História Sangue Familiar - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Seiji Komori, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Akane, Ayato, Azusa, Beatrix, Hana, Kanato, Karlheinz, Kino, Kou, Laito, Mukamis, Reiji, Ruki, Sakamakis, Shu, Subaru, Yui, Yuma
Visualizações 40
Palavras 545
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Come Back Home


Fanfic / Fanfiction Sangue Familiar - Capítulo 3 - Come Back Home

Anos atrás...

— Eu vejo... Seus olhos estão cheios de ódio. — Pronunciou Akane, já sem forças para resistir contra a pessoa que a feriu. Suas mãos foram até aos fios de cabelo do autor, e logo seus olhos transbordaram em lágrimas. — Termine logo com isso. — Falou trêmula.

— Hm. Isso significa que você está ciente do que fez? Eu não queria que você terminasse grata por isso, de qualquer forma, vou acabar logo com isso. — Os olhos dessa pessoa, antes com ódio, tornaram-se piedosos. Mas o seu desejo de matar Akane foi maior e intenso. Ele mordeu a região próxima ao coração de Akane com extrema força, e logo seu sangue camersim começou a transbordar por todo seu vestido branco, embora já estava sujo de sangue. A garota gritou com todas as suas forças, pois a dor era insuportavelmente terrível. Ela nunca havia passado por aquilo. Sua mão agarrava com força os cabelos dele, enquanto suas pernas se debatiam freneticamente. Suas lágrimas percorriam seu rosto como uma represa. Mas no fim de tudo, ela sorriu. 

Atualmente...

Yui estava em um estado realmente terrível. Ela foi punida severamente pelos servos da família Sakamaki. Suas roupas estavam rasgadas, sua pele tinha marcas e sangrava, suas mãos estavam algemadas. Seu físico não era o único terrível, seu psicológico estava quebrado. A loira se encontrava aprisionada numa cela, ainda na masmorra subterrânea que ligava a mansão Sakamaki com o submundo.  

— Aqui, Akane-san. — Parecia ser Hana, parando em frente a cela de Yui, fazendo sinal para que sua mestra aproximasse. As duas pareciam caminhar sorrateiramente por aquele lugar. 

— Pobre garota... Por que ela está assim? — Akane demonstrava preocupação.  

— Um outro serve disse que ela tentou matar um dos filhos de Karlheinz. — Sussurrou. 

— Sério? Qual deles? — olhou assustada para sua serva. 

— Eu não sei quem deles foi. Parece ter sido sério... De qualquer forma, seu sangue cheira tão bem... — encarou a menina inconsciente.

— De fato. — Karlheinz surgiu de repente, encarando as duas à sua frente com seriedade. — Pelo fato de estarem aqui, vocês seriam punidas seriamente. Mas hoje não farei isso. 

— Nos perdoem, Karlheinz. — Pronunciou Akane, curvando-se como forma de reverência ao homem. — Quem... É esta menina? 

— Esta é Komori Yui, atual noiva de sacrifício dos meus filhos. De certo está com problemas psicológicos e tentou contra a vida de Shu. Que problemática, não?

— Shu?! Por favor, me diga que ele está bem... — Akane disse incrédula. 

— Shu é um vampiro puro sangue. Ele só morreria se sua cabeça fosse cortada fora. — Karlheinz disse. — Aliás, vocês devem ter notado o quão o sangue dessa garota é famíliar e atrativo. Certamente há nela o coração de Cordélia. 

— Cordélia?

— Exato. Akane, por favor, tome do sangue dela e ocupe seu lugar na mansão Sakamaki. Confie em mim. 

— Tomar...? Ocupar o lugar dela...? Por quê...?

— Você quer ver a situação de Shu, seu primo, não quer? Simplesmente vá lá sem perguntas. Eu tenho planos em mente desde que te dei essa nova vida. 

— S... Sim. Realmente estou tão preocupada com Shu... Preciso fazer algo por ele imediatamente... Mesmo assim, isso me assusta... Pois vou morar no mesmo teto que meu assassino.

Continua...










Notas Finais


Hmm, talvez esse episódio tenha ficado um pouco... Chato (?)
Qual a opinião de vocês? Prometo por mais sal nisso~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...