História Scarlett: O recomeço (Imagine Jungkook hot and cut) - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Scarlett, Vermelhoperigo!
Visualizações 17
Palavras 1.467
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem, fiz com muito carinho. Boa leitura!

Capítulo 21 - Tomara que você me perdoe Hope....


Fanfic / Fanfiction Scarlett: O recomeço (Imagine Jungkook hot and cut) - Capítulo 21 - Tomara que você me perdoe Hope....

- Você não se lembra de nada? – Ele pergunta perplexo e eu assinto. – Bom, nada realmente. Só me ligou no da madrugada pedindo perdão por ser uma péssima amiga e uma péssima pessoa.

- Eu não acredito que fiz isso... – Digo colocando minhas mãos na cabeça e me jogando na cama. – Para quem mais eu liguei? Você sabe? – Pergunto olhando para o teto branco.

- Isso eu não sei, mas sei que se encontrou com o tal de Jeon Jungkook.... Ele não era seu namorado? – Yoongi pergunta confusa, só que eu parei na parte que ele falou com quem eu estava ontem.   

- Pera Yoongi, como você sabe disso. Quero dizer, que eu estava com o Jeon?

- Está em todos os jornais! – Ele diz dando uma risada cínica. – Ei, que cara é essa?

- AI MEU DEUS! AI MEU DEUS!

- O que foi? – Ele pergunta preocupado.

- Eu estou ferrada! F-E-R-R-A-D-A! – Exclamo e olho para Yoongi, que ainda estava confuso e preocupado. – Você tem noção do que vai acontecer? – Pergunto desesperada. – E se o Hoseok ver isso? Hum? Ele vai achar que aconteceu algo, só que não aconteceu! Yoongi me ajuda pelo amor de deus! Eu sei que errei naquela época, quando eu humilhei a Yoona na frente de todo mundo, mas eu mudei e muito! Eu não teria conseguido sem o..... Não importa, porque quem mais me ajudou foi o Hoseok, ele é minha esperança e salvação! Eu não vou conseguir ficar sem ele! – Digo chorando descontroladamente, pela primeira vez em muito tempo Yoongi me abraça apertado.

- Eu não sei o que está acontecendo, mas eu também tenho que pedir desculpas, eu sempre soube como você era e eu te amava, ainda amo, eu devia ter te perdoado antes, por que a amizade supera tudo, principalmente a nossa.... Mas saiba, que se esse Hoseok não te perdoar, ele não te merece! – Ele diz me olhando nos olhos, eu já estava mais calma, mas ainda assim eu me sentia estranha.

- Obrigada... – Foi a única coisa que consegui dizer.

 Ficamos um bom tempo abraçados, só que ai eu tive que acordar para a vida e ele também. Yoongi saiu do quarto e me deixou uma blusa sua e uma calça de moletom que caberia em mim. Quando ele se foi comecei a me arrumar, tomei um banho e pensei na vida.

 Mesmo que ele tenha dito que o Hoseok não me merecia, eu ainda pensava que eu era a errada da história, Yoongi também pensaria se soubesse de toda a minha história com o Hoseok. Foi o Hoseok que estava comigo quando eu descobri que minha mãe havia morrido de câncer sozinha no hospital e foi enterrada como indigente, foi ele que me ajudou a superar a perda dela pela segunda vez, foi ele que me ajudou a controlar a raiva com luta, foi ele quem me mostrou que eu era capaz e inteligente, foi ele que estava comigo quando eu a recém tinha assumido o local de trabalho da minha mãe e suas dívidas, foi ele que me ajudou a pagar as dívidas do hospital de minha mãe, foi ele quem estava comigo na reinauguração da loja da minha mãe que tinha um novo nome, foi ele quem me acolheu quando minha querida madrasta me expulsou de casa durante uma das viagens de meu pai, foi ele que estava comigo no primeiro grande contrato que eu fiz, foi ele que estava comigo quando eu perdi a Jojo num acidente de carro, foi ele quem me fez ser o que eu sou hoje, foi ele quem me ajudou a completar minha faculdade, foi ele que estava comigo quando eu abri minha primeira grande loja, ele quem estava lá quando contratei Jin como gestor financeiro da minha grande franquia, foi com ele que tive minha primeira vez, foi com ele que eu descobri que eu devia amar-me primeiro, foi com ele que eu tive quase todos os meu melhores e piores momentos, ele foi a pessoa que sempre me ajudou e é por isso que eu me sinto tão culpada.

