1. Spirit Fanfics >
  2. Save me >
  3. A morte

História Save me - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpe qualquer erro!
Ta mas capítulo.

Capítulo 4 - A morte


Fanfic / Fanfiction Save me - Capítulo 4 - A morte

CENTRO COMERCIAL C;


Billie vê uma multidão e tenta despistar o homem ao entrar na mesma, ela segui por uma rua cheia de lojas.  


O homem atira para cima ao perder ela de vista e assusta as pessoas que sai correndo e gritando enquanto ele procura pela jovem, quando a vê virando a esquina e vai atrás.


Billie entra numa com várias lojas e decidi entrar em uma delas para se esconder do homem e percébi que é uma loja de roupas. 


A jovem pega algumas peças, uma calça jeans, uma regata azul, um casaco cinza e um par de tênis e trocar as roupas do hospital por essas. 


Depois que sai da loja vê o homem de costas para ela falando no celular e coloca o capuz, segui na direção contrária a dele e vira a esquina, quando esbarra em um homem loiro. 


O loiro segura a jovem para não cair no chão e eles se olham, ela sorri mas seu sorriso morre quando a vista o homem que ta lhe perseguindo se aproximar.


-Moça? Você está bem? Tá correndo por quê? Diz preocupado mas a jovem não presta atenção as suas perguntas.


-Me desculpa por isso! Diz para o loiro que fica confuso, ela o beija na boca com os olhos abertos e vira ele de costas para a rua. 


O homem passa por eles e não presta atenção no casal, a jovem vê ele se afastando e continua beijando o loiro que corresponde e a abraça pela cintura.


Billie encerra o beijo entre eles quando vê que o homem careca sumiu.   

O loiro e a jovem se olham intensamente e ela diz:

-Obrigada! Mas eu tenho que ir!.

 Depois ela sai correndo na direção oposta ao loiro, mas por algum motivo que Justin não sabe, decidi seguir a jovem...

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

HOSPITAL CENTRAL DE COLONIA:


Derek é jogado contra a parede pelo homem de metal e o lobo bate a cabeça desmaiando, seu corpo cai no chão. 

O homem de metal escuta seu celular tocar e atende .

-Fala Doutor! Diz com certo medo.

-Matou a garota, Nicolay? Diz curioso.

-Ainda não! Ela fugiu com ajuda de um lobo! O Dmitri ta morto! Diz o metálico.

-Dane-se o Dmitri, ele era um incompetente! Cadê o Sergey e o Renzo? Diz irritado o doutor.

-O Renzo tava lutando com um alfa e o Sergey? Não sei dele, chefe! diz e engoli seco.

-Um alfa? Não sabia que os lobos ainda existiam! Mata o lobo que ajudou a Billie e vai atrás dela! Diz preocupado e irritado. 

-Certo chefe! Depois eu te ligo! Diz e ouve o doutor desligar na sua cara.

Um tiro atinge Nikolay nas costas e faz sua pele de metal volta ao normal, ele cai no chão e se vira de barriga para cima e se depara com um homem todo de preto de mascara.

O homem aponta o cano da uma arma para o peito de Nikolay, os olhos do homem brilha amarelos- avermelhados.


-Não pode ser! Você está morto! Diz Nicolay surpreso e com medo, o homem atira e o corpo do russo vira pó. 

O homem de preto olha para Derek inconsciente e sai andando sem fazer nada contra ele.


Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

CENTRO COMERCIAL :

 A jovem para no semáforo e esperar o sinal fechar, quando de repente alguém vem por tras e coloca a mão em sua boca e aponta a arma para suas costas. 


-Se você gritar Billie, eu te mato! O doutor manda lembranças! Diz o homem ao pé do seu ouvido e tira a mão da boca dela que engoli seco.

 

-Você não precisa fazer isso! Eu vou me comportar! Diz a jovem olhando envolta a procura de uma saida, o sinal fecha, os dois atravessa a rua e para perto de um carro preto e o homem abri a porta.

A jovem se vira de frente pro homem, que é careca e tem uma cicatriz no rosto, ela olha do outro lado da rua e vê poucas pessoas e o loiro em que esbarrou. 

-SOCORRO, ELE QUER ME LEVAR! grita chamando a atenção das pessoas e do loiro que saca uma arma e aponta pro homem.

-Sua maldita, entra no carro! Diz empurrando a jovem para dentro do carro , ela se debate e o homem da um soco no rosto dela que desmaia e a joga dentro do carro e se vira e atira contra o loiro. 

-PARADO POLICIA! grita e se a baixa perto de um carro parado para não se atingindo, as pessoas corre e de abaixa e algumas são atingidas, uma moça se joga no chão a seu lado.

