1. Spirit Fanfics >
  2. Samantha Johnson - Em busca do homem perfeito >
  3. Surpresa com amor

História Samantha Johnson - Em busca do homem perfeito - Capítulo 91


Escrita por:


Notas do Autor


Pessoal! Capítulo 6 dá nossa reta final!
Desculpem não postar terça, tive alguns contratempos! De todo jeito o capítulo de hoje está aqui, com um hot para vocês! Espero que gostem!

Capítulo 91 - Surpresa com amor


Todos riam e brincavam no apartamento. Eles nem sabiam mais que horas eram, mas pouco sem importavam, todos estavam felizes e com muitos motivos para isso. David, porém, interrompeu tudo para fazer um pequeno discurso.

- Pessoal! – disse ele. – Agora eu quero a atenção de todos aqui!

Todos pararam e olharam para ele, eram um grupo pequeno, intimo, apenas eles, os amigos mais próximos, aqueles com quem costumavam partilhar os melhores momentos. Samantha, Michael, Yumi e David, junto de Jasmine, Connor, Mason e também Duncan, que foi arrastado para essa ocasião, mas não estava menos feliz por estar lá.

- Eu quero fazer um brinde! – disse David ficando ao lado de sua namorada.

- Um brinde a que? – disse Michael. – A minha promoção e da Sam? Ao novo emprego da Yumi? O apartamento de vocês?

- Mais que isso, um brinde muito melhor! Um brinde a todas as nossas conquistas! Que venham muitas delas em nossas vidas!

- Sim! – disse Samantha animada.

Eles todos bateram as taças de champanhe e comemoraram. Realmente era um momento mais que comemorar algo pontual, era um conjunto de conquistas, onde cada um deles tinha a sua.

Além de todas as citadas, Connor também estava indo bem em seu trabalho e já tinha novas sessão de fotos agendadas, Duncan estava seguindo com a sua mudança e estava pensando em voltar a estudar e Mason, sentia que estava cada vez melhor em seu trabalho e se sentia muito bem com tudo que tinha lhe acontecido depois que foi trabalhar na Deltangence. Motivos de alegria não faltavam.

Beberam, conversaram e depois foram cada um para suas casas, seguir com suas vidas. Na manhã seguinte, Samantha ainda sentia todo o bem estar provocado pela união com os amigos e pela promoção e passou a maior parte da manhã de sábado, colocando a sua casa em ordem. Ela só fazia faxinas assim, mais completas, quando estava muito, mas muito feliz.

Isso tomou sua manhã e à tarde, quando pensou em chamar Mason para sua casa, recebeu uma mensagem.

“Ei Samanatha! Você me ajuda a comprar umas coisas para casa?! A Jasmine me pediu para comprar algumas coisas, mas eu não sei escolher porcelana...”

Samantha riu diante da mensagem de David e aceitou ajudar o amigo, tomando um banho e encontrando-o no lugar combinado. Foi bom, ela ajudou ele a escolher o que precisava comprar, mas, em alguns momentos, sentia que seu amigo não queria que ela fosse embora. Como se ele quisesse segura-la lá, pelo maior tempo possível.

Por isso, comprar artigos domésticos, que era para ser algo rápido, acabou levando a tarde toda. Muito mais tempo do que Samantha esperava. Pelo menos, tinha ajudado seu amigo.

- Obrigado por isso Sam! – disse David.

- De nada David, é para isso que servem os amigos.

- Lamento ocupar a sua tarde toda!

- Tudo bem... – disse ela com sinceridade.

- O mínimo que faço agora é te dar uma carona para casa!

- isso eu aceito!

David dirigiu e deixou a amiga na frente de seu prédio. Só nessa hora que ela realmente percebeu que já estava escurecendo. Subiu as escadas e abriu a porta, acendendo a luz assim que pisou no seu apartamento, e nessa hora que ela deu de cada com uma surpresa.

- Mas o que é isso?! – disse ela sorrindo, completamente chocada.

Sua sala estava cheia de velas e rosas. Uma mesa estava montada e Mason estava lá, parado com um duas taças de champanhe na mão e um belo terno. Ao lado de um grande pacote de presente.

