História Save The Rich - Imagine Jungkook - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Namjoon (RM), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Chaebols, Empresas, Imagine Jungkook, Imagine S/n, Jimim, Jin, Jungkook, Namjoon, Rich, Ricos, Romance, Save, Save The Rich, The
Visualizações 47
Palavras 1.299
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora mais eu voltei rsrsrsrs
Espero que gostem ❤️❤️❤️
Boa leitura 😋❤️

Capítulo 7 - Doubts And Their Conclusions


Fanfic / Fanfiction Save The Rich - Imagine Jungkook - Capítulo 7 - Doubts And Their Conclusions

S/N onn

Minha janela já estava totalmente aberta, com as cortinas balançando e o sol iluminando tudo por dentro, abro meus olhos tirando o cabo do rosto, me sento na cama me esticando toda, e olhando pro chão, procurava Pulga que geralmente acorda do meu lado, não encontro o mesmo, calço minhas pantufas e vou direto pro banheiro, passo pela cozinha ouvindo os barulhos de pratos, ignoro indo pro banheiro, faço minhas higienes e coloco outra roupa, hoje era sábado então não iria ter trabalho, passo uma escova em meu cabelo e já estava pronta para passar o dia inteiro no meu sofá!

Saio do banheiro indo para cozinha ajudar minha mãe com o café, porém quando cheguei já estava tudo na mesa, olho para mesa e para minha mãe, a mesma estava com um sorriso no rosto, “ok” falo indo pra TV, chego na frente da mesa vejo.... Jungkook esqueci dele, e ele estava com Pulga no colo. (Pode pegar minha TV, meu sofá, até minha mãe, mas o Pulga não!)

_. Licença! -Falo pegando o Pulga do colo do mesmo e se sentando no chão no carpete-

_. Esta bem..... -Falo olhando para TV-

Eu pego o controle e começo a mudar de canais, passo por alguns de culinária e outros de exporte, porém paro no meu canal favorito, era uma competição de cães, e sim era divertido, era cachorros que tinha que completar fases, era tão disputado que os cachorros que ganham sai conhecidos em toda Ásia, meu favorito era Panny, um Bulldog Frances.

_. Vai Panny! – grito levantando o controle, percebo não estar sozinha e abaixo minhas mãos-

Jungkook fica vidrado na TV e até aparecer um Pastor e ele gritar junto com minha mãe.

_. Chan! – O moreno do meu lado olha para minha mãe e sorri-

_. Venham está pronto! – minha mãe diz sentando na mesa-

Me levanto do chão e vou até a mesa, sento do lado de minha mãe, e pego meu potencial de arroz, pego os complementos e começo a comer normalmente, Jungkook se levanta com dificuldade segurando com a mão em sua barriga, se senta em minha frente e começa a comer devagar.

_. Cuidado meu filho, coma devagar em! – minha mãe fala colocando carne do seu lado-

_. Ainda dói? – pergunto olhando pra comida-

_. Sim....um pouco, mas obrigado se não fosse por vocês eu não estaria vivo! – fala comendo a carne-

_. Na verdade você sobreviveria, não queriam você morto! – falo mastigando e ainda olhando para comida ignorando os olhares que atrai-

_. S/N! -Minha mãe chama minha atenção-

_. O que foi? Mais é verdade! – Ela me olha arregalando os olhos-

_. Olha os modos! – ela termina comendo-

_. Sério? Não vai me dizer que ele saiu das correntes sozinho saiu de dentro um ônibus todo blindado, foi até o galpão trocou de roupa e desmaiou no meio do galpão? – falo contando nos dedos-

_. S\N! -Ela grita de novo-

_. Não queriam ele morto! As vezes ele não queria ter sido preso, as vezes ele planejou isso tudo! – falo comendo e olhando para Jungkook, que estava imóvel com a colher na mão-

_. S/N! CHEGA! -Minha mãe se levantar-

_. PORQUE VOCE DEFENDE ELE TANTO? – Falo alto com a mesma-

_. Eu não defendo ninguém! – Afirma a mesma ainda de pé-

_. Desde o começo você não para de falar de Jungkook, desde quando você ouviu falar do acidente não para de chorar, e agora está cuidando dele como se fosse filho! -Falo e me viro para o mesmo que se levantou-

_. Eu....eu vou ir embora....desculpe por tudo.... – O homem se levanta já saindo, eu seguro sua mão olhando para o mesmo-

_. Você fica! Eu vou ir embora! – Falo saindo pela porta da frente-

Pego minha bicicleta e saio do portão e começo a pedalar em direção aleatória.

