História Same Old Love - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magcon
Visualizações 81
Palavras 1.995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Go shopping!


-Eu não acredito que você aceitou a ajuda dela! Alice, você é muito burra. Essa história tá muito estranha.- Jack falou depois de eu ter contado sobre minha "parceria" com a Madison. 

-Será que você pode, por favor, não me chamar de burra? Caralho! É a terceira pessoa em menos de 24 horas.- falei me irritando com a situação. 

-Deve ser por que você aceitou uma coisa que vai dar merda! Com uma pessoa que VOCÊ julgava ser sua "inimiga".- Jack também estava ficando irritado, não sei por que mas sempre que o nome de Madison era pronunciado ele ficava assim. 

-Você que não está se colocando no meu lugar! Ela pode me ajudar a descobrir quem está me ameaçando. Você não consegue entender isso? 

Estávamos dentro do carro de Jack, parados em frente à minha casa. Jack segurava o volante com uma certa força, provavelmente era o que estava ajudando a se controlar e não gritar comigo. 

-Eu consigo entender que você quer descobrir quem tá fazendo isso mas, por que aceitar a ajuda dela? 

-Falando desse jeito até parece que você ainda sente alguma coisa por ela, que ainda está chateado por tudo que ela te fez e não conseguiu supera-lá!- Gritei, arregalando os olhos. Só podia ser isso. Jack ainda gostava dela.- É isso não é? Você ainda tem sentimentos por aquela... aquela vaca. 

Saí do carro antes que Jack pudesse me responder ou antes que no lugar na raiva ficasse a tristeza. Eu escutava ele me chamando mas ignorei, entrando rapidamente na casa e trancando a porta. Subi as escadas, indo para o meu quarto; logo as lágrimas de raiva/tristeza já tomavam conta de mim. Jack não podia gostar dela, podia? Nós estávamos juntos a mais de 1 mês, será que nesse tempo todo que ele dizia que gostava de mim estava mentindo? 

Harry entrou no quarto, cautelosamente, e se sentou ao meu lado na cama. Ele me encarava com preocupação.

-Tem alguma coisa que eu posso fazer pra te ajudar?- ele pediu, passando o braço por cima de meus ombros. 

-Ligar pro Nate. Seria bom.- encostei minha cabeça no seu ombro, acalmando-me. 

-Tudo bem, vou fazer isso. Por favor não desidrate nesse tempo, eu consegui ouvir seu choro lá da cozinha. 

Eu queria rir do que ele disse mas o máximo que eu fiz foi sorrir, me desencostei dele e pude ver ele saindo do quarto. 

 

Já estava esperando fazia uns 10 minutos Nate chegar, Harry havia ligado para ele e ele estava vindo. Nesse pequeno intervalo de tempo, não conseguia parar de pensar em Jack. Nós tínhamos terminado? Ele gostava de mim? 
Meus pensamentos foram interrompidos por uma figura cabeluda entrando no meu quarto. Nate. 

-Eeei, o que aconteceu? Quando Harry me ligou eu fiquei preocupado.-ele falou se aproximando de mim, sentando na cama.

-É o Jack, nós brigamos e acho que foi sério dessa vez. 

-Por que vocês brigaram?- ele passou as mãos pelos meus cabelos, fazendo um tipo de carinho. 

-Porque eu aceitei a ajuda de Madison para descobrir quem está me mandando aquelas mensagens estranhas. E antes que você me chame de burra, por favor, tenta me entender.-eu já estava mais calma mas minha voz ainda saia baixa e ligeiramente rouca, por conta do choro recente.

-Eu não ia te chamar de burra!- o encarei.- Ok, talvez eu fosse mas depois eu ia entender. Você está desesperada. 

-Muito obrigada, Nathan!- revirei os olhos. 

-Mas eu ainda não consigo entender, por que você e Jack brigariam por uma coisinha assim? 

-Eu acho que ele ainda gosta de Madison por isso ficou tão zangado quando eu falei sobre isso. Você tinha que ver ele estava muito brabo.

Nate gargalhou.- Você só pode estar brincando, Alice. 

-Como assim? Eu estou falando sério!- franzi meu cenho, não entendendo o que Nate queria dizer. 

-Eu nunca vi Jack tão apaixonado por alguém e em tão pouco tempo, como ele está por você. 

