História Save Me - Capítulo 29


Escrita por: e Lucylevydesu

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Chanyeol, Chen, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Exo, Hoseok, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Namjoon, Margo, Romance, Suga, Taehyung
Visualizações 38
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AVISO: Contém cenas hots!

~^~^~^~

Capítulo 29 - 29-Os dois lado da moeda


Fanfic / Fanfiction Save Me - Capítulo 29 - 29-Os dois lado da moeda

Sook narrando:

 

"Ele é o cara da sua vida... mas sua vida tá em jogo e de sua família... eu sempre quis ver ele bem, porém to sendo mau isso é pior do que eu pensava"

 

Pelo o incrível que pareça, encontrei informações por vizinhos que alguém tinha se mudado com as características dele e disseram que ele veio acompanhado se for mulher eu o mato, quase não conseguia informações onde exatamente ele poderia está pensei onde seu avô morava ele falava muito dele. Mudando de assunto ao chegar a sua casa bate na porta e ele atendeu e falou surpreso:

 

- Sook?

 

- eu mesma 

 

- como..? - ele parecia em choque.

 

- não vai me convidar para entra na sua nova casa

 

- espera como soube que eu estava aqui e como posso ter certeza que você não está ao lado do SeokJin

 

- como eu te conheço você viria ou para Daegu algum lugar reservado, ou um hotel pouco movimentado em Yongin ou um lugar perto do bairro que seu querido avô mora

 

- você é bem inteligente

 

- sobre o SeokJin ele tinha me ligado queria me fazer várias propostas, recusei, porém o palhaço colocou pessoas para me monitorar agora ele liga pouco mas sempre parece que vai me ameaçar. - olho pros lados. - posso entrar coisas assim não se conversa fora vai ver os fantasmas dele me acha aqui e não vai ser nada bom

 

Ele olha para atrás realmente ele esconde alguém, ele disse:

 

- ta entra

 

Entrei observei rapidamente a casa que era pequena acho que moraria pessoas até quatro era o suficiente eu digo:

 

- casa bacana melhor daquele seu antigo morfo 

 

- cala a boca. - ele sorri. - como soube que eu estava vivo?

 

"Ele ainda ta desconfiado"

 

SeokJin em umas de suas ameaças. - me sentei. - me revelou que você estava vivo e antes que você me encontrasse ele iria te pegar e te matar e mandaria de presente para mim sua cabeça para lembrar o quanto sou inútil ao ponto de não ajuda os dois lados. - solto um suspiro indesejado.

 

- nossa. - ele pensa rápido. - SeokJin tão desesperado assim?

 

"Continua desconfiado"

 

- ele ta com raiva, depois de saber que vocês aprontaram muitas coisas exemplo mata alguém importante para eles

 

- é, realmente. - ele deixa o sorriso escapar.

 

- Taehyung eu sei que agora é difícil de acreditar em mim, mas eu preciso ficar em um lado e eu quero está no lado de vocês eu sempre tive do seu lado não vai ser agora por causa de um banana que deixarei de está do seu lado. - falo me aproximando.

 

Ele pensa mais um pouco, ele disse:

 

- realmente, você tem razão, agora se você agir de forma estranha tipo algum ato suspeito você sabe o que acontece com traidores?

 

- sim, eu sei. - engole seco.

 

- perfeito. - ele sorri. - bem-vinda a turma. - ele me abraça. - vou chamar o Jungkook

 

- ele está aqui?

 

- sim. - ele saí.

 

"Ouvir pouca coisa mas... conseguiu meus parabéns" 

 

Falou a enfermeira no ponto eletrônico.

 

Suga narrando:

 

- mulher chata. - reclamo enquanto pego um copo com leite.

 

- falando de mim? - eu olho surpreso para ela.

 

- é. - bebo o leite.

 

- o que você ta falando de mim? - ela se aproxima.

 

- coisas boas. - falei em tom irônico.

 

- um aviso, quero deixar bem claro senhor Suga eu vim aqui para me vingar de SeokJin. - ela me encara.

 

- entendo

 

- então espero que esteja claro. - ela cruza os braços.

 

- está. - ela se vira de costa. - só.. - ela se vira novamente me encarando. - preciso ter certeza de algo

 

- diz. - ela se aproxima mais ainda.

 

Segurei seu rosto impressionando rapidamente os lábios, ela se debateu rápido mas se deixou se envolver, minhas mãos desceram até suas costas apertando contra mim, rompemos o beijo até dá umas encaradas e voltamos a nos beijar um beijo feroz. Quando formos ver já estava no quarto ela fala entre os beijos:

 

- isso é uma loucura.. - fala ofegante.

 

- loucura? É o que vamos fazer já já. - ela sorri me empurrando na cama.

 

Sook narrando:

 

- isso é tão estranho. - comento olhando pro Jungkook.

 

- se acostume. - V comenta enquanto leva o copo com suco à boca. 

 

- bom, algum plano? Vocês ainda não falaram

 

- por que quer tanto saber? - Jungkook estreita o olhar.

 

- porque SeokJin pode descobrir a qualquer momento que estou aqui, e vai querer mais ainda nos matar e mata nossas famílias 

 

- talvez, bom vou dormir to cansado, boa noite. - ele se levanta.

 

- boa noite. - falamos em uníssono.

 

- acho que ele ta com raiva de mim

 

- por quê? - Taehyung pergunta curioso.

 

- sei lá, acho que ele não superou o fato de mim sabe.. 

 

- é. - ele indaga.

 

Tirei o ponto eletrônico disfarçadamente e coloquei no bolso, eu gosto muito dele acho que precisamos de um momento nosso, claro vai ajudar na confiança falei:

 

- onde vou dormir?

 

- no quarto de hóspedes

 

- onde fica?

 

- segundo andar,direto a esquerda 

 

- certo. - sorri. - aproveita passa lá pra ver se eu acertei de quarto

 

[...]

 

- Sook? - ele entra.

 

- ah! viu acertei. - aparece de roupão.

 

- que bom. - ele sorri. - vou dormir

 

segurei em seu braço. - vem cá. - puxei ele contra mim comecei a beijar seu pescoço.

 

- Sook não podemos... - ele segura em meus braços, falava meio fraco.

 

- eu te quero tanto Tae. - falo em seu ouvido.

 

- Sook..- ele parecia preste a caí na tentação.

 

- preciso de você está noite. - falo dando um sorriso safado.

 

Ele fecha a porta rapidamente, retirando meu roupão, logo se deitamos, começamos a se beijar com muita paixão, ele era é muito bom principalmente na cama. Segurei em seus braços fortemente já que eu o conheço muito bem ele não seria nada tranquilo no ato, ele da um puxão em meus lábios, sim eu sabia que Taehyung precisava de mim e eu dele.

 

 


Notas Finais


el fuego!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...