História Save Me - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Gravidez Masculina, Jikook, Jimin!seme, Jimin!top, Jiminativo, Jungkook!uke, Jungkook/passivo, Jungkookbottom!, Kookmin, Mpreg, Namjin, Teste, Vhope
Visualizações 358
Palavras 2.282
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Escolar, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


PONTO DE VISÃO DO JUNGKOOK
CAPÍTULO NÃO BETADO

Capítulo 11 - 11


- Jungkook?

Assim que ouvi aquela voz, desenterrei minha cabeça de minhas pernas e olhei para cima. Lá estava Jimin, com uma sacola plástica nas mãos.

- J-jimin... - murmurei e me levantei rápido. Colei meu corpo no dele rodeando meus braços ao seu redor.

Ele ficou quieto por um tempo, provavelmente por eu estar todo molhado e frio e ter agarrado ele. Logo ele me abraçou de volta e eu afundei meu rosto em seu pescoço.

- o que aconteceu? Por que você ta aqui? Por que ta chorando? - perguntou. Eu respirei fundo. Nem sei como consegui ter tantas lágrimas. - quer que eu te ajude a ir pra casa?

- n-não, por favor, não - pedi me afastando um pouco. Ele me olhou.

- por que? - muitas perguntas...

- eu preciso de a-ajuda - fungei.

- o-ok... hm, vamos pro meu apartamento - disse e eu concordei. O soltei e me afastei mais, mas me senti tonto e me apoiei na parede com o braço e coloquei uma não sobre o rosto. - tudo bem com você?

Eu tava vendo tudo rodando. Neguei com a cabeça e ele passou seu braço pela minha cintura e segurou o meu braço passando ele por seu pescoço. Me segurou "de lado" e me ajudou  a ir andando até onde ele mora.

Passar pelo elevador não foi muito legal, tenho pânico de lugares fechado. Meus dentes começaram a bater os debaixo com os de cima, eu to com muito frio.

As portas metálicas finalmente se abriram e saímos lá de dentro. Respirei fundo meio aliviado e o Jimin começou a abrir a porta do apartamento.

Eu não fazia ideia de que ele morava em um apartamento. Eu não tinha ideia de como vim parar aqui. Parecia destino.

- finamente você chegou, Jiminnie - ouvi falarem e entramos. - Jungkook?

Olhei para frente e vi Min Yoongi, o amigo ômega do alfa. Ele me olhava com surpresa e... um pouco de desgosto. Sempre foi assim, ele parecia não gostar muito de mim desde que meu conheceu.

- Yoongi, me ajuda aqui! - Jimin pediu. O outro ômega me ajudou a ir até o sofá e me fez sentar lá. A princípio eu não queria porque iria molhar tudo, mas acabei me sentando porque sentia que podia cair a qualquer momento.

Jimin sumiu do meu campo de visão e voltou tempo depois com uma toalha, a qual ele jogou sobre meu corpo e eu me enrolei.

Ele e yoongi tocaram alguns olhares, assentiram e foram até outro cômodo. Eles ficaram conversando por alguns minutos.

Eu olhei em volta. A casa do meu amigo é bem confortável e aconchegante. Era quentinho lá dentro. Eu sentia que tava atrapalhando alguma coisa.

O vídeo game tava ligado e tinha alguns saquinhos de salgadinhos e latinhas de refrigerante pelo chão da casa. 

Logo os outros voltaram para a sala. Min Yoongi comentou sobre estar indo embora. Ele pegou uma mochila no sofá, colocou nas costas e abraçou o Jimin.

- só não vai atrás de mim quando se arrepender - o ômega sussurrou e eu ouvi sem querer.

Eles se despediram. Jimin foi para a cozinha e trouxe um copo de água pra mim. Eu bebi, fazia bastante tempo que eu não bebia ou comia qualquer coisa.

Ele se sentou no sofá que fica do lado desse que eu to virado pra mim. Coloquei o copo ainda com um pouco de água na mesinha de centro (que tava no canto ao lado do sofá).

- agora você vai dizer o que ta acontecendo e por que apareceu chorando perto da porta da minha casa? - perguntou. olhei para baixo.

