1. Spirit Fanfics >
  2. Saudades Do Amor... >
  3. Capítulo Único

História Saudades Do Amor... - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Pessoal, não era para eu fazer One separada, mas meio que para eu não fugir do meu foco em Noites Encantadas que agora são os Hots, eu decidi fazer separado.

É um Drama, espero que gostem.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Phoebe...

É impressionante a maneira que o destino tira a nossa felicidade... É impressionante a maneira irônica e desajeitada que ele trabalha... É algo tão, mas tão..... Sem complexo... Para mim.

-- Filha calma... -- Não, eu não vou ficar calma, estou sem ar!--   Hank, Médico!!!-- Por quê?...

-

Tinha barulhos de passaros, maquinas... Choro... Pessoas falando... Aonde eu estava?

Abro meus olhos me sentando em uma cama com lençól branco, vejo que o lugar era todo branco... Era um hospital? ... Não sabia mas a minha cabeça doía, muito...

-- Então você acordou!-- A sala é invadida por um homem de jaleco branco, aparentava seus cinquenta e poucos anos.

Eu o olho confusa, não sendo capaz de dizer uma palavra sequer.

-- Querida, seus pais querem te ver, posso deixar eles entrarem?-- O olho, tentando me lembrar da ultima coisa que havia falado para meus pais...Nada... Branco...

-- Claro-- Sussurro, vendo o homem abrir um sorriso e sair.

A sala é invadida por rostos inchados e roupas bagunçadas.

-- Querida...-- Mamãe fala com dificuldade, vindo me abraçar.

Mas afinal... Por que ela estava chorando? Eu estava bem... Não???

-- Por que estão assim?-- Sussurro lutando contra a dor de cabeça.

Vejo eles se olharem confusos, em seguida me olhando com pena.

-- Você não se lembra?-- Mamãe pergunta e eu faço um sinal negativo com a cabeça, vendo ela mais uma vez olhar para papai.

--Seu irmão está em coma...-- E de repente era como se tudo fosse drenado de mim, sobrando apenas espaço para a dor...A boa e velha dor... Ou seria a má e horrível dor?... Que dor de cabeça...

-

Lá estava ele, com maquinas o mantendo vivo, por culpa de quem? Minha... Eu havia me enganado, eu havia deixado que a plasma o acertasse... Eu havia deixado o Dark Mayhem se vingar... Eu não havia lutado.

Lagrimas eram as únicas coisas vivas no quarto, até porque, eu não me considerava viva por dentro, eu estava morta, feita em milhares de pedacinhos.

-- Max...-- O chamo como se fosse capaz de ouvir, mas eu sabia que o mesmo não era-- Por favor...

-

Acho que a única coisa que me entendia era a cama... Ela não me forsava a sair de cima dela... Era eu e a cama.

-- Phoebe...-- Vejo a luz invadi meu quarto e um lacinho o adentrar-- Quer jantar?

Me levanto com dificuldade, pensando que embora não tivesse Max na mesa... Meus irmãos mereciam... Não?

-

Lagrimas, lagrimas e mais lagrimas... Por que eu havia deixado a cama? 

-- Phoebe, calma-- Era a voz de Billy, mas eu estava cansada da palavra calma.


Sonho

Um vento fresco mexia os meus cabelos, tinham flores em volta aos meus pés e parecia que tudo estava bem... Mais que bem... 

Eu não estava triste, ao contrario, me encontrava feliz... Parecia que todas as lagrimas haviam desaparecido de meu peito... Mas como?

-- Phoebe?-- Sinto meu peito subir, vendo que atrás de mim, alguém... Não! O Max... Me esperava com a mão estendida-- Você disse que queria aprender a dançar, não?-- Corro até seu encontro, o abraçando com todas as minhas forças, sentindo suas mãos firmes me apertando.

-- Max...-- Sussurro o beijando com todas as minhas forças.

-- Não chora...-- Sinto seu dedo limpando uma de minhas lagrimas teimosas e em seguida seus braços rodearem a minha cintura-- Voltando ao assunto-- Ele fala começando a se movimentar comigo-- Eu disse que a ensinaria a dançar-- Sorrio me deixando levar.

-- Você vai voltar?-- Pergunto vendo ele parar e vendo um sorriso em seus lábios.

-- Seria um péssimo namorado se não voltasse.... 


Abro meus olhos com um susto, sentindo lagrimas invadirem meus olhos e ouvindo passos pelo corredor.

-- PHOOOOEEEEEBBBBBEEEEE!!!-- Me levanto em um salto ao ver Nora abrir minha porta com um estrondo.

-- O que?-- Pergunto.

-- Max...-- Billy fala com um sorriso e de repente eu vejo a minha vida completa... Mais que completa...

-

Beijava cada parte de seu rosto, temendo que a qualquer momento eu acordasse.

-- Por mais que eu goste, eu não estou entendendo a sua preocupação-- Max fala e eu o olho com uma sobrancelha erguida, me deitando ao seu lado na cama do hospital.

-- Pensei que eu fosse te perder-- Falo e abraçando de lado, vendo um sorrisinho surgi em seus lábios.

-- Eu nunca te deixaria, Phoebe...


Notas Finais


Enfim... Pode ter ficado confuso... Mas eu gostei de escrever...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...