História Save Me - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Beast Titan, Bertolt Hoover, Connie Springer, Dot Pixis, Eren Jaeger, Erwin Smith, Farlan Church, Grisha Yeager, Hange Zoë, Historia Reiss, Isabel Magnolia, Jean Kirschtein, Keith Shadis, Kenny Ackerman, King Fritz, Kuchel Ackerman, Levi Ackerman "Rivaille", Marco Bott, Mikasa Ackerman, Mike Zacharius, Moblit Berner, Nifa, Nile Dok, Pastor Nick, Personagens Originais, Reiner Braun, Rod Reiss, Sasha Braus, Ymir
Tags Ackerman, Hope, Levi, Scarlet, Shifter, Tita
Visualizações 103
Palavras 1.796
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


ansiosas para saber do Levi? bom... a espera acabou!
Boa leitura! ^^

Capítulo 6 - End of the Word


Fanfic / Fanfiction Save Me - Capítulo 6 - End of the Word

Ficar a mercê no território de titãs era a coisa mais idiota que eu poderia atrair para mim mesma, mais não me permiti cair sem lutar, então apertei mais a capa da tropa ao meu redor e corri na direção contraria de Reiner.

Eu não chegaria na muralha sem encontrar um titã e, aqui no meio de campo aberto era impossível usar o DMT, isso se eu tivesse gás, o que no caso eu já começava a duvidar.

Então fiz a coisa mais sensata, subi em uma arvore alta e de copa muito densa, o que impediria que os titãs me vissem, mais a tropa de exploração também não veria.

 

A questão toda era se eles viriam ou não?

 

Eu podia imaginar Armin e Mikasa brigando com unhas e dentes pra poder vir atrás de Eren, eu podia imaginar meus companheiros de esquadrão determinados em favor dessa missão suicida, podia imaginar Erwin liderando todos atrás da esperança da humanidade, mais por que eu não podia imaginar alguém vindo por mim? É claro que eu confiava que meus amigos viriam por mim, mais quando não me encontrassem com Reiner e Bertholdt o que aconteceria?

Olhando para o sol eu podia imaginar que faltava por volta de duas horas para o por do sol, o que me trouxe algum alivio, pois logo os titãs ficariam inativos e eu teria tempo o suficiente para me recuperar e ir atrás de Eren.

Muitos diriam que é idiotice, mais eu não poderia simplesmente voltar para a segurança sem ele, eu abandonei minha família uma vez, não faria novamente.

Com dificuldade me sentei no galho onde estava e encostei contra o tronco grosso, cerrei os dentes e puxei minha camisa pra cima, apenas para ver a enorme queimadura em meu abdômen, seguia ao redor do meu torço e provavelmente pegava pequena parte das costas.

Eu silvei de dor com os dentes cerrados enquanto mais e mais vapor deixava a queimadura.

De repente um som me chamou atenção e eu ergui meus olhos para o horizonte, onde uma linha de cinco ou seis feixes de fumaça verde erguia-se no céu.

 

Tropa de exploração...

 

Mais eles estavam indo em outra direção, talvez cinco quilômetros de diferença, mais iriam passar direto por mim sem me encontrar aqui e eu precisava agir rápido.

Ou eu guardava energia para me curar e voltar para a muralha, ou usaria o resto agora para chamar a tropa.

Usando o DMT eu desci da arvore e olhei para onde as fumaças verdes se dissolviam aos poucos.

Eu queria imaginar ele vindo, montado aquele cavalo negro que me dava medo, pois sempre relinchava e se agitava quando eu me aproximava das baias no estabulo.

Eu queria poder ver a capa familiar da tropa quando ele se aproximava.

Eu me vi desejando que ele viesse ao meu resgate, o que era no mínimo ridículo, pois, ele estava ferido e em recuperação, não poderia vir mesmo que quisesse.

Mais ter alguém para amar já seria o suficiente para mim, e então com um sorriso e uma única lagrima, eu me permiti que a energia fluísse.

