História Saturno é azul (Versão Naruhina) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hana Inuzuka, Hinata Hyuuga, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Sasuke Uchiha, Shino Aburame
Tags Naruhina, Revolução Naruhina, Sasusaku
Visualizações 329
Palavras 4.651
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Musica: Óculos - Paralamas do sucesso.

Capítulo 8 - Praia numa terça.


  Hinata

Merda, merda, merda, merda, MIL VEZES MERDA!

Saiu sem querer! No calor da discussão! Céus...

Todos permaneceram quietos após minha "confissão", até mesmo Kiba havia se calado.

Naruto estava quieto, parado e com as bochechas levemente vermelhas.

Olhei ao redor, nenhum dos meninos estava disposto a falar.

ALGUÉM FALA, EM NOME DE RIHANNA!

- Corta essa Hinata, eu sei que você tem um amor secreto por mim, pode falar, não precisa mentir - Falou Sasuke, convencido, ajeitando a boina laranja.

AMÉM SASUKE!

DEVIA TER PEDIDO EM NOME DE RESTART!

- É... Eu tentei disfarçar mas, é impossivel... Meu amor por você é enorme - Falei, ainda sem graça, tentando amenizar aquela situação.

- Hinata? Você já está me traindo? Nós escrevemos uma música juntos! - Entrou Shino, fingindo indignação, também me ajudando.

Como adorava esses meninos.

************

Há pizza não demorou a chegar e fomos comer na sacada.

Os meninos estavam fazendo piadas constante sobre mim e eu entrava na brincadeira mas Naruto ainda ficava estranho quando eu tentava brincar com ele... Meu comentário foi tão ruim assim?

Já estavam todos em seus quartos, provavelmente vendo algum pornô. Resolvi ir até a cozinha procurar um pouco de sorvete.

Já estava revirando os geladeira.

- Os sorvetes ficam atrás do suco - Ouço a voz de Naruto, quase me fazendo cair.

Que susto desgraça!

Naruto estava de braços cruzados, encostado no batente da porta, de braços cruzados com um pijama das Tartarugas Ninjas.

Olhei para dentro da geladeira, arredando a caixa de suco, o sorvete estava lá.

- Obrigada - Falei, sentando na mesa, com o pote de sorvete em minha mão, peguei duas colheres no armário oferecendo uma para ele.

Naruto se sentou do outro lado da mesa, pegando também a colher já cheia de sorvete, apoiando os braços sobre a mesa. Seus cabelos estavam bagunçados e sua franja caia levemente sobre seus olhos.

Peguei mais um pouco de sorvete céu azul.

E ficamos assim, em silêncio, apenas tomando sorvete.

Estava bem estranho.

- Eer... Hinata...- Naruto começou a falar, olhando para a mesa - Sobre hoje mais cedo...- NÃO COMENTA SOBRE ISSO!

- Não! Desculpe por aquilo... Não queria ter dito aquilo... - Ele arqueou a sobrancelha - Não que você não seja bonito, você é! Mas é que...

Hinata, para de falar, faz favor.

Naruto riu, mostrando seu lindo sorriso, ele devia sorrir mais vezes.

- Eu só ia te falar...- Ele levantou o olhar - Que também te acho linda - Falou o mesmo.

Céus... Como se respirava mesmo? Sentia meu rosto quente, será que havia resquícios do acidente?

- Principalmente, quando você está assim - Continuou o mesmo, dando ao entender que eu ficava melhor sem capuz.

Queria poder dizer que ele estava mentindo ou só tentando ser legal, mas com aquele sorriso estampado em seus lábios, me olhando daquela maneira... Eu quis acreditar.

Eu apenas abaixei o olhar provavelmente com o sorriso mais bobo do mundo.

Ele se levantou erguendo meu braço com a colher de sorvete em minha mão, o tomando logo depois, sorrindo sem mostrar os dentes.

- Até amanhã Hinata - Desejou Naruto, acenando de costas antes de subir para o andar de cima.

E eu fiquei lá, sorrindo feito uma boba tomando céu azul.

Fazia tempo que eu não me sentia assim... Bonita

*********

Havíamos passado a segunda toda em casa, foi o dia da preguiça na verdade, ninguém queria nem ao menos andar.

É sério, o Kiba ficou se arrastando pelo chão o melhor foi quando ele tentou descer as escadas assim, sim, ele rolou escada a baixo.

