História SasuNaru - Para Sempre Nós - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Himawari Uzumaki, Karin, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Sasunaru
Visualizações 95
Palavras 798
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eaaiii minna, bem?

Tô mais ou menos sem idéias, mas bora lá neh

Iuhuulll

Capítulo 3 - Visitando a família.


Fanfic / Fanfiction SasuNaru - Para Sempre Nós - Capítulo 3 - Visitando a família.

Naruto decidiu visitar sua mãe e seu pai, então comprara flores rosas e girassóis para sua mãe e seu pai.

Naruto foi até o cemitério, chegou até o túmulo de seus pais e colocou as flores. Pegou uma foto em que ele e seu pai faziam tranças nos cabelos longos e vermelhos de Kushina. Aquele momento foi único, assim como todos os outros.

Durante um tempo em que foi embora, decidiu se virar sozinho. O loiro não queria depender de ninguém, nem do Ero-sennin.

Passara um tempo e sua irmã decidiu estudar na Inglaterra, deixando Naruto para trás, mas prometeu  sempre lhe mandar mensagens e o ligar. Claro que Naruto aceitou, mas sua irmã era ocupada demais para fazer isso todos os dias a qualquer hora.

No auge de seus 20 anos, Naruto lembrou de seus pais na hora em que encontrara uma foto com eles. Sentiu aquela pontada de dor e tristeza. Ele odiava isso!

Olhou para o céu e derrubou umas lágrimas, mas começou a falar

- Oi pai, oi mãe. Decidi voltar para Kohoha e não sei o por que disso. - o loiro sorri tristemente. Quem o visse agora, sentiria seu coração apertar por causa da expressão do Uzumaki...era realmente de partir qualquer coração alheio. - Eu vim dizer que está tudo bem comigo e com a onee-chan. Nem sempre como so  rámen, okay mãe? Sei que se a senhora estivesse aqui, me bateria sem pensar duas vezes...- Naruto RI mas suas lágrimas começam a cair sem parar...- eu...eu....só queria vocês aqui...Eu sinto muito!

O Uzumaki decide limpar as lágrimas e então se despede. Chega em seu apartamento e vê que recebeu um monte de ligações de Sasuke e, aparentemente, ele estava irritado demais poe Naruto não atendê-lo. Mas é claro, né. Ele estava falando com seus pais.

Naruto decide retornar e é atendido na mesma hora, mas o Uchiha não parecia nada calmo.

- Onde estava? Eu te liguei várias vezes, mas você nem chegou a atender. Espero ter uma desculpa boa para que eu não te demita imediatamente. - Sasuke então para de falar, esperando a desculpa esfarrapada que aquele loiro o dara.

- Eu...fui ver meus pais, apenas isso. Sinto muito, Uchiha-san

Sasuke não diz nada, certamente porque estava com vergonha e, por apenas um momento, se lembrara do passado vergonhoso e da sua estupidez.

- Tudo bem. Mas já comprou tudo?

- Sim, Uchiha-san

De novo um silêncio terrível invade e os dois ficam quietos por 4 minutos seguidos, mas logo é cortado pelo Uchiha.

- Você vai comigo! - Sasuke diz decidido

- O que? - Naruto se espanta. Como assim o Uchiha convidara para ir com ele naquela viagem? 

- Sim, acho que vai ajudar você nessa sua tristeza profunda. Não quero meu secretário triste, isso pode fazê-lo errar muito em seu trabalho. Quero perfeição 

Parecia loucura, mas Naruto sentia que Sasuke estava preocupado com o mesmo. Sorriu, mas sem mostrar os dentes. Seu coração se aqueceu. O que? Como assim? "Chega, Naruto!", pensou, se repreendendo internamente 

Sasuke desligou e, por incrível que pareça, não deu uma tarefa para Naruto. Se sentiu aliviado, mas um pouco desapontado por ouvir uma voz feminina dizendo "Sasuke, amor, vem dormir". 

"Droga", pensou, tinha certeza que ouvira aquela voz uma vez, mas isso não tinha tanta importância em saber que Sasuke era casado e... O que? Não!

Naruto percebeu que sempre se pegou pensando no moreno desde que o viu naquela empresa. Que cansativo.

Naruto foi dormir. Não queria mais pensar naquilo, não queria mais pensar em nada.

Adormeceu, mas começou a ter um sonho muitl estranho...

- "Eu te amo, Naruto"

Era uma voz suave, rouca...parecia um sussurro. Naruto não conseguia focar o rosto, estava embaçado e Naruto só conseguia ouvir palavras. 

- "Hahaha, para com isso Naruto. Tu é mesmo um dobe"

- "Ei, Usuratonkachi!"

Essas palavras. Isso, elas mesmas. Naruto sentia que conhecia.

O rosto então começou a se focar e então PAH. Era Sasuke. Espera, Sasuke? Por que Naruto sonhara com ele? Não entendia mesmo

- "NARUTO!!!"

O Uzumaki acordou assustado, sentiu algo em seu rosto, então passou a mão. Lágrimas. Isso mesmo, eram lágrimas. Ele estava chorando. Sentia uma dor profunda em seu coração. O que era isso?

Não era por causa de seus pais, era por causa do sonho, então? Não. Eram só as palavras de Sasuke Uchiha que lhe deu isso.

Parecia tão real. Será uma lembrança? Se sim, o que aconteceu entre eles. Naruto sentia que era feliz, ele sentia isso. O loiro precisava perguntar para Sasuke sobre isso. Sobre o que eles tinham no passado.

Usaria essa viagem para descobrir sobre isso. Mesmo parecendo desagradável. 

Voltou a dormir pensando em como falaria com o Uchiha. Mas apagou direto, já que estava cansado demais.

Cansado demais por sempre pensar nele.


Notas Finais


Eaaii, gostaram? Ain, e agora?

Narutin vai aproveitando e descobrindo seu passado, affeeee

Oh, a parte de Naruto chorando e falando com os pais me deu vontade de chorar de verdade, MDS.

Mas até a próxima, veremos o babado kskssk

Xoxo '-'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...