1. Spirit Fanfics >
  2. Sasori And Deidara >
  3. Ultima noite na cidade

História Sasori And Deidara - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Esse é um repost, ela está completa, entretanto enquanto reposto ela vou fazendo a segunda temporada dela, espero que gostem e tenham uma boa leitura, vou começar logo com alguns capítulos, os primeiros seis...
s2s2s2s2s2

Aviso: Contem lemon, se é sensível a esse tipo de conteúdo por favor não leia nem denuncie a historia.

Capítulo 1 - Ultima noite na cidade


Deidara um garoto de família rica, viu seus pais passarem por um drama chamado divórcio, sua mãe estava em paz om a decisão, mas não queria continuar na mesma cidade que seu ex, tão pouco morar naquela casa cheia de lembranças. 

Deidara tinha seus dezoito anos e podia decidir ficar, mas como todos ali estavam começando uma vida nova, ele decidiu se mudar para a mesma cidade que sua mãe, com o diferencial que ele iria ficar em um apartamento, ele queria também um pouco de liberdade, sempre cercado por regras e seguranças, aquilo era o que ele desejava de fato. 

Faltando um dia para que todos ali se mudassem e recomeçassem, Deidara decidiu que iria sair uma última noite, curtiria em alguma balada aleatória e estava muito animado com aquilo. 

Perto das oito da noite seus amigos Itachi e Hidan passaram em sua casa para pegar o mesmo. 

Os garotos estavam bem animados com uma balada que aconteceria no centro da cidade, e como era a última noite de Deidara ali na cidade queriam se despedir. 

Antes de irem para a tal balada, passaram em um fast food, e enquanto comiam conversavam animadamente. 

Deidara: Amanhã eu vou para o meu apartamento, e não vou ter aqueles dois seguranças me seguindo. 

Hidan: Leve um deles pelo menos, só peça para que te observe a distância, e vai ficar tudo na paz. 

Itachi: Vai mesmo conseguir se virar sozinho Dei? 

Deidara: Não, eu não sei nada sobre como administrar uma casa sozinho, tenho a grana do meu pai que não é pouca e ele sempre deposita toda semana, mas queria trabalhar, e é claro entrar pra faculdade de artes. 

Itachi: Você vai pra Konoha high school na cidade de Konoha certo? 

Deidara: Sim, uma ótima faculdade. 

Hidan: Engraçado, o meu curso de teologia é lá também. 

Itachi: Deidara... O meu curso de direito também é lá...  

Deidara: Espera... vocês vão viajar para a cidade todo dia? 

Itachi: Vamos sim. 

Deidara: Hei, por que diabos não moramos juntos então, tipo nenhum de nós sabe muita coisa da vida, e somos três riquinhos mimados. 

Hidan: Meu pai é um pastor bem Rígido, e estar aqui hoje é segredo, vocês sabem eu falei pra ele que iria em um acampamento de jovens. 

Deidara: Você já tem dezoito ele não pode mais te controlar. 

Hidan: Verdade, amanhã darei a notícia. 

Itachi: Meu irmão já mora lá com minha mãe, então vai ser como estar em casa. 

Ali os garotos decidiram que iriam morar todos juntos no apartamento de Deidara, que era bem grande e espaçoso, tinha quatro quartos, e banheiros em todos. 

Mas, ainda tinham aquela noite para curtir e se divertir como nunca, a noite de despedida. 

Perto das vinte e três horas eles entraram no local, e já de início começaram a beber algumas bebidas alcoólicas, dançaram bastante e depois ficaram acompanhados de umas garrafas de cerveja e petiscos. 

Itachi: Assim que descansar um pouco eu volto pra pista. 

Hidan: Eu também. 

Deidara: A bebida me deu fome, vou ficar aqui comendo e bebendo, podem ir os dois. 

E como haviam dito, Itachi e Hidan voltaram para a pista, logo Deidara, vê perto da entrada um rapaz Ruivo, parecia ser um pouco mais baixo do que ele. 