- eu não sabia que você mora aqui  - respondi baixinho. - e não quero falar sobre isso agora.

- ta... hm... só responde uma coisinha, você tava lá de fora a muito tempo? Digo,  na chuva... - concordei com a cabeça o olhando. - Você ta louco Jungkook? Podia ter acontecido alguma coisa com você. Hoje em dia é  perigoso pra ômegas andarem sozinhos pelas ruas. Sem contar que você pode ficar resfriado... - e continuou o sermão.

Só então me toquei. Eu fui muito irresponsável por ter ficado tanto tempo na rua na chuva. E se meu bebê não estiver bem?? Só de pensar nisso me da vontade de correr para um médico e perguntar se ta tudo bem. Mas não posso, Jimin não sabe sobre ele, e os médicos geralmente não atendem a noite.

- Você vem? - Jimin perguntou me fazendo "acordar".

- o que? 

- tomar banho - repetiu o que devia ter dito antes mas eu não ouvi.

- a-ah... - ele se levantou e segurou delicadamente em minha mão me fazendo levantar também.

Andamos até um banheiro e ele me soltou. Me apoiei na pia enquanto ele arrumava uma banheira. Fiquei olhando ele, que se virou para mim enquanto a banheira enchia.

- pode ficar a vontade. Eu vou pegar uma bucha nova pra você - falou e saiu do banheiro. Eu tirei minha blusa xadrez  que tava por cima da camiseta. E ele voltou.

- me ajuda?



PONTO DE VISÃO DO JIMIN



- Me ajuda? - Jungkook perguntou tentando tirar  sua camiseta. Sem sucesso. Ele parecia sentir dor.

Mordi meu lábio inferior  e fui ajudar ele. Segurei a barra da camiseta branca dele e comecei a puxar ela para cima. Ele me ajudou  levantando os braços.

Seu corpo era branco e tinha algumas marcas de hematomas, o que ne fez o encarar assustado com os olhos arregalados. Quando jungkook viu minha surpresa ele abaixou a cabeça.

- Kook... o que é isso? - perguntei, me referindo ao modo como tinha adquirido aquelas marcas. Pareciam terem sido feitas por algo/alguém.

O ômega não me respondeu. Parecia não querer falar muito sobre isso. Ele me disse isso e eu to insistindo. Que droga Jimin!

Ele começou a tirar sua calça.

- eu... vou te deixar sozinho pra ter mais privacidade  - falo, indo em direção a porta, mas paro quando sinto suas mãos gélidas segurando meu pulso.

- por favor, não - pediu parecendo muito assustado. Quem e o que tinham feito com meu amigo??!

- tudo bem... eu fico - ele me soltou depois de alguns segundos. Encostei a porta do banheiro sem trancar ela.

Desliguei a torneira da banheira. Jungkook me olhou  depois de tirar sua calça, e eu acabei ficando tempo demais encarando seu corpo. Engoli em seco.

Como eu pude ter algum tipo de pensamento, mesmo que breve, impuro com ele?

- Você me ajuda? - pediu de novo. Eu concordei com a cabeça e indiquei a banheira pra ele entrar.

Ele se sentou dentro da banheira e eu me sentei na borda dela. Comecei a ajudar ele a se banhar. Sua pele tava com muitas marcas vermelhas e poucos cortes pequenos.

Eu senti raiva daquilo. Raiva de quem fez aquilo com meu menino, porque sei que ele não fez isso sozinho.

Molhei minha mão na água morna, me aproximei de seu rosto e passei minha mão em sua bochecha, limpando um cortezinho que ele tinha lá.

Jungkook fechou os olhos e posso jurar que vi suas bochechas ficarem meio vermelhas. Olhei para seus lábios e mordi novamente o meu. Eu tinha  vontade de beijá-lo, mas não posso fazer isso.

- appa - ele murmurou e abriu os olhos. Me afastei rapidamente voltando a mim, confuso.

- o que? - perguntei.

- o meu appa vez isso - ele confessou. Triste. Vi algumas lágrimas se formarem nos cantos de seus olhos e quis muito abraçá-lo.