O clarão familiar veio de cima, o som do raio e então eu era uma maquina mortal de quinze metros novamente.

 

Três horas antes...

 

Levi Pov´s

 

Eu observei com certa impaciência quando o rapaz nos informava que não havia nada de errado com a muralha, mais que o problema de verdade era que durante a volta, ele e seu time haviam encontrado o esquadrão sobre comando de Hanji.

 

Scarlet...

 

Disse que haviam membros da unidade 104º de cadetes sem equipamento e que três deles eram titãs.

Depois de finalmente chagarem para ajudar, os soldados descobriram que tudo já havia terminado, Eren e Scarlet haviam sido levados para alguma merda de lugar para fora das muralhas e o resto foi deixado para trás feridos demais para segui-los.

Pra mim isso tudo podia muito bem ser uma piada de merda, mais não, era serio e eu só tinha que ter deixado ela sozinha por algumas horas antes que alguma coisa idiota da vida resolvesse leva-la para longe.

Mais as coisas eram diferentes agora, eu não iria me sentar e ver as coisas fluírem de qualquer forma, foda-se minha perna, eu iria até a porra do fim do mundo salva-la e matar o idiota que a levou, simples assim.

Eu não estava disposto a mantê-la na memoria com havia feito a tantos anos, como havia feito com cada companheiro morto, com minha família, com meus amigos, com meu esquadrão.

Com esse pensamento em mente eu me virei e deixei a multidão de soldados que se aprontavam para partir, arrumei um uniforme descente e vesti as pressas os cintos.

Abasteci o DMT e antes que pudesse dar mais um passo até meu cavalo alguém me parou, ou melhor, Erwin me parou.

_O que é? – questionei irritado

_Levi, é perigoso demais em sua situação, preciso que fique e...   – mais ele nunca terminou essa frase

O agarrei pelo colarinho, a roupa normalmente impecável se enrugou e eu trouxe seu rosto próximo ao meu.

_Eu não ligo pra que merda de discurso sobre perigos você tem pra mim, eu estou indo junto com você – rosnei irritado - entendeu?

Os olhos azuis pareciam assustados, mais ele assentiu.

_Certo – ele concordou

Eu finalmente o libertei asperamente e me afastei querendo ir logo até meu cavalo.

_Ela significa tanto assim? – Erwin me questionou

E com toda sinceridade eu não poderia mentir sobre isso.

_Mais do que eu podia imaginar – eu disse serio

 

Atualmente...

 

Narradora Pov´s

 

Erwin liderava os soldados, pela primeira vez havia não apenas soldados da tropa de exploração, soldados da policia militar e da guarda estacionaria estavam aqui hoje, tinham apenas até o sol se por para resgatar Eren, Scarlet e Ymir.

 

Scarlet...

 

A morena trouxe um turbilhão de pensamentos á sua mente, pois a filha de seu falecido amigo era o motivo dele estar aqui para começo, e Erwin tinha que admitir a si mesmo, ele não esperava isso.

Olhando por cima do ombro ele olhou para o capitão no cavalo negro ao seu lado, pouco atrás de si.

Os pensamentos de Erwin foram cortados com o grande lampejo de luz a distancia, um grande raio caiu, maior do que os que ele já havia presenciado de qualquer forma, mais o intrigante foi que o raio permaneceu por bons segundos ao invés de desaparecer rapidamente.

Mais assim que desapareceu a primeira coisa que ouviram foi um enorme grito, alto e assustador o suficiente para fazer a espinha de Erwin tremer.

_É ela! – Levi afirmou com força – eu irei – ele afirmou e apontou dois dos soldados – vocês, venham comigo! Mantenham a formação e encontrem o pirralho Jaeger.

Erwin assentiu e disparou um feixe sinalizando para a formação continuar em frente.

_Boa sorte – Erwin desejou

Levi não respondeu, mais agradeceu internamente e pediu para realmente estar com sorte.

Seguiu em frente, a mente em um turbilhão de pensamentos, era como ver tudo se repetir novamente, mais Scarlet era forte e poderia segurar a situação por mais algum tempo, pelo menos até ele chegar.