O rapaz tinha o olhar misterioso e chamou muito a atenção de Deidara, logo os olhares se cruzaram e o rapaz o encarou com um sorriso malicioso nos lábios. 

Deidara tentou desviar o olhar e disfarçar, mas acabou retribuindo o flerte, e ficaram quase a noite toda flertando a distância. 

Itachi e Hidan voltaram a mesa e chamaram Deidara para ir embora. 

O ruivo que estava próximo naquele momento olhou para Deidara pedindo com os olhos para terem um minuto. 

Deidara: Tem um cara, eu to afim de conversar com ele... 

Itachi: Certeza? 

Deidara, se der merda eu aperto o botão vermelho, e aparecem os dois armários que me seguem a todo canto. 

Hidan: Beleza, mas não vamos pra casa, estamos indo pro chalé, se der tudo certo com o rapaz, vai lá... vai ser legal. 

Itachi: estamos levando esse crente aqui para o mal caminho... 

Hidan: cala boca Itachi, e sai logo do armário... pelo menos com toda a rigidez do meu pai eu consegui falar pra ele o que eu era. 

Deidara: Mas nunca ficou com ninguém... 

Hidan: Você também não, por isso aproveita... 

Itachi e Hidan saíram do local e o Ruivo se aproximou de Deidara. 

Sasori: me chamo Sasori, e o loiro como se chama? 

Deidara: Deidara... me desculpe ficar te olhando... 

Sasori: Olhar não tira pedaço... 

Deidara: Você também estava olhando... 

Sasori: Quer ir a algum lugar, com menos barulho? 

Deidara: Sim, podemos ir... 

Os dois caminham lado a lado, sem se tocar, e saem do local, Deidara pegou um taxi junto de sasori e foram para o outro lado da cidade, onde segundo Deidara tinha um lugar ainda aberto onde poderiam comer alguma coisa. 

Sasori: Estou te vendo comer sem parar... 

Deidara: É que eu tenho uma dieta cheia de frescuras, e como estou sem nenhum monitoramento hoje, decidi que iria beber e comer. 

Sasori: Irresponsável, precisa pensar nas consequências... 

Eles saem do taxi e entram em uma lanchonete, lá Deidara comeu um lanche, e Sasori o obrigou a tomar um refrigerante já que o garoto parecia já estar ficando fora de si. 

Depois de alguns minutos conversando Sasori percebe que Deidara já estava um pouco melhor e o leva para um parque que tinha ali por perto. 

Sasori: Vamos, é um lugar legal... tem medo? 

Deidara: Não é medo a palavra, mas é eu... 

Sasori: Certo, então você bebe outro refri e vamos pra minha casa. 

Deidara começou a suar frio, mas não ia fugir do primeiro date, por mais irresponsável que estivesse sendo ele tinha um pequeno botão, escondido atrás de sua orelha, era só ele apertar e em menos de dois minutos os seguranças apareceriam. 

Ele estava sim sozinho ali com Sasori, mas sabia que em algum buraco os seguranças estariam escondidos. 

Deidara: Ok, eu bebo e vamos... o lugar é legal, e me trazer aqui foi algo que eu gostei muito, mas estou com vergonha de você, por ter enchido a cara e comido igual a um leão desesperado. 

Sasori: Relaxa, o ar fresco daqui te ajudou um pouco com essa sua bebedeira, vem... para que se sinta seguro, mande a sua localização para seus amigos. 

Deidara sentiu confiança nas palavras de Sasori, e foram caminhando cerca de vinte e cinco minutos até a casa de Sasori, pelo caminho andavam um pouco afastados um do outro, até que Sasori segura Deidara pela mão. 

Sasori: Se isso é o que podemos chamar de encontro então vamos fazer do jeito certo loirinho. 

Deidara sorriu tímido, e entrelaçou os dedos nos de Sasori. 


Notas Finais


Querem que eu poste mil palavras por vez ou pode ser mais?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...