1. Spirit Fanfics >
  2. SAO Reativation >
  3. Pais fora de casa

História SAO Reativation - Capítulo 2


Escrita por: e HadoukemRyu


Capítulo 2 - Pais fora de casa


Os dois estavam na floresta combo objetivo de chegar a cidade 1. Porém encontraram uma alcateia de lobos gigantes e tiveram que derrota-los.

- Ichigo! À sua direita!

Ela se vira rapidamente e acerta um último golpe, que por sinal foi bem forte.

Shinzu – Você precisa prestar mais atenção. Esses lobos são bem fortes, apesar de serem nível 4.

Ichigo – como você consegue ser tão calmo na luta, parece que você não se cansa nunca e sua mana nã desce nem um pouco.

Shinzu – eu não faço ideia do por que não canso, mas minha irmã me ajuda com os golpes e movimentos.

Ichigo – Ah. Eu queria ter uma irmã fada no jogo também.

Yui – Isso é possível. Só que você teria que chegar ao andar 25 e invadir a floresta dos espíritos protetores. Lá você pode encontrar uma fada pra ser sua amiga. Mas tem que fazer algumas coisas antes pra que ela te aceite.

Ichigo – Sério!! Legal! Nos vamos lá né Shinzu?

Shinzu – claro que vamos , se você quer tanto assim nos podemos passar lá sim. – disse coçando a cabeça e se afastando sorrateiramente, pois a amiga estava muito perto.

Ichigo começou a pular e comemorar e só parou quando chegou na cidade.

Era enorme e bastante iluminada, dava pra ver tudo de cima do morro que estavam. Estava escuro, eram umas 19 horas. Mas a cidade brilhava tanto que era possível ver ela de muito longe.

Ichigo – Uau! É muito bonita.

Shinzu ficou só observando com um olhar surpreso.

Os dois começaram a descer o morro até que chegaram na entrada da cidade.

Tinham vários jogadores ali esperando na fila para entrar. Então eles tiveram que esperar até chegar a sua vez.

Quanto tal coisa aconteceu um homem alto e forte cumprimentou os dois amigos.

Agil – olá! Vocês são novos jogadores do SAO? Sejam bem vindos.

Shinzu – oi. Acenou para ele.

Ichigo – somos. Mas como você sabe?

Agil – pelo nível de vocês da pra supor que são novos por aqui. Em fim, vou guiar vocês pela cidade. Ou pelo menos por uma parte dela.

Quando de repente aparece um Homem vestido de preto vindo do céu e uma mulher linda e encantadora junto a ele.

Agil – Kirito! Asuna! O que fazem aqui?

Asuna – viemos ver nosso filho.

Agil – pera... ele é filho de vocês?

Kirito – Sim.

Agil na mesma hora ficou surpreso.

Agil – Ele está maior no jogo ou é impressão minha?

Asuna – na verdade ele está do mesmo tamanho que o normal.

Agil – nossa. Tem muito tempo que não vejo ele então. Nem o reconheci.

Ichigo – oi tia Asuna! Você está mais nova do que normal aqui. Está muito bonita.

Asuna – pois é. Vantagens de estar em um vídeo game.

Ichigo – mas porque não mudou seu visual?

Asuna – eu não vi necessidade. Acho que fica legal igual a mim de verdade.

Ichigo – tem razão mas acho que deveria mudar de visual. É mais legal.

Enquanto as duas conversavam Kirito e Shinzu ficaram conversando...

Kirito – Posso ver uma coisa no seu inventário filho?

Shinzu – pode. Disse estranhando o pai.

Kirito – como eu pensei. Essa sua habilidade é extremamente rara. Eu sempre quis ter uma assim. Em fim, você é muito sortudo filho.

Shinzu – É. Tanto faz.

Kirito – do jeito que sua mãe é, ela nunca vai perceber isso. Não vou contar pra ela. Quero ver a reação quando ela descobrir sozinha.

Shinzu – vai ser engraçado mesmo. Disse rindo.

Kirito – eu e a Asuna viemos aqui para entregar uma coisa pra você. Pegue. É uma quantia alta em ouro para que possa comprar o que quiser. Mas não vamos lhe dar mais nada.

