1. Spirit Fanfics >
  2. Save me >
  3. A fuga

História Save me - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Perdoe qualquer erro, por favor.

Capítulo 3 - A fuga


Fanfic / Fanfiction Save me - Capítulo 3 - A fuga

HOSPITAL CENTRAL ,QUARTO 23:

 Depois da jovem ser socorrida foi encaminhada para o quarto, ela estava cedada por conta das dores no corpo, mas devido a sua mutação o efeito da droga estava passando. 

Um homem entra no quarto sem fazer barulho, pega um travesseiro e coloca sobre o rosto da jovem para sufoca lá até a morte.


Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


NA SALA DE ESPERA...


Derek senti um aperto no peito e seu lobo inquieto, percebi que os dois homens tinham sumido, então sai correndo pelo hospital a procura da jovem. Scott o chama e é ignorado, pelo hale . 


Derek segui seus instintos e encontra o quarto da jovem e ao entrar, vê um homem loiro tentando sufocar lá, ele se transforma e ataca o homem.


 Eles começaram a lutar, durante a luta Derek acerta um chute no estomago do homem que cai e bate a cabeça morrendo. 


O moreno vira de frente para a jovem que se encontra acordada e vê tudo, ela estava assustada e sai da cama encarando o corpo do homem no chão. 


-Você está bem? A pergunta do lobo chama a sua atenção e ela olha para ele surpresa, aos poucos Derek volta a forma humana com seus olhos brilhando em azul.


-Conhece aquele cara?  Diz o moreno indo na direção da jovem que recuar até sentir a parede as suas costas e o lobo a sua frente.


-Sim, eu to bem! Não conheço ele! Aquele cara me perseguiu na floresta e tentou me matar! Mas quem é você? Diz preocupada e o lobo sorri.


-Meu nome é Derek Hale! Eu sou um amigo e te trouxe para o hospital junto com o Scott! Só que fui eu que... dizia meio nervoso mas se cala diante do olha sério da jovem.


-Você o que? A jovem pergunta curiosa e flashs vem a sua mente, lhe causando dor de cabeça.



Flashback on:


Ela era arrastada pelos guardas por um corredor com várias celas de portas eletronicas, parecia uma prisão mas não era só isso, se tratava de um laboratório numa base.


Os guardas abriram a cela 13 e jogaram Billie dentro e a trancaram,

ela levanta do chão e começa a bater na porta, do lado de fora era possivel ouvir os gritos das outras celas.


Billie sentou no chão com as costas contra a cama e encarou a porta da cela chorando, desde pequena estava ali. 

As celas são todas iguais, elas tinham uma cama e um banheiro, paredes brancas que possui campos elétricos que dão choque ao menor toque e um vidro onde os doutores observavam suas cobaias.

 

-Quando eu vou sair desse lugar? a jovem se perguntava, de repente as luzes ficaram vermelhas, começou a soar o alarme e as porta foram abertas, ela levantou do chão e viu os prisoneiros correndo pelo corredor e sem exitar saiu da cela correndo.


Enquanto corria ela ouvia tiros e os prisoneiros usavam suas habilidades contra os guardas que encontrava no caminho, quando finalmente alcançou a saida, se deparou com um cenário de guerra. 


-BILLIE , POR AQUI! gritou Angel , sua amiga próximo a floresta junto com mas dois amigos Dylan e Alex.


 A jovem corria pela floresta com seus amigos, sendo perseguidos por militares que atiravam contra eles, no meio da confusão ela se perdeu de seus amigos.


Um dos homens do doutor que montava guarda na floresta, a viu correndo e começou a persegui la, ele atirava contra ela mas só acertava as árvores. 


Billie a vistou uma estrada e atravessou a mesma correndo quando foi atropelada por um carro preto e tudo apagou.


Houve um momento depois do acidênte em que ela abriu os olhos e viu dois homens com olhos brilhantes falando com ela, um deles tinha brilhantes olhos azuis que a trouxeram paz e foi a última coisa que viu antes de desmaiar.


fim do flashback.



-VOCÊ ME ATROPELOU SEU IDIOTA! grita irritada e da um tapa na cara do moreno e começa a bater no peito dele que abraça ela para acalma la.


