História Savages-Season Two - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Andrew Lincoln, Norman Reedus, Phoebe Tonkin, The Walking Dead
Personagens Aaron, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Ezekiel, Maggie Greene, Michonne, Morgan Jones, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Tara Chambler
Tags Amylee Dixon, Andrew Lincoln, Carl Grimes, Daryl Dixon, Negan, Phoebe Tonkin, Rick Grimes, Savages, Sussurradores
Visualizações 61
Palavras 1.506
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então Olá chuchus...TUDO BOM? VOCÊS NÃO SABEM O QUÃO FELIZ EU ESTOU DE ESTAR DE VOLTA COM A SEGUNDA TEMPORADA DE SAVAGES,MANO QUE FELICIDADE ❤

Tudo bem com vocês chuchus? Eu espero que esteja,olha eu aqui de volta com a 2° temporada de Savages,primeiramente quero agradecer a vocês que me deram todo o incentivo e vocês não sabem o quanto eu fico feliz com isso,sério eu fico muito animada ❤ E também tem meu amor por Amylee Dixon,meu orgulho ❤

Pra não enrolar demais,bora pros avisos?

✅O Universo da série e quadrinhos The Walking Dead e seus personagens não me pertencem,apenas personagens que não foram citados na história me pertencem,assim como suas personalidades!

✔Se você é novo por aqui,seja bem-vinda (o) chuchu ,antes de ler a 2° Temporada de Savages eu recomendo que leia a 1° temporada primeiro assim você vai poder entender melhor a história (Link disponível nas Notas Finais).

✅A história a partir de agora não vai mais se basear tanto na série,agora é referência aos quadrinhos,pra não dizer que não teremos elementos da série,vamos ter algumas referências ao último episódio da oitava temporada "Wrath",onde a Maggie declara uma raiva imensa contra o Negan,ou seja,sim talvez Savages possa passar por uma fase de Guerra Cívil.

✔Já vou sugerindo que criem muitas teorias, pois alguns capítulos eu deixarei pontas soltas justamente pra isso kkkk,vamos interagir povo 💜

✅Eu não pretendo deixar tudo idêntico também, nem tudo vai seguir a risca dos quadrinhos e a série,eu pretendo mudar muitas coisas!

✔A Classificativa pode mudar sim,vamos ver no decorrer dos capítulos.

✅Os Sussurradores estão vindo por ai,bora preparar os corações,pq a coisa vai ficar séria nessa temporada.

✔Essa Segunda Temporada é a última,ou seja, Savages não terá mais continuações,então vamos aproveitar o nosso Ricklyee ao máximo!

✅Sabem que as opiniões de vocês são sempre bem vindas certo? Então não sejam leitores fantasmas ou tenham vergonha de aparecer kkkj

✔Capa da história feita pela maravilhosa da Tay (~SenhoraDixon) as capas dela são maravilhosas e aliás,ela também escreve umas histórias maravilhosas com Carl Grimes 💜

✅Título do prólogo baseado na música Safe and Sound-Taylor Swift,ouçam ela se quiserem ❤

✨ Boa Leitura chuchus ✨

Capítulo 1 - Prólogo-Safe and Sound


Fanfic / Fanfiction Savages-Season Two - Capítulo 1 - Prólogo-Safe and Sound

 "Eu me transformei no reflexo de todos aqueles que amei e perdi,as coisas mudaram,agora já não é mais só uma questão de sobreviver"-Amylee Dixon,data desconhecida.

                                 °••••°

Santuário, Virgínia

°•Amylee Dixon•°

Eu sentia meu estômago revirar.

Eu me levantei e pisquei um pouco atordoada,eu estava na minha cama,com outras roupas mais confortáveis,mas ainda sim meu estômago estava péssimo.

—Meu estômago-murmurei.

—Toma isso,vai ajudar eu acho-a voz de Rick chegou até meus ouvidos e assim que me virei para encará-lo ele me estendia um líquido estranho.

—Que isso?!-perguntei,confusa.

—Um chá que a April fez pra você,se lembra da noite passada,sim?

                               ☆★☆

Noite Passada

|| Amy ||

Todos se divertiam,dançavam e comemoravam,eu observava a pequena roda onde April,Susana, Rosita,Laura,Sherry e até mesmo a pequena Judith dançavam enquanto Jerry tocava uma flauta,uma melodia animada,era até legal de se ver.

—Você não vai dançar?-Dwight parou a meu lado.

—Não,eu não sou disso-falei e dei mais um gole em minha bebida.

—Devia tentar,hoje é um dia de festa,é o dia em que celebramos a união das comunidades aliadas-falou ele.

—Eu sei-respondi.—Mas não levo jeito pra dançar.

—Ninguém dança perfeitamente Amy,veja a Laura ela também não dança lá essas coisas e está se divertindo-falou ele.

—É to sabendo disso-respondi.

—Vai lá se divertir,deixa de ser isolada-respondeu ele me empurrando.

—Você me paga-resmunguei e April se aproximou.

