1. Spirit Fanfics >
  2. Salvation In Love - Camren >
  3. Capitulo 15

História Salvation In Love - Camren - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Capitulo 15


Fanfic / Fanfiction Salvation In Love - Camren - Capítulo 16 - Capitulo 15

Camila estava em casa de Dinah. O programa de domingo era simples: Apenas elas as duas a ver filmes que marcavam a infância delas sem Ally ou Normani. Uma coisa de melhores amigas. Ambas estavam no sofá a comer as pipocas que estavam no colo de Camila enquanto viam HSM3.

"Tinha saudades disto" - Dinah disse pegando numa pipoca e sorrindo para Camila. A jovem morena respondeu com um sorriso voltando a olhar para a televisão. - "Sentes falta dela?"

"Dela de quem?" - Camila fala sem tirar os olhos da televisão.

"De quem achas? Da Lauren"

Camila respirou fundo. Estes últimos dias tinham sido impossíveis para Camila. A ausência de Lauren tinha sido como uma tortura para ela.

"Um pouco mas estou bem" - Camila disse tentando enganar a sua amiga

"Hm.. Imagino. Se quiseres falar já sabes"

Camila não respondeu. Um silêncio se instalou durante uns 30 segundos até que Camila se virou para Dinah pousando as pipocas que tinha nas suas pernas na mesa.

"É impossível não sentir saudades dela Dinah. Eu estou tão confusa"

"Ei Mila calma. Conta-me. O que se passa?"

"Eu não sei se devo. A minha cabeça está uma verdadeira confusão."

"Não sabes se deves o que? Contar-me?"

"Sim... Sabes, isto não é só sobre mim" - Camila falava com um ar aflito, como se tivesse que deixar escapar todos os segredos que estava a guardar

"É também sobre a Lauren? Eu já percebi que sim"

"Dinah, promete que não contas isto a ninguém, principalmente à Normani e a Ally"

"Eu... Eu prometo Mila. Agora fala, o que se passa?" - Dinah pegou nas mãos da amiga e entrelaçou-as com as dela tentando dar-lhe um pouco de força.

"A Lauren gosta de mim... Do tipo como a Ally gosta do moço do campo de férias"

"Troy?"

"Sim..."

"Mas... A Ally está completamente apaixonada por ele... ouh Camila"

"Exato Dinah. A Lauren gosta de mim, dessa maneira."

"Por isso vocês se afastaram?" - Dinah ia passando a mão nas bochechas da amiga.

"Exato. Lauren quer me esquecer e disse que a única maneira era se afastar de mim. Mas está a ser tão difícil para mim!"

"Camila, tu no início disseste que estavas confusa. Porque que é que estás confusa?"

Camila respirou novamente fundo. Ela estava mesmo confusa. Todas as noites perguntava a si a mesma coisa: "Porque é que está a ser tão difícil para mim estar longe dela?". Supostamente era só uma amizade e Camila não conseguia entender porque é que doía tanto estar afastada dos braços de Lauren. Camila tinha vontade de estar com ela, tinha saudades da voz dela. Da gargalhada dela. Nestes últimos dias Mila tinha-se sentido apenas vazia. Como se a alma dela tivesse saído do seu corpo e o que estava dentro dela era apenas um ser sem vida.

"Eu sinto algo pela Lauren que não sinto por ti ou pelas outras meninas. Eu sinto algo por ela que nunca senti por mais ninguém"

"O que é que sentes ao certo?"

"Eu não sei bem. É aquela necessidade de perguntar se dormiu bem. Aquela necessidade de estar com ela, querer lhe tocar, abraçar. Mexer nos seus cabelos, nas suas mãos. É como se a minha mente só precisasse dela. Não é que não te ame Dinah" - Dinah sorriu ao ouvir o que a amiga tinha dito. - " Mas sei lá, há momentos que só quero ficar com ela, sem mais ninguém. Na verdade, era sempre assim. Sempre que estávamos juntas eramos só nos e eu gostava disso. Eu não sei o que sinto, só sei que tenho saudades dela"

"Mila... Tu alguma vez tiveste apaixonada?"

"O que queres dizer com isso?" - Camila tirou as suas mãos das de Dinah ficando à espera da resposta da sua colega.

"Camila, eu não quero dizer nada. Só te estou a perguntar se sabes o que é estar apaixonada, se alguma vez tiveste"

"Apaixonada não. Tive aquele caso no verão com aquele moço, o Austin, mas nada de mais. Não gostei verdadeiramente dele. Foi sei lá, um namoro de verão"

"E o único?"

"Sim. Não andei com mais ninguém sem ser ele"

"Então não sabes o que é estar apaixonada...?"

"Sei, acho eu.."

"Mila.." Dinah sorriu para Camila por ainda não ter percebido onde ela queria chegar.

"Que foi?"

"Eu acho que precisas de falar com Lauren"

"Porque? Ela não quer. Ela quer me esquecer"

"E tu? Queres que ela te esqueça?" - Camila ficou em dúvida com a pergunta da amiga. - "Mila, tu nunca sentiste necessidade de a beijar?"

"Dinah!"

"Que foi? É uma pergunta normal depois daquilo que disseste sobre ela"

"Nós já nos beijamos..." - Camila fala envergonhada colocando-se encostada ao sofá e metendo uma almofada na sua barriga

"Como assim? Quando?"