-Então por que ele se importa tanto quando eu toco no assunto "Madison"? 

-Não tá na cara, Alice? Porque ela o trocou por uma pedaço de merda como o Zac! 

-Mas...

-Nada de 'mas', você sabe que eu estou certo. Deixa de ser insegura, garota! Jack te ama. 

[...] 

Passei o resto da tarde com Nate e não me encontrei com Madison, faria isso outro dia. Não falei mais com Jack, ele havia me ligado à tarde toda mas eu precisava de um pouco de tempo para botar as coisas em ordem. O que Nate tinha me falado martelava na minha cabeça, eu precisava falar com Jack mas, a ideia de que ele ainda gostava de Madison me assombrava e me fazia querer adiar o nosso papo. 

Já era noite quando meu telefone tocou e eu estava me preparando para dormir. Corri para atende-lo, verificando quem me ligava. Atendi rapidamente. 

-Sua ladra de namorados! Como você pode deixar uma mulher grávida sem o namorado? Sua cruel!- Kate dramatizava do outro lado da linha. 

-Ah cala essa boca! Aposto que depois que ele saiu aqui de casa, foi correndo te ver. 

-E foi mesmo, mas agora me conta: tá melhor? Nate me contou o que aconteceu. Espero que não se importe. 

-Não me importo, eu ia contar pra você mesmo e respondendo sua pergunta: estou melhor sim.

-Uau!  Quanta animação.- ironizou.- Quando você vai falar com Jack? 

-Não sei, amanhã talvez. 

-Espera!- ela gritou, parecia se lembrar de alguma coisa.- Amanhã não, amanhã nós duas vamos comprar roupas para o baile.

-Baile? Que baile? 

-Sua tonta! Baile de formatura. Dãr. 

Revirei os olhos.- Isso é tão brega, Kate. 

-É, eu sei mas nós vamos! Passo na sua casa amanhã, depois da escola. Gabi vai com nós e não aceito "não" como resposta. 

-Já que eu não tenho escolha. Tudo bem, Katherine Parker, eu vou com você. 

-Ótimo. Só queria ver como você estava, preciso desligar agora. Beijinhos. 

E encerrou a chamada, nem dando tempo de eu responder. Larguei o celular em cima da cômoda e me deitei na cama, pensando em coisas aleatórias acabei pegando o sono. 

[...]

 

Levantei no outro dia pouco disposta mas ao lembrar que faltaria as aulas da parte da tarde- para ir com Kate e Gabi no shopping, me animei. Procurei dentro do meu guarda-roupa alguma coisa mais fresca, que me impedisse de sentir tanto calor. Peguei um vestidinho vermelho com florais branco, nas sua parte de trás tinham trançados que deixariam parte das minhas costas amostra. Achei a peça muito "abusada" para ir á escola mas ao lembrar que sairia na hora do almoço coloquei o vestido e então sai procurando um calçado que combinasse. Arrumei meus cabelos, os deixando soltos e procurei por uma bolsa que coubesse meu estojo e a chave do meu armário- o resto dos meus materiais estava na escola. Passei um pouco de rímel, escovei os dentes e estava pronta.
Desci as escadas arrumando as pulseiras no meu braço e encontrei com Harry sentado no sofá, me esperando. 

-Por que você tá tão arrumada?- ele perguntou me analisando. 

-Porque vou sair com as meninas depois da escola.- respondi sorrindo. 

-Você lembra que os nossos pais chegam hoje né? 

-Sim mas, só chegam de noite. 

-Verdade. Vamos? 

-Sim.

Abri a porta da frente da casa e Nate estava chegando para irmos juntos, como sempre. 

-Bom dia!- ele falou, me abraçando.- você tá arrumada. Vai falar com o Gilinsky? 

-Não, vou sair com Kate. Amanhã eu vou falar com ele. 

-Você quer matar ele! Ignora ele o dia todo e ainda se arruma toda pra ir na escola.-Nate falou rindo. 

-Ei! Me arrumei porque vou sair com a sua namorada depois. 

 

O resto do caminho até a escola foi animado, conversamos somos diversas coisas e até Harry participou de alguns assuntos. Chegamos na escola sem atraso nenhum e nos dirigimos calmamente até nossos armários, menos Harry que ficou com a sua gangue.
Encontramos Kate no caminho que se juntou a nos, assim como Gabi que digitava a todo momento em seu telefone, fazendo cara de "boba apaixonada". Kate confirmou a nossa ida ao shopping mais tarde e, logo o sinal para o início das aulas começou. 