- Surpresa! – disse ele lhe estendo a taça.

Ela pegou, mas ainda olhava para tudo a sua volta, tentando entender o que estava acontecendo:

- Mas o que... Você... Mais como?

Mason deu uma risada e disse:

- Usei alguns contatos para entrar e David te manteve ocupada para eu poder fazer tudo isso... Você gostou?!

- Mas é claro que eu gostei! – disse ela pulando nos braços dele. – Eu amei Mason! É lindo, tudo é perfeito!

- Que bom, passei um bom tempo preparando tudo! – disse ele sorrindo ainda a abraçando.

- Você fez tudo sozinho?

- Sim, cada detalhe! Até o jantar! Espero que goste de Tilápia...

Samantha sorriu. Ela já tinha amado tudo, a iniciativa dele em si só já era perfeita demais para ser real. Ela se sentia imersa em um sonho de princesa, um que ela não queria acordar.

- Mas por que tudo isso? – disse ela curiosa depois de se afastar dele.

Ele colou a taça em sua mão na mesa e coçou a cabeça, falando um pouco sem graça.

- Bem... Eu quis te fazer essa surpresa por conta de tudo. Você disse que gostava e pensei que, depois da promoção, era meu jeito de dizer que estou orgulhoso de ter você como minha namorada...

- Você não existe Mason Griffin! – disse ela sorrindo, completamente balançada pelas palavras dele.

- Eu te amo Sam e quero estar ao seu lado em todas as suas conquistas, como essa. Sei que você é inteligente, criativa e que teremos muitos momentos para comemorar seu sucesso.

Samantha sorriu como uma boba diante das palavras dele e o abraçou forte sentindo uma alegria sem igual por aquilo tudo que ele estava fazendo por ela.

- Eu também te amo Mason, muito! E sei que teremos muitas conquistas para comemorar juntos! Minha e sua!

- Que tal um brinde a isso?! – falou ele pegando a sua taça novamente.

- Um brinde a tudo que ainda temos para viver!

Eles brindaram e beberam o delicioso champanhe e depois, Samantha se aproximou dele e lhe deu um longo e delicado beijo, onde eles saborearam todas as emoções desse momento romântico misturados a bebida, aquela noite estava apenas começando e haviam várias surpresas pela frente.

- Agora vamos ao presente! – disse ele.

- Presente?! – falou ela sorrindo, sem entender nada.

- Claro! Eu tenho um presente para você! Não é nada demais, mas acho e espero que você goste! – disse ele sorrindo um pouco sem graça.

Ele pegou o embrulho, que estava próximo a ele e entregou para a namorada. Aguardado silenciosamente até que ela abrisse. Samantha olhou e tocou ele, tentando adivinhar o que era. Um pacote grande, mas fino, com um formato retangular. Ela rasgou o papel com velocidade e ficou emocionada quando viu o que era.

- Mason! Eu não acredito... – disse ela olhando bem para o desenho.

O presente que ele tinha dado a ela era um desenho, um desenho dos dois juntos emoldurado. Um desenho lindo, cheio de detalhes e bem realista.

- Eu pensei em te dar o que eu fiz de você na viagem, mas ai pensei em fazer um nosso e pensei que você ia gostar... Disse que adoraria ter um desenho desses na sua casa... Ai eu fiz... Se você achou brega ou algo assim não precisa.

- Não seja bobo! – disse ela olhando para ele. – Eu amei! É perfeito! Melhor que qualquer foto que eu gostaria de ter.

- Sério?!

- Claro que sim! Obrigada meu amor! Eu nem sei o que dizer!

Mason sorriu, feliz ao ver que aquilo que ela estava falando refletia realmente como ele se sentia em relação ao presente. Ele fez aquilo com cuidado e carinho e acabou que a ocasião foi perfeita para ele dar o que já pensava em entregar a ela.

