História Save-me - Park Jimin - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 24
Palavras 753
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Abaixa que é tiro!!!
Boa Leitura!

Capítulo 35 - "Ele"


Taehyung ON

Faz mais de uma semana que Hoseok me evita ou age de forma superficial comigo. Eu fico repassando as ultimas semanas na cabeça, mas nenhum motivo vem à minha mente. Não me lembro de ter feito ou dito algo que pudesse magoa-lo. Mas depois de dias insistindo, ele finalmente vem passar dormir comigo.

Assim que a campainha tocou, corri para abrir a porta. Hoseok estava com uma sorriso tímido no rosto e então, o puxei para um abraço. 

- Taehyung: Hoje você vai deixar eu te beijar?

- Hoseok: M-mas eu s-sempre deixo... - Passei um braço em volta de sua cintura o puxando para perto e tomando seus lábios em um beijo calmo.

- Taehyung: Hobi, meus pais vão passar a noite fora... Me ajuda com o jantar?

- Hoseok: Claro!

Ele parecia bem. Estava um pouco mais próximo que nos últimos dias, mas mesmo assim... Estava diferente. Havia algo errado...

Tratei de afastar esses pensamentos e me concentrar em fazer o jantar. Lámen.

[Quebra de Tempo]

Terminamos de cozinhar e fomos para a sala comer. Coloquei um canal aleatório na TV e nos sentamos no sofá. Hoseok estava distante e pensativo. Queria muito saber no que está pensando. Ele sentou com uma certa distância de mim, e de vez em quando olhava pra mim cabisbaixo. 

Terminamos de comer e coloquei os pratos na pia. Hoseok estava com o controle na mão, mudando os canais, a procura de um filme. Segurei em sua cintura o trazendo para o meu colo. O fiz recostar a cabeça no meu peito e beijei seu cabelo. Hoseok estava encolhido no meu colo e eu estava o abraçando, até sentir algo molhar minha camisa. O afastei um pouco para enxergar seu rosto. Lágrimas invadiam seus olhos e caiam por suas bochechas. Beijei seus lábios com calma, pegando algumas lágrimas que insistiam em escorrer.

- Taehyung: Vai me contar o que aconteceu de verdade? - Tentei falar com a voz mais suave possível, acariciando seu rosto.

- Hoseok: N-não aconteceu n-nada...

- Taehyung: Hobi... Me conta, por favor!

- Hoseok: N-não posso...

- Taehyung: Pode sim...

- Hoseok: Não Taehyung. Não posso. - Ele aumentou muito o tom de voz e saiu do meu colo. Ele ia correr em direção ao banheiro, mas agarrei seu braço com força o impedindo de sair.

- Taehyung: Hoseok... Pelo amor de Deus, me conta o que tá acontecendo.

- Hoseok: Eu... Eu fui estuprado Taehyung. - Disse alto, quase gritando. Fiquei sem reação e o soltei, vendo ele correr para o banheiro.

Fui até o banheiro em passos lentos e curtos. A porta estava fechada e pude ouvir ele soluçando. Abri a porta de vagar e ele estava sentado no chão. Me sentei ao seu lado e o fitei. Seu braço estava marcado pelo aperto que lhe dei agora pouco...

- Taehyung: Desculpa por te machucar!

- Hoseok: Tudo bem... N-não m-machucou...

- Taehyung: Por que não queria me contar?

- Hoseok: Tae, eu te traí. Não queria te magoar.

- Taehyung: Hobi, você não me traiu, e não admito que diga isso. Não foi culpa sua. Você não pediu por isso.

- Hoseok: Mas me sinto culpado... 

- Taehyung: Não se sinta! Me conta como aconteceu?!

Hoseok: Foi no banheiro da escola. "Ele" sumiu da escola depois disso. Trancou a porta e me prendeu contra a parede... - Ele me contou tudo. Com dificuldade por conta do choro.

- Taehyung: Ele te machucou muito?

- Hoseok: S-sim... Tae, foi tão horrível...

Taehyung: Eu sei, Já passou...É por isso que você não deixa eu tocar em você?

- Hoseok: É... Desculpa Taetae. Eu fiquei com medo que você tentasse  algo e eu não queria te magoar, então me afastei. E... Tudo me lembram dele...

- Taehyung: Vem... Não vou fazer nada... - Segurei na cintura dele e o coloquei no meu colo. Ele se esquivou um pouco mas logo se aninhou nos meus braços.

- Hoseok: T-Tae... V-você não f-ficou b-bravo?

- Taehyung: Claro que não. Eu te amo pequeno... Por que ficaria?!

- Hoseok: Você não vai me deixar... Né?

- Taehyung: Não. Vou ficar aqui com você! - Ele segurou minha camisa com força e afundou o rosto em meu peito.

O peguei no colo estilo noiva e o levei para a cama. Cada toque meu, o assusta. Ele está com medo, e eu não sei muito o que fazer... O abracei a comecei a fazer carinho em seu cabelo até que pegasse no sono.

 

 

Continua?

.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...