Durante todo o tempo na escola não vi Jack, ou ele não havia ido na aula ou não queria ser encontrado. Procurei por ele na hora do intervalo e nada. 

[...]

Kate estava me puxando para fora da escola quando eu vi Johnson no pátio com Blue e Sammy, eles estavam conversando e Jack não estava com eles. Me desvencilhei de Kate e andei rapidamente até eles, chamando suas atenções. 

-E aí, galera?- falei abraçando Johnson.

-E aí, Alice. Procurando alguém?- ele respondeu. 

-Na verdade, vocês viram meu namo...Jack?- perguntei olhando para os três, que me encaravam com expressões divertidas. 

-Não, não vimos o SEU Jack. Ele não veio hoje, pelo o que eu entendi ele estava doente.- Sammy me respondeu. 

-Doente? Ele não me disse nada... 

-Ele não te disse porque você ignorou o menino o dia todo.- Johnson falou. 

-Ih, olha lá! Kate está me chamando. Tchau pessoal.-disse rápido, saindo de perto deles. 

-Não adianta fugir! Vocês vão ter que conversar alguma hora.- escutei algum deles gritando enquanto eu me distanciava. 

Corri na direção de Kate e Gabi, tomando cuidado pra não cair. 

-Vamos?- perguntei assim que estava próxima suficiente delas. 

-Vamos. O que você foi falar com eles?- Gabi perguntou. 

-Fui pedir do Jack.

Elas me olharam estranho mas continuaram caminhando até o carro de Kate, me deixando pra trás. 

[...]

 

Já havíamos entrado em umas 5 lojas diferentes e Kate não tinha encontrado o "look perfeito"-como ela gostava de dizer. Gabi comprou sua roupa na primeira loja que entramos era um vestido vermelho, longo com uma fenda do lado direito, ele vinha com um cinto na cor prata cujo, marcava a cintura de Gabi. Ela agora só procurava por alguns acessórios para acompanhar a peça.

Eu também já havia encontrado o meu vestido. Ele era de um azul clarinho com duas camadas de tecido, a parte de baixo era mais curta e não transparente, já o tecido da parte de cima era mais comprida e transparente, e podia se ver a parte curta. Esse também tinha um decote que realçava os meus seios e destacava a minha cintura, também tinha uma fenda do lado direito. 

Kate experimentava uma das roupas que havia pegado para provar enquanto eu e Gabi a esperávamos do lado de fora dos provadores, conversando e planejando sobre o dia do baile. Seria no final do mês. Ouvimos o barulho do provador abrindo e olhamos rapidamente para a porta que se abria. Kate usava um conjunto na cor rosa bebê, a saia era longa, seu tecido era brilhoso e lembrava a algum tipo de seda,  começava antes da barriga de Kate, assim não marcaria a sua barriguinha caso ela estivesse saliente. A parte de cima do conjunto consista em uma renda brilhosa com pedras furta cor sobre posto no tecido rosa brilhante. Era perfeito e combinava muito com Kate. 

-O que vcs acharam?- ela pediu, colocando uma mecha do cabelo para trás da orelha. 

-Tá perfeito, Kate.- respondi me levantando. 

-Será? A gente pode ir ver outras lojas e...- Kate começou o seu discurso 

-Katherine! Já chega, se você ficar nessa de não decidir nada, você não vai comprar NADA!- Gabi falou, balançando os ombros de Kate e cortando a fala da garota. 

-Não me balança tanto, amiga. Vou vomitar. Tudo bem, então vou levar esse. 

-GRAÇAS À DEUS!- Gabi e eu falamos em conjunto. 

Kate riu e entrou no provador de novo para tirar a roupa que iria comprar e colocar a sua. Saiu de lá rapidamente, vestida e com o conjunto nas mãos. Indo em direção ao caixa para pagar. 

Depois de Kate escolher seu vestido, fomos atras de acessórios para usar com as roupas. Compramos pulseiras, anéis, brincos e até alguns colares. Em seguida fomos comprar sapatos e assim acabaria a nossa tarde de compras. 


Notas Finais


Oi galera! Tudo bem?? Desculpem se tiver algum erro de português.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...