História Save Me (VKookMin - ABO) - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Tags Taekookmin, Vkookmin
Visualizações 674
Palavras 2.817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello Hello Meus Amores!

Sei que demorei por isso nem vou falar mais nada, e também não vou me demorar muito aqui, por isso Boa Leitura para vocês! Se deliciem com esse cap de hoje...

Capítulo 13 - Thirteen


Fanfic / Fanfiction Save Me (VKookMin - ABO) - Capítulo 13 - Thirteen

Jimin On:

Três dias, já se passaram três dias em que V tomou conta do corpo do Taehyung e o mesmo me evitava. Sem contar que estes dias estavam sendo um pouco corridos também,m para mim devido a um trabalho que o professor passou e que era para ser entregue amanhã, eu e Hoseok estavamos que nem doidos fazendo este trabalho para podermos entrega-lo no dia.

Jungkook e Taehyung devido aos seus trabalhos e dores de cabeças familiares que tinha nome e sobrenome, Jeon Somin. Já não bastasse as coisas que os dois passavam no trabalho eles ainda tinham que aturar a Somin que nestes dias tinha ido ao trabalho do Jungkook para atormentá-lo, ela até mesmo foi no hospital em que o Taehyung trabalhava para poder bater de frente com o beta.

Mark era o que estava mais de boa com tudo isso, nós três evitávamos que ele soubesse dos nossos problemas e sempre o ajudávamos quando ele pedia ajuda em algo. Jungkook sempre o levava para a escola antes de ir para o trabalho, V ia o buscar nos dias que ele não ficava de plantão – no caso ontem e hoje. Sempre que podia eu brincava com ele, mas sempre que ele tinha duvida em pronunciar algo ou em exercícios que os professores o passava ele perguntava para Jungkook.

A noite, na hora de dormir, V ia para o quanto do Mark e ficava lá com ele até o mesmo dormir e passava o restante da noite lendo algo. Jungkook dizia qu o V ficava estudando pois como ele estava no controle do corpo ele que ia para o hospital, e como lá ele não poderia aparentar ter “dupla personalidade” ou qualquer outro tipo de problema relacionados a saúde e mental, ele tinha que se passar por Taehyung e realizar as cirurgias ou exames que o Taehyung faria.

- “V é muito inteligente, se eu duvidar ele é até mais inteligente que Taehyung, por isso ele consegue pegar algumas coisas com muita facilidade em relação a medicina. Ninguém no hospital desconfia que quem esta ali é o ‘lobo’ do Taehyung, até mesmo porque quando o V quer ele consegue ser um ótimo ator.”

E eu comprovei isso do V ser um bom ator hoje quando tive que ir em uma consulta.

Juro que se eu não conhecesse V e soubesse como é a sua personalidade e que ele que estava no controle do corpo, eu sequer desconfiaria que ali era um lobo fingindo ser uma pessoa amável.

Eu tinha combinado de me encontrar no hospital com o Jungkook, mas ele teve que participar de uma reunião de ultima hora e ligou para o V mandando ele me acompanhar na consulta, - “Diga uma palavra contraria daquilo que eu te falar eu juro que te jogo por essas escadas a baixo”.

Eu realmente tenho medo deste lobo do Taehyung, não sei o que ele pode fazer menos ainda o que se passa pela mente dele. Mesmo que Jungkook tenha me falado que o V não me machucaria eu meio que duvidava disso com as constantes ameaças de me ferir que ele já proferiu nestes três dias, ameaças essas que o alfa sequer sabia que ele fazia para mim.

Mas eu definitivamente não poderia continuar assim, eu tinha que começar a tomar alguma atitude em relação aquele beta, eu amo o Taehyung e não vai ser o lobo dele que vai me fazer desistir deste relacionamento meio louco. Mesmo eu tendo medo dele eu teria que fazer algo para me aproximar dele e tentar fazer aquele beta mudar de ideia, eu só não sabia como eu iria fazer isso mas eu com certeza faria.