Seria mentira se dissesse que não dei umas boas risadas.

E então, terça chegou, e estávamos totalmente entediados. Sasuke estava deitado no chão, com as pernas no sofá e com uma revista na cara, Shino passava os canais da TV sem ânimo, Kiba cortava as unhas do pé e Naruto estava no sofá de cabeça pra baixo ao lado do pé de Sasuke.

E a que vós fala estava deitada no sofá, bufando, vendo o tempo passar.

- Ei! - Sasuke chamou nossa atenção, ficando de perninha de chinês, sentando - Vamos a praia! - Falou o mesmo, animado.

Como pode ver, nossa opinião não importa no momento.

- Mas hoje é terça! - Exclamou Shino.

É...Era terça.

Sasuke revirou os olhos em resposta.

- E quem liga? Estamos de férias! E terça é ótimo! A praia vai estar praticamente vazia! O que nos ajudará a não chamar atenção - Disse por fim, parecendo ter as respostas certas para as nossas contestações para seu plano infalível - Eai? Pode ser? - Perguntou o mesmo, já em pé, ansioso.

Todos nós olhamos e decidimos.

- PRAIA! - Gritamos todos, correndo para nossos quartos em seguida.

***********

Coloquei um maio preto e meu protetor solar especial e algumas coisas essenciais na mochila, como toalha, pente... Eu já disse toalha?

Minha mochila ia praticamente vazia.

Coloquei um casaco que ia até metade das minhas coxas.

Sai do quarto sorridente, pelo menos sairia de casa.

Porém... Todos os meninos pareciam bastante... Atolados.

- Hinata? Você pode levar esses macarrões pra mim? Muito obrigado! - Falou Sasuke, me dando dois macarrões, não me dando tempo para responder, voltando para seu quarto.

Ok, não tinha problema.

Andei mais um pouco e fui abordada por mais um dos meninos.

- Azulzinha! - Exclamou Kiba - Você pode levar esses salgadinhos pra mim? Agradecido! - E foi mais um que não me deixou responder.

Tudo bem, minha mochila estava praticamente vazia mesmo.

Estava para correr em direção a escada mas... A peste foi mais rápida.

Quer dizer, o Shino.

- Hinata, pode levar meus óculos? Sempre acabo esquecendo eles ou quebrando - Pediu, praticamente me jogando o óculos, voltando rapidamente para seu quarto.

Suspirei, tudo bem.

Estava de frente para a escada pronta para descer mas não, alguém tinha cutucar meu ombro, não é mesmo?!

- O QUE É?! - Perguntei, virando, dando de cara com Naruto sem camisa, apenas de bermuda.

Posso ter ficado fora de órbita por uns 15 minutos depois disso...

- Hina? Hina? - Naruto balançava a mão na minha frente, tentando provavelmente me trazer de volta para a terra.

- Hã? Há, oi tanquinho...- Balancei a cabeça - Quer dizer, Naruto!

Isso Hinata, parabéns, baba mais!

- Você pode levar esses óculos de mergulho pra mim? Eu sempre peço pro Sasuke, mas ele sempre esquece - Pediu o mesmo, colocando os óculos de mergulho em minha cabeça em cima de minha franja e sorriu, antes de voltar para seu quarto.

Posso ter descido a escada flutuando? Pode ser que não, mas me senti como se estivesse.

Os meninos não demoraram a descer, todos estavam com uma boia, Shino com uma de abacaxi, Sasuke de Flamingo, Kiba de rosquinha e Naruto de polvo.

- VAMOS A PRAIA! - Gritei, levantando meu braço direito para o alto.

- VAMOS! - Exclamaram os mesmos, saindo da casa junto comigo.

Estava indo em direção a van mas Kiba me segura pelo casaco.

- Aonde pensa que vai mocinha? - Me Perguntou, como se eu fosse uma criança.

- Indo pra... Van? - Respondi/ Perguntei o óbvio.

Shino começou a balançar a cabeça em negação.

- Tão velha e tão ingênua - Falou.

- Há claro, você ter 21 e eu 23 faz muita diferença - Falei, sarcástica.

Isso que dá ele ser o caçula.

- Vamos com mais estilo pra praia - Disse Sasuke, apertando o botão, que abria o portão da garagem.

