História Say you love me too. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Drama, Romance
Visualizações 16
Palavras 1.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente
Avisos: Álcool, Drogas, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 1 - Primeiro dia


Abro os olhos e vejo minha mãe em pé procurando meu uniforme em pilhas de roupas totalmente jogadas ao chão.

-Bom dia. - falo abrindo um leve sorriso

- Eu não acho seu uniforme, você terá de ir sem ele hoje, tudo bem?

-Tudo bem. - falo entrando no banheiro

-Não demora muito, você já está bem atrasado.

- Não irei. - Fecho a porta do banheiro

Entro no banheiro e tomo um banho rápido. Vou até a pia e escovo os dentes. Vou até o quarto e pego uma calça jeans do chão e visto, vou até o guarda-roupa e pego uma camisa preta, calço meu coturno e desço para tomar café.

-Bom dia, filho. -diz meu pai se levantando pra me abraçar

-Bom dia, pai! - retribuo o abraço

Tomo meu café da manhã e vou até o sofá, muito sonolento ainda eu me deito e fico mexendo no celular.

-Vamos? - diz minha mãe pegando a chave do carro e abrindo a porta

-Fazer o que, né. - Pego minha mochila e vou

Chego na escola totalmente atrasado graças a minha querida mãe que esqueceu de abastecer o carro. Caminho nos corredores totalmente perdido, mesmo estudando lá a 2 anos eu sempre me perco. Fui até a coordenação procurar saber minha sala.

- 02.24 - diz a mulher sem sequer olhar para mim 

Chego na sala e vejo minha professora de história.

-Bom dia. Posso entrar? - digo parado na porta sentindo todos os olhares sobre mim

-Claro! É bom que esteja conosco por mais um ano. Seja bem Vindo.

- Obrigado - Entro na sala e sento em um lugar vazio na segunda fileira

O jeito que aquela professora me tratava sempre me intrigava, ela sempre me tratou bem e eu sempre tirava notas boas na matéria dela, mesmo sendo horrível.

-Cara, ela tá muito na tua! 

Eu olho pra trás e vejo meu melhor amigo Marcus, ele é meu amigo desde criança.

-Do que você tá falando?

-Da professora, ela sempre te tratou bem, eu sei, ela trata todo mundo bem, mas com você é diferente, você é péssimo em história e não tira nota menor que 9. 

-Que nada, cara! Eu sou um aluno muito dedicado. 

- Ambos sabemos que não. Mas e aí, você viu a aluna nova? - Ele diz colocando uma cadeira do lado da minha

- Que aluna nova? - pergunto sem interesse algum no assunto.

-Marcus algum problema? Não me diga que você não trouxe o livro - Ela se levanta e vem na nossa direção

- Não trouxe - diz ele olhando para ela com uma carinha "fofa" tentando com que a professora tenha piedade dele.

- Eu sinto muito mas vou ter que pedir que se retire 

Ele acompanha ela até a coordenação e pede para que ficamos em silêncio até ela voltar, obviamente não foi o que aconteceu. Eu pego meu celular e vejo as horas: 7:38. É incrível como as horas demora para passar na escola. Abaixo minha cabeço e só levanto quando vejo uma menina se aproximando:

- Minha amiga gostou de você - diz ela se sentando na cadeira que estava em meu lado

- Como assim? - pergunto totalmente confuso

- É aquela ali, ela te achou gatinho mas ficou com vergonha de dizer - disse apontando para trás

Eu olhei na direção em que ela apontou e vi uma menina completamente linda, cabelos longos e um sorriso lindo. Estava bem visível que ela estava envergonhada com a atitude da amiga. Eu a olhei por um tempo e sem querer eu acabei sorrindo pra ela.

- Ela quer o seu número 

Eu ouvi o que disse mas eu só conseguia olhar pra ela.

-Vamos meu filho! 

Eu me viro e vejo sua amiga com o celular em minha direção, pego e coloco meu número. Ela sai e eu torno abaixar minha cabeça. Mesmo não a olhando eu a via em meus pensamentos, seu sorriso era encantador. Levanto minha cabeça quando o sinal toca, eu olho para a porta e vejo Marcus com uma cara contente.

- Foi tão bom assim? - pegunto a ele sorrindo 

- Foi ótimo! Eles me deram café e tudo. - diz ele sentando do meu lado

- O que eu perdi? 

- Nada de importante - falo olhando na direção daquela menina que estava conversando e sorrindo 

As duas aulas antes do intervalo foram uma tortura, eu odiava as primeiras semanas de aula, mas eu tinha certeza que aquela menina que eu sequer sei o nome tornaria tudo mais divertido. O sinal toca e eu saio junto com Marcus.

-Cara, eu vou ter que mudar de escola 

- Sério? - Eu paro de andar

- Sim! - Ele me puxa pelo braço 

- Qual o motivo? - pergunto um pouco triste

- Não quero falar disso! Você viu a menina nova, ela é linda 

- Eu sei, ela pediu meu número. - falo olhando pra baixo

- Olha quem vem ai

Eu levantei o olhar e vi a menina parada perto de mim sorrindo e um pouco corada, olhei pros lados procurando Marcus

- Acho que ele se foi - disse ela sorrindo

- É, eu acho que sim! Mas tudo bem, ele sempre faz isso

A gente conversou até o final do intervalo, ela parecia ser uma garota legal. As outras duas últimas aulas passaram muito rápido.Tocou o sinal pra ir embora, eu me levantei e caminhei até o portão principal, coloquei os fones de ouvidos, do nada eu senti um aperto leve na minha bunda, eu parei, olhei para trás, e vi A MENINA olhando pra mim com um sorriso malicioso no rosto eu só consegui sorrir e voltei a caminhar até o portão principal. Minha mãe já estava me esperando. 

Cheguei em casa, tomei um banho e fui almoçar. Subi ao meu quarto, deitei na cama e peguei meu celular e fui ver as mensagens no meu  whatsapp.

WhatsApp:

Número desconhecido: Oi gatinho! 

[...] 

 


Notas Finais


É isso, espero que gostem :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...