História .Sangue entre nós. - Capítulo 65


Escrita por: e Marzielle

Postado
Categorias Yandere Simulator
Personagens Amai Odayaka, Asu Rito, Ayano Aishi, Budo Masuta, Chojo Tekina, Daku Atsu, Flame Demon, Hanako Yamada, Haruto Yuto, Hayato Haruki, Info-chan, Inkyu Basu, Juku Ren, Kizana Sunobu, Koharu Hinata, Kokona Haruka, Kokuma Jutsu, Kuu Dere, Mai Waifu, Megami Saikou, Mei Mio, Midori Gurin, Mina Rai, Musume Ronshaku, Oka Ruto, Osana Najimi, Osoro Shidesu, Personagens Originais, Pippi Osu, Riku Soma, Rival-chan, Robot-chan, Ryoba Aishi, Ryusei Koki, Ryuto Ippongo, Saki Miyu, Sakyu Basu, Shima Shita, Shin Higaku, Sho Kunin, Sora Sosuke, Sota Yuki, Supana Churu, Taeko Yamada, Taro Yamada, Victim-chan, Yui Rio, Yuna Hina
Tags Yandere
Visualizações 10
Palavras 998
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Magia, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 65 - .Ele sente a sua falta.


Fanfic / Fanfiction .Sangue entre nós. - Capítulo 65 - .Ele sente a sua falta.

.Feyre on.

.Quinta-feira.

Quebrada era assim que eu me sentia, eu estava acabada.

Um zumbido tomou conta da minha mente.

E a única coisa que eu pensava era em Ed, como vou contar pra ele que nossos pais foram assassinados? Como vou contar que nunca mais ele irá vê-los? Como vou explicar isso tudo pra ele?

Johnnie me segurava com força e também chorava, eu me agarrei a ele.

Eu chorei até não conseguir mais, fiquei agarrada a ele até apagar de vez.

oOo

.Algumas semanas depois.

.Domingo.

Eu estava dormindo e alguém começou a me chamar, não queria abrir meus olhos até que sinto um cheiro de jasmim invadir meu nariz.

Eu conhecia aquele perfume, não tinha como esquecer.

Abri os meus olhos e era a minha mãe com um sorriso largo no rosto, pulei da cama para os braços dela já chorando.

Feyre: Mamãe, o que aconteceu? Você disse que ia com pra mim e para o Ed - ela não respondeu.

Então não falei mais nada e nem ela, meu pai entrou e eu fui até ele.

Quando fui abraça-ló ele escapou dos meus braços, tentei de novo chorando mais ainda, ele começou a sumir.

Feyre: Papai, por favor não vá - ele some e eu corro até a minha mãe.

Mãe da Feyre: Você e Ed foram a melhor coisa da minha vida, eu amo vocês dois - ela coloca a mão em meu rosto, começa a sumir e eu tento agarra-la.

Feyre: Não vá também, eu te amo, por favor fique - ela sumiu e eu fiquei sozinha chorando.

oOo

Acordei assustada com a mão no coração, Johnnie não estava ao meu lado na cama.

Levantei rapidamente, saie do quarto e dei de cara com ele me encarando.

John: Bom dia amor - me dá um beijo e um abraço, retribuo os dois - teve outro pesadelo? - fiz um "Uhumm".

Ele me solta, pega uma xícara de café e se sentou no sofá.

Me sento em seu colo e olho para a porta do quarto de Ed.

Feyre: Por que ele chegou ontem chorando? - ele faz carinho em minhas costas.

John: Uns garotos estavam implicando com ele chamando de Órfão e etc, já resolvi o problema, então não precisa se preocupar - ele toma um gole de café.

Feyre: Obrigada amor - lhe dou um beijo rápido.

John: Sabe você deveria voltar pra escola, está perdendo muita matéria e seus amigos estão com saudades de você.

Feyre: Eu vou voltar amanhã, juro e eles são seus amigos também - ele revira os olhos - Nem vem, você também gosta deles que eu sei.

John: Só um pouquinho - reviro os meus olhos e ele rí - que tal sairmos um pouquinho, faz um tempo que você não saí de casa - faço que não com a cabeça - ficar trancada dentro de casa não irá adiantar nada e além disso vai ser bom para o Ed - dá mais um gole no café e me oferece um pouco.

Feyre: Golpe baixo - pega a xícara de sua mão e bebo o café, ele coloca as mãos em minha cintura - Eu sei que deveria sair mais com vocês, mas. . .

John: Mas nada, amor ele sente a sua falta e eu também, poxa e quando você fica com ele sempre está meio deslocada - ele solta um suspiro me encarando e me puxa pra mais perto - E aí vai sair com a gente ou não? - Johnnie começa a beijar o meu pescoço e isso me causa um arrepio.

Feyre: Vou né, seu chato - rebolo em seu colo e ouço ele gemer, sinto seu membro ficar duro e me levanto - vou acordar o Ed e mandar ele se arrumar.

John: Ei, o que eu vou fazer com isso? - aponta para a sua calça, dou uma risada - não ria, baby.

Feyre: Vai pró banheiro daqui a pouco estou lá - pisco pra ele e vou pró quarto dele.

Entro sem fazer barulho, ele ainda estava dormindo, sento-me em sua cama e me lembro de quando fui contar para ele que nossos pais estavam mortos.

Naquele dia ele dormiu agarrado a mim, passo a mão em seus cabelos.

Feyre: Ed, acorda príncipe - ele abre os olhos e sorri.

Ed: Bom dia Nonna - diz meio animado.

Feyre: Bom dia príncipe, vai tomar um banho e se arrumar, pois vamos sair - ele dá um pulo.

Ed: Você vai junto?

Feyre: Sim - ele solta um "uhuuuuuuu" e vai até seu armário já escolhendo a sua roupa.

Saio do seu quarto e vou para o meu, entro dentro do banheiro e Johnnie já estava no box.

Tiro a minha roupa e entro também no box, abraço-o por trás, ele se vira e começa me beijar intensamente já me pressionando contra a parede.

Entrelaço as minhas pernas em sua cintura ainda beijando-o.

oOo

Estávamos num parquinho brincando de esconde-esconde, Ed nos procurava.

Estava atrás de um arbusto, eu e Johnnie íamos nos esconder em lugares fáceis pra ajudar ele.

Meu celular toca e eu atendo era a Info-chan ou Emylee ainda fico confusa com isso.

Emylee: Tenho algumas coisas pra você e acho que você vai amar, quando você pode vir?

Feyre: Depois da aula amanhã, não posso ir hoje - falo baixinho.

Emylee: Tá bom, até amanhã Fey - ela desliga.

Ed: Te achei - ele grita e eu me assusto.

Feyre: aha não, vou te ajudar a achar o Johnnie.

Ed: Tá bom.

oOo

Passamos vários minutos procurando ele e nada, comprei um sorvete pra mim e para Ed.

Estava quase desistindo quando ví ele pendurado em uma árvore. . . Dormindo que safado.

Chamei o Ed e apontei pra árvore, ele foi correndo até a árvore.

Ed: Te achei John John - ele grita fazendo Johnnie acordar no susto.

John: Ahaaaaa não - Ele desceu e foi até mim com Ed junto.

oOo

Ficamos mais um pouquinho no parquinho e depois fomos embora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...