E quando abriu foi impossível meu queixo não cair.

- Vocês tem um Peugeot 308 CC? - Perguntei, indo até o carro, quase que abraçando ele - Ele é acoplado a um câmbio automático de 6 velocidades!

- Hinata...- Sasuke me chamou atenção, vindo em minha direção, pegando minha mão e se ajoelhando - Casa comigo? - Perguntou, me fazendo gargalhar.

- Não - Respondi, lançando uma piscadela para o mesmos que se levantou - Deixa eu dirigir? - Perguntei, animada.

- Depois desse fora? Não! - Exclamou o mesmo, indignado, lançando uma piscadela para mim, igual a que eu tinha mandado para o mesmo, entrando no carro...

Acho que alguém é rancoroso aqui...

Bufei e entrei em seguida ficando no meio, Naruto e Pedro sentaram ao meu lado e Kiba foi na frente ao lado de Sasuke.

- Ok! - Falou Sasuke, ligando o carro - Let's go! - Disse o mesmo, passando a marcha, saímos do condomínio em direção a praia, abrindo o teto solar em seguida, deixando que o vento batesse em nossos cabelos, até mesmo abaixando meu capuz.

- Shino, liga o rádio! - Ordenei, animada.

O mesmo apertou alguns botões, ligando o rádio, só que a música que estava tocando era meia... Depressiva?

- Sério? Você vai mesmo deixar tocando Welcome to my life? - Perguntei, tanta do tirar alguns fios de cabelo do meu rosto.

- Faço as palavras dela as minhas - Disse Kiba me lançando um sinal positivo com o polegar levantado.

- Mas a letra é tão bonita! - Exclamou Shino, tentando defender a música bad.

Kiba tocou em seu ombro.

- Eu sei meu querido amigo mas... Ela é demais triste! Olha só o Naruto como tá...SENDO QUE TA NO INÍCIO DA MÚSICA! - Gritou Kiba, nos fazendo olhar para Naruto, que estava com a cabeça apoiada no braço, olhando para o horizonte.

Acho que esse é um daqueles momentos que começamos a imaginar um clipe na nossa cabeça sabe?

- Ok, ok - Resmungou Shino trocando a estação.

A música começou com batidas animadas e logo depois ficou algo bem praiano.

Conhecia essa música e muito bem!

Então, logo comecei a cantar com o cantor.

Se as meninas do leblon

Não olham mais pra mim

(Eu uso óculos)

Os meninos cantavam a parte do "eu uso óculos"

E volta e meia

Eu entro com meu carro pela contramão

(Eu tô sem óculos)

Se eu tô alegre

Eu ponho os óculos e vejo tudo bem

Mas se eu tô triste, eu tiro os óculos

Eu não vejo ninguém

Cantavamos a musica alegremente, Sasuke mexia os ombros enquanto dirigia, Kiba fazia uma dança egípcia e Shino apontando para o próprio óculos que havia pegado de minha mochila e Naruto cantava em alto e bom som.

Por que você não olha pra mim? Ô ô

Me diz o que é que eu tenho de mal ô ô

Por que você não olha pra mim?

Por trás dessa lente tem um cara legal

Cantava a música enquanto encaixava o óculos de mergulho em meus olhos, mostrando para Shino, Sasuke e Kiba que ainda cantavam animados.

Quando virei para Naruto, o mesmo estava com um lindo sorriso no rosto, olhando para a paisagem.

Ele virou para mim, ainda com um dos melhores sorrisos que já vi tirando o óculos de meus olhos, os colocando de volta encima de minha testa.

Esse calor no rosto é culpa do sol Hinata, CULPA DO SOL!

Eu decidi dizer que eu nunca fui o tal

Era mais fácil se eu tentasse

Fazer charme de intelectual

Se eu te disser

Periga você não acreditar em mim

Eu não nasci de óculos

Eu não era assim

Shino e eu  colocamos a mão no queixo, como pensadores, fazendo biquinhos, o que deixava tudo mais engraçado, estáva tudo tão... Divertido.

Por que você não olha pra mim? Ô ô

Por que você diz sempre que não? Ô ô

Por que você não olha pra mim?

Por trás dessa lente também bate um coração

Cantamos a última parte, segurando microfones imaginários, enquanto o vento batia fortemente em nossos cabelos.

