História Sasusaku -Nosso Destino- - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Tags Boruto, Naruto, Romace, Sasusaku
Visualizações 576
Palavras 635
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero mesmo que gostem.

Capítulo 7 - Dor de cabeça..


(Nova York)

(10:40)

Sasuke on.


"Sou sua sobrinha" -Três palavras que me deixaram aéreo por um bom tempo-

O tres caras de braços cruzados estavam atras da poltrona onde a Garota se encontrava sentada, enquanto ela comia um copo de leite com biscoitos, eu a encarava sem piscar, sentado do outro lado da sala.

-Você disse que a sua mãe está em um avião? -eu finalmente tomei coragem pra falar alguma coisa-

-minha mãe adotiva, ela me mandou até aqui pra você cuidar de mim, ela problema familiar.

-e como eu vou saber se isso realmente é verdade? -apoiei um braço em um perna-

-Eu tenho isso.. -ela se levantou andou até mim e me entregou uma papel dobrado ao meio-

"Não Tenho o direito de lhe pedir isso mas, cuide de Sarada por mim preciso desse pequeno favor será por pouco tempo"

Ass: Sakura.

Sakura? Aquele nome não me era estranho.

-isso aqui não prova nada. -eu olhei para a Menina-

Ela mecheu na pequena bolsa mais uma vez.

-eu sabia que você não acreditaria e foi por isso que eu trouxe isso. a minha certidão de nascimento. -ela me entregou o envelope na cor amarelada-

-pai.. itachi Uchiha, Mãe.. Karin Uzumaki. -eu passei as mãos no rosto e me levantei as presas procurando o celular no Bolso-

O celular chamou três vezes antes de alguém atender.

-acho que temos problemas. -eu passei as maos nos cabelos-

(40 minutos mais tarde)


-Tem certeza que não é ela a Menina? -Temari Falou baixo enquanto olhávamos a Garota brincar um um boneca sentada em um banco de frente a ilha da cozinha gourmet-

-Eu não sei, oque me consta e que o corpo da minha sobrinha sumiu no acidente de carro. -olhei pra ela-

-um corpo que nunca foi encontrado, Sasuke, a tantas possibilidades de coisas que deve ter acontecido e você não sabe.. -ela cruzou os Braços-

-Talvez alguém deva ter achado ela é a levado pro tal orfanato onde a "mãe" dela a adotou e por isso nunca acharam ela. -Gaara nos olhou-

-Eu não sei quem é essa garota e não posso ficar com ela. -eu olhei pros dois-

-O que pretende fazer? Larga ela na porta do prédio e espera que alguém a leve? -Gaara se irritou- ela é só uma criança Sasuke.

Eu passei as mãos nos cabelos.

-você sempre quis saber oque aconteceu com ela. E bom.. -Temari apontou pra menina- Ela está viva é bem de saúde. Agora seja responsável um vez na sua vida e cuide dela, Sasuke.

Temari se afastou de nós e se junto a Menina, tomando uma conversa animada com a Menina como se as duas se conhecessem a anos.

-O que eu faço? - eu cruzei os braços-

-faça oque a mãe dela te pediu, estou falando da adotiva e não da Karin, cuide da menina Sasuke, Seja o Tio que ela precisa.. Ou pelo menos tente. -ele deu dois tapinhas nas minhas costas-


(21:00)


-Ela é bem parecida com itachi, mas puxou todo o temperamento do tio, alem de ser bem mais parecida com você. -Foi oque Temari disse antes de bater a porta e sair do apartamento horas atrás-

Eu desliguei o chuveiro me sequei enrolei a toalha na cintura e peguei outra pra secar o cabelo.

Quando eu entrei no quarto ela estava deitada dormindo na minha cama.

Eu suspirei pessado, troquei de roupa, peguei um lançou e um travesseiro e fui pra sala.

-Minha casa, Meu cachorro, agora minha cama, ela mau chegou e já tá me dando dor de cabeça. -eu deitei no sofá, e percebi que não seria nada agradável dormi ali- E oque a de mais moderno e confortalvel na loja, ela disse.. -me referi a vendedora que me vendeu o sofá- caloteira.

acabei dormindo, depois de tanto resmunga.


Notas Finais


Nao estou tendo tempo de escrever por isso os capítulos são muito curtos, perdão.

DESCULPA QUALQUER ERRO.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...