História Samantha Johnson: Em busca do homem perfeito - Capítulo 23


Escrita por:

Visualizações 18
Palavras 1.677
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Capítulo novinho para vocês, meus corações!
Hoje vamos descobri algumas coisas que vocês estavam especulando...

Capítulo 23 - Falando de sentimentos


- Vai sair com os seus amigos então? – disse Daniel a Samantha em uma rápida ligação.

- Sim, o pessoal quer sair para beber e conversar depois do trabalho e como eu não tenho nenhum compromisso vou aproveitar com eles.

- Então divirta-se minha linda, aproveite hoje com seus amigos que amanhã você vai ser toda minha.

- Eu não vou reclamar, aceito isso com prazer! 

- Estava pensando em saímos para dançar o que acha? A última vez eu adorei, ainda mais se ficar bem juntinho de você, podemos jantar também antes no restaurante que você quiser.

- Eu gosto dessa sugestão! Jantar, dançar.... Mais alguma sugestão para a noite?!

- Até tenho, mas não pode ser ouvida pelas pessoas que estão aqui por perto na academia.

Ela deu um sorriso quem ele provavelmente lamentaria não ter visto, já que tinha uma certa ansiedade. Depois de mais algunas minutos, Samantha se despediu no namorado, pegou sua bolsa e se uniu aos amigos, para irem ao bar. No caminho o assunto era o almoço do dia anterior.

- Eu fiquei chocado quando você disse que ele ia almoçar com a gente! – disse Michael.

- Por quê? Do jeito que você fala parece que chamei um e.t para ficar com a gente...

- Só não esperava que você e o Mason estivessem se dando tão bem.

- Estamos! – afirmou ela com convicção.

- Eu gostei da ideia, ele é bem legal. Claro que ele estava visivelmente desconfortável no começo e bem tímido. Mas acho que conseguimos deixar ele bem à vontade.

- Parecia você na primeira vez que saiu com a gente! – disse Michael, fazendo Yumi mostrar a língua para ele.

- Mas é verdade! – disse David.

- Sim, e como sempre você foi fundamental para fazer ele ficar à vontade, como fez comigo.

- É um dos meus talentos! – disse David.

Isso era realmente uma verdade. David consegue fazer com que as pessoas se sentirem a vontade perto dele, as mais comunicativas e as mais tímidas, todas gostam dele. Acho que quando uma pessoa se preocupa tanto com o bem estar dos outros, isso faz com que a pessoa se sinta zelada e valorizada, por isso fica se sentindo tão bem.

- Espero que agora você pare de pesquisar sobre a vida dele.... – disse Michael.

Os outros dois amigos olharam para ela confusa, Michael como sempre adora jogar esse tipo de informação na roda de amigos para ver no que dava. Samantha explicou o ponto dela e deixou claro que ela não se preocupava mais com isso e que agora estava mais na paz. Ela não iria mais pesquisar sobre ele, até porque, estava o conhecendo de verdade. Nenhum texto na internet poderia lhe trazer mais informações sobre esse homem do que ele mesmo.

- Mas chega de falar de mim! – disse Samantha. – Vamos falar da vida de outra pessoa agora.

- Porque não falamos da sua Michael, já que você adora fofoca mesmo! – disse David, tentando desviar a atenção de si mesmo. Ele sabia que se resolvessem falar dele, não poderia deixá-los sem resposta, mas gostaria de adiar esse momento.

- Eu não tenho muita coisa para falar, minha vida está tão tranquila... Estou indo bem no trabalho, meu namorado é gato, gostoso e tudo anda bem...

- Vai me dizer que não tem nenhuma novidade na rádio corredor? – disse Yumi.

- Pior que não viu! As coisas estão bem calmas, tenho até medo disso sabia...

- Depois de toda calmaria vem uma tempestade...

- Exatamente, e eu gosto de estar preparado para elas. Há! Lembrei de uma coisa que eu não contei! Meu primo está na reabilitação!

- Olha, parece que o bom senso bateu na sua família! – disse Samantha.

- Sim! – disse ele. – Precisava, eu espero que agora ele realmente saia dessa vida e pare de usar drogas, isso só vai afundar ele ainda mais e acabar com suas chances de futuro.

- Sim, tem razão, mas acho que esse já é um grande passo! – disse David.

- Com certeza. Se houver mais capítulos dessa novela eu aviso vocês!

Os quatro riram e quando as bebidas chegaram estavam todos olhando para o David, que nem parecia estar prestando atenção na conversa direito, com a mente longe... Mas diante dos olhares insistentes dos amigos, foi difícil manter a mente dessa forma.

- O que foi?

- Queremos saber de você agora! – disse Samantha.

- E a Yumi?

- Nada a declarar! – disse ela erguendo as mãos e depois pegando sua bebida e olhando para ele.

- Ok, está bem! Vou falar...

Os três continuaram olhando para ele e David começou:

- Eu falei com a garota...

Os três arregalaram os olhos e Yumi até engasgou com sua bebida, sendo acudida com palmadas nas costas por Michael.

- Então, como foi? – disse Samantha.

- É, queremos detalhes, em especial o nome da dita cuja que nem sabemos ainda! – disse Yumi depois de se recuperar o engasgo.