Logo depois da música acabar, chegamos a praia que estava quase vazia, tirando por uma família e um casal de idosos.

Tiramos as coisas do carro e arrumanos os guarda sois e as toalhas na areia.

Fomos em direção do mar, o único que ficou deitado na toalha foi Shino, que lia um gibi do Batman.

Kiba foi o primeiro a pular no mar, Sasuke foi levado pelas ondas e por costume, pulei nas costas de alguém... E esse alguém havia sido Naruto, enlaçando minhas pernas em seu tronco.

Sempre pulava nas costas de Sakura antes de entrar no mar, por ela ser mais alta, o que resultava sempre eu caindo de suas costas por conta da maré.

Não que ele tenha sido a primeira opção mas... Era a costa mais próxima e elas são largas, ele é alto e... Tá, acho que já me expliquei demais.

Esperava que ele me jogasse no mar mas Naruto segurou minhas pernas, me ajeitando.

Comentário aleatório: Ele tinha mãos firmes.

Entramos no mar, a água já dava em seu quadril e eu fazia de tudo para não encostar na água.

Não que eu tivesse medo ou não soubesse nadar, mas era como um jogo pra mim... E estava tão bom ficar com Naruto daquele jeito.

Uma onda veio em nossa direção e como um cavalheiro Naruto se virou de costas, fazendo a onde vir diretamente para mim.

- Você fez isso de propósito não fez? - Perguntei, ajeitando o capuz.

Ouço o mesmo rir em resposta.

- Que? Eu? Eu só estava olhando para aquela linda nuvem no céu - Respondeu, sarcástico.

O xingava internamente mas não conseguia tirar o sorriso de meu rosto.

Olhei para Sasuke e Kiba que brigavam por uma concha.

Chamei a atenção dos mesmos, apontando para Naruto, fazendo gestos para que o derrubasse.

Sou vingativa!

Eles se entreolharam e sorriram maldosos, vindo em nossa direção, como tubarões.

- Olha Naru! Não são garças? - Perguntei, apontando para uma direção aleatório.

- Onde? - Perguntou o mesmo, virando para o lado que havia apontado, desci de suas costas lentamente, ficando ao seu lado, dando a deixa para que Kiba e Sas o derrubassem.

E em menos de dois tempos, Kiba e Sasuke derrubaram Naruto que emergiu com uma enorme careta estampa no rosto.

E claro que nós, estávamos rindo sem parar.

Há... a vingança é linda.

Naruto ficou em pé, visivelmente irritado e rapidamente Sasuke e Kiba apontaram para mim, dedurando que eu havia tido a ideia.

Traíras.

Comecei a andar para trás e Naruto começou a vir em minha direção e como todos sabem que não tem como correr na água, ele me alcançou me segurando pelas pernas, e Kiba me segurou pelas braços.

Eles haviam combinado isso?!

E Sasuke, como sempre, adorava ver o circo pegar fogo.

- É agora Naruto? - Perguntou Kiba para o mesmo, que assentiu, com um sorriso maldoso nos lábios.

Os dois começaram a me balançar de um lado para o outro, tipo porquinho sabe? E então, Sasuke começou a contagem.

- É UM!

Olhei para os dois desesperada.

- Gente, vamos conversar - Falei, nervosa, os mesmos me ignoraram.

- É DOIS!

- Eu posso mudar! - Exclamei, já em desespero e os dois começaram a gargalhar.

- E É TRÊS! - Contou Sasuke por fim, me dando apenas tempo para sentir o impacto do mar, molhando meu casaco, meu cabelo, minha alma...

Emergir, a procura de ar, passando a mão em meus olhos.

E em seguida, olhei para os três patetas que riam de mim.

Podia dizer que fiquei enfezada mas na real... Comecei a gargalhar junto com eles.

- Ok, ok, eu mereci - Falei, levantando meus braços em rendição.

- Mereceu mesmo, sabe quanto tempo o Naruto leva pra passar a chapinha? - Perguntou Kiba, fazendo Naruto dar um tapinha em sua cabeça sem tirar o sorriso do rosto.

- A água tá tão boa - Falou Sasuke, enquanto boiava.

- Esta ótima mesmo - Falei, mexendo na água com meus braços - UMA PENA QUE CERTAS PESSOAS NÃO SABEM SAIR DA TERRA! - Falei alto, para que Shino pudesse ouvir, olhei para o mesmo que me mostrando o dedo do meio antes de voltar a ler.