- ei, não chora - pedi. Eu não queria ver ele chorar. Não ia aguentar isso.

Ele forçou um sorriso sem mostrar os dentes. Olhou para baixo e balançou a cabeça.

- hm... você pode acabar sozinho? Eu vou... buscar uma roupa pra você

E saí do banheiro. Eu queria chorar. Ver Jungkook todo machucado e não poder fazer, não poder ter feito nada para impedir isso.

Peguei uma blusa de manga longa minha, um short e uma cueca boxer. Voltei pro banheiro. O ômega estava em pés de costas pra mim se enrolando na toalha que eu tinha te entregado antes.

Ele tinha tirado sua roupa íntima e tinha colocado no chão junto com as outras roupas molhadas.

Pigarreei e ele se virou para mim. Entreguei as roupas pra ele e saí do banheiro para ele se vestir.

Voltei pro meu quarto  e procurei uma outra blusa pra mim vestir já que a que eu usava tava molhada pela hora que ele me abraçou mais cedo.

Suspirei e tirei minha blusa. Como ele teve coragem de bater no próprio filho? Ainda mais esse filho sendo o jungkook?! Não  consigo acreditar  que ele fez algo de errado. Só o conheço a 2 meses, mas somos  de certa forma próximos. Ele sempre foi um garoto tão certinho...

Vesti a outra blusa e me virei, vendo jungkook parado na porta do meu quarto me olhando.

- hm... onde eu deixo isso? - perguntou parando de olhar pra mim enquanto segurava a toalha. 

Fui até ele e peguei ela de sua mão. Observei que seu cabelo ainda tava bem molhado então segurei sua mão e o chamei pra secá-lo.

Fomos até a cama e eu peguei um secador de cabelo. Coloquei na tomada e pedi pro ômega se sentar, ele timidamente fez. Peguei uma escova de cabelo e comecei e secar seua fios pretos.


Desde que vi Jungkook pela primeira vez sinto algo por ele. Mas não amizade. Algo... maior. Eu realmente gosto dele. Contei isso pro Yoongi e ele me disse que eu devia estar apaixonado. Mas não posso fazer nada porque o kook tem namorado.

Yoongi é meu amigo de infância, só me mudei de escola por causa dele. E ele já confessou algumas vezes que gosta de mim mas... eu não consigo enxergar ele como além de um irmão. Para mim ele vai ser sempre meu irmãozinho ômega que eu nunca tive.

Eu sei que ele gosta de mim e não correspondo. As vezes me sinto um monstro por isso. Seria tão mais fácil se eu também gostasse dele...

Pedi pro Jungkook se virar e ele fez, fechando os olhos. Sequei sua franja olhando para ocseu rosto. Ele é o ômega mais lindo do mundo!

Sorri involuntariamente, enquanto passava a escova no seu cabelo. Desliguei o secador e ele abriu os olhos.

Fiquei o olhando por alguns segundos mas logo me afastei. Não é certo fazer isso. Lembre-se Jimin: vocês são apenas amigos e ele tem namorado!

- Você ... ta com fome? - perguntei. Ele acentiu com a cabeça várias vezes. Parecia uma criança. Tão adorável. - vem - falei segurando em sua mão e o levando até a cozinha.

Foi inevitável não notar algumas marcas eu seu pulso. Por um momento me lembrei de Kwanjong. Eu já vi ele segurando o jungkook pelo braço e arrastando ele pela escola com certa violência, isso me irritava bastante.

- eu só tenho ramen  - comentei rindo.

Peguei a sacola com os macarrões estantaneos que comprei e comecei a prepará-los.

- onde sua mão ta ? - Jungkook perguntou se sentando na cadeira.

- ela foi fazer uma viagem com o meu padrasto  e com o Jihyun - contei. Jihyun, meu irmão de 8 anos gosta bastante do kook.

- ah... Faz tempo que eu não vejo o Jihyun - disse.

- Você vai dormir aqui hoje não vai? - perguntei virando pra olhar pra ele.

- eu posso? Não quero ter que voltar pra... casa.