Shinzu – obrigado pai. – deu um abraço nele.

...

Asuna – Eu já disse que não quero trocar!

Ichigo – troca, por favooooooor! Disse implorando.

Kirito – Ei meninas. Parem de discutir. Eu e a Asuna já vamos. Temos que fazer o jantar. E queremos ver você lá as 21 horas tá bom Shizu?

Shinzu – pode deixar pai!

Asuna – tchau crianças. Disse enquanto deslogava.

Depois disso Agil apresentou a cidade para eles e depois de ir a um restaurante os dois amigos de despediram e foram embora.

Em casa Asuna e Kirito já tinham terminado de preparar o jantar, os dois discutiam sobre o que fazer no fim de semana.

Asuna – Acho que devíamos jogar SAO para ensinar algumas coisas pro Shinzu.

Kirito – Ele já sabe lutar, eu ensino ele dês de crianças e também ele já é forte o suficiente pra se virar sozinho.

Asuna – então o que você sugere?

Kirito – acho que devíamos sair, só nos dois. Pra um lugar mais calmo e tranquilo.

Asuna – mas e o Shinzu?

Kirito – Ele tem 15 anos, só dois dias sozinho não dá pra morrer de fome, além do mais tem comida pronta.

Asuna – vamos falar com ele então. Acho que ele não vai achar ruim...

Então os pais contaram ao filho o que planejaram e a princípio o filho não demonstrou reação nenhuma além de concordar.

Depois que jantaram, Shinzu subiu para o quarto e ligou imediatamente para Ichigo.

Shinzu – meus pais vai estar fora por dois dias, topa fazer alguma coisa.

Ichigo – Sério? Os meus também!

Shinzu – quer vir aqui pra casa? Trás o se eu VR pra gente jogar. Vamos virar a noite jogando.

Ichigo – pode ser. Quando eu chego aí?

Shinzu – pode ser amanhã de manhã, mais pais vai sair cedo.

Ichigo – os meus também. Que estranho... deve ser só coincidência.

Shinzu – estranho mesmo. Mas então tá combinado né?

Ichigo – claro. Estarei aí as 7h.

Shinzu – ok. Tenho que ir. Te vejo amanhã.

Shinzu foi dormir depois disso. Ele estava feliz mas não demonstrava muito isso.

Já Ichigo...

Ela não conseguiu dormir direito. A ansiedade era muito, a única vez que ela tinha ido na casa dele foi quando tinha 6 anos e dês de então só se encontravam na escola ou em algum lugar como restaurante ou uma praça.

Na manhã seguinte, mais especificamente as 4:38 foi possível ver a luz do corredor se acendendo por de baixo da porta e ouvir passos vindo de lá.

Shinzu já estava acordado.

Pensou:

- Acho que eles já devem estar saindo.

Quando a porta do quarto se abre.

Era Kirito, ele estava indo avisar que já estava indo.

Shinzu então finge que está dormindo.

Kirito – filho, estamos indo. – disse baixinho.

Shinzu – an? Ata. Já estão saindo. Tchau. – falou como se tivesse com sono.

Asuna fala lá de baixo:

- Kirito, vamos! Se não iremos nos atrasar.

Kirito – já estou indo. Respondeu à Asuna. – ai, filho mandou bem. – falou e saiu do quarto.

Shizu confuso ficou sem saber do que o pai estava falando. Ficou pensando no que poderia ser...

Shinzu – não. – disse sarcasticamente. - não tem como ele saber que eu chamei ela. Ou tem?

Nesse mesmo momento na casa de Ichigo...

Eugeo – Alice! Vem logo! – gritou sem nenhum cuidado em acordar a filha.

Alice – cama, estou me maquiando! – respondeu na mesma altura.

Eugeo – se maquiando? Pra que?!

Até que os dois saíram...

Ichigo levanta pega o seu celular e manda uma mensagem para Shinzu.

“Meus pais acabaram de sair, vou começar a me arrumar, daqui a pouco eu tô aí.”

Shinzu respondeu:

“Os meus também acabaram de sair.”

Eles estranharam a coincidência mas não comentaram nada sobre.

Shinzu vai tomar café da manhã.

...

Yui – Oi irmão! como está?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...