História Sarada uchiha -CORAÇÃO FERIDO - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Tags Borusara, Boruto, Naruto, Sasusaku
Visualizações 447
Palavras 834
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem do capítulo.

Capítulo 5 - A festa que não acabou bem.


Sasuke on.

(01:30)


Me Movi na cadeira de couro atrás da minha mesa, enquanto olhava alguns documentos da empresa, já tinha horas que estava naquilo e eu tinha a impressão de que nunca acabava. Já estava ficando estresado 

Alguém bateu na porta tirando minha atenção dos papéis.

Até achei ser Sarada, porém ela não é de bater na porta, ela apenas entra sem dar nem um previo aviso.

A minha desconfiança de não ser ela foi afirmada quando a cabeleira loira do Naruto passou pela porta

-esta o culpado Teme? -ele perguntou-

-nem um pouco. -eu ergui os papéis pra ele-

-Ta então deixa que eu pego meu filho e a sua filha na cadeia. -ele disse e saiu-

-Tanto fa.. NARUTO. -eu gritei e levantei-

Ele tava parado na porta da saída me esperando.

-oque foi que você disse?

-Boruto se envolveu em uma briga junto ao Shikadai. sarada, inoji e Chõchõ acabaram envolvidos também.

Eu subi as escadas correndo e fui direto no quarto dela, tentei abrir a porta e estava trancada, se aquela maldita porta não fosse Blindada eu colocaria ela abaixo.

Desci as escadas vendo Naruto de braços cruzados.

-Vou matar aquela Garota. -eu esbravejei-

Sarada on.


-Ainda Ta doendo? -eu perguntei olhando a sobrancelha do Boruto que ainda saia sangue-

-so um pouco. -ele fez uma careta de dor-

"Onde ela está?" A voz abafada do meu pai ecoou do lado de fora da sala do delegado.

Eu suspirei pessado, ja imaginando o meu castigo que ele estenderia os 3 meses direto, A Deus férias, e no novo emprego que teria que arrumar ao Suigetsu quando ele fosse demitido.

"Esta lá dentro Sasuke" o delegado respondeu.

A porta foi aberta e Neji passou pela porta.

-Sarada, Boruto, Inoji, Choucho. Os pais de vocês chegaram. -ele disse nos olhando-

Uma coisa que eu nunca havia visto na vida foi Neji gritar ou tratar mal os Sobrinhos, mais bastou Boruto passar pela porta e o homem esqueceu o amor que sentia pela Sobrinho e quase o Matou.

-Você vai ficar bem? -perguntei ao Shikadai que estava com uma cara de enterro-

Com a mãe que ele tem provavelmente o Próximo enteiro que eu iria seria o dele.

-Relaxa, minha mãe so vai brigar comigo e dar na minha cara. -ele riu- se preocupe com o seu pai. -ele dei um beijo na minha testa e eu me levantei-

Sai da sala encontrando apenas Boruto, Tio Naruto e meu pai do lado de Fora.

-que coisa bonita em sarada. -Naruto cruzou os braços-

-e oque todo mundo diz quando me vê. -fiz graça-

Porém o homem não estava pra brincadeira. Eu encarei Meu pai que encarou de volta com as mãos no bolso da calça, me deu as costas e saiu. Eu respirei fundo é fui atrás dele.


Fiz um aceno para o Boruto é entrei no carro, como eu não quis arrisca é me sentei atrás do lado da janela.

O caminho todo foi silencioso, ele não disse nada é eu muito menos.

Quando ele estacionou o carro na garagem eu desci antes dele subi as escadas correndo peguei a chave do quarto do bolsa da minha calça e abri a porta, eu entrei no quarto deixando a porta entre aberta.

Eu me sentei na cama pra tirar o tênis quando meu celular começou a trocar, na tela mostrava o nome do contato.

"Mamãe"

Eu engoli em seco

-Droga. -eu resmunguei antes de atender-

-COMO AQUELE IRRESPONSÁVEL TE DEIXO SER PRESA? -ela gritou-

-eu sai escondida mãe. -eu me joguei na cama-

-ELE É BURRO POR ACASO QUE ELE NÃO NOTOU QUE VOCÊ SAIU? -ela gritou de novo- Sarada você tá em tudo que é tipo de site de fofoca e amanhã estará em tudo que é tipo de revista. Você tem noção de como isso pode prejudicar a minha coleção?

Eu me levantei de uma vez e me sentei na cama.

-ISSO É TUDO QUE IMPORTA PRA VOCÊS DOIS NÃO É? DINHEIRO, FAMA É PODER. E A FILHA DE VOCÊS DOIS QUE SE DANE. -eu gritei e depois disso só ouve silêncio-

-Sarada eu nã..-eu a cortei-

-Esquece mãe..-eu suspirei- essa briga eu já conheço de cór. eu Faço uma besteira, você diz oque não é pra dizer, nos dois gritamos uma com a outra, você me manda um presente e acha que vai ficar tudo bem porque eu escondo o verdadeiro jogo e finjo que está tudo bem, e no final você ou o meu pai não vão se importar de verdade. e o trabalho de vocês vem antes de qualquer coisa, até de mim.

Eu desliguei o celular, me joguei na cama, com lágrimas mais uma vez tomando conta do meu rosto.

Pela porta do quarto que eu deixei entre a aberta, a luz do corredor entrava no quarto escuro, tinha uma sombra ali, meu pai estáva ali parado na porta segurando a maçaneta da porta preste a abrila.

Admito eu esperava que ele abrisse aquela porta e viesse me consolar.

Porém ele soltou a maçaneta foi embora.


Notas Finais


Posto a Fic de dois em dois dias. Desculpa qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...