Voltei meu olhar para os meninos e foi ai que Sasuke teve a melhor ideia de todas.

Naruto

Sasuke havia acabado de ter a melhor ideia de todos os tempos.

Fomos em direção a Shino, como de quem não quer nada, Sasuke e Kiba sentaram perto das pernas do mesmo enquanto eu e Hinata ficamos perto de seu tronco.

- Cansaram? - Perguntou Shino, sem tirar os olhos do Gibi.

- Você sabe, ficou chato - Respondeu Sasuke, esse garoto devia ser ator da globo.

Nos olhamos, estava na hora.

- AGORA! - Gritou Hinata, fazendo com que pegássemos Shino pelos braços enquanto Sasuke e Kiba o carregavam pelas pernas.

- ESPEREM! PAREM! E-EU ESTAVA FELIZ! - Shino gritava e se mexia desesperado.

E claro, apenas rimos, ele iria pro mar de qualquer jeito.

Estávamos com os pés dentro d'água. Hinata nos olhos e nos assentimos.

Não houve contagem muito menos aviso, Shino foi jogado de surpresa na água.

Gargalhamos da careta que o mesmo fez ao emergir.

- Eca, sal - Falou Shino, com a língua pra fora, com cara de nojo e claro não demorou a jogar água na gente e assim, se iniciou uma guerra.

***********

Agora estávamos sentados nas toalhas, tomando nossos sorvetes que havíamos acabado de comprar.

- Eca! Não acredito que você gosta de sorvete de limão, o gosto é horrível - Exclamou Kiba, fazendo uma careta.

Hinata apenas mostrou a língua para o mesmo antes de voltar a tomar seu sorvete.

- Você não pode falar nada! Você gosta de brownie com catchup - Comentou Shino arrumando seu óculos que estava cheio de sal.

- E ainda te dar uma baita dor de barriga depois - Ajudei Shino.

- E que por falar nisso, você não vai mais comer isso, já falei, aquele banheiro tem que ficar limpo! - Exclamou Sasuke, apontando seu sorvete para Kiba.

- Até parece - O mesmo murmurrar, antes de dar uma lambida em seu sorvete.

Ainda continuamos discutindo sobre o gosto peculir de Kiba, até um casal de velhinhos passarem.

- Aonde já se viu? Uma única garota andando com um bando de marmanjo - Comentou a senhora, falando alto o suficiente para que Hinata ouvisse.

- É, hoje em dia, essas garotas só pensam em uma coisa - Continuou o senhor ao lado também julgando.

Hina foi abaixando a cabeça aos poucos. Não havia entendido o problema! Ela só estava se divertindo...

- É engraçado como tem gente que não se manca não é? - Falou Kiba, alto para que eles escutassem.

- Pois é, a tendência era fazer o ser humano evoluir... Mas tem gente que não está disposto a olhar o mundo com outros olhos - Ajudou Shino, os olhando pelo canto.

O casal foi embora com seus narizes empinados e sua ignorância.

Hinata continuou de cabeça baixa, seus olhos se escondiam por trás da franja quase seca.

- Hina, o seu sorvete tá derretendo - Falou Shino, chamando sua atenção.

- Há... É mesmo - Falou ela, voltando a lamber seu sorvete.

- Não fica assim Hina...- Falou Kiba, tentando mostrar o seu melhor sorriso.

- Eu sei, mas... - Hinata suspirou pesadamente - Até quando vamos ter pessoas nos julgando? Com quem a gente anda? Qual o problema de eu ser a única menina no meio de garotos?! Isso mesmo, não existe problema! - Exclamou a mesma, chateada.

Suspiramos todos, sabíamos como era ser julgado com frequência e tinha certeza que era pior para Hinata pelos vários aspectos.

Havia se instalado um silêncio entre nós.

Suspirei e olhei para meu sorvete.

Sorri, havia tido uma ideia.

Encostei meu sorvete no rosto de Hinata, a assustando.

- EI! - Exclamou a mesma, passando a mão por sua bochecha suja de sorvete.

Então, aproveite e sujei seu nariz a deixando indignada.

- Não acredito que fez isso! - Exclamou ela, antes de tentar me acertar com seu sorvete, mas consigo desviar a tempo, resultando em um Sasuke limonizado.

