História Save Me Kim Taehyung : (Imagine Tae) - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, Red Velvet
Personagens Kim Taehyung (V)
Tags Amor, Bts, Coréia Do Sul, Cute, Drama, Escola, Fanfic, Hoseok, Hot, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kpop, Namoro, Nanjoom, Romance, Suga, Taehyung, Yoongi
Visualizações 52
Palavras 859
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hiii leitores do meu Kokoro! 💞

Aqui está o capítulo prometido! Saiu do forninho da Autora, no caso eu. ✨😂

✨ ( NÃO ME DIGA... ) ✨

Espero que vocês gostem, e me desculpem pela demora! 💞

Amo vocês tudinhooo! 💜

Boa Leitura! 💞

S/n= seu nome 💜
S/a= seu apelido 💜

- XUXU 🏹💜

Capítulo 13 - Me perdoa - é uma máscara, é uma farça.


Fanfic / Fanfiction Save Me Kim Taehyung : (Imagine Tae) - Capítulo 13 - Me perdoa - é uma máscara, é uma farça.

Anteriormente...

No fim do corredor eu avistei alguns amigos de Taehyung, eles pareciam surpresos com Oque estava acontecendo. 

Antes que eu pudesse sair da escola, alguém segurou meu pulso.

? : "Amor falso". 

------------------------------------------------------

*S/n On*

Me Virei na esperança de avistar a pessoa que havia dito aquelas palavras, me surpreendi ao ver Min Yoongi piscando com um de seus olhos enquanto me encarava. 

- amor falso? 

Aquelas palavras martelaram minha cabeça insesantemente durante todo o caminho de volta para casa.

- oque ele quis dizer com isso?

Cheguei em casa e não me dei o trabalho de tirar meus sapatos. Fui diretamente para meu quarto. 

 Sou o tipo de garota que não expressa sentimentos, pelo menos na frente das pessoas. Não derramei nenhuma lágrima enquanto estava na escola, foi muito difícil lidar com elas naquele momento. Nunca tive tanta dificuldade. 

Me sentei próximo a janela do meu quarto onde eu costumava escrever. 

- finalmente em casa. 

Me debulhei em lágrimas naquele exato momento. 

- Porquê é tão difícil gostar de você? 

-----------------------------------------------------------

*Taehyung On*

Avisei a S/n que não iriamos junto hoje porque eu tinha que "chegar mais cedo" que o normal na escola. 

Me dói o fato de mentir para ela, mas não tive escolha. Eu fui até o escritório do meu "pai", ele me ligou dizendo que precisava conversar comigo o mais rápido possível.

Cheguei no escritório, e entrei em sua imensa sala de reuniões. 

Pai: Meu filho! 

Taehyung: Oi pai.

Pai: Sente-se, vamos conversar. 

Sentei e o encarei. 

Pai: então meu filho, você sabe que a nossa empresa está perdendo muitos patrocinadores. Preciso da sua ajuda. 

Taehyung: continue. 

Falei o encarando com receio, no fundo eu sabia oque ele estava prestes a pedir. 

Pai: O senhor Kim, ele acabou nos deixando depois que você terminou com aquela moça. Meu filho...

*Interrompe. 

Taehyung: Não posso fazer isso, você sabe. Eu amo outra garota, não posso ficar com a Jisoo! 

Pai: Está namorando?! Amor não existe!

Taehyung: Sim ele existe, você é um homem sem sentimentos e eu não tenho culpa.

Pai: Olhe aqui seu muleque, você tem duas opções. Vou ser claro e objetivo. Ou você fica com a garota, ou seu querido irmão Jungkook vai conhecer o inferno mais cedo. 

Taehyung: Mataria seu próprio filho por dinheiro?! 

Pai: Não me importo, seu irmão é adotado então ele não é meu filho. 

Taehyung: Não me venha com essa história de adoção! Jungkook é da família. Você  tem mais que o necessário, temos muito dinheiro mesmo com as ações caindo. Nunca faltará essa porcaria, porque toda essa preocupação?! 

Pai: Porque eu preciso de mais dinheiro! 

Taehyung: Não, você não precisa. 

Saí da sala imediatamente e fui em direção a escola.

Cheguei na escola, fui até a direção explicar o motivo do meu atraso quando me deparo com Jisoo. 

Jisoo: Oii. 

Taehyung: Oi Jisoo, você viu a S/n? 

Jisoo: Eu deveria ter visto? 

*Passa as mãos pelo meu corpo. 

Taehyung: Pare com isso! 

Jisoo: Por que? Você é meu namorado, não é?

Taehyung: Não, eu não sou. Agora sai da minha frente. 

Jisoo: Bem, eu acho melhor você se acostumar com essa situação. Nos vemos depois. 

Jisoo foi embora, oque me deixou aliviado. Meu pai era rápido quando o assunto envolvia dinheiro. 

Conversei com a diretora, e ela me liberou. Já estava na última aula então não valia a pena assistir nenhuma nessa altura do campeonato. 

Saí da diretoria e fui até o corredor esperar a S/n. 

Avistei Jisoo de longe então fui até meu armário, pensei que assim eu conseguiria despistar a mesma. 

Jisoo: fugindo de mim? Que feio Tae. 

Taehyung: Oque você quer? Já disse que não temos nada. 

Jisoo: Está vendo aquele menino ali? 

*Aponta.

Taehyung: Claro é o Jungkook. 

Jisoo: você é muito esperto, agora está vendo aquele outro menino? 

Taehyung: Sim, não o conheço. 

Jisoo: Então, aquele garoto é um amigo do meu pai. Ele está esperando minhas ordens. E sabe oque ele vai fazer com o Jungkook? 

Taehyung: Porque está fazendo isso? 

Falei já entendendo oque aquele garoto estava disposto a fazer com o Jungkook. 

Jisoo: Vou ignorar a sua pergunta estúpida. Bem, ele vai matar seu irmãozinho "acidentalmente". A menos que você fique comigo. 

Taehyung: Jisoo eu gosto muito de você mas...

*Interrompido. 

Jisoo: Yuta! *Faz um sinal. 

O tal Yuta estava do lado do Jungkook, ele retirou um canivete do bolso. Segurei o pulso de Jisoo e a prensei contra o armário. Beijei ela. 

Foi um péssimo beijo, não tinha sentimento. Eu não amava Jisoo isso era fato. Escutei a voz da S/n e foi ali que meu coração parou. 

Fechei meu olhos pois não queria vê-la, eu não queria acreditar que aquilo estava acontecendo. Senti a presença da S/n do meu lado. Consegui escutar seu suspiro de decepção, ela parecia estar segurando suas lágrimas. Eu clamava por socorro, enquanto ainda estava beijando Jisoo. 

- Me perdoa meu amor, me perdoa. 

Repeti essas palavras em minha mente, escutei os passos da S/n se distanciando. Escutei também os comentários ridículos que estavam fazendo.

 Eu só queria conversar com ela, e explicar oque estava acontecendo. Explicar que aquilo não passava de uma farça, uma máscara. Que eu estava sendo manipulado pelo meu pai. 

- Me perdoa...Essa máscara me destruiu. 









Notas Finais


AI GENTE TÔ CHORANDO!

ALGUÉM TRAZ UM LENÇO PRA MIM!

NÃO ME MATEM...🔥😂

✨( Rindo de desespero part/2 )✨

💞( Não fiquem tristes! Amo vocês! )💞

Espero que vocês tenham gostado! 💜

até o próximo capítulo! 💜

Amo vocês inifito! 💜

- XUXU 🏹💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...