- Espera! – disse Michael. – Antes de responder qualquer uma dessas suas. Quando isso aconteceu?!

- Foi no começo dessa semana...

- No começo da semana!? – disseram todos chocados.

- E você só conta isso agora?! – disse Michael.

- Há, não é como se eu tivesse tido muitas chances. Eu não almocei com vocês na maioria dos dias e ontem, quando tive mais tempo o Mason estava com a gente e achei que não era a melhor forma de trazer esse assunto.

- Compreendo! – disse Michael. – Agora pode responder as curiosas!

- Como se você não quisesse saber também! – disse Yumi.

- Eu quero, mas pela cara de desânimo do David eu já tenho uma noção do desfecho.

Nessa hora, Samantha e Yumi perceberam a expressão de desânimo que estava estampando a cara de David, elas então notaram que talvez, sua relutância em contar ou abordar o assunto com os amigos não fosse apenas a falta de oportunidades, mas o desinteresse de compartilhar sua frustração romântica.

- Eu sinto muito David! – disse Yumi.

- Eu também, a gente fica falando, insistindo, e no fim nem levamos em conta como você estaria se sentindo, lamento de verdade. – disse Samantha.

- Não foi tão ruim assim.... – disse ele. – Porque eu não tomei um fora, fora mesmo.

- Como assim?! – disse Michael. – Agora eu estou ficando confuso. Não sei mais se sofro por você, se me empolgo....

- E você já está no segundo drinque, isso também não ajuda... – disse Samantha olhando o amigo, que nunca foi muito resistente a grandes doses de álcool.

- Então por favor, esclareça para a minha mente levemente alcoolizada! – disse ele.

David riu e começou a falar:

- Eu contei para ela tudo, nos almoçamos juntos e eu fiz o que falaram, fui sincero, disse que gostava dela, de verdade e que eu sabia que ela estava saindo com alguém... Mas que eu queria que ela soubesse como eu me sentia e disse que entendia se ela não sentisse o mesmo e que não queria que as coisas entre nós mudassem por causa disso.

- Gente... isso que é uma pessoa madura... – disse Yumi.

- Com certeza, eu queria ser assim....

- Eu também. – disse Michael. – E o que ela disse?

- Eu achei que ela ia me dar um grande fora, mas não, ela disse que o que eu tinha falado a deixava confusa e que ela precisava pensar melhor sobre tudo.

- Gente... isso significa que existe esperança! – disse Samantha.

- Não sei, talvez ela tenha dito isso só para não me magoar nem nada, mas não é como nós dois pudéssemos nos evitar para sempre, ela tem um ensaio comigo na terça então vamos nos ver.

- Espera... – disse Samantha. – Ela é uma modelo?

- Não me diga que é.... – disse Michael.

- Sim! – disse David. – É exatamente quem você está pensando, é a Jasmine mesmo.

- Gente! Estou chocada!

- Eu não! – disse Samantha. – Eu vi bastante carinho entre vocês, não comentei nada, mas parece que realmente tinha algo a mais.

- No caso há algo a mais da minha parte, dela eu não acho. Até porque, uma mulher linda, modelo como ela, exemplo de beleza ia sair com um cara que nem eu?!

- A não! Nada disso, não me venha com essa! – disse Michael.

- É verdade, não vamos deixar você se menosprezar.

- Se alguém gosta de você tem que gostar por quem você é! E se alguém te despreza só porque você não tem um tanquinho trabalhado não é alguém que vale a pena.

- Obrigado gente!

- Mais é, imagina se eu descubro que estão comigo só por causa do meu corpinho? – disse Michael, ia me sentir muito subvalorizado.

- E eu? Sou uma pessoa mulher dotada de zero curvas, diferente da Samantha que embora seja reta que nem eu, tem uma bunda bem da grandinha.

- Por que minha bunda virou assunto agora?

- Porque eu não podia deixar de mencionar esse detalhe especifico...

A conversa leve mudou o clima da mesa, que deixou de ser meio melancólico para ser tornar meio animado, conversando agora sobre assuntos mais alegres enquanto bebiam seus drinques coloridos. 

Samantha estava entretida com os amigos e ainda olhava alguns instantes para o celular, respondendo uma ou outra mensagem do namorado. Mesmo assim, ela foi a primeira a ver Jasmine entrando no bar e se aproximando deles na mesa. Michael foi o segundo e Yumi também não demorou, David estava de costas para a porta e só reparou na garota quando ela tocou em seu ombro.

- Oi David... – disse Jasmine quando ele se virou para ela.

Ela estava visivelmente nervosa, um pouco envergonhada e ele completamente surpreso.

- Jasmine? Você aqui?

- É, você disse que costumava vir aqui com seus amigos e soube que saiu com eles hoje do trabalho... Eu queria saber se nós podemos conversar...

David pensou um pouco e assentiu para ela. Os três amigos olhavam aquilo e pensavam o que eles deveriam fazer, se iam embora ou não, mas estavam curiosíssimos para ver o desfecho daquela história.


Notas Finais


Gostaram?
O que será que vai acontecer agora?
Comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...