Samantha colou o quadro no canto da sua sala e o beijou de novo, dessa vez com mais intensidade, se agarrando ao seu corpo e sugando fortemente seus lábios. Mason correspondeu da mesma forma, com a mesma intensidade, envolvendo a língua dela com a sua e deixando suas mãos vagarem pelo corpo dela. Quando o ar faltou, eles se afastaram e Samantha disse, um pouco sem graça:

- Eu estou até sem graça agora. Você, todo arrumado e eu com essas roupas... – disse ela olhando bem para ele.

Mason sorriu e disse a segurando pela cintura:

- Não se preocupe com isso... Não pretendo te deixar vestida muito tempo...  – disse ele em seu ouvido com um tom de provocação.

- Mas e o jantar? Você preparou ele com tanto cuidado... – respondeu ela, se fazendo de inocente.

- Ele pode esperar um pouco! Antes tem outra coisa que eu quero saborear... – disse ele ainda com o tom de provocação.

- Então não vou te deixar passando vontade... – disse ela em resposta.

Mason a puxou contra si, para cobri-la de beijos. Ele colou seus lábios sobre os dela e deixou que eles se unissem de forma envolvente e profunda. Eles se beijavam com paixão, mas também com mais calma, querendo que esse momento durasse muito.

Samantha sentia o calor que emanava do corpo dele e se misturava ao seu. Ela estava tão feliz, tão realizada. Sentia que tinha tudo que ela queria, ainda mais quando se tratava do amor, com Mason. Ele a fazia se sentir amada, como nunca antes e ela amava ele, com todo o seu coração e tentava passar todo esse amor com seus beijos calorosos.

Mason a beijava e a tocava como se ela fosse o bem mais precioso do mundo, como se ela fosse seu ar, sua fonte de energia... E no momento ela era exatamente isso, o foco de toda a sua atenção, desejo e sentimento.

Ele a guiou pelo corredor, deixando suas mãos vagarem pelas curvas do corpo de sua namorada, enquanto ela, já ia se desfazendo de algumas de suas peças de roupa pelo caminho, afastando tudo aquilo que a separava do contato de sua pele. Ela arremessou o blazer dele, depois a gravata e começou a desabotoar a sua camisa, enquanto ele já se desfazia de seu casaco e de sua blusa. Quando chegaram no quarto, as únicas peças de roupas que cobriam suas peles estavam da cintura para baixo.

Mason deitou a namorada na cama, subindo sobre ela e dando pequenos beijos em seu pescoço, descendo por toda a extensão. Samantha sentia que cada beijo dele acendia uma vela dentro dela, fazendo-a queimar mais por dentro e o ansiar mais também. 

Ela se agarrou ao corpo dele, deixando que ele a beijasse, sentindo seus lábios descenderem entre seus seios e depois sobre eles. Soltou um gemido contido quando sentiu a seus lábios sugarem seu mamilo, sentindo o prazer daquele movimento irradiar por todo o seu corpo.

Mason a sugava delicadamente, sem pressa alguma, satisfeito de ver as reação dela diante das sensações que ele a estava oferecendo. Mordiscou ele levemente e depois foi para o outro, continuando daquela ação deliciosa incentivado pelos gemidos e suspiros de sua namorada, que estava indo a lua apenas com aquele ato simples.

Desceu seus lábios pela barriga dela, cobrindo ela em uma linha de beijos e mordidas. Ele sentia seu membro pulsar dentro de sua calça, mas antes de satisfazer as suas necessidades, Mason queria faze-la gozar deliciosamente em seus lábios.

Se desfez da calça, que o impedia de ter acesso a ela e depois da calcinha, beijando levemente a entrada que ela já notava que estava encharcada de desejo. Isso só o deixava ainda mais excitado. 

Samantha abriu bem as pernas para ele, em um claro convite. Ela queria sentir os lábios de Mason contra ela, sentindo tudo que ele era capaz de faze-la sentir. Ele sorriu para ela lhe deu aquilo que ela ansiava, afundando seus lábios em sua entrada e sugando seu clitóris.

