1. Spirit Fanfics >
  2. Scars - CARL GRIMES (2) >
  3. 17. As crianças cresceram

História Scars - CARL GRIMES (2) - Capítulo 19


Escrita por:


Capítulo 19 - 17. As crianças cresceram


Fanfic / Fanfiction Scars - CARL GRIMES (2) - Capítulo 19 - 17. As crianças cresceram

NATÁLIE  DIXON

Entrei na comunidade, junto de Daryl, e vi duas crianças correndo em nossa direção.

一 Tio Daryl! - os dois abraçaram meu irmão, e depois me olharam curiosos.

一 Quem é essa?

一 Quem são eles?

Perguntamos juntos e demos risada, até mesmo Daryl. Olhei para o garoto e arregalei os olhos, olhando para meu irmão logo em seguida.

一 Ele é o...

一 Jp. - Daryl me completou e sorriu de lado. 一 Ela é a Natálie. - ele diz para os dois, que me olham surpresos.

一 Então... - Jeffrey se aproxima de mim e sorri. 一 você que é a minha mãe?! - ele pergunta e eu sorrio, um pouco emocionada.

一 Sim meu anjo. - me abaixo e abraço o garotinho, que corresponde o gesto. 一 Você cresceu! - digo, passando a mão por seu rosto. 一 Nunca me esqueci de você. - lhe dou um beijo no rosto, e vejo a menina também se aproximar de nós.

一 Você é a guerreira?! - concordo, dando de ombros. 一 Meu irmão contou muitas coisas sobre você.

一 E você é a bravinha. - digo, a abraçando em seguida. 一 Quem é seu irmão? - pergunto, e vejo os pequenos olharem confusos para Daryl.

一 É o Carl. - ela responde, me deixando um pouco surpresa. 一 Não se lembra dele? - nego com a cabeça. 一 Mas, vai lembrar. - a garota sorri confiante, e acabo fazendo o mesmo.

Saímos de lá e fomos até a casa de Rick, onde a reunião estava acontecendo. Os mais novos entraram e foram se sentar nos degraus da escada, enquanto eu e meu irmão nos aproximamos do grupo.

一 Onde vocês estavam? - Rick pergunta, colocando as mãos na cintura.

一 Momento de irmãos. - sorrio, e vejo todo o grupo ficarem surpresos, mas sorrirem em seguida. 一 Sobre o que falavam?

一 O plano de Miranda. - Negan me responde. 一 Contei a eles tudo o que descobri, e agora estávamos decidindo o que fazer. - todos me olham, como se esperassem minha resposta.

一 Vamos continuar o plano inicial. Enganar Miranda, levar ela até a Aldeia para poder derrota-la. Quanto aos zumbis... - suspiro fundo. 一 O único jeito é esperar, para ver o que vai acontecer.

一 Ela te disse quando vai mandar a horda para a comunidade? - Eddie pergunta para Negan.

一 No final do mês. Até lá, ela e aqueles dois loiros terão juntado alguns zumbis. - ele responde, cruzando seus braços.

一 Podemos ir para lá. - Rick propõem. 一 Assim, ajudamos vocês a acabarem com eles.

一 Acho ótimo. - digo. 一 Mesmo tendo muitas pessoas em casa, acho que não vão ser suficientes.

一 E não são todas que sabem lutar. - concordo com Dylan. 一 Muitas são mulheres, crianças, e até mesmo idosos.

一 Meu pessoal e eu vamos ajudar. - Rick sorri. 一 Temos mais pessoas nas outras comunidades, acham que vão ter lugar para todos? - ele pergunta para Eddie.

一 Se não houver, nós damos um jeito. - o homem responde divertido, arrancando risadas nossas.

(...)

Ficaríamos por hoje em Alexandria, essa foi uma decisão de Eddie e Rick. Os dois tinham muita conversa ainda para colocar em dia, de antes e depois do apocalipse.

Jp e Judy acabaram me arrastando até o campo da comunidade. Os dois me contavam coisas sobre todos do grupo, sobre eles mesmos, e também das outras comunidades.

Eu estava feliz por saber que os dois estavam bem. Haviam crescidos, aprendido a lutar nesse novo mundo, e sobrevivido nele também.

一 Mas... você não se lembra de nada?! - Judy pergunta, inocentemente.

Estávamos sentados de frente ao lago, comigo entre os dois. Olhei para a garota e dei um sorriso.

一 Algumas coisas sim. - dou de ombros, voltando a olhar para frente. 一 De algumas pessoas que já morreram, do meu irmão, do Glenn e do Negan, daqui... - me refiro a comunidade. 一 E de vocês. - eles sorriem.

一 Será que você vai recuperar as memórias das outras pessoas? - Jp pergunta, mas não consigo responder. 一 Não sabe né? - ele me olha, e eu sorrio com o canto da boca.

一 Não. - suspiro fundo. Percebo alguém se aproximar de nós e me viro, encontrando com Daryl.

一 O Carl está chamando vocês. - ele diz, fazendo os dois se levantarem.

Judy me abraçou e Jp deixou um beijo em minha bochecha. Os dois se despediram de nós e saíram correndo pelas ruas da comunidade. Daryl se sentou ao meu lado e ficou na mesma posição em que eu estava, com suas mãos apoiadas nos joelhos.

一 Você... se lembrou mesmo de mim? - ele pergunta, me fazendo virar em sua direção.

一 É claro Daryl! - respondo. 一 E você, me procurou mesmo? - agora, meu irmão quem se virou em minha direção.

一 Te procurei por cinco anos. - ele começa a dizer. 一 Viva ou morta. Tudo o que eu precisava, era da minha pirralha comigo.

Sorri para meu irmão, sentindo meus olhos se encherem de água. Deitei a cabeça em seu ombro e Daryl passou o braço em volta do meu ombro.

Minha cabeça está uma bagunça. - confesso baixo. 一 Me sinto mal por não lembrar de todos.

一 Não precisa ficar assim. Uma hora, ou outra as lembranças vão voltar. - Daryl diz, fazendo um pequeno carinho em meus cabelos.

一 Vem cá... - levantei e olhei para ele. 一 Qual seu lance com a Rosita? - levanto uma sobrancelha, e meu irmão revira os olhos.

一 Estamos namorando. - sorrio maliciosa.

一 Daryl Dixon em um relacionamento? Essa é uma novidade e tanto! - começo a rir. Meu irmão tenta ficar sério, mas logo me acompanha nas risadas.

一 Apenas rolou. - ele dá de ombros. 一 E acabou virando algo sério. - meu irmão sorri.

一 Estou feliz por você. - digo sincera. 一 O que o Carl é... ou era, meu? - pergunto, e Daryl suspira fundo.

一 Vocês namoravam pirralha. - fico surpresa, mas ele continua. 一 O garoto sofreu bastante, quando soube da sua suposta morte. - ele diz.

Nem posso imaginar isso. - digo baixo. 一 Mas, ele já deve ter superado. - dou de ombros.

一 Não superou. - meu irmão diz, e eu volto a olhar para ele. 一 Ele pode não estar demonstrando, mas está muito abalado com essa situação.

一 Quero me lembrar dele. - falo, e Daryl sorri de lado.

一 E você vai. - diz e toca meu ombro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...