A jovem se debate nos braços do lobo tentando se livrar deles mas acaba se rendendo, se deixando abraçar por eles e encosta a cabeça no peito dele e começa a chorar.


-Sim! Me desculpa Billie! Eu e o Scott sentimos muito! Agora se acalma, vai ficar tudo bem! Diz ele baixo e aperta mas seus braços envolta dela ao notar os soluços do choro, o lobo beija os cabelos da jovem que tenta lembrar da última vez em que foi abraçada por alguém mas não consegui. 

Derek coloca o queixo sobre a cabeça dela e faz um leve carinho nas costas a acalmando.


O lobo de Derek não podia estar mais feliz, ter a jovem entre seus braços lhe acalmava, dava a sensação de segurança, carinho, atração e algo mas, um sentimento novo e intenso que ainda não tinha nome.


Naquele momento nada mas importava para o lobo do que manter ela segura e por perto, as lágrimas molhando a camisa dele não tinha a menor importância.


 A jovem se sentia segura, protegida e calma, ela sabia que podia confiar no moreno e tinha esse algo mas que não sabia ao certo o que era mas iria descobrir, aos poucos foi se afastando lentamente para olhar para o rosto do moreno.


Eles se olharam intensamente, foram se aproximando e o beijo aconteceu, começou calmo mas aos pouco foi esquentando mas quando o oxigênio fez falta, os dois foram obrigados a termina lo. 


Os dois se olharam e seus olhos brilharam, azuis e amarelos, com a respiração acelerada e os corações batendo a mil.


 O alarme dispara assustando os dois que se afastam como se tivesse levado um choque, barulhos de tiros e gritos são ouvidos.


 -SÃO ELES, DEREK! ELES VIERAM ME MATAR! EU TENHO QUE SAIR DAQUI! ME SOLTA? grita assustada e passa pelo moreno que a segura pelo pulso esquerdo fazendo ela se virar de frente para ele.


 -Calma Billie! Eles quem? pergunta o lobo preocupado e a jovem respira fundo tentando se acalmar.


-Como você sabe o meu nome?.... pergunta curiosa para o moreno que a olha confuso.


 -Você disse! Não se lembra? Foi depois do acidênte, eu fui ao seu socorro e o Scott perguntou seu nome! Diz serio e franze a testa.


 -Eu disse? Não me lembro! Há deixa pra lá! Diz confusa e vai em direção a porta do quarto.


 -Quem são eles? Porque querem te matar? pergunta curioso e ela se vira para o moreno.


-Eles são os monstros do doutor, criaturas que ele criou! O laboratório prisão foi atacado pelos militares, eu e meus amigos fugimos junto com os prisoneiros! Mas cada um fugiu para um lado e o doutor mandou os capangas atrás de mim! Eu preciso sair daqui! Diz nervosa, ela sai do quarto e Derek vai atrás assustado.


 - Eu vou te ajudar! Vem comigo Billie!  Diz Derek tomando a frente dela que o segui, surge no corredor um homem musculoso que transforma a pele em metal e ataca Derek e o derruba no chão.

O homem vai em direção a garota que fica paralisada. 


Derek olha para a jovem parada em choque olhando o homem e grita:

-BILLIE CORRE! VAI PRO CARRO!,  ele se transforma em lobisomem e vai para cima do homem de metal o derrubando no chão.


 Billie olha uma última vez para o lobisomem lutando contra o homem, antes de sair correndo pelo hospital a procura da saída.


 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


ESTACIONAMENTO DO HOSPITAL CENTRAL:


 Billie olha pelo local a procura do camaro preto e encontra perto de onde o lobisomem Scott está lutando contra um homem jaguar.


-Primeiro um lobisomem, depois o homem de lata e agora homem gato? O que mas aquele ciêntista louco criou? diz debochada.


Surgi um quarto homem armado, que vê a jovem parada assistindo a luta e atira na direção dela, mas acerta na parede ao lado da cabeça.

O que assusta Billie e a faz ver o homem apontando uma arma para ela, sai correndo na direção contraria a luta, ao olhar para tras vê o homem correndo atras dela e uma sensação de ja vu a invadi..


 


 

Continua



Notas Finais


Comentem por favor....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...