O homem da a volta no carro e entra no mesmo e da partida saindo em alta velocidade. 

-Chama a emergência! Diz o loiro para a moça deitada no chão que acena com a cabeça, o loiro vê o carro partindo.

O policial vai para o meio da rua e mostra o seu distintivo para o motorista do carro prata que pára.

-POLICIA, ESTOU REQUISITANDO O SEU VEICULO! SAI DO CARRO! grita o policial e o motorista sai do carro assustado, o loiro entra no carro, bate a porta e sai em alta velocidade atras do carro preto.


Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

DELEGACIA DE COLONIA:


A chefe sai da sua sala e vê os dois policiais ,parceiros conversando. 

-Vocês não tem nada para fazer não? Diz a morena e o mas baixo se lembra de uma coisa.


-Chefe, tenho um recado para lhe dar! Mas cedo ligou um tal de Justin Rivers de Nova York, ele queria marca um reunião com você parece que foi transferido de nova york para a colônia! Diz Semir e a morena suspira. 


-Me esqueci totalmente que o novato estava chegando!  Alguém tinha que ter ido buscar ele no aeroporto, ja que não conhecia nada! Diz preocupada .


-Chefe, você não avisou nada! Se tivesse falado comigo ou com o Semir , um de nos dois teria buscado ele! Diz serio o mas alto.


-Eu sei foi culpa minha! Esqueci do Justin, agora tenho que ligar para ele! Diz pensativa e pega o celular para ligar.


-Talvez não vai precisar! Quando falei com ele, o mesmo estava no hotel e ficou de passar aqui dentro de uma hora! Daqui a pouco ele deve ta chegando por ai!  Eu passei o endereço da delegacia para ele, por telefone! Diz Semir, o telefone toca e alguém atende.


-Semir, Ben aconteceu um tiroteio no centro comercial e parece que um garota foi sequestrada! Diz Lauren, uma das novatas loira.

-Estamos a caminho! Vamos Semir! Diz o mas alto e sai da delegacia junto com o mas baixo.

-Mantenha me informada! Diz a chefe e Ben grita:

-Pode deixar chefe! Qualquer coisa te ligo!. 

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

ENQUANTO ISSO , NAS RUAS DE COLONIA-BONN:


O detetive Rivers corria pelas ruas na cola do carro preto, desviando dos outros carros pelo caminho.

O carro preto pega a autoestrada que segui para fora da cidade e o loiro continua na cola do carro preto.

Depois o carro preto pegou uma estrada de terra que segui direto para as montanhas e foi atrás até que perdeu o outro de vista.

Parou o carro preto próximo a um penhasco, o homem sai do carro correndo e dá a volta, abri a porta do lado do passageiro e tira a jovem do carro.

O homem careca segura a jovem pelo braço esquerdo e coloca o cano da arma embaixo do queixo dela..


-Desisti em quanto a tempo!  Ele ta vindo e vai acabar com você! Diz a jovem encarando o homem.


-Você acha que o loirinho vai te salvar? Ele não vai e você vai morrer aqui! Diz friamente. 


Um carro para alguns metros atras do carro preto chamando a atenção da jovem e do homem, o loiro sai de dentro do carro e aponta a arma para o homem.


-Solta ela, e se entrega! Diz o loiro e a jovem sorri fraco, o homem olha para o policial e usa Billie como escudo humano.


O homem começa a andar para trás junto com a jovem e apontar a arma para cabeça dela.


-ATIRA LOIRINHO E ELA MORRE! ABAIXA A ARMA AGORA! grita e para próximo a beira do penhasco .


-NÃO ESCUTA ELE, ATIRAR! EU PREFIRO MORRER DO QUE VOLTAR PARA O LABORATÓRIO! Grita entre lágrimas .


-Calma, tá bom! Eu vou colocar a arma no chão! Não atira e deixa a moça, só vai embora! Diz o policial e se abaixando e a jovem agi.

Ela brilha seus olhos em amarelo e faz suas garras crescer na mão direita e as enfia no braço do homem envolta do seu pescoço o cortando. 

O homem grita e solta a jovem que se joga no chão, o policial levanta a arma e atira contra o peito do homem que cai no chão.

Billie vai até o homem e pega a arma enquanto ele se engasga com o próprio sangue, Justin vai até a jovem.

-Você ta bem? Me da a arma? Diz preocupado e a jovem entrega a arma para ele. 

Os dois observam o corpo do homem que olha para eles com odio, gospindo sangue.

-Ele ta morrendo! Diz friamente e o policial estranha a calma e a frieza da jovem.