—Vai dançar também Amy?-perguntou ela sorrindo animada.—Claro que vai.

April respondeu a própria pergunta e me puxou para o meio da roda,eu fiquei um pouquinho relutante, mas no fim me deixei levar pela melodia alegre e incrível que tocava,Jerry tinha talento.

Dançar de certa forma,era libertador,dava uma incrível sensação de calma e leveza,o que estragou isso foi a minha tontura repentina,eu me afastei um pouco e me apoiei na mesa,vendo quase tudo ao meu redor girar.

—Amy?-eu ouvi a voz de Daryl.

—Amylee,você está bem?-em seguida eu vi Rick.

—Me tira daqui-pedi enjoada e tonta.

Rick veio ao meu lado e me ergueu no colo,eu estava assim desde semana passada,eu provavelmente devia ter comido alguma coisa estragada pra estar naquele estado ou eu estava doente.

Assim que chegamos,Rick me deixou sentada na cama e foi fuçar o meu guarda-roupa atrás de alguma roupa mais confortável.

—Eu reconheço essa camiseta,você que anda roubando minhas camisetas?-ele perguntou se virando pra mim.

Eu dei de ombros.

—Roubar é uma palavra muito forte,é um jeito que eu tenho de ficar próxima a você e outra,você tem muitas camisetas-respondi tirando meus sapatos.

—Toda vez que você volta,uma camiseta minha some,agora tá explicado-falou ele,me entregando em seguida um pijama confortável.

Eu caminhei com cuidado até o banheiro e me vesti rapidamente e sai de lá,retirei a coroa de flores que eu usava e a deixei sobre uma pequena mesinha que havia em meu quarto.

—Eu estou exausta-resmunguei e me deitei na cama.

Meu sono não demorou muito a vir e eu logo me deixei levar,pelo ótimo sono que me aguardava.

                                  ☆★☆

—É eu lembro,eu fiquei tonta e pedi pra você me trazer aqui para o meu quarto-falei e levei o líquido estranho até boca.

—Isso é um chá de camomila,April fez pra você e Dwight te mandou panquecas-falou ele e eu fiz caretas.

—O Dwight? Você tem certeza Rick? Conhecendo bem o histórico dele,Dwight não leva jeito pra cozinhar não-falei.

—Dwight só as trouxe,Sherry fez as panquecas-falou ele.

—Ah sim-respondi.—Me de aqui.

Ele me estendeu um prato com três panquecas,eu lhe ofereci uma,ele aceitou e se sentou a meu lado, as panquecas estavam deliciosas,eu tinha que agradecer a Sherry pelas deliciosas panquecas.

—Eu achei que você ia embora ontem a noite-comentei.

Rick me encarou,havia uma pontinha de deboche em seu olhar,lá vem.

—Se queria se ver livre de mim,era só falar-falou ele, eu revirei os olhos sorrindo minimamente.

—Não seu tonto,todos de Alexandria já voltaram,só você ficou,por que?-questionei.

—Eu fiquei preocupado,sua tontura súbita me preocupou e não só a mim,Daryl passou a noite no Santuário também-falou ele.

—Nossa,que bonitinhos vocês dois,estou tocada com tanta preocupação-zombei.

—Seu sarcasmo começa cedo não?-perguntou ele,de forma retórica.

Eu dei de ombros e voltei a comer minhas panquecas,depois que terminei,coloquei o prato na pequena mesinha que havia em meu quarto e então eu respirei fundo.

—Eu tenho que levantar,os tempos festivos acabaram e agora eu tenho um lugar para colocar em ordem-comentei,me levantando.

—Está bem mesmo,Amy?-questionou Rick.

—Claro que sim,eu vou me trocar e a gente já desce ver como estão as coisas-falei e peguei uma muda de roupas.

Eu fui até o banheiro me troquei,fiz minhas higienes matinais então saí,Rick estava na porta a minha espera,eu lhe sorri e peguei meu arco e depois fui em sua direção.

—Sabe,eu estava ponderando em ir para Alexandria hoje mesmo,buscar minhas guloseimas com Carol, estou com vontade-comentei enquanto descíamos as escadas.

—É uma ótima ideia-comentou ele.

—Se animou foi? Ter a minha ilustre presença é tão bom assim?-debochei e ele ficou meio constrangido,eu o coloquei contra parede e concluí o pensamento.—Sente minha falta.

Eu sorri abertamente,me divertindo com sua reação,mas ele não pareceu querer deixar barato.

—Eu acho que estamos invertendo os papéis Dixon, já que você é uma mulher insaciável e sente muito a minha falta-retrucou ele,eu entendi a sua frase,o duplo sentido e a malícia.

Antes que eu pudesse formular uma boa resposta, ouvimos algumas vozes alteradas vindo da enfermaria,eu encarei Rick e nós fomos até a mesma.

E lá vimos meu irmão e minha ex-cunhada em uma discussão acalorada,ambos com os nervos a flor da pele.

