História Sasusaku -Uma e única paixão - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Kakashi Hatake, Kushina Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Shisui Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Drama, Naruto, Revelaçao, Romance
Visualizações 204
Palavras 1.433
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sinto muitoooo por não ter postado. É aquele probleminha que eu falei para vocês no cap. passado. Bom, epero que gostem e bejossss.
Boa leitura❤😙

Capítulo 17 - Sasuke e Sakura.


Fanfic / Fanfiction Sasusaku -Uma e única paixão - Capítulo 17 - Sasuke e Sakura.

...Sasuke kun começou a chorar. "Chorar" é uma palavra muito forte. Ele estava apenas com algumas lágrimas que não segurou para si. Eu sei, eu sei, eu estou calma demais. É. Mais é desesperador ver Sasuke kun assim. Eu preciso ficar firme, ele precisa de mim agora e EU ESTOU AQUI. Ele deitou a cabeça em minhas pernas, ficando com o corpo todo "descansado", na outra direção do sofá. Eu comecei a passar meus dedos entre seus cedosos cabelos...Eu não sabia por que ele estava chorando, mas sabia que ele estava guardando isso para si a algum tempo. E eu resolvi só ficar lá, como uma ponte para ele. Eu não sabia ao certo no que ele pensava mas  ele estava pensando em algo.

*SASUKE* Eu não aguentava mais, meus pais, a minha vida, os estudos, a empresa, TUDO. Eu só parei de controlar meus sentimentos e resolvi dividi-los com a Sakura. Ela acariciava meu cabelo, como se eu fosse um bebê. E eu chorava muito, não um "choro alto, ou, um com soluços", um "choro calado". Eu aparentava ser uma pessoa rica (não que eu não seja), sem problemas, com várias garotas aos meus pés...mas ninguém sabia que por trás de uma boa impressão, talvez tenha sérios problemas. A única pessoa que confessei isso foi Sakura, Naruto também sabe. Só que não chorei ao falar para ele, é claro. Sakura e diferente. Ela é...ELA. Depois de um tempo mais a Sakura, chorando e contando tudo-aos poucos- eu consegui ficar estável. Eu estava com olho inchado de tanto chorar, isso não é muito bem a minha cara, mas aconteceu. 

SAKURA: -Como está se sentindo agora?

SASUKE: -É...Tô bem melhor.

SAKURA: -Aí, graças a Deus. Sasuke, sabia que pode contar comigo né?

SASUKE: -É claro.-ela me abraçou e me beijou. Ela disse que amanhã teria algo especial que queria comigo e que eu precisava ir para la depois do colégio, mas primeiro eu tinha que passar em casa para pegar roupas, que iria dormir na casa dela(não sejam mente poluída pfv kkkkk). Eu fui para casa e quando cheguei lá resolvi não ser muito "chato" como sou. Meus pais estavam na sala de jantar, comendo ao lado de Itachi e Yumi. Eu simplesmente sentei-me a presença deles e me servi. Estava com olhos inchados. Logo iria perceber, aliás acabou de perceber.

MIKOTO: -Filho, seus olhos estão inchados e vermelhos. Estava chorando?-minha mãe me mimava muito,QUANDO PODIA. Meu pai á "controlava" praticamente. Ela me amava muito e disso eu sei. Mas ela tinha medo do meu pai fazer algo comigo se ela demonstrasse afeto. Então inventei uma desculpa:

SASUKE: -Sabe, que não. Eu estava treinando um pouco. Quando saí apra tomar banho, o shampoo e a água da piscina ajudaram para meus olhos ficarem assim.-falei levando uma garfada de macarrão  a boca. Eu faço natação, às vezes.

MIKOTO: -Entendo...E como foi o treino?

SASUKE: -Bati meu recorde. Então fui bem. 

MIKOTO: -Que bom filho!-ela sorriu.

FUGAKU: -É. Muito bom, mas e os estudos?

SASUKE: -É claro, você sempre tem que fingir né? Bem! Eu estou bem. Aliás, meu boletim sai próxima semana, mas não precisa saber já que sou eu que o pego sempre.-falei me retirando da mesa. Subi as escadas rapidamente e me fechei no quarto. Para que ele queria saber do meu colégio se ele não se importa. Alguém bate na porta.

SASUKE: -Pode entrar.-era a Yumi.

YUMI: -Sasuke. Você estava na Sakura?

SASUKE: -Sim. Estava.

YUMI: -Ahhhhh. Que bom, e aí?

SASUKE: -Nada. Yumi...

YUMI: -Hum?

Sasuke: -Acho que já está tarde. Melhor você ir dormir não acha?

YUMI: -Acho. Boa noite Sasuke! Até amanhã.-ela saiu do quarto, mas antes me deu um abraço e um beijo. Eu também vou dormir. É melhor, pensando no que a Sakura disse, é...Eu realmente não posso deixar a Yumi, não nessa casa. Adormeci pensando no assunto. Já é dia, eu levantei fiz a minhas necessidades como sempre e vesti a roupa. Desci um pouco mais tarde, não queria encontrar ninguém tomando café da manhã. Tomei meu café da manhã e fui para o colégio. Estava caminhando de cabeça baixa ate chegar no colégio. Logo escutei a voz escandalosa de Naruto gritando, acho que com um menino. Estávamos perto do colégio, mas não dentro.

NARUTO: -Espero que tenha aprendido. Agora vai.-me aproximei de Naruto, vendo o menino sair sangrando pelo nariz e pelo estado que estava deveria ter quebrado o nariz. O QUE O NARUTO ESTAVA FAZENDO?