Kiba começou a respingar seu sorvete em nós acertando Sasuke e Shino que também entraram na onda do sorvete.

Hinata se escondia trás de mim, gargalhando de toda a situação.

Pelo menos ela havia voltado a sorrir.

***********

- Gente... Tô com fome - Reclamou Hina, se jogando na toalha, colocando a mão na barriga.

Já havíamos nos limpado logo depois dos "respingos acidentais".

- Eu também.... - Gemeu Kiba, também com fome.

Revirei os olhos, ele sempre ia na onda da Hinata.

Guardamos as coisas no carro, iríamos a uma lanchonete perto dalí.

Sasuke estacionou em frente a lanchonete.

- Então... Quem vai comprar? - Perguntou.

- Eu não ! - Respondi rapidamente.

- Eu não! - Respondeu Kiba ao mesmo tempo.

- Merda! Eu sempre perco - Reclamou Shino, já saindo do carro.

- Parece que você e o Shino terão que descer Hina - Avisou Sasuke.

Eu e Kiba fizemos um "toca aqui", éramos demais.

- Como assim? Não é justo! Eu não sabia -  Reclamava Hina, enquanto saía do carro.

Hinata

Fala sério! Cade a justiça nesse mundo?

Shino e eu entrámos na lanchonete e fomos até a mesa de atendimento.

- Boa tarde, o que vão querer? - Perguntou a atendente, com um largo sorriso no rosto e em seguida colocou a mão na boca, contendo um grito - Você é o Shino? Da banda Saturno?! Eu não acredito! - Exclamou ela.

Shino abriu o seu melhor sorriso e colocou o dedo indicador na boca, como se pedisse para a mesma não fazer escândalo.

Nem preciso comentar que ela ignorou a minha presença certo?

- Eu adoro as músicas de vocês! No último show então....- Ela soltou um longo suspiro - Você estava maravilhoso.

Se você quer enxer o ego de alguém aprenda com ela.

Suspirei, se for pelo Shino, vamos ficar aqui uma eternidade.

Chamei sua atenção, batendo no balcão.

- Nós vamos querer, dois X-Bacons, um Egg X-Frango, dois Hamburgões, quatro garrafas de cerveja e três batatas fritas pra viagem - Falei, de uma vez.

A garota apertou em alguns lugares na tela do computador com uma carranca enorme na cara.

Ok, eu sei que não devo estragar um momento de fã com seu ídolo mas estava morta de fome!

E em menos de dois minutos ela estava babando em Shino novamente, que estava meio sem graça mas claro adorando a atenção.

Apontei para o banheiro, dando a ideia de que ia rápido.

Não estava sendo hipócrita, sei muito bem o que Shino esta sentindo, é ótimo não posso negar mas às vezes é bom apenas ir a uma lanchonete pedir algo para comer sem ser reconhecido, me considerava com vantagem quanto a isso.

Molhei meu rosto, apoiando minhas mãos na pia, olhei para o espelho vendo meu reflexo e comecei a passar a ponta dos meus dedos sobre minhas cicatrizes, ainda estavam lá, menos doloridas mas ainda estavam.

Será que meu rosto sempre seria assim?

Suspirei, levantando meu capuz em seguida, tentava não pensar muito nisso.

Voltei para o balcão, esperava que nossos lanches já estivessem prontos, chegando lá havia três caras grandes, vestindo camisas de bandas de rock desconhecidas, estavam ao lado de Shino na verdade haviam meio que cercado ele.

- Você é daquele banda de viadinhos certo? - Perguntou um deles, cutucando Shino, que se mantia quieto.

Fui chegando mais perto.

- Vocês chamam aquilo de música? Sério, aquilo está mais pra lixo mesmo - Comentou o outro, agora dando uma cotovelada no mesmo.

Olhei ao redor, a atendente havia sumido e todos da lanchonete pareciam não ligar para o que estavam acontecendo.

- Vamos sair daqui - Falei, ficando ao lado de Shino, pegando a sacola de lanches que estava em suas mãos.

- Se não é mais uma fãzinha de mais uma banda babaca - Falou um deles.

- Fala mal do gosto musical dos outros vai fazer a sua banda ser melhor? Eu acho que não - Respondi, com as mãos na cintura.

Os três ficaram calados.

