História Minha Noona - JK - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Personagens Originais
Tags Bangtan, Bts, Hot, Jungkook
Visualizações 125
Palavras 1.187
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Part I


Já estou pronto a algum tempo sentado ao lado de Jimin, fico olhando ao longe minha amiga terminar de se arrumar. Admiro sem receio a beleza da garota, não preciso esconder o fato de que gosto dela, pelo menos não aqui.

Quando ela está pronta a conversar com a colega de grupo, sigo até onde estão as interrompendo, preciso muito de um tempo a sós com Mari-Noona.

_ Noona.

_ Hm!

_ Pode me ajudar com uma coisa?

_ Claro, o que é? - Me olha desconfiada.

_ Me acompanhe, por favor.

Mostro o caminho para ela que me segue sem hesitação. Devagar passo a sua frente guiando-a para um camarim vazio mais à nossa frente no corredor, onde não há ninguém passando. Assim que adentramos a pequena sala a fecho e tranco a porta atrás da garota, a deixando encostada sob a madeira fria.

_ Faz tempo que não nos vemos.

_ Você está sempre ocupado.

_ Acho que preciso de alguns dias de folga.

_ Sim... Deve ser cansativo ser Jeon Jungkook, nosso precioso Golden Maknae. - Com a ponta do dedo faz círculos em meu peito sob a camisa.

Acaricio seu rosto lentamente até chegar a sua nuca, não é preciso que diga algo a ela, já sabe que a quero beijar. Nas pontas dos pés ela cola sua boca a minha em um beijo cheio de saudade contida, talvez até mesmo um pouco de desespero.

_ Estava com saudade.

_ Não está mais? - Digo me aproximando novamente.

Sorrindo ela passa os braços a minha volta retribuindo o contato, mas logo se afasta.

_ Talvez um pouco.

_ Deixe-me te ajudar a acabar com esse pouco então.

A puxo contra meu corpo lhe dando um beijo intenso cheio de desejo e paixão, a garota toda derretida aperta os braços a minha volta tornando o contato ainda mais desesperado e quente ao morder meu lábio provocativa.

_ Não faça assim.

Com um pouco de força a empurro contra a mesinha ali próxima, a fazendo bater o quadril, mas não reclama.

_ Senta!

Com um pulinho ela sobe obediente na mesa e se senta me encarando séria, passo as mãos em suas coxas descobertas pela saia curta e abro suas pernas me colocando entre elas. Com menos esforço volto a beijar lentamente, explorando sua boca como se fosse a primeira vez, aproveitando e saboreando o gosto doce dos seus lábios que a muito tempo não toco.

Minhas mãos já atrevidas e sem controle algum tiram do caminho o curto short de proteção que ela usa, deixando entre nós apenas a fina peça de lingerie preta rendada que ela por pouco tempo usará se depender de mim.

_ Kookie aqui não... Alguém pode nos ouvir.

_ E é isso que torna tudo mais excitante.

Aperto às coxas grossas e macias dela enquanto mordo o lóbulo de sua orelha esquerda, ela geme sem se conter, também não aguenta mais esperar, está apenas com medo... como da primeira vez.

_ Kookie...

_ Shii...

Deixando beijos e mordidas no decorrer de meu caminho até seu peito, tenho que me controlar para não marcar seu corpo pálido com vontade ou arrancar suas roupas de forma bruta, apesar de a vontade ser esmagadoramente grande.

_ Deite agora.

Como uma boa Noona, obediente deita na mesa com os cabelos espalhados para todo o lado...Tão sexy e ao mesmo tempo tão inocente que faz minha sanidade perder o foco por alguns segundos.

_ Como posso me controlar quando você é tão obediente...

Com um sorriso extremamente sem vergonha, ela ergue de leve a barra de seu vestido, me provocando, a garota já está completamente fora de si.

_ Não provoque...

_ Então pare de falar.

Acariciando suas pernas me abaixo para beijá-la, algo gostoso que poderia fazer pelo resto da vida que não enjoaria nunca.

Delicado passo um dedo pela extensão de toda a sua intimidade, percebendo o quanto ela já está molhada; com movimentos circulares e lentos a provoco nessa região sensível, a fazendo arfar e interromper o beijo com um gemido rouco e baixo.

_ Está tão quente aqui... e tão molhado.

_ Você me deixa assim...

Ela não pode mais conter seus gemidos...

_ Fique quietinha.

_ Hm... - Com um movimento da cabeça assente positivamente.

Coloco a mão por dentro de sua calcinha, alisando gentilmente sua entrada, que pulsa pedindo para que a possua, então o faço enfiando um dedo e depois outro, fazendo movimentos de pressão a fazendo se contorcer pela mesa.

_ Por favor...

_ Quer que eu pare? - Sussurro em seu ouvido.

_ Não...

Bruto arranco sua calcinha a fazendo parar longe, ergo suas pernas as colocando em meus ombros e me abaixo com prazer até sua intimidade. Dou leves chupões na região, sentindo seu gosto tão doce... a fazendo delirar cada vez que a chupo ou que minha língua passa por sua entrada... Com chupões mais fortes invisto dois dedos em seu interior, fazendo movimentos de entra e sai devagar, a deixando cada vez mais louca.

_ Eu disse pra você ficar quietinha.

_ Hm... Desculpa...

Levo a mão que a segurava até sua boca, colocando dois dedos entre seus lábios ofegantes... Ela os chupa com vontade, me fazendo perder a concentração.

_ Não com força Noona... Aish.

AH! Minha mente vai longe com o que ela faz, tão atrevida , então tenho que tirar minha mão dela para me concentrar... até que ela aperta meus dedos dentro dela tendo seu primeiro orgasmo. Enfio a língua em sua entrada e dou um último chupão com força, com extrema vontade, e a largo do jeito que está, puxo a para cima e seguro seu corpo relaxado.

_ Tão gostosa...

Passo a língua envolta dos lábios, a vendo corar violentamente com meu ato.

Com delicadeza ela passa a mão em meus lábios antes de me beijar e sentir seu próprio gosto em minha boca. A solto passando as mãos sobre meu cinto para tirar logo dali toda essa roupa que está me prendendo, mas a garota impede minhas mãos.

_ Deixa eu te ajudar com isso...

Ela fala já descendo da mesa e se abaixando a minha frente, de joelhos abre a calça e a desce juntamente com a box branca levemente molhada pela excitação.

_ Ah...

Essa visão dela desse jeito faz meu membro latejar por falta de atenção.

Ela segura meu membro grande e rígido com carinho e inicia movimentos lentos de sobe e desce, pendo a cabeça para trás apenas com o toque de sua mão macia e quente sob ele.

_ Seja boazinha...

Com paciência, a qual não tenho, lambe toda a extensão do membro me provocando antes de colocá-lo todo na boca, o chupando devagar apenas para me provocar ainda mais... É a primeira vez que ela faz isso, e é muito bom... sua língua sob... tão quente... e macia... Ah!

Tirando ele da boca, lambe a glande lentamente, dando leves chupões... Assim que estou quase lá, a puxo, molhando assim a minha mão que impede que isso se espalhe.

_ Você gostou?

_ Oh yeh... Noona você é muito boa nisso...

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...