Ela gemeu alto, se agarrando nos cabelos dele para que ele continuasse. Mason sabia bem como satisfaze-la, pressionando o seu ponto de prazer e afundando sua língua em sua entrada. Samantha sentia seu corpo todo vibrar e ela nem se preocupava mais com os gemidos que saiam de seus lábios frequentemente, aquilo tudo era resultado da grande habilidade dele.

Mason saboreava ela, sentindo o gosto de seu prazer, de seu corpo tão lindo e tão excitante. Cada som que escapava dos lábios dela era só mais um incentivo para que ele continuasse e só parou quando sentiu o gosto dela envolver seu paladar.

Samantha sentiu os impulsos do orgasmo por toda a sua espinha e depois puxou Mason para um beijo vigoroso, saboreando a mistura de gostos que estava em seus lábios. Mason deixou que Samantha se colocasse em cima dele e se sentiu na cama, apenas assistindo e apreciando o toque dos dedos delicados dela sobre sua pele e os beijos que cobriam seu torso nu.

Samantha cobriu a pele dele com beijos, beijos bem mais brutais do que os que ele deixou nela, fazendo ele gemer, mas apreciar o ato com felicidade. Ela foi tocando também, seu corpo todo, sentindo o contorno de seus músculos e a maciez de sua pele, até chegar finalmente em suas calças, que retirou logo para libertar seu lindo e grosso membro.

Samantha olhou para ele, mordendo o lábio, sentindo ele pulsar em sua mão. Ela sabia que Mason estava ansioso por aquilo, seus olhos diziam isso e ela queria lhe dar o mesmo prazer que ele acabará de lhe oferecer. Envolveu-o com a mão e começou a masturba-lo, subindo e descendo pela extensão, vendo a expressão de Mason, marcada pela satisfação.

Depois, ela envolveu sem membro com os lábios, descendo sua boca por todo ele, se deleitando com aquele momento tanto quanto ele. Ela lambia a cabeça, a extensão, como se estivesse diante do sorvete mais gostoso do mundo, levando ele até o limite de sua garganta.

Mason gemeu, se agarrando aos cabelos dela, sentindo que cada movimento dela o leva-la a outra dimensão, uma onde tudo que existia era prazer e amor. Ele teve que se conter para não gozar contra os lábios dela.

Quando sentiu que estava se aproximando do limite, Mason a afastou de seu membro e a beijou seus lábios demoradamente, sentindo todo o vigor dela e de seu corpo quente contra o seu. Ao se afastarem, ele pegou rapidamente um preservativo e vestiu sobre o seu membro, que Samantha rapidamente se apossou e se sentou de costas.

Ela subia e descia sobre ele, sentindo o desejo ardente a abalar cada vez que sua carne se ligava a dele. Estar com ele dessa forma era unicamente incrível. Tudo ficava ainda melhor com ele segurando seu corpo contra o dele e estocando por baixo, enquanto ela se movia rapidamente sobre ele.

Mason se agarrava a ela, se entregando a poderosa sensação que o envolvia. Sentia seu membro ir até o limite dela, sua carne a apertando e gemer já era algo que ele não podia nem queria evitar. Tudo que ele sentia era maravilhoso, mais ainda porque era com ela.

Samantha se movia, para cima e para baixo, rebolando sobre seu membro, sentindo a fricção de suas carnes, era tão bom que ela sentia que o orgasmo estava se aproximando mais uma vez. As coisas só ficaram melhores quando Mason começou a beijar seu ombro e estocar ainda mais fundo e forte dentro dela.

Um pequeno grito anunciou se orgasmo, que a abalou de uma maneira bem mais profunda que o anterior. Mason estocou mais algumas vezes, bem forte, colocando a sua namorada quase de quatro, até que finalmente o gozo chegou para ele de uma forma tão arrebatadora quanto.

Os dois agora estavam completamente suados, cansados e saciados, um do outro, pelo menos, por enquanto.

- A melhor noite e a melhor surpresa de todas... – disse ela se aninhando no corpo quente dele.

Mason sorriu, abraçando ela.

- E ela está apenas começando...


Notas Finais


O que acharam?
Gostaram?
Já aviso que no próximo nem tudo serão flores!
Comentem!
Faltam 5 para acabar!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...