História Sangue,Honra e Lágrimas - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, Got7
Personagens Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, Youngjae, Yugyeom
Tags Abo, Alfa, Bruxas, Bts, Hoseok, Jikook, Lemon, Lobisomem, Lobo, Namjin, Namjoon, Ômega, Santa Inquisição, Seokjin, Sobrenatural, Sope, Taehyung, Yaoi, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 179
Palavras 1.506
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Poesias, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Leiam as notas finais...
E boa leitura 😘😘💜💜💙💜💙💜💙😘💙😘💙😘💙😘💙😘😘💙😘😘💙💙😘🌚🌚🌚🌚🌚🌚

Capítulo 15 - Amores tardios


Autora P.O.V


Hyukoo-continuavam a bater na porta.-Você está aí?

.

.

.

.

.

.

Namjoon e Seokjin se entreolharam meio envergonhados pelo que tinham acabado de fazer,na não arrependidos.Seokjin rapidamente pegou outra muda de roupa e escondeu a rasgada,já Namjoon procurava algum lugar para se esconder,mas tudo o que havia no pequeno quarto era a pequena cama macia,uma escrivaninha e um tapete rosa.

-Droga!-Sussurrou.

-Por que ainda não se escondeu?-Disse Seokjin meio desesperado.-JÁ TÔ INDO!-Respondeu para a pessoa do outro lado dá porta.

-Não tem lugar para me esconder!-Disse Namjoon.

Seokjin revirou os olhos e deu passos rápidos de curtos até estar de frente para Namjoon que recuou um passo com o susto,mas logo se recuperou voltando à posição inicial.Seokjin então respirou fundo tomando coragem e se preparando mentalmente,colocou uma mão no peito de Namjoon e o indicador nos lábios,em um pedido de silêncio.Logo,os belos olhos verdes de Seokjin assumiram a tonalidade negra e Namjoon sentiu um arrepio na espinha e uma sensação de calor espalhou-se pelo seu corpo.Quando iria falar algo,Seokjin afastou-se de si subitamente,cambaleando e se apoiando na parede.O seu nariz tinha começado a sangrar.

Namjoon quando foi tentar auxilia-lo teve o corpo totalmente imóvel quando Seokjin tossiu fortemente com uma mão na boca.Seokjin olhou para si novamente com os olhos já normais e pôs a mão em sinal de silêncio.Ele então caminhou e abriu a porta,revelando ali um Jimin e um lobo preto que entraram rapidamente dentro do quarto.

-Você está bem?-Perguntou Jimin com uma mão na testa de Seokjin,ele estava com um olhar preocupado.-Nós estávamos passando pelo corredor quando ouvimos um barulho vindo daqui.-Seokjin corou.

JungKook tinha voltado para a forma humana assim que entrou no quarto.Namjoon se perguntava o porquê de até agora ninguém ter notado a sua presença,mas viu um olhar de Seokjin na sua direção que parecia dizer depois eu lhe explico tudo.

-Estou bem sim ChimChim.-Seokjin disse afagando a cabeça de Jimin com uma mão,enquanto a outra estava estranhamente atrás de suas costas.-Foi só um tombo.

-Mesmo....?-Disse Jimin ainda preocupado,mas apreciando o carinho nos cabelos.Namjoon encarava fixamente a mão de Seokjin na cabeça de Jimin.Estava incomodado com toda aquela demonstração de afeto por parte dos dois.

Percebeu então que o outro garoto estava olhando na sua direção.Engoliu em seco sem saber exatamente o porquê.O garoto caminhou em sua direção parando poucos milímetros de seu rosto.Namjoon prendeu a respiração,o garoto parecia que não estava o vendo.O menino fungou o ar e fez uma careta.

-Que cheiro é esse,Omma?-Disse o garoto indo para o lado de Seokjin.-Aqui está cheirando à suor e chulé.

Namjoon ficou ofendido com esse comentário do garoto.Ele não estava cheirando mal!Havia tomado banho há dois dias!

-Deve ser essa colcha da cama.-Disse Seokjin rapidamente parecendo controlar o riso.-Os empregados parecem que não levam para lavar.

JungKook assentiu ainda desconfiado,mas não iria questionar Seokjin.Não queria morrer naquele dia.

