não podia ficar ali, sendo ofendido por não aguentar mais aquele mundo, por não aguentar mais ver a pessoa que amava com outra pessoa.


- Adeus Jeon. - ele falou se virando. 


- Você não pode sair Taehyung! - disse indo em sua direção e pegando em seu braço.


- Como se você ligasse!


- E eu ligo, mesmo com tudo, eu me preocupo com você.


- Que pena que eu não... - falou segurando as lágrimas que lutavam para sair - Como você mesmo falou, eu sou egoísta.


- VOCÊ NÃO PODE AGIR, UMA VEZ NA VIDA, SEM SER TÃO EGOÍSTA PORRA?


- Me deixa Poseidon - falou se soltando dos braços do deus - Não haja como se você se preocupasse, não finja que liga para mim quando na verdade você nunca fez nada por mim! Eu sou egoísta? Você só cuidou de mim nesse tempo, porque essaa porra de deuses tinham medo, medo da minha pessoa ir para o lado errado da vida, que eu seguisse Érebo! Por que me trouxeram para cá? Por que me treinaram e me ensinaram essas novas coisas? Para acabar com Érebo. Eu sou egoísta por querer minha vida de volta? Então sim, eu sou muito egoísta, porém, lembra que vocês são piores, destruíram minha vida, mataram minha mãe! - neste momento o Kim já não segurava suas lágrimas, o jeon não sabia o que responder. Então o Kim apenas saiu daquela sala, indo para a porta de saída, ignorando as pessoas que lhe chamava.


O Kim andou sem direção por horas, mas parecia que, quanto mais andava, não saía do lugar.


- Aonde você vai querido? - a voz de Érebo se fez presente.


- Não é da sua conta! - respondeu o Kim, de forma rude. 


- Uau, está estressadinho com o namoradinho?


- Ele não é meu namorado. - o Kim falou ainda andando.


- Uhhum - soltou debochado - Você já percebeu que não está na terra não é?


- O que? - o Kim parou e voltou sua direção ao homem - Como assim não?


- Você está no meio entre a realidade e a não realidade - falou andando de um lado para o outro - Aqui é como um universo alternativo, o que aqui é uma hora, lá são quase 6 semanas.


- Como assim?


- Esses deuses não explicam nada em! - falou revirando os olhos - Então filho... Os deuses não podem ficar na terra, porque lá a magnitude deles aumenta e as vezes eles passam dos limites, então eles criaram esse lugar. Por isso não adianta andar, você não vai sair daqui  meu bem.


- Que inferno.


- Olha a boca... Aí meu caos - falou Érebo irritado - Esse peixe não sai do seu pé não?


- Oi? - antes que o Kim pudesse falar mais alguma coisa, ele sumiu. Virou seus olhos na direção que o homem olhava e se deparou com Poseidon vindo ao seu encontro.


[...]


- Você deveria entrar Taehyung - falou Jeon pela milésima vez - Está frio!


- Não ligo, estou bem! - falou se sentando no chão.


- Você vai acabar doente garoto. - disse, agora um pouco mais estressado.


- Uau... - falou debochadamente - Que pena que eu não ligo!


O Jeon já havia xingado todos os deuses existentes e não sabia o que fazer para colocar o menino para dentro. 


- Então eu vou ficar aqui também!


- Eu não quero.


- Eu não ligo...


- Não use minhas palavras contra mim. - falou Taehyung empurrando o deus.


- Ei... - disse o deus - Para que tanta agressividade?


- Se você soubesse a minha vontade de te matar. - falou o Kim que encarava o rosto perfeitamente liso e os olhos grandes e redondos que aparentavam esconder um universo - Você não acharia isso agressivo!


- Agora eu estou com medo. - falou voltando a se sentar, mas em uma distância segura - Por que tamanha raiva Kim?


- Você sabe.


- Não, não sei!


- Além de babaca, tem problema de memória? - falou de forma grosseira.


- Ah... - o Jeon levou uma das mãos até a nuca - Me desculpa por aquilo, eu estava estressado e quando ela falou aquilo eu não avaliei meus atos.


- As desculpas vinheram um pouco atrasadas, não? - o Kim debochou.


- Mas agora elas estão aqui, não é?! - falou virando-se por completo para o Kim - Você agiu de uma forma bem ridícula com a Wanji.