Baekhyun falou que eu nunca poderia desistir daquilo que eu queria, e que por maior que fossem os obstáculos, eu teria que os enfrentar e conseguir os superar.

E eu já sabia como iria começar a abordar V, e faria isso ainda hoje.

Fui até a minha mochila e peguei dali um dos cadernos que usava em sala de aula e o abri em uma folha em branco, peguei a caneta azul e vermelha de dentro do meu estojo e fui até a cama king size, me sentei no chão do lado direito dela e cruzei as minhas pernas na famosa posição de “perninhas índio” – Bom... como vamos começar a fazer isso... – coloco o caderno em cima das minhas pernas e começo a fazer algumas anotações, destaco algumas delas com a caneta vermelha e faço alguns pontos importantes com a caneta azul.

Parecia até que o que eu estava fazendo ali era algo de criança mas por mais que parecesse infantil no momento me traria grandes oportunidades mais para a frente, sem contar que com essas perguntas eu conseguiria entender um pouco mais o V e o conheceria um pouco melhor – pelo menos o básico.

Fiquei o restante da tarde toda escrevendo aquelas perguntas, elaborando algumas mais simples e misturando elas com algumas mais complexas mas de fácil entendimento no meio, fui me dar conta que já estava na hora da janta quando Nana apareceu na porta do quarto falando que já estava indo embora e que V tinha acabado de chegar com Mark.

Me levantei do chão e arranquei as folhas que tinha escrito aquelas perguntas do caderno, de modo bem organizado eu arranquei as bordas deixando elas todas alinhas e as grampeei junto com a capa que eu tinha feito para aquele meu projeto pessoal, para que eu ficasse concentrado naquilo eu o estava levando como um trabalho de faculdade e que estava valendo nota, aquelas perguntas valeria as notas de todo o meu semestre e eu me recusava a tirar um zero nela.

Guardei o meu material dentro da bolsa e deixei a folha junto com uma lapiseira em cima da cama, fui até o banheiro e retirei a roupa que estava usando a jogando no cesto que tinha ali dentro, logo fui até o box e liguei o chuveiro na temperatura morna. Tomei um banho rápido, não queria me demorar muito naquilo e tinha que ir logo conversar com o beta.

Abri a porta do banheiro e ao sair vi que V estava sentado no parapeito da janela com algum livro medicina em mão aberto nas ultimas paginas e com um lápis, ele estava anotando algo no caderno quando sai e o mesmo parou de escrever no mesmo estande que sai do banheiro e ficou me olhando do alto da cabeça até a plantas dos meus pés – e devo ressaltar que ele demorou um certo tempo a mais quando olhou para as minhas coxas.

Nem tudo está perdido.” – digo a mim mesma dando um sorriso discreto por ter reparado isso.

Okay, talvez eu tenha um pouco de culpa por ter saido do banheiro sem nada, mas juro que não havia feito aquilo de proposito. Eu só havia esquecido de pegar a toalha no closet antes de entrar no banheiro, eu sequer sabia que o V estaria aqui no quarto quando saísse e não me arrependo nenhum pouco disso, agora eu tinha uma arma e poderia usar contra o meu inimigo, só precisava saber como eu iria utiliza-la.

Como que não quer nada eu continuei o meu caminho pelo quarto rumo ao closet onde estava as peças de roupa, por todo o caminho eu pude sentir que estava sendo observado e como eu não sou bobo nem nada eu fiz questão de andar rebolando mais que o necessário. Eu sabia que Taehyung tinha uma fissuração pelas minhas coxas – diferente do Jungkook que tinha uma tara imensa pela minha bunda – mas não sabia que o V também poderia sentir algo em relação a isso.

Jungkook já havia me falado que Taehyung e V não eram tão diferentes assim, que alguns gostos deles eram bem similares, o que era mais drástico em relação a eles era a personalidade que eram bem distintas uma da outra. Taehyung era mais sapeca, mais infantil, uma criança em um corpo de adulto que chegava a ser ás vezes mais manhoso que um ômega e aprontava mais que uma criança de cinco anos de idade, já V era mas centrado em relação a algumas coisas e tinha uma aura mais dominante, só que em compensação era esquentado e perdia o controle fácil com outras.