Nunca imaginou que pudesse atravessar uma área de pelo menos cinco quilômetros tão rápido, e nem que os soldados o conseguiriam acompanha-lo, não imaginou o quão fácil a encontraria, mais o grande titã evaporando era algo que não passaria despercebido.

Infelizmente não havia passado despercebido a outro titã também, pois o gigante de sete metros vinha correndo para o corpo sem vida do titã de Scarlet.

_Cuidamos desse capitão – um dos soldados gritou

_Vá atrás da Hope – o segundo gritou

Alivio o lavou e ele seguiu em frente sem diminuir nenhuma vez, ele não vacilaria agora.

Mais seu alivio por encontra-la se tornou desespero ao vê-la ali, encostada numa arvore, sangue manchando suas roupas e dor em sua expressão.

Ao ouvir o galope de cavalo, Scarlet ergueu os olhos da ferida embebida em sangue e arregalou os olhos ao ver Levi desmontando do cavalo negro e correr em sua direção com uma expressão assustada.

_Levi...? – ela questionou fraca

O moreno a pegou em um abraço assim que sua mão escorregou da arvore, e levou um segundo para ela assimilar o que estava acontecendo, mais assim que entendeu tudo, ela não tentou se conter em abraça-lo de volta.

O medo de morrer no território de titãs finalmente alcançando sua mente e ela deixou que o moreno a apertasse em seus braços até que a picada no abdômen a fizesse soltar um silvo de dor.

Imediatamente ele a afastou, assustado com o som de dor e finalmente viu o abdômen encharcado de sangue.

_Desculpe, eu não queria...  – ela o cortou

_Tudo bem, só dói quando eu respiro – ela tentou sorrir mais apenas veio outra expressão de dor

Levi se amaldiçoou por ter chego tão tarde, por ter deixado seu lado quando ela seguiu para a Muralha Rose, por ter...

_Levi – ela o tirou de seus pensamentos – obrigada por vir – e então ela sorriu gentilmente

Aquele sorriso que no começo ele reclamou a si mesmo, mais com o tempo passou a admirar, passou a amar...

Ela podia desarma-lo apenas com aquilo, e não era fraqueza para ele admitir isso, pois, ele se sentia tão forte quando era dirigido a ele.

Ele a ajudou a descer e ficar abaixados no chão, sendo que ela parecia pálida e sem forças.

_Mais foi imprudente, você ainda está ferido e mal pode entrar em combate – ela franziu o cenho

Preocupação lavou o rosto da morena e ela mordeu o lábio inferior nervosa.

_Poderia ter...   – dessa vez fora ele a corta-la

_Cale a boca, pirralha – ele mandou

_O-o que? – ela o olhou assustada e depois irritada – não ouse me mandar calar a boca, eu apenas me preocupei que...

Ele a pegou pelos braços e segurou com força, mais ela não reclamou, não quando viu sua expressão dura.

_Eu vim até aqui por minha conta e risco, eu sei dos riscos mais preste atenção nessa merda toda – ele mandou – eu tinha que vir, por que...   por que...   – ele não sabia como continuar

Felizmente, ao olhar em seu rosto ela pode entender, era a mesma expressão que ela usaria em lugares opostos.

E então para acalma-lo de sua perda de palavras ela apenas segurou seu braço e sorriu docemente.

_Eu entendi – ela afirmou

Ele quase podia suspirar aliviado, mais se conteve e ao invés disso ele pegou a morena nos braços e caminhou de volta ao cavalo.

Scarlet ficou tensa por um momento quando viu o cavalo negro de Levi, mais relaxou assim que sentiu o aperto suave do homem que a segurava.

Ele montou, a morena atrás com os braços firmes ao seu redor.

_Vamos voltar para a formação – ele comandou aos dois soldados – eu encontrei o que procurava... – ele pensou

_Sim senhor 


Notas Finais


E então? era o que esperavam? ai meu deus me digam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...