-Omma,você está pálido.-Disse JungKook colocando a mão gentilmente na bochecha de Seokjin,acariciando o local cuidadosa e amorosamente.-Mais pálido que o normal.

E era verdade.Seokjin depois de fazer um feitiço sempre ficava mais fraco,mas por algum motivo,desde que foi para o exército,parecia enfraquecer ainda mais rápido do que o normal.Não conseguia se alimentar direito,pois sempre vomitava,sangrava constantemente,também tinha seu problema de insônia,que o deixava dias seguidos sem conseguir pregar os olhos e também havia agora,aquela maldita aproximação de Namjoon,que mesmo não admitindo,fazia misérias com seu psicológico.

Seokjin sabia do motivo de tudo aquilo estar acontecendo consigo e mesmo não querendo preocupar os filhos,sentia ainda alguma esperança de ser salvo por alguém,mesmo que quase nunca deixava que as pessoas se aproximassem muito de si,ainda havia aquele leve incômodo e aquela já tão conhecida sensação de vazio,que parecia sempre estar faltando algo em sua vida.Mas era sempre a mesma coisa;fingia que estava bem e ignorava essa sensação que a cada dia ia consumindo mais o seu ser.

-Eu estou bem,Kookie.-Disse Jin também acalentando JungKook com a mão-livre.-Meus bebês andam tão preocupados comigo.Isso me deixa feliz.-E ele sorriu.Um sorriso tão lindo que deixou Namjoon boquiaberto e estático observando toda aquela cena.

-Tudo bem Om....-Jungkook de repente parou de falar e olhou para Seokjin com os olhos arregalados e boca aberta.-O...Omma....É....

-O que foi,Kookie?-Perguntou Jimin indo para o lado de JungKook e segurando seu ombro.Jungkook permanecia estático.Parecia ter acabado de levar um soco.

-O que você tem Kook?-Agora foi a vez de Seokjin perguntar.Ele estava começando a ficar preocupado.

-Mãe,como....Quando é.....-Jungkook não conseguia nem formular uma frase completa.

-Fala logo Menino!-Seokjin explodiu.-Está me deixando preocupado.

JungKook estava vermelho como um tomate e a única coisa que conseguiu fazer foi desviar o olhar para o chão e apontar para o próprio pescoço.Jimin então para o pescoço de Seokjin e também arregalou o olho,mas logo em seguida começou a gargalhar.

-Parece que a coisa estava boa,hein Jin.-Disse Jimin ainda rindo como uma hiena.Seokjin o encarou confuso.-Já deu uma olhada no seu pescoço?

Seokjin então rapidamente pegou um pequeno espelho que possuía que estava em cima da escrivaninha e olhou para o próprio pescoço e também arregalou os olhos.

HAVIA UM CHUPÃO ALI!

Um chupão tão roxo e grande que parecia dar um grande "Olá!" para quem o olhasse,e não era só isso!Como a blusa que colocou era mais larga,sua clavícula ficou meio exposta e estava com algumas marcas vermelhas e outras tão roxas quanto a do seu pescoço.

-Acho que atrapalhamos alguma coisa,JungKook.-Disse Jimin ainda tentando controlar a risada,mas ele falhava e recomeçava a gargalhar,começando a soltar umas poucas lágrimas de divertimento.-Agora eu sei o que eram aqueles barulhos estranhos.

Jimin olhou malicioso para Seokjin que estava com as bochechas pegando fogo.Namjoon olhava toda aquela cena tentando conter o riso.Ele sabia que não podia rir.Havia realmente caprichado no pescoço de Seokjin,estava orgulhoso dá arte abstrata que ficou.Queria que todos vissem que Kim Seokjin pertencia somente a ele.Para sempre.

-Bom,sei que ele ainda deve estar nesse quarto.-Jimin continuou provocando.-Você realmente fez um ótimo trabalho!-Disse para o ar.-Só não esqueçam de usar camisinha!

Jimin falou isso já saindo do quarto e puxando um JungKook que ainda estava paralisado e de boca aberta com a descoberta que Seokjin supostamente namorava.É muito estranho para qualquer filho descobrir que a mãe ainda aproveita a vida.Realmente,em alguns aspectos, JungKook ainda era uma criança inocente.

Seokjin estalou os dedos e o riso de Namjoon agora era ouvido em alto e bom tom.Namjoon estava jogado no chão de tanto rir da cara que Seokjin estava:Com a boca escancarada,os olhos absurdamente arregalados e as bochechas tão vermelhas que dariam inveja a qualquer tomate que se preze.