- São haters como vocês que reforçam a ideia idiota de julgar as pessoas pelos seus gostos, pessoas como vocês nunca crescem de verdade - Falei, sinica, passando pelos babacas, puxando Shino pela blusa.

- Hinata, você tem mesmo que ser nossa guarda- costas! Não tô brincando - Disse Shino, já do lado de fora.

Gargalhei.

Eu sou demais.

- Por que tanta demora? - Perguntou Kiba, pegando a sacola em minha mão - Estava quase devorando a boina do Sasuke.

Revirei os olhos com um sorriso no rosto enquanto entrava no carro.

- É sério, ele não tá brincando - Disse Sasuke, mostrando sua boina com uma mordida.

- Mas... Por que a demora? - Perguntou Naruto antes de dar um gole na cerveja que Shino havia lhe entregado.

- A Hinata me defendeu de três brutamontes, ela foi demais! - Respondeu Shino, animado.

Naruto olhou para mim, com seus olhos cor de caramelo com um lindo sorriso nos lábios.

- Isso é verdade? - Perguntou o mesmo.

- É... Isso... É... Verdade mesmo? - Perguntou Kiba de boca cheia.

Assenti, envergonhada.

Naruto bagunçou meus cabelos e Kiba levantou o polegar.

Sasuke havia dado a partida e agora estávamos apenas passeando, assistindo a tarde virar noite.

Tomei um gole de minha cerveja e peguei uma das batatas, nossa, como estava boa.

- HÁ HINATA! - Gritou Shino, do nada, levantando sua cerveja para o alto.

- HÁ HINATA - Gritaram todos, me fazendo rir.

Abaixei o capuz, jogando minha cabeça para trás, sentindo o vento em meu rosto, era uma sensação tão boa.

Sinto então Kiba me cutucar, levantei minha cabeça.

- Quer? Só fumamos em ocasiões especiais - Ofereceu com um cigarro que estava entre seus dedos.

Sorrir sem mostrar os dentes mas neguei, voltando a minha posição anterior.

- Eu e fumaça não nos damos muito bem - Falei, sem entrar em detalhes.

Pedro aparentemente aceitou minha resposta.

Naruto

Depois de Hinata recusar o cigarro, Kiba me ofereceu o qual eu peguei e dei uma dragada, devolvendo para o mesmo depois.

Hina estava com a cabeça para trás, com um pequeno sorriso nos lábios, o vento dançava com os seus cabelos e com sua franja a bagunçando ainda mais.

Sorri com isso, Hinata era muito mais que apenas uma garota bonita.

Então, de repente ela levantou a cabeça, tomando um gole de sua bebida, levantando o dedo do meio para o céu.

- EU TIVE UMA IDEIA PARA UMA NOVA CANÇÃO! - Gritou a mesma, nos deixando animados.

Sasuke começou apertar a buzina, Shino batucava e Kiba gritava animado.

- Essa é só uma amostra, ainda falta algumas partes - Disse Hina, nos entregando seu caderno.

A viagem toda ela passou anotando nos lenços que vieram com os lanches, ela nos apressou a viagem toda.

Pra ter uma noção, ainda estávamos com as roupas de banho.

- Você sentiu tudo isso... Só hoje? - Perguntou Sasuke, depois de ler a música passando em seguida para Shino e depois para Kiba.

- Eu acho que... Toda garota se sente assim em algum momento não só nós mas todos... Somos muito mais do que podemos imaginar - Respondeu Hinata.

E então, Kiba me entregou o caderno, a música era linda, e quando completa, provavelmente seria incrível.

- Então... O que acham? Vai para o álbum? - Perguntou a mesma, ansiosa.

Nos olhamos e assentimo sorrindo.

- Não deixaríamos uma música fantástica dessas passar! - Exclamou Kiba, animado.

Peguei um dos lápis que estavam espalhados pelo chão, complementando uma das partes, entregando em seguida para Hinata que leu e em seguida abriu um largo sorriso para mim.

Kiba pegou o caderno da mão de Hina, para ver o que eu havia escrito.

- "Sou muito mais que apenas uma foto" - Leu Kiba em voz alta e os demais aplaudiram.

Metade  dos aplausos era de admiração e o resto provavelmente zoação mas sabia que haviam gostado, principalmente ela, que não havia desmanchado o sorriso até agora.


Notas Finais


Comentem ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...