História Sasusaku: Um Amor proibido - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Anko Mitarashi, Asuma Sarutobi, Boruto Uzumaki, Chiyo, Chomaru Akimichi, Chouchou Akimichi, Chouji Akimichi, Chouza Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Haku, Hana Inuzuka, Hanabi Hyuuga, Hashirama Senju, Hidan, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Hizashi Hyuuga, Hotaru Katsuragi (Hotaru Tsuchigumo), Hyuuga Hiashi, Indra Otsutsuki, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Inojin Yamanaka, Itachi Uchiha, Itama Senju, Izumi Uchiha, Izuna Uchiha, Jiraiya, Juugo, Kabuto, Kaguya Ootsutsuki, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Karura, Kawaki, Kawarama Senju, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Kimimaru, Kisame Hoshigaki, Konan, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Matsuri, Mei, Metal Lee, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Mirai Sarutobi, Mito Uzumaki, Muta Aburame, Nagato, Naruto Uzumaki, Nawaki Senju, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Personagens Originais, Rikudou Sennin, Rin Nohara, Rock Lee, Sai, Sakumo Hatake, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasori, Sasuke Sarutobi, Sasuke Uchiha, Shibi Aburame, Shikadai Nara, Shikaku Nara, Shikamaru Nara, Shin Uchiha, Shinki, Shino Aburame, Shisui Uchiha, Shizune, Shukaku, Sora Uchiha, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tobirama Senju, Toneri Otsutsuki, Tsunade Senju, Yahiko, Yakumo Kurama, Yamato, Yodo, Yondaime Kazekage, Zabuza Momochi
Tags Naruto, Romance, Sasusaku
Visualizações 89
Palavras 709
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Sakura Haruno


Fanfic / Fanfiction Sasusaku: Um Amor proibido - Capítulo 2 - Sakura Haruno

Sakura ON 

Acordo com a luz do sol entrando por uma fresta em minha parede e iluminando meu rosto. Abro meus olhos e fico sentada sobre a borda do meu colchão. Alguns minutos se passam, e eu resolvo ir tomar um banho rápido. Termino de me lavar, visto minhas roupas e saio de casa. 

Andando pela aldeia, vejo a fome e a pobreza iminentes. Em minha mente, lembranças de como Konoha era anos atrás vêm à tona, o povo dançava e cantava o dia todo e a mesa estava sempre cheia, agora não restou mais nada além de tristeza. Volto à mim e continuo andando. No meio do caminho, encontro com minha amiga, Hinata Hyuuga. 

_ Olá Hinata-Chan- Cumprimento com um sorriso em meu rosto. 

_ Olá Sakura-Chan- Ela retribui sorridente. 

_ Como vai? 

_ Vou bem e você?

_ Estou bem também. 

_ Fico feliz por você. 

_ Digo o mesmo. 

_ Para onde estava indo? Pensei que estivesse em sua mansão. Sabe que seu pai não gosta que você saia de seus aposentos. 

_ Sei disso muito bem. Mas precisava sair, estava indo até sua casa procurar por você. 

_ Me procurar? Por qual motivo? 

_ Ia chamar você para tomar café comigo, e para tratar de assuntos pendentes  e confidenciais sobre Konoha que lhe dizem respeito. Gostaria de ir comigo? 

_ É claro, seria uma honra, mas seu pai não iria aprovar. 

_ Ele não está em minha mansão. Meu pai se encontra na mansão dos Uchihas atualmente, está discutindo sobre o que comentamos. 

_ Certo.

_ Podemos ir andando? 

_ Claro que sim. Mas onde está sua carruagem Hinata-Chan? 

_ Não há necessidade de usar a carruagem para vir até o vilarejo. Andar ao ar livre faz bem para nossa saúde. 

_ Certo, vamos andando então. 

_ Vamos. 

Andando tranquilamente, seguimos caminho até a mansão do Clã Hyuuga. Chegando aos portões da residência de Hinata, os guardas nos barram, mas a mesma os dispensa, dizendo que eles podem tirar um dia de folga. 

Andamos até a sala de jantar e nos sentamos frente a frente. 

_ Hinata-Sama- Uma das empregadas copeiras entra no salão e se reverencia. 

Hinata sorri e fala gentilmente: 

_ Hanare, não é necessário ser formal comigo. Pode agir normalmente. Somos amigas. 

_ Hinata-Chan, o que vocês gostariam de comer esta manhã? 

Ela se vira para mim. 

_ O que gostaria de comer Sakura-Chan? 

_ Por favor Hinata, não quero abusar. 

_ Sakura, você é minha convidada. Pode escolher. 

_ Tudo bem- Sorrio.- Gostaria de um croissant de queijo com orégano, um pão doce com cobertura de mel e chocolate amargo, uma xícara de café com açúcar e um bolo de cenoura de sobremesa. 

_ Sim senhoritas. Com licença Hinata-Chan- Hanare se retira, retorna com dois pratos e nosso café-da-manhã. 

Pego meu café com açúcar e sirvo em uma xícara. 

_ Sakura-Chan, creio que precisa saber do que irei lhe contar agora- Hinata inicia uma conversa. 

_ O que seria Hinata? 

_ Meu pai está em uma reunião com o Clã Uchiha neste exato momento. O filho mais novo deles, Sasuke Uchiha, chegou a maioridade e a Elite está exigindo que ele se case com uma das garotas dos Clãs do vilarejo. Fora isso, estão prestes a escolher uma moça pobre que vive em Konoha para ser empregada copeira e faxineira do salão. 

_ Mais uma empregada? O que pretendem fazer com todas essas moças? 

_ Isso eu não sei lhe dizer. Desculpe. 

De repente, ouvimos alguém entrando pela porta da frente. 

_ Ah não- Hinata se desespera. 

_ O que houve? 

_ É o meu pai. E ele trouxe o Clã Uchiha com ele. 

_ O que iremos fazer? Ele irá me jogar na masmorra se me ver aqui. 

_ Acalme-se. Há um jardim secreto nos fundos. Vá até a biblioteca- Ela me entrega um colar- Use este colar e o jardim se revelará. Ande reto por ele e encontrará uma saída que leva até o vilarejo. 

_ Certo. Obrigada Hinata. 

_ Não há de quê. Vá. Rápido. 

Sorrio e saio andando discretamente pela mansão. Quando estava quase chegando na biblioteca, um rapaz me pega no ato e acabo caindo e levando um susto. 

_ O que faz aqui?- Ele me olha seriamente. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...