- claro que pode! Você vai dormir comigo - ele corou e eu percebi o que tinha falado. - quer dizer... você n-não vai ficar sozinho 

Ele riu.

- eu entendi Jimin




PONTO DE VISÃO JUNGKOOK




Jimin é um ótimo amigo . Eu me sinto bem com ele. Meu coração se aquece.

Ele se virou para mexer o ramen e eu coloquei a mão sobre minha barriga.

- espero que você esteja bem... - sussurrei.

- o que? - Jimin perguntou. Eu ne esqueci que ele é um alfa e pode escutar de longe.

- na-ada - respondi.

Eu tinha começado com esse... hábito estranho de "falar" com meu bebê desde que comecei a aceitar mais sua existência.

Tossi, me encolhendo dentro da blusa do jimin. Ela ficava um pouco larga pra mim, mesmo comigo e ele sendo quase da mesma altura. Seu corpo é mais largo. Esse tipo de roupa é confortável!

Quando a comida ficou pronta, eu acabei de comer logo. Faziam mais de horas que eu não como nada. Um ramen sem acompanhamento não é algo muito nutritivo, mas já é bom.

Jimin me olhou meio surpreso.

- desculpa - disse envergonhado.

- não peça desculpas! Você não fez nada de errado - pediu. - Você se desculpa demais. É desnecessário, você fica muito... submisso.

- kwan gostava assim... - murmurei olhando para baixo. Pensar nele me faz querer chorar. Não acredito que tudo isso aconteceu por minha culpa!

- Kook, você ta bem ? - Jimin perguntou. Olhei para ele, que tinha acabado de comer.

- sim, eu só... - parei de falar. Eu sou tão idiota por ainda gostar dele, por ainda ter ido atrás dele pedir ajuda pra algo que ele deixou bem claro não se importar.

- olha, eu não sei direito o que aconteceu  - começou, segurando em minha mão que tava sobre a mesa. - mas vai ficar tudo bem - e sorriu terno.

Ele esfregava seu polegar na minha pele como forma de carinho. E eu tava gostando daquilo.

Ele me soltou, se levantou pra deixar os pratos na pia e parou na minha frente.

- Você deve estar cansado, quer se deitar? 

Concordei e me levantei. Ele me levou até seu quarto e disse pra mim deitar na sua cama, que ele ia dormir em um colchão no chão.

- não posso deixar que faça isso. A cama é sua, fique aqui também  - sugeri.

- não seria estranho? Digo... um ômega e um alfa na mesma cama... - a sociedade condena isso, mas eu não me importo.

- claro que não. Nós somos amigos.

Ele sorriu e eu o abracei apertado. Jimin é o melhor  amigo alfa  que eu já tive.






Notas Finais


Esse ficou beem grande, mas eu adorei escrever kk
Interação linda de JiKook para vcs 😍

Jimin tem 1,75 (ele é um alfa meio... baixinho pela sociedade de abo's mas td bem) e o Yoongi 1,72
Jimin mais alto q o kook sim!! É mt fofinho (e geralmente os alfas são mais altos q ômegas por causa de genética e tals...)

Tenho uma perguntinha (mais uma, q n é mt bem uma pergunta...) vc poderiam sugerir apelidos para o Jimin chamar o kook? Tipo, eu ia colocar "bebê", mas o kook chama o/a filho/a dele assim então ia ficar confuso. Um apelido que não tenha haver com o nome dele tipo "kook" "junggie"... (?)
Gif do Suga https://lh6.googleusercontent.com/proxy/E_zU7Tbhzvrqdtl4OXnEH407ytqYhYb12CWUfNVnaxblv5lj1GhO-fhTo7KFCQQIhm5XcKEIM8UyElnsEqpDiuu7xDHoKfjbh8NcXlyWtVo-ve0uXZbQ50mYXuSy-eWkGc1Z=w400-h250-nc essa é a aparência dele (só a cor do cabelo, essa roupa n, imaginem ele com uma roupa mais casual e mais novo -ps: ele e o jimin tem 17 anos)

Mais de 50 favoritos, isso é mt gratificante, OBG!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...