-Não podemos deixar ele aqui! Temos enterrar o corpo! Diz e se abaixa e mexe nos bolsos do homem onde tira uma carteira e abri, e um pen drive. .

-O que esta fazendo? Diz curiosa e o policia se levanta irritado.

-Procurando os documentos para sabermos quem ele é! Tinha um pen drive com ele, que estranho! Diz e guarda o pen drive no bolso da jaqueta e abri a carteira onde acha um distintivo, alem dos documentos. 

-O nome dele é Sergey Collins! Merda, ele é polícia federal!

 Matei um federal! Eu to ferrado, acabei de ser transferido para policial rodoviária!   Diz irritado e guarda.

-Calma é só não encontrarem o corpo! Diz friamente e o policial olha curioso.

-Não e tão fácil assim se livrar de um corpo e as pessoas viram eu trocando tiros com ele!  Tambem viram eu o perseguido e a merda do carro deve ter gps! Diz assustado e a jovem diz.

-As pessoas viram ele me sequestrando e ninguém alem de nós dois sabe que ele é federal! Ninguém sabe que ele ta morto, é só nos livrarmos das provas!  Diz calmamente e o policial fica pensativo.

-Como você pode está tão calma? Ele te fez de refém, ameaçou te matar, devia estar em pânico!  Você já passou por isso antes? Diz o policial preocupado.

-Não há motivo para pânico! Eu já sei o que fazer e alêm do mas já passei por coisas piores! Só nas últimas horas já tentaram me matar umas três vezes e eu continuo viva, to me sentido o Bruce willis em duro de matar! Diz a jovem calma e sorri debochada.

-Ta se comparando a um personagem de filme? Você não bate bem! O que você tem em mente? Diz curioso e sorri fraco.

-Eu vou fazer com o Sergey , o mesmo que ele pretendia fazer comigo! Diz e o policial olha para ela sem entender. 

-E o que é? Vai matar ele de novo? Não adianta que o cara ja ta morto! Diz o loiro e a jovem sorri .

 -Eu sei! Vou queimar o corpo dele dentro do carro e jogar ambos do penhasco! Diz friamente e o loiro se supreende .

-Como vai fazer isso? Diz o policial e vê a jovem andar até o carro abrir a porta do banco de trás e pegar um galão de gasolina e uma caixa de fosforo, um par de luvas descartaveis, ela vai até ele.

-Pega o corpo e coloca no lado do motorista e deixa o resto comigo! Diz ela e entrega um par de luvas para o loiro que as coloca. 

O policial faz cara de nojo e pega o corpo e leva para o carro onde coloca sentado no banco do motorista atrás do volante.

-Mas não vai fica impressão digital minha no corpo e suas no carro? Diz olhando a jovem com um pano limpar todas as áreas em que tocou, ela jogar gasolina no corpo e depois entrega o galão para ele.

-Para isso é que serve as luvas! Diz sorrindo debochada.

Billie liga o carro, coloca a marcha em N e coloca uma pedra no acelerador, depois fecha a porta e acende um fosforo e joga no corpo.

O carro anda sozinho em direção ao penhasco com o corpo pegando fogo, minutos depois cai do penhasco e ao atigir as rochas explode, ela segui em direção ao carro do loiro que vai atrás...

-Não esqueci de queimar os documentos do homem e a suas roupas assim que possivel! Você pode me da uma carona? Diz sorrindo e para na porta do passageiro e olha por cima do teto do carro.


-Claro moça, entra! Por que tão tentando te matar? Diz curioso e jovem sorri debochada.


-Porque fugi de um laboratório - prisão numa base secreta! Diz e entra no carro no lado do passageiro e bate a porta. 


-Laboratório-prisão? Base secreta? Diz curioso e entra no lado do motorista e bate a porta.


-Você salvou a minha vida, obrigada! Meu nome é Billie Jules, prazer! Diz estendendo a mão direita para o loiro que sorri e aperta.


-Prazer em conhece la! Me chamo Justin Rivers, detetive de nova york! Você pode me contar mas sobre esse Laboratório-prisão? Diz curioso e solta a mão da jovem. 


-Talvez eu possa! Mas antes eu tenho que arrumar um lugar para ficar e preciso achar o Derek! Diz pensativa e o detetive disfarçar o incômodo ao ouvir tal nome.


-Você pode ficar comigo no meu quarto de hotel, até arrumar um para você! Sem segundas intenções! Diz sorrindo e a jovem sorri de volta. 


-Então ta bom! Depois vou atrás do Derek e do Scott! Diz a jovem e o loiro liga o carro, da ré e sai do local.






Continua


Notas Finais


Valeu, por hoje e só


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...