-Namjoon!-Ele falou com a mão cobrindo o pescoço.-Por que fez isso no meu pescoço?!

-Para todos saberem que você tem dono,my Princess.-Disse Namjoon se levantando do chão para segurar na cintura de Seokjin e puxá-lo para a cama ficando por baixo de Seokjin.

-Quer continuar de onde paramos?-Sussurrou Namjoon no ouvido de Seokjin,que se arrepiou com a voz usada.

-Vamos garanhão.-Disse Seokjin brincalhão saindo do colo de Namjoon.-O dia será cheio hoje.

-Ah!Que pena!-Disse Namjoon com um bico infantil nos lábios.Seokjin riu divertido dá infantilidade de Namjoon.Já não o odiava como antes,mas ainda,lá no fundo,mantinha uma certa desconfiança do maior.Era seu costume desconfiar de tudo.Passou muitos anos sozinhos e essa foi uma das primeiras coisas que aprendeu.E foi a pior experiência possível.-Seokjin,será que você poderia me contar mais sobre você?

-Por que quer saber?-Perguntou Seokjin soando invasivo sem querer.-Me....Me desculpe.-Ele abaixou a cabeça envergonhado.

Namjoon pegou seu queixo e o levantou,obrigando-o a olhar para si.Deu-lhe um selinho casto nos lábios.

-Está tudo bem.-Colou a testa na de Seokjin.-Estou esperando há seis anos,o que custa esperar mais algumas semanas?-Sorriu para o baixinho,que corou com o ato. Seokjin não estava se reconhecendo mais,seu coração batia acelerado quando estava perto de Namjoon,assim como sua boca secava,seu estômago se revirava,mas era uma sensação boa.Estranha,mas era boa.

Seokjin sorriu.Se sentia,de certa forma, amado.Se sentia querido enquanto o dia passava e ele ouvia Namjoon falando o quanto procurou por Seokjin por todos os anos.Todas as confissões com o padre.Todas as vezes que sonhava encontrar com a pessoa que mexeu com seu âmago.Já Namjoon se sentia imensamente grato por finalmente encontrar a pessoa que procurava por tanto tempo.Era ainda melhor do que imaginava;o sorriso tão doce de Seokjin enchia seu peito de calor,os cabelos caídos por cima da máscara que Seokjin ainda usava eram perfeitos.Seu bom humor e elegância era de dar inveja a qualquer dama da nobreza.Seu cheiro era maravilhoso.Sua personalidade era maravilhosa.Seu corpo era maravilhoso.Kim Seokjin era perfeito.Imperfeitamente perfeito e perfeitamente imperfeito.Ele era único.Era apenas Kim Seokjin.

A cada dia que passava os dois conversavam mais e mais.Se tornaram próximos.Se conheceram... Namjoon descobriu que Seokjin sangrava quando usava magia era porque seu corpo era muito frágil para aguentar a energia,Namjoon sentia que não era só isso,mas não quis pressionar Seokjin a contar.Descobriu que Seokjin sofria de Complexo de inferioridade e ansiedade.Ele jamais poderia imaginar por tudo o que Seokjin já passou e Seokjin não havia o contado nem a metade do que já passou.Ainda não confiava totalmente em Namjoon,mas estava no caminho certo.

Seokjin descobriu bastante da infância de Namjoom e de todas as dificuldades que este já passara.

Os dois amavam compartilhar momentos, memórias, sentimentos, angústias, dores... Tudo.

Era oficial.Todos poderiam anunciar aos quatro cantos de todos os reinos da Terra.



Eles estavam completamente apaixonados um pelo outro.



Mas,












Não havia tempo para o amor.

A morte chega à cavalo.




Continua



Notas Finais


Minhas lindas leitoras....
Eu amo ler os comentários de vocês...
Vocês me incentivam a escrever cada vez mais.Vocês são incríveis!
O próximo capítulo haverá talvez um pouco mais de drama.Vocês entenderão melhor o porquê de não haver mais tempo.....

O que será que quer dizer:
A morte chega a cavalo?
Teorias.........?
Bjs e até o próximo capítulo 😘😘😘😘💜💙💜💙💜💙💜💙💜💙💜💙💜💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...