Respiro fundo antes de pegar uma das malas que estavam algumas roupas minhas e que Baekhyun havia trago em uma de suas visitas, eu sequer tinha a aberto ainda e não estava com a intenção de abri-la tão cedo. Abro o ziper da mala e logo levanto a “tampa” dela, vejo que todas as roupas ali dentro estavam dobradas e muito bem organizadas, que as coisas ali estavam do mesmo jeito que eu havia organizado a tempo atrás. Dentro da mesma tinha um nécessaire rosa bebê com algumas patinhas de gato na cor branca espelhada nela, ao pegar uma e a abrir vejo dentro da mesma as gargantilhas e alguns acessórios que eu gostava de usar ali dentro.

Fecho a nécessaire e a coloco no chão e passo a mão por cima das roupas com as mãos um pouco tremulas, ainda me lembrava do ocorrido em Busan e eu havia jurado para mim mesmo que não voltaria a fazer isso, que nunca mais usaria essas roupas e que seria “uma pessoa normal” para a nossa sociedade. Nem sabia o porquê eu havia guardado aquelas roupas mas agora, no momento, eu agradecia por ainda ter elas.

- Problemas graves pedem por medidas drásticas... – digo a mim mesma e volto a olhar para as roupas – Vai ser por uma boa causa Jimin, isso não é nada demais... O V não é o Minjoo, nada daquilo vai voltar a acontecer! – digo por fim e começo a escolher uma das roupas.

Pego uma short branco, um dos que eu mais gostava quando ainda usava aquelas roupas, pego um moletom rosa que é alguns números maior do que eu deveria usar. Abro o compartimento que tinha na tampa da mala e pego dali uma calcinha de renda branca que eu sempre usava com aquele short junto com uma meia 3\4 branca para logo depois fechar aquele compartimento, pego o nécessaire e coloco dentro da mala e logo a fecho a tampa da mala fechando o ziper dela logo em seguida e volto com a mala para o mesmo lugar que estava antes.

Pego uma toalha na parte do closet em que ficavam os panos de cama e banho e começo a enxugar as gotas de águas que ainda eram existentes em meu corpo, me visto ali dentro mesmo e ao terminar de colocar a roupa me olho no espelho que tinha ali dentro e vejo o moletom tampando praticamente toda a minha coxa junto com o short que usava. Levanto um pouco o moletom e me viro de costas para o espelho, levo a minha mão até a barra do short o puxando um pouco para ver se tampava um pouco mais a minha bunda e vejo a palavra “Daddy” que estava escrito em vermelho no canto do short o que me faz dar um sorrisinho fraco.

- Isso é injusto... – digo fazendo um leve bico – ...o short está mais apertado do que a ultima vez que o usei...

Me viro de frente para o espelho e volto a ajeitar o moletom de modo correto deixando boa parte das minhas coxas a mostra, passo os meus dedos nos meus fios de cabelos que estavam úmidos devido ao banho ajeitando a minha franja. Passo um creme no rosto e um dos meus perfumes e assim que confiro mais uma vez o meu look e vejo que estava apresentável eu saio do closet e fecho a porta do mesmo.

Vou direto para a cama e me sento na borda dela, pego as folhas que estavam ainda em cima da cama e reviso mais uma vez as perguntas que tinha escrito ali – Perfeito! – digo para mim mesmo ao ver que estava tudo certo mas logo em seguida ouço a porta do banheiro e a porta de entrada abrindo ao mesmo tempo.

Ao olhar para a porta do banheiro eu vejo o V que tinha estava usando uma calça branca meio larga e uma blusa de manga preta com a gola em forma de “V” e um pouco caída nos seus ombros, seus olhos estavam em um tom verde intenso e o mesmo me olhava – mais especificamente para as minhas coxas – de modo devorador. Sorrio minimo ao ver aquilo pois pude identificar luxuria nos olhos do beta e aquilo me deu uma mínima esperança.