—Você não é meu dono! Não te devo satisfações vá embora,agora!-April gritou.

Ultimamente as coisas entre ela e Daryl só se resolviam quando alguém intervia e mandavam os dois cada um para o seu canto,algo entre os dois havia acontecido e nenhum deles fazia questão de falar o que havia sido.

—Então você está mesmo com aquele infeliz,seguiu seu caminho,isso só prova o quão falsas foram suas palavras-Daryl rebateu.

—Eu não vou admitir que você...

—Chega!-gritei.—Nós temos pessoas que precisam de atendimento aqui,Daryl vá para o pátio principal agora! E você April fique na sua e atenda os pacientes,deixem de infantilidade os dois!

Eles por fim perceberam a nossa presença,meu irmão saiu furioso e April se apoiou em uma cadeira cansada.

—Está bem?-questionei a April.

—Só diga para o seu irmão,que eu quero ele longe de mim-pediu ela.

Eu assenti e sai de lá junto com Rick,nós fomos em silêncio até o pátio principal,os moradores do Santuário já começaram o dia a toda vapor,alguns passavam e desejavam bom-dia,como resposta eu sorria.Dwight estava lá conversando com Sherry,os dois assim que viram a mim e Rick acenaram e voltaram a conversar,nós acenamos de volta e fomos até meu irmão.

—Quer falar do seu show de maturidade?-questionei,firme.

—Não enche-respondeu ele bravo.—Vamos embora logo!

—April não te quer mais perto dela,seja o que for que tenha acontecido,respeite a decisão dela Daryl e siga em frente-falei.

Meu irmão se calou,eu me aproximei e o abracei depositando um beijo em sua cabeça,Daryl era cabeça dura,tanto ele quanto April,eu torcia para que eles se acertassem.

—Se passar mal de novo,nos chame-falou ele e eu assenti.

Então eu o abracei novamente e nos separamos, Rick se aproximou e me abraçou,eu retribui e o abracei de volta.

—Fala com ele pra mim,ele te escuta-pedi e ele assentiu.

—Eu vou,se passar mal de novo,mande alguém avisar e a gente volta pra cá,não esconda se ficar mal de novo-falou ele e eu assenti.

Eu o beijei,no início era pra ser só uma beijo rápido, coisa de despedida,mas se tornou algo mais,uma coisa intensa,uma intensidade controlada afinal estávamos em público,suas mãos seguravam minha cintura firmemente como se não quisesse romper o contato,eu estava do mesmo jeito,deixei que meus braços passassem por seu pescoço e o puxei para mais perto,as coisas estavam indo tão bem...

—Vocês estão em público,querem fazer esse tipo de coisa,vão para um quarto-ouvimos Daryl falar.

Meu irmão jogou um balde de água fria em um momento extremamente agradável,eu o fuzilei com o olhar mas não falei nada.

—Vamos logo Grimes,não precisa ficar agarrando a minha irmã toda hora-resmungou Daryl novamente.—Se cuida Amylee

Assistimos Daryl sair na frente e ir até sua moto, aquilo era mais uma prova de que meu irmão estava em péssimo humor.

—Fala com ele-pedi a Rick novamente.

—Eu vou-garantiu ele.

E mais uma vez nos aproximamos,bem pertinho quase quebrando a distância,mas ai ouvimos meu amado irmão começando a se estressar.

—Rick! Se continuar a agarrar a minha irmã,eu te deixo aqui caramba!-gritou ele,já distante.

—Vai,ele está mesmo irritado-comentei.

Eu ganhei um beijo rápido e ele se afastou em direção ao carro,eu suspirei e mandei que meus homens abrissem os portões,assim o fizeram e logo Rick e Daryl sairam,eu suspirei e fui até Dwight que observava a cena de longe.

—Que bicho mordeu o seu irmão?-questionou ele.

—April Morningstar-respondi e nós dois começamos a andar.—O que temos que fazer hoje?

—Bom nós vamos receber um carregamento de frutas do Reino,vamos enviar um carregamento de legumes para Alexandria e Hilltop não deu notícias-ele falou.

Eu suspirei.

—Vamos ter um longo dia não é?-questionei.

 —Vamos ter um longo dia!


Notas Finais


Então gostaram?

✖Como eu disse nas Notas Inicias,vou deixar que criem suas próprias teorias,sobre Daryl e April,Amylee e seus problemas...boa sorte kkkk

❌Gostaram chuchus? Eu espero que sim,esse foi só o comecinho do que está por vir,muitas surpresas aguardam os nossos queridinhos!!

✖Não sejam fantasminhas,apareçam,dêem suas opiniões,me digam se estão gostando,pq elas são extremamente importantes pra mim e me dão um gás maravilhoso para escrever ❤

🎆Como já diz na Sinopse,eles estão prontos para sua última batalha ❤🎆

❌Então foi isso chuchus,até a próxima atualização 💜

🔱 Link Primeira Temporada de Savages 🔱
https://www.spiritfanfiction.com/historia/savages-10777884

⭐Mah⭐


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...