 De repente saio do transe e percebo que eu já estava pronta. Mal percebi o que eu fazia enquanto pensava. Agora eu me encontrava perdida, como Jeon Jungkook consegue me fazer sentir assim, eu tento odiar ele e não consigo, isso só faz com que eu me odeie por isso, eu deveria sentir isso pelo Hoseok, ele nunca me traiu ou tratou mal. Algumas lagrimas escorreram novamente, e, por mais que eu quisesse erguer minha cabeça e seguir em frente eu sei que isso é impossível, por que a muito tempo atrás eu perdi e meu coração desde então pertence a um tal Jeon. Por mais que eu finja estar tudo bem desde aquela época, eu sei que é só isso, fingimento, o mais puro teatro.

 Sai do quarto e desci as escadas, lá estava meu amado Suguinha, lendo um jornal enquanto tomava café. Finjo uma tosse e ele finalmente percebe minha presença.

- Demorou. Achei que ia ter que chamar a samu. – Ele diz divertidamente.

- Otário. – Murmuro para mim mesma, mas dou um sorriso. – Eu fiquei pensando durante o banho.

- Achei mesmo, mas, hum.... – Ele estava sem-jeito e isso me deixou preocupada.

- Fala logo. – Ao invés de falar ele me alcançou uma revista. Meu rosto e o de Jungkook estavam estampados na capa. – Será um novo amor da incrível Kang Yerim? Ou será que esse é um amor que veio para assombra-la? Agora será que finalmente descobriremos mais sobre a misteriosa dona da Scarlett Cosmetic? E quem será esse homem misterioso?! Esperem e verão, traremos exclusividade para vocês! – Leio incrédula e em voz alta a reportagem sobre mim. – Eu não acredito nisso! Nada disso é relevante!

- Para as pessoas é, mas essa não é nem a metade do que as outras revistas estão especulando. – Yoongi me avisa divertido.

- Isso não tem graça! O lado bom disso é que quase ninguém lê jornais e revistas.... Né? – Pergunto com medo.

- É...., porém, a mídia digital só fala disso! – Ele diz quase como se mal acreditasse na proporção que isso tomou. – Eu sei que você é famosa, mas isso já é demais!

- Deve ser por que eles nunca tiveram o que escrever sobre mim.... – Digo estressada. – Cadê meu celular? – Pergunto cansada.

- No lado da sua bolsa que está na sala. – Ele diz com um sorriso e eu murmuro um obrigado. Ao pegar meu celular vejo que tem muitas chamadas perdidas.

Lee Seung Gi: 15 chamadas perdidas, ele deve estar maluco com tudo isso.... Deixa eu ver, Jin: 40 chamadas perdidas, ele vai me matar e..... Puta merda! O Hope me ligou uma vez só, ele deve estar furioso e tendo pensamentos errados sobre isso.

- YOONGI! – Dou um berro e ele vem correndo. – Me dá uma carona para casa, por favor!

- Ok, mas a situação está muito ruim? – Ele pergunta e eu assinto. – Está bem, vamos nessa. – Ele compreensivo e pega algumas chaves. Pego minha bolsa e sigo o Suga que já estava abrindo sua porta.

 

(....)

 

Algum tempo depois eu finalmente estava em casa. Agradeci o Yoongi e sai em disparada para dentro da minha casa. Jin e Namjoon estavam na sala, nenhum dos dois estavam com expressão muito bom, mas assim que Jin me viu, correu até mim e me abraçou forte.

- Eu fiquei preocupado! Você não pode sumir assim! – Jin falou com a voz embargada. – Eu te implorei para não ir aquele jantar e mesmo assim tu foi. Agora está em todas as manchetes e cites de fofocas.... – Ele diz me olhando triste e eu começo a chorar.

- Me desculpa! Desculpa, eu devia ter te ouvido desde o início e nunca ter ido para aquele jantar, mas agora eu tenho que me trocar e conversar com o Hoseok! Onde ele tá? Ele está aqui? HOSEOK?! – Pergunto indo até as escadas e gritando por ele. Viro-me para Jin e Namjoon, os dois trocaram olhares tristes. – O que foi? O que aconteceu?

- Ele passou aqui de manhã e levou todas as coisas dele. – Namjoon pela primeira vez se pronunciou, mas não me olhou e eu só chorei ainda mais. Jin veio até mim e me abraçou forte.

- Eu preciso ir atrás dele, agora! – Digo determinada, mas Jin não me deixa dar sequer um passo.

- Você não pode sair nesse estado. Dê um tempo, ele vai querer te escutar depois. Mas agora você vai subir e se arrumar, porque daqui 1 hora você tem uma reunião importante. – Jin diz autoritário.

- Mais.... – Namjoon me interrompe.

- O Jin tem razão, não vai ajudar nada você procurar ele agora. – Ele diz sério e eu me dou por derrotada.

Tomara que você me perdoe Hope....


Notas Finais


Gente, eu sei que esse cap ficou meio triste, ou não, depende do ponto de vista de vocês, mas espero que tenham gostado!
Até o próximo capitulo e amo vocês meus mochis! Beijos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...