"Na noite da festa. Nós nos beijamos na casa de banho"

"Bem me parecia que tinha acontecido alguma coisa!" - Dinah falou um pouco alto "Gostaste?"

"Dinah!!" - Camila fala novamente o nome da amiga demostrando alguma vergonha.

"Camila, não há mal nenhum! São perguntas perfeitamente normais, leva isto com naturalidade. Estamos aqui só nos" - Dinah ri-se tentando convencer a amiga a admitir o que sentiu.

"Sabes, eu não pensei muito sobre isso. Foi um choque grande ao saber que ela gostava de mim. Não pensei muito sobre o beijo"

"Mas agora podes pensar. Ela beija bem?"

"Ahm.. é diferente" - Camila começa a olhar para teto dando um pequeno sorriso ao lembrar-se do beijo. - "Não é como beijar garotos, os lábios são mais suaves. Eu também fui apanhada de surpresa. Mas sei lá, acho que não posso dizer que não gostei, mas também não posso dizer que gostei. Eu acho que não estava a perceber muito bem o que estava a acontecer.

A conversa continuou durante a tarde toda. Camila estava a perceber aos poucos o que Lauren era para ela graças a ajuda de Dinah mas a mente dela ainda tinha muitas dúvidas. Primeiro Lauren era uma garota e algo na sua cabeça achava isso errado. Não é que tivesse algo contra essas coisas, muito pelo contrário, mas Camila desde pequena que imaginava uma vida com um garoto.

Já á noite, os pais de Dinah convidaram Camila para jantar em sua casa, mas ela não o aceitou dizendo que os pais dela já estavam à espera dela. Mesmo assim agradeceu e despediu-se, indo em direção há porta.

"Eu acho que devias falar com ela Mila... pelo menos para perceberes o que sentes" - Dinah disse ao despedisse de Camila na porta.

"Eu não sei... talvez amanhã fale com ela"

"Faz isso. Adeus amiga" - Dinah dá um beijo na bochecha de Camila fechando assim a porta

Na verdade, os pais de Camila não estavam à espera dela para jantar. Camila só queria estar um pouco sozinha, para pensar em tudo o que estava a passar com ela. Foi então em direção a sua casa. Colocou os fones e meteu uma música aleatória. "You and me" do Shallou foi a que calhou. Estava um ligeiro frio para a altura do ano e para o local onde viviam: Miami. As vantagens de viver em Miami é que durante todo o ano a temperatura nunca baixava dos 23ºC por dia e de noite nunca baixo de 15ºC. Naquele momento estava frio e Camila estava apenas com uns calções de uma t-shirt por isso estar a sentir um ligeiro frio nas pernas.

Ao chegar a casa Camila passou pela escola fazendo-a lembrar da garagem abandonada das suas traseiras. Rapidamente Camila mudou de ideias e decidiu ir até lá. Talvez lá encontra-se as respostas para todas as suas perguntas.

| Camila Cabello | 20:13 | : Mãe, desculpa só te avisar agora mas vou ficar na casa da Dinah a jantar. Eu chego cedo. Prometo

Camila não gostava de mentir, mas sabia que se disse se há mãe onde ia ela iria ficar preocupada e rapidamente diria para voltar para casa

| Sinu Cabello | 20: 15 | : Amanha tens aulas Mila! Chega cedo por favor. Beijinho

Ao chegar há garagem Camila observa que o local estava com alguém lá dentro. Ela ficou em dúvidas se entrava ou não pois o provável era talvez ser o dono. Mesmo assim Camila espreitou e...

"Eu juro que não sabia que estas aqui"

"Camila"

"Desculpa, eu saio se quiseres" - Camila cruzou-se com Lauren sentada no chão a fumar um cigarro

"Não... não sejas parva. Fica" - Lauren disse dando a última passa ao cigarro e atirando-o para o outro pequeno monte de antigos.

"Eu não te quero causar transtornos no que se trata a esquecer-me"  - Camila falava enquanto se sentava ao lado de Lauren

"Deixa lá, não está a resultar e não por isso... acho que não é por falar contigo durante alguns minutos que algo vai mudar"

"Está a ser difícil?"  - Camila aninhava os seus joelhos há sua barriga devido ao frio

"Bastante" - Lauren sorriu - "Porque é que viste para aqui com esses calçõezinhos? Não viste que estava frio?"

"Eu estive na casa da Dinah.. não fui a casa por isso não me mudei"

"Ah.. e ela, está bem?"

"A Dinah? Ela está sempre ótima" - Camila sorriu - " Tivemos a falar de ti "

"Ai sim?"

"De como estava a ser complicado para mim também estar afastada de ti"

"Isso é porque nunca experimentaste gostar de mim. Acredita que dói mais (...)"

Camila reparava em Lauren a falar, na verdade ela não estava a prestar mais atenção. O movimento dos lábios de Lauren captavam a total atenção da menor fazendo com que ela mordesse o seu próprio lábio inferior. Nesse momento a voz de Dinah invadia a sua mente. "Mila, tu nunca sentiste necessidade de a beijar?" Talvez aquele fosse o primeiro momento que ela estava a pensar nisso, em beija-la. Parecia que todos os movimentos que a boca de Lauren fazia a captava cada vez mais vontade de fazer isso

"Que se foda, eu tenho que fazer isto” - Pensou Camila


Notas Finais


Muito obrigada pelo o apoio! Relembrando que o comentário é fundamental para eu perceber se estão a gostar ou não <3 Vocês são uns anjos! s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...