- EU NÃO FALEI NADA A ELA - o Kim falou gritando - Jungkook, você acha que se eu tivesse falado algo, você saberia? Caralho, vocês sempre falam como eu sou poderoso e tudo mais.Você não acha que eu não usaria isso ao meu favor? Porém eu não fiz nada, eu ao menos me lembro do que aconteceu antes de você chegar! E oque minha mente mostra são coisas... Vazias, como se elas fossem escrita por outra pessoa.


- Meu Zeus, qual o problema de confessar? Precisa inventar essa história toda? 


- PORQUE NÃO FOI EU?!


- Como quer que eu acredite? Eu vi a sua cara quando soube que ela voltou. E quando você estava no mar, estava com raiva e... - ele foi cortado pelo Kim.


- Eu não fui ao mar!


- Como assim não foi? Antes do ocorrido da Wanji, você estava na praia.


- Não, não estava. - disse o Kim. Tentava entender, mas nada vinha em sua cabeça.


- Taehyung, eu estava lá com você! - falou esperando uma resposta do menor, mas sua cara de confuso não mentia, ele não lembrava e isso foi o estopim para o Jeon perceber que tinha algo muito errado ocorrendo - Eu preciso ir.


- Ir?


- Sim, você sabe voltar? É só seguir naquela direção - o Jeon apontou - Fique bem Kim Taehyung!


E ali o kim ficou confuso com a situação, se alguém o perguntasse oque havia acabado de acontecer ele certamente não saberia oque responder,


POV Jeon 


O Jeon estava confuso. Sentia que algo estava muito errado e precisava tirar a conclusão. Então não pensou duas vezes antes de ir até Wanji.


- Amor, que demora! - falou a mulher, se aproximando para o beijar, mas o Jeon se afastou - Algum problema Jungkook?


- Eu sabia que tinha algo errado, eu sabia que de alguma forma isso não era real... - Ele falou começando a andar pelo quarto - Você não tinha mais aquele brilho, estava estranha, você não era a minha Wanji - os olhos do Jeon começou a lacrimejar - Sabe, eu não podia te perder novamente, mas quando você chegou o Taehyung se afastou e sim, isso é muito estranho, porque a Wanji nunca afastaria o Taehyung de mim. 


- Então é por conta dele? - perguntou a mulher se virando de costas - Eu já havia percebido que esse maldito estava te conquistando.


- Não o chame assim!


- Mas ele não é? Ou essas coisas que ele ganhou não foi uma maldição? Todo mundo aqui sabe Jeon, vai chegar o dia que ele vai ter que escolher entre morrer pelo bem ou se juntar ao mal e morrer também!


- Eu não vou deixar isso acontecer!


- Você não pode fazer nada Poseidon, apenas ele pode fazer algo.


- Quem é você?


- Sou Wanji, mas não a sua, como você falou - a mulher soltou e voltou a olhar em seus olhos - Você vai se afastar dele Jeon!


- Você não pode me obrigar a isso.


- Não posso? Se você se aproximar de Kim Taehyung novamente, eu juro que não será muito bom para ele.


- Você não tem esse poder todo.


- Não tenho? Você já ouviu falar sobre o poder dos sete, Jungkook? 


- Sim, mas o que isso tem haver com algo?


- Os sete estão do lado de Érebo e me deram um pouco de seus poderes para eu manter você longe do Kim meu querido, e agora vai se afastar ou não?



Extra:


Os sete. 


Eram os sacerdotes do templo de Zeus. 


Eles queriam poder e se amaldiçoaram para ganhar mais poderes que os deuses, contudo, seus planos não deram muito certo, ainda mais quando Medusa descobriu o plano e contou para Atena sua senhora. Quando os sacerdotes descobriram a traição da mesma, a amaldiçoaram. 

Os deuses se prepararam para os sacerdotes e quando eles estavam prestes a atacar, caíram em uma armadilha e foram jogados no tártaro, um separado do outro, porque seus poderes juntos era algo indestrutível.



Notas Finais


iiiiiii, particularmente eu to amando a trama kkk

Gente esse foi o capítulo 9, e sinceramente o 11 que logo logo irar chegar é um dos meus preferidos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...