SASUKE: -NARUTO! O que você pensa que ta fazendo?

NARUTO: -Ah, oi Sasuke. Ele era só uma perda de tempo que deu em cima da Hinata.

SASUKE: -Você está louco. Acha que Hinata ia gostar de ver você fazendo isso? 

NARUTO: -Ela não vai saber. Certo Sasuke?

SASUKE: -Eu não vou contar. Mas o que você fez foi errado, você não está pensando Naruto. Anda "vamo". 

NARUTO: -Da  próxima eu mato.

SASUKE: -Hahah...Naruto, você vai perder a Hinata assim. Lembra de quando eu tava assim? Eu ia perdendo a Sakura.

NARUTO: -AH, TÁ, TÁ.-eu saí mais ele. Estávamos entrando no colégio, eu contei tudo que aconteceu até agora para Naruto. Ele também me contou que ele e a Hinata estão bem. Eu apenas confirmava com a cabeça. A gente passava pelos corredores e de repente escutamos alguém gritando :

-BRIGA!BRIGA! BRIGA!-parecia não, certeza que alguém tava apanhando. Mas quem? Aliás, quem estava brigando?? Eram duas perguntas que vou tirar a dúvida quando me aproximar, passei-quase esmagado-entre aquela multidão. Me aproximei e vi que tinha um garota loira e Karin. Novidade, Karin entrar em briga(sentiram a irônia?). Mas quem era a loira? Foi quando vi que Sakura chegou correndo e gritou:

SAKURA: -SOLTA A INO SUA PIRANHA.

KARIN: -Cala a boca testa de marquise.-ah, mas ela não tinha o direito de falar isso. Ja ia para cima, quando Naruto me segurou e me olhou como quem dissesse "Não vale a pena Sasuke". Eu parei. Não sabia o que fazer, olhei a briga:

SAKURA: -Testa de marquise é a sua vó. Agora solta a minha amiga sua vaca.

KARIN: -Tudo bem...-ela saiu de cima da Ino, mas esse não é o estilo de Karin. O que ela vai fazer?-pronto. A soltei. 

SAKURA: -Ótimo.-Sakura passou por ela, mas Karin agarrou nos cabelos dela e a tacou no chão. Eu corri, mas Naruto em segurou.

SASUKE: -ME SOLTA NARUTO! 

NARUTO: -Sasuke se você bater na Karin, você é suspenso ou até expulso.

SASUKE: -Eu não me importo.-eu tentava sair mais Naruto me segurava, agora com a ajuda de Shikamaru. 

KARIN: -E AGORA SAKURITA? EU QUERO LHE DIZER QUE VOCÊ NÃO PARECE A MESMA FEROZ QUE ERA. 

SAKURA: -CALA A BOCA KARIN. ME SOLTA OU VAI SE ARREPENDER.

KARIN: -AIII QUE MEDO. EU SÓ QUERO LHE AVISAR QUE SASUKE KUN É MEUUU-Ela falou e deu um tapa em Sakura. E se levantou. Não por muito tempo. Sakura a puxou de volta e a tacou no chão. Subiu em cima dela e começou a puxar seus cabelos e a bater. Ela dava cada tapa na Karin. Se bem que ela mereceu. Quando Sakura parou, com ajuda de outros meninos, inclusive a minha "ajuda", já que Naruto também tinha que tirar a prima dele das garras de Sakura, ele me soltou. Sakura falou:

SAKURA: -Eu tinha madado você calar a boca.-chega. Ela já estava extrapolando. Eu a levei para casa. Chegando lá, ela foi tomar banho e eu fiquei esperando ela na sala.

*SAKURA* eu fui tomar um banho para esfriar a cabeça. Entrei em baixo do chuveiro e senti a água escorrendo pelo meu corpo, pensei no que fiz. Não me arrependo. Eu fiz pela minha amiga, ela ia acabar apanhando feio ali. Ino nunca se meteu em briga antes, acho que só entrou nessa porque a Karin disse que ela era uma galinha fácil. Eu saí do banheiro e me vesti. Fui a sala e me sentei ao lado de Sasuke. Sabia que iria perguntar algo. Mas não perguntou. Ele apenas se deitou do meu lado e assim, estamos. Depois de un tempo ele perguntou:

SASUKE: -Porque fez aquilo?

SAKURA: -Eu não fiz nada.

SASUKE: -Hum, porque era eu que estava agarrado a uma menina, quase a matando.

SAKURA: -Olha Sasuke, eu pedi para ela parar mas ela fingiu não me escutar e ainda falou...

SASUKE: -Falou o que?

SAKURA: -Isso não importa. Mas ela estava batendo na minha amiga. E eu não podia ficar parando olhando.

SASUKE: -Tá, mas nunca mais é para se meter em uma briga. Sabia que eu me segurei para não ir te pegar e bater naquela desmiolada? -eu vi que ele corou.

SAKURA: -Ownnn. Tudo bem meu amorzinho. Falar nisso, nunca mais você foi ver o Sasukezinho viu.

SASUKE: -Verdade. Mas depois o vejo.

SAKURA: -Ei. Hoje temos um compromisso. Você vai pegar suas roupas em casa e eu vou comprar o sorvete...




CONTINUA...


Notas Finais


Ahhhhhh, eu espero que tenham gostado. Ah, desculpem mais uma vez por não ter postado cap. ontem❤😙😙 até o próximo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...