Narradora on

A empresa de Jungkook deu um recaída, na verdade as duas se encontravam em crise, Namjoon não conseguiu sustentar tudo, a empresa perdeu muitos funcionários depois do ocorrido e contava com mais de 20 vagas desocupadas, e sem pessoas para trabalhar lá, os produtos pararam no estoque e não tinha vendas, a única solução era entregar as duas empresas para Seokjin o empresário, Namjoon já entregando as empresas para o empresário rico, estava pronto para seguir a vida, porém quando estava prestes a passar tudo uma mensagem chega em seu celular alega do algo.

Número Desconhecido: Não precisa fazer isso!

Namjoon: Quem é você?

Número Desconhecido: Jungkook não está morto!

Namjoon: Como assim? Como você sabe?

E então o número sumiu, mostrava que foi apagado, e Namjoon não conseguia mais mandar mensagens, Namjoon não sabia oque fazer, apenas interrompeu Seokjin e saiu pela porta, e ligando para o número tentava mais de algumas vezes, o número não atendia, o mesmo sai de carro indo até a delegacia.

_.O que quer aqui Senhor Namjoon? -pergunta o agente da polícia de lá-

_. Esse número! Tem como rastrear? -Pergunta mostrando o número no celular-

_. Eu não posso fazer nada me...des... – o mesmo já ia saindo até que Namjoon tira uma quantia em dinheiro do bolso, e os assuntos mudam-

O policial pegou o celular de Namjoon é mexeu alguns palitinhos, até chegar a um endereço, nesse endereço não constava nada de suspeito uma simples casa de família, Namjoon agradeceu e foi correndo para o carro, entrando no mesmo disparou em direção a essa casa. A casa era de S/N, de algum jeito o número levou a essa casa, Namjoon não entendeu o porquê mas resolveu bater em sua porta.

POV Jungkook

Eu estava dentro de casa com a mãe de S/N, ela cuidava tanto de mim, e eu não entendi o porquê.

_. Porque discutiu com sua filha por minha causa? Eu sou alguém estranho pra vocês!... – Falo sentando no sofá encarando a mesma-

_. Você não é um estranho pra mim......- Ela falou segurando minha mão-

_. Você já me conhecia? – Pergunto tendo a sensação que já tinha visto ela-

_. Bem, quando seu pai era novo, eu e ele éramos inseparáveis, andávamos um pro lado e pro outro, ele me tratava como irmã, e quando soube que sua mãe estava grávida de você eu fique muito feliz, é queria ser madrinha, eles até me colocaram como madrinha, porém por algum motivo seu pai pegou raiva de mim, me mandou embora e falou que era pra mim sumir! – Ela abaixa a cabeça contando-

_. Então você é minha madrinha? E por que ele fez isso der repente? – me viro pra você querendo ouvir mais-

_. Eu não sabia ao certo, eu só lembro dele falar coisas horríveis para mim, fiquei um tempo mal, até que engravidei de S/N, não era pra ela ter nascido, eu tentei abortar 5 vezes mas não dava certo, da última vez como entrei em depressão queria me matar, e iria levar minha filha comigo, porém seu pai me seguiu e me impedindo disso, desde então eu devo minha vida a ele, e quando você nasceu queria tanto segurar você em meu colo -Ela passa a mão em meu rosto- porém sua mãe não gostava de mim, e seu pai ficou doente, então só conseguia acompanhar você pela TV, e agora você está aqui! Na minha frente! -Ela deixa uma lágrima cair- você é como um filho Jungkook!

_. Eu.... Não sabia de nada disso!..... Minha mãe nunca contou nada da vida do meu pai, é sempre foi restrita com tudo que eu via ou falava..... Não sabia disso! – Limpo suas lágrima segurando sua mão- Eu....

Batidas na porta são escutadas, S/M levanta e vai até a porta olhando para mim, vou para a porta do quarto de S/N e fico escondido, conseguia apenas ouvir.

_. Jüngkook está aqui?....


Notas Finais


Até o próximo na semana que vem ❤️
Comenta oq vcs acharam amo vcs ❤️❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...