Me viro um pouco, agora para olhar em direção a porta do quarto – porta essa que já estava fechada – e vejo Jungkook me olhando do mesmo modo que V me olhava, seus olhos em um tom vermelho sangue e que estava transbordando de luxuria e desejo. Jungkook passou seus olhos por todo o meu corpo, parecia que o mesmo olhava para cada centímetro do meu corpo, e eu não vou negar que eu gostei do modo que estava sendo observado por ambos. Alfa e beta.

- Agora eu tenho uma leve noção o motivo de você e Taehyung terem escolhido ele como ômega. – quando V começou a falar com o tom de voz completamente rouco eu me virei para ele e vi que o mesmo agora olhava para Jungkook tentando desviar o seu foco.

- A verdade é que essa também é a primeira vez que vejo o nosso ômega usando essas roupas V-ah, e confesso que preferiria ter visto isso antes. – o tom de voz do Jungkook carregava malicia e segundas intenções, o que me fez estremecer levemente onde eu estava.

- Vou deixar os dois a sós. – o beta disse e começou a andar em direção a porta com o intuito de sair do quarto, se ele fizesse aquilo todos os meus planos, tanto o que eu tinha planejado desde hoje cedo como o que eu havia planejado a minutos atrás, iriam por água a abaixo – Aproveite a noite.

- Na verdade eu me vesti assim para você V. – digo com o tom de voz mais doce que eu conseguia.

- Para mim¿ - o beta pergunta ao me olhar e tudo que eu faço é balançar a minha cabeça positivamente, V levantou uma de suas sobrancelhas quando afirmei sua pergunta o que fez seus olhos ficarem levemente mais intensos mas logo voltarem ao verde normal dos olhos do beta.

- Sim... eu queria conversar um pouco você... e é algo de extrema importância para mim.

- Bom... acho que eu deveria os deixar a sós. – Jungkook diz de modo divertido, ele dá alguns passos para dentro do quarto indo em direção ao V e assim que passa por ele Jungkook pega a toalha que o mesmo segurava em sua mão esquerda – Vou tomar o meu banho.

Jungkook olha para mim e dá uma leve piscada de olho para mim e um sorriso ladino, logo se virando de volta e voltando a andar agora em direção ao banheiro.

- E sobre o que você quer falar comigo ômega¿ - V começa a se aproximar de onde eu estava lentamente, passo a passo como se fosse um predador e eu uma presa, algo que era bem provavel ser real, e para a alguns centímetros de distancia de onde eu estava me obrigando a levantar um pouco a minha cabeça para poder vê-lo melhor – O que você está querendo aprontar Park Jimin¿

Ignoro o medo que me atingiu ao ouvir a voz completamente amedrontadora de V e dou um sorriso ladino para o beta que me olhava de modo intrigado – Por hora eu ainda não estou aprontando nada V, isso é só uma pequena previa do meu jogo, jogo esse que eu pretendo ganhar.

- Jogo¿ E quem disse que eu estou afim de entrar nestes seus joguinho¿

- Foi você mesmo que inventou esse jogo V, quando você disse que eu teria apenas três chances para poder te conquistar e fazer você me aceitar como seu ômega. Foi você que começou com tudo isso e eu pretendo terminar. – digo de modo confiante e logo depois aponto com a minha mão a cama – Sente-se V, o que vamos ter aqui hoje nada mais é que uma conversa de perguntas e respostas, ainda não estou em clima para brincar do jeito que eu quero, e antes da brincadeira começar temos que fazer algo extremamente importante.

- E o que seria isso¿ - ele diz de modo sedutor entrando na brincadeira já que eu também usava um tom de voz mais melodioso, por mais que o jogo ainda não tenha começado oficialmente isso não significa que não haveria as pré eliminares, e ele entendeu muito bem isso.

 

- Vamos nos conhecer melhor. – digo e vejo o beta levantar mais uma vez a sua sobrancelha, só que de modo desafiador agora.


Notas Finais


